A importância da família na educação dos filhos

A participação da família no processo de aprendizagem das crianças e adolescentes é de fundamental importância para o crescimento acadêmico. Pensando em ampliar as ações que reforçam esta prática na Rede Municipal de Ensino de Salvador, a Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult) lançou em outubro o concurso Calendário Criativo 2011, com o tema “A Família na Escola”.

Durante quase dois meses, alunos do 1º ao 5º ano das 342 unidades que atendem o segmento do Ensino Fundamental I, além dos estudantes das classes hospitalares, participaram do concurso enviando frases com o tema. As 12 melhores frases, selecionadas por uma comissão julgadora da Secult, estão publicadas no calendário 2011 do órgão, juntamente com as fotos dos alunos e suas famílias.
O concurso, que está na 3ª edição, tem como principal objetivo elevar a autoestima e estimular o aspecto criativo dos alunos, reconhecendo seus talentos e proporcionando a valorização pelo empenho da participação.
Para celebrar o sucesso do concurso, os 12 vencedores serão premiados com um netbook cada, que serão entregues na manhã da próxima terça-feira (1º), na Secult, com a presença do secretário João Carlos Bacelar, docentes e familiares dos alunos.
A aluna Danubia Rocha dos Santos, 13 anos, do 5º ano do Ensino Fundamental I da Escola Municipal Fancisca de Sande, localizada no bairro de Coutos, está ansiosa para receber o seu prêmio.
“Quando escrevi minha frase, me inspirei na minha família e na família dos meus colegas, pois através da união de toda a comunidade externa à escola podemos melhorar nossas vidas, já que estamos em um mundo onde a violência toda conta da cidade”, disse. A aluna foi uma das vencedoras do concurso com a frase: “Família e escola juntas por um mundo melhor.”
CONFIRA A LISTA DE VENCEDORES:
l Bianca Silva Santos Xavier da Silva – CRE Cabula, Escola Municipal Eugênia Anna dos Santos, 4º ano, 09 anos;
l Letícia Santos dos Santos – CRE Itapuã, Escola Municipal Padre Confa, 4º ano, 09 anos;
l Jadson Alves de Almeida Santos – CRE Orla, Escola Municipal São Domingos Sávio, 5º ano, 11 anos;
l Rodrigo Conceição do Nascimento – CRE Subúrbio I, Escola Municipal Professora Eufrosina Miranda, 5º ano, 11 anos;
l Graziele Santos de Santana – CRE São Caetano, Escola Municipal Fazenda Grande, 5º ano, 12 anos;
l Matheus Augusto dos Santos – CRE Cidade Baixa, Escola Municipal Eloyna Barradas, 5º ano, 11 anos;
l Brenda Oliveira de Araujo – CRE Centro, Escola Municipal Olga Figueredo de Azevedo, 4º ano, 09 anos;
l Inara Conceição Lordelo dos Santos – CRE Liberdade, Escola Municipal Ministro Simões Filho, 4º ano, 10 anos;
l Danubia Rocha dos Santos – CRE Subúrbio II, Escola Municipal Francisca de Sande, 4º ano, 13 anos;
l Isa Maria Bispo Nascimento – CRE Cajazeiras, Escola Municipal Cecy Andrade, 3º ano, 09 anos;
l Hatifa Souza de Carvalho – CRE Pirajá, Escola Municipal Dona Isabel Brandão Vilela, 1º ano, 07 anos;
l Carine Beatriz dos Santos Cassiano – Escola Hospitalar Criança Viva do Hospital Santa Izabel / Santa Rosa, Grupo 02.
PAIS ORGULHOSOS E ATENTOS.
A alegria e orgulho tomaram conta de Ânia Silva dos Santos quando soube que a frase da sua filha, a aluna Bianca Silva, que estuda na Escola Municipal Eugênia Ana dos Santos, foi classificada.
“Sempre procuro me interar das atividades e me envolver com o currículo da escola, pois acho fundamental a participação da família no ambiente de ensino”, ressaltou. A aluna venceu o concurso com a frase: “A família e a escola, esta união é tudo de bom.”
De acordo com Gilmária Cunha, coordenadora pedagógica da Secult, a proposta do Calendário Criativo incentiva a produção da escrita, produção de texto e possibilita o estímulo à criatividade, além de promover a aproximação da família ao ambiente escolar.
Ela ressalta que todas as escolas da rede promovem uma função social, que faz parte do projeto pedagógico do órgão, de trabalhar em sala de aula a questão da família na escola.
Anúncios

4 comentários

  1. ANDREIA FARGNOLI · março 14, 2011

    “A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.”

    É fundamental o resgate do respeito, do afeto, do carinho, sobretudo do amor verdadeiro nas famílias. Uma sociedade melhor começa em casa.

  2. ANDREIA FARGNOLI · março 14, 2011

    Portanto, Dialogar e compartilhar os desejos, sonhos, medos, conquistas, desafios, compromissos e responsabilidades. Trocar experiências, realizar atividades junto às crianças, na escola e em casa, construir laços de amizade e companheirismo para superar obstáculos e celebrar a vida é o melhor caminho para a família.

  3. Mauro · março 15, 2011

    A gente critica a educação, mas tem coisas que beiram o absurdo. Outro dia perguntei a um pai de aluno como se chamava a professora da filha dele. Ele não sabia. Nem qual era a classe! Como será que essa criança se sente?
    E isso aconteceu outras vezes com outros pais! (as mães geralmente sabem…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s