Filme conta história de assassinato que chocou Araraquara em 1988

Cena do filme "88 - eu não voltei pra casa". Foto: Divulgação 

Cena do filme “88 – eu não voltei pra casa”. Foto: Divulgação

Por Gabriela Marques

Em 1988, um crime brutal chocou Araraquara: o assassinato e possível estupro da estudante Lucia Elaine, de 14 anos. Após 22 anos, um filme sobre a história está sendo rodado em Araraquara: “88 – Eu não voltei pra casa”, do produtor, roteirista e diretor, Marcelo Camargo, e do produtor e editor, Wagner Boucault.  As gravações começaram em julho de 2010. O filme deve estrear em junho, no Shopping Lupo e SESC.

As cenas do assassinato já foram gravadas no antigo Hospital Psiquiátrico de Araraquara. Para finalizar as filmagens, só falta a cena do dia da prisão dos suspeitos, em que uma multidão invadiu e ateou fogo na delegacia e o avô da jovem morreu vítima de bala perdida.

Segundo os produtores, o filme focará a história de Lucia Elaine. “Ela tinha um sonho de estudar que foi interrompido abruptamente”, conta Camargo. Os pais da jovem já autorizaram as filmagens e colaboraram com o roteiro. Desde então, foram selecionados 140 pessoas para atuação e produção, todos voluntários, segundo Boucault. “O filme não tem fins lucrativos”, afirma.

O longa metragem está orçado em R$ 1 milhão. Os produtores estão atrás de patrocínio para terminar o filme. Os interessados em ajudar podem ligar para Camargo no telefone 9744 9946.

Relembre o crime

Na noite de 20 de agosto de 1988, a jovem Lucia Elaine foi estudar à noite e, horas depois, seu corpo foi encontrado em uma linha de trem próximo a Via Expressa.  No dia seguinte, horas depois de seu sepultamento, seu túmulo foi violado e, segundo a polícia na época, seu corpo foi abusado sexualmente uma segunda vez.

No dia 22 de agosto, os suspeitos foram levados à delegacia. Uma multidão formou-se em volta, tentou invadir o prédio e danificaram a delegacia. Comércio e bancos ao lado também foram danificados. Como se não bastasse, o avô da estudante foi morto por uma bala perdida durante a confusão.

Fonte: http://www.simnews.com.br/exibe.php?id=11414&caderno=Cultura&subcaderno=Cinema

 

Anúncios

2 comentários

  1. TERESA MARTINEZ · dezembro 29, 2012

    DESCULPEM,MAS EU COMO UMA MAE,Q PASSEI POR ESSA MESMA DOR DESSA MAE,ACREDITO Q ISSO SO TRARA MUITO MAIS DOR PARA ESSA MAE,,,,OBS,,EMBORA QUEM PERDE UM FILHO PERCA TD NA VIDA,PERDE OS SONHOS O AR,E A VONTADE DE VIVER,VIVE APENAS POR VIVER,,BOA TARDE A TDS,DESCULPEM,MAS ESSA E MINHA OPINIAO,

  2. Gleizer Oliveira · março 19, 2013

    Me lembro de ter visto na TV. Eu ainda morava em São Paulo. Foi lamntável! Quem fez isso com a menina e depois aproveitar-se dela já depois de morta merecia ir para o inferno. Se é que já não está!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s