Cardápio da disposição para aguentar os dias de carnaval

Dieta à base de carboidratos, proteínas e muitos líquidos garantem energia extra

Por Natalia do Vale

Haja fôlego e disposição para atravessar os dias de carnaval. A maratona, que começa na sexta-feira e vai até a terça-feira (tem gente que ainda emenda), exige corpo e mente saudáveis independente do estilo escolhido pelo folião: trio elétrico, bloco de rua, arquibancada da avenida, salão do clube ou camarote, não importa, o lema nestes dias de folia é dieta equilibradahidratação.
“As pessoas testam os limites do corpo. Não praticam exercícios o ano inteiro, mantêm uma dieta pouco variada e quando chega o carnaval, pulam feito malucos para aproveitar os dias de curtição. Não há organismo que resista. É preciso moderação, antes, durante e depois da folia”, explica a nutricionista Daniela Silveira, da Unifesp.

Preparação carnaval

Esquentando os tamborins
Para ficar com o corpo preparado para ocarnaval, os cuidados devem começar pelo menos um mês antes da folia.

Assim, você evita que a fadiga e o estresse atrapalhem a curtição.

“O ideal é que o folião comece uma dieta equilibrada antes da festa e concilie o cardápio mais saudável a um treino leve, pois, apenas a dieta não é suficiente para dar o pique e disposição necessários para a maratona”, explica a nutri.

Carboidratos

Se a festa for no trio elétrico ou no bloco de rua:

Antes: o folião que optar por estas modalidades deve ficar atento à hidratação do corpo e ao gasto calórico: “Nestes dias, os foliões gastam muito mais calorias do que em dias normais, por isso, devem aumentar a quantidade de carboidratos e proteínas ingeridas (eles garantem energia ao corpo), além de evitar gorduras e muito sal”, explica Daniela.

Café da manhã: sucos e frutas. Pães integrais, queijo, peito de peru light e bolos.

Almoço: o ideal é optar por massas, como macarrão e carnes grelhadas. “Evite molhos, maioneses e tudo o que puder causar alguma irritação intestinal nas altas temperaturas”, explica a nutricionista.

Durante a folia: nesta festa não tem medida mais eficaz: hidratar é o refrão. Com a transpiração em excesso, o folião acaba perdendo muitas vitaminas e sais minerais, correndo o risco de ficar desidratado.

Usar a alimentação como fonte de reposição exige cuidados já que, no meio do agito e da multidão, fica difícil fazer uma refeição. Além disso, cair na pista logo na sequência pode causar desconforto.

“Mas não dá para ficar sem repor o que perdemos, por isso, a sugestão é investir em líquidos e lanches leves”, sugere a nutricionista.

Opções para a tarde: invista em isotônicos que repõem o sódio, o potássio e as vitaminas perdidas; sucos de fruta e água, que hidratam.

Mas se a fome bater, invista em uma barrinha de cereal ou uma fruta.Um pedaço de queijo vai bem, já que as proteínas ajudam a manter o pique e não são tão calóricas.

Isotônicos

Depois: quando a festa terminar, o melhor a fazer é voltar aos poucos ao ritmo normal. O certo é voltar à dieta equilibrada, que estava sendo seguida antes do carnaval. “O perigo do pós-carnaval, é que o folião acostuma a ingerir quantidades maiores de comida em função do consumo excessivo dos dias de folia e depois não percebe que precisa retomar o ritmo normal, senão este resultado aparece nos quilinhos a mais na balança. Além disso, é preciso repor os sais minerais e vitaminas com ingestão de água e sucos naturais”, explica Daniela.

O que ingerir: frutas, verduras, sucos, água.

O que deixar para traz depois da festa: isotônicos, já que o corpo não precisa mais de uma reposição rápida de vitaminas e sais minerais, e diminuir a quantidade de alimentos ingeridos na medida em que o gasto calórico diminui.

Carboidratos e muita água garantem a sua energia

Direto da avenida
Nas arquibancadas: apesar de agitar as arquibancadas nos dias de desfile, os foliões não fazem tanto esforço físico quanto quem desfila no palco do samba ou pula atrás dos trios e blocos, por isso, a dieta aqui é diferente:

Café da manhã: dieta à base de frutas, sucos e menos carboidratos. Almoço: saladas, arroz, feijão, carnes grelhadas ou assadas. Jantar: saladas, carnes magras.

Durante o desfile: como não há grande gasto calórico, o ideal é se abastecer com lanches naturais, biscoitos integrais e bastante líquido.

Porém, cuidado com a conservação dos alimentos, já que nas altas temperaturas, há comidas que estragam com rapidez. Leve estes pratos em uma sacola térmica e consuma em período razoável para evitar desperdícios.

Na avenida
Se você vai desfilar sambando na avenida, a preparação deve ser semelhante a de quem vai curtir atrás do trio: “A lógica é a mesma: manter uma dieta à base de carboidratos e líquidos, evitar gorduras e opções mais pesadas”, sugere a nutri.

O que não pode faltar
: sucos, isotônicos, carboidratos, frutas.

O que deixar para traz depois do desfile: isotônicos, já que o corpo não precisa mais de uma reposição rápida de vitaminas e sais minerais, e diminuir a quantidade de alimentos ingeridos na medida em que o gasto calórico diminui.

Petiscos carnaval

Camarote, mas sem exageros
Nos bailes e na avenida, os camarotes levam o status de espaço “VIP” e são conhecidos pela fartura de comes e bebes. Mas será que é possível passar os dias de festa no espaço sem cair em tentação?

Para a nutricionista Daniela Silveira, apesar das tentações, dá para aproveitar o camarote sem ganhar quilinhos extras:

“Os buffets servem opções mais leves de canapés assados e com recheios light ou bem leves, além disso, frutas e drinks não alcoólicos também estão à disposição”, explica.


Antes:

– Mantenha uma dieta um pouco mais leve do que em dias normais para compensar os exageros.

– Não pule nenhuma refeição antes de sair de casa, isso evita que bata aquela fome durante os desfiles.

– Carboidratos são bem vindos para fornecer energia ao corpo e passar horas dançando e pulando. Durante o desfile: -Invista em sucos e drinks não alcoólicos.

– Canapés e lanches naturais são bem vindos.

– Fuja de frituras e opções mais gordas como empadinhas e croissants.

-Se optar por bebidas alcoólicas, prefira a cerveja aos destilados. Eles são mais calóricos, porém, cuidado, a cerveja é diurética e se consumida em excesso pode levar a desidratação.

Mesmo assim, a regra é moderação. Depois dos desfiles: volte a sua rotina com uma dieta mais leve e mantendo o corpo hidratado.

Fonte: http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/10972-Cardapio-da-disposicao-para-aguentar-os-dias-de-carnaval.htm

Anúncios

1 comentário

  1. mauroudo · março 6, 2011

    Com toda essa chuva, não vamos ter nada de carnaval por aqui…
    Mas pra não fugir da dieta sugerida ai em cima, vou ficar aqui em casa aprendento a fazer um pão integral!
    Bom carnaval a todos.
    mauro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s