Bases da PM registrarão ocorrências em todo o estado de SP até agosto

Meta foi anunciada pelo governador Geraldo Alckmin nesta quarta (23).
Mudança contempla casos de furtos e extravio de documentos.

Juliana Cardilli

Alckmin, em evento ao lado de Kassab (Foto: Juliana Cardilli/G1)
Alckmin, em evento ao lado de Kassab (Foto:
Juliana Cardilli/G1)

Todas as unidades da Polícia Militar no estado de São Paulo estarão habilitadas a registrar boletins de ocorrência de casos menos graves, como furtos e perda de documentos, até agosto deste ano. Foi o que anunciou na manhã desta quarta-feira (23) o governador Geraldo Alckmin. O processo começará na Zona Leste da capital paulista, que abrigou o projeto piloto, com um período de testes na 4ª Companhia do 2º Batalhão, em Ermelino Matarazzo.

“Foi um sucesso [o projeto piloto]. A média dos registros é de oito minutos. Pode registrar o boletim de ocorrência em uma base móvel, uma base fixa e nas companhias da PM. E online esse boletim já estará na mão do delegado, ele imediatamente vai para a Polícia Civil”, afirmou Alckmin.

O cronograma prevê que até o dia 5 de abril todas as bases da PM na Zona Leste estejam registrando boletins de ocorrência. Até o início de maio, a meta é expandir o serviço para toda a cidade de São Paulo. Até junho, a PM passará a fazer os registros em todas as unidades da região metropolitana. No mesmo mês, o serviço também será feito no Vale do Paraíba, Litoral Norte, Baixada Santista, Campinas e Piracicaba.

Em julho, será a vez de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Bauru e Sorocaba. Já em agosto a PM passa a registrar as ocorrências nas regiões de Presidente Prudente, Andradina e Araçatuba.

A iniciativa pretende agilizar o serviço prestado à população e também o trabalho dos PMs – que muitas vezes perdem horas nas delegacias para o registro de ocorrências simples. A mudança também visa atender a população sem acesso à internet, já que as ocorrências que poderão ser registradas pela PM são aquelas que já podem ser feitas online – como furtos, extravio de documentos e encontro e desaparecimento de pessoas.

“Não vão ficar policiais para fazer o boletim. Você sempre tem policiais na base, sempre tem policiais na companhia. A Polícia Militar, como é em maior número, está muito presente territorialmente. Então é mais fácil para a pessoa encontrar uma base ou uma companhia da PM. É difícil um bairro que você não tenha uma presença da Polícia Militar.”

Mais parcerias
A Polícia Civil também será beneficiada com as mudanças. A partir de agora, os investigadores e delegados terão acesso liberado ao Fotocrim, banco de dados da PM com 400 mil registros e 1,4 milhão de fotografias de criminosos. Anteriormente, a Polícia Civil só tinha acesso aos registros mediante solicitação. “Vai ajudar no processo investigativo. Esse processo de integração, de trabalhar juntos, é importante. A polícia é uma só, ela tem as suas várias especialidades e responsabilidades.”

Nesta quarta, também foi celebrada a entrega de 229 novos veículos – entre carros e motocicletas – para o policiamento de trânsito na cidade de São Paulo, fruto de uma parceria entre governo e Prefeitura.

Aumento para os policiais civis
No mesmo evento, o governador e o secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, afirmaram que o governo está realizando negociações para o aumento dos salários dos delegados. “Temos tido boa conversa com as entidades dos policiais e estamos indo bem”, disse o governador, sem dar mais detalhes.

Já Ferreira Pinto afirmou que haverá um reajuste, mas não deu números. “Nós estamos lutando para a melhoria dos salários dos delegados, da polícia em geral. Nós entendemos que deve haver uma melhoria no salário dos delegados. A reivindicação é justa e o governador é sensível a isso. Ele aguarda uma melhora na arrecadação nos próximos meses para poder dar um índice, mas há um comprometimento. Ele não vê condições agora de falar em índice”, afirmou o secretário.

Delegacias
Alckmin também voltou a dizer nesta quarta que a reorganização das delegacias no interior do estado não resultará no fechamento de distritos policiais. “Nenhuma delegacia vai ser fechada. As delegacias continuam. Nós até estamos trabalhando para aumentar o numero de PMs nas menores cidades”, disse o governador. Segundo ele, apenas cidades muito pequenas passarão a dividir o delegado com outros municípios, mas manterão seus policiais.

O secretário da Segurança também falou sobre o assunto. “No interior houve a criação de muitos distritos policiais sem critério algum. Criar unidades policiais é muito fácil, isso se faz por decreto. Mas não se cria cargos”, afirmou.

Ferreira Pinto ainda comentou que a secretaria avalia a possibilidade de voltar a abrir delegacias da Zona Leste e Norte durante a noite – apenas algumas permanecem abertas, centralizando os casos. “É hora de avaliar, de ver se realmente esse ganho [na prestação de serviços] ocorreu ou se é o caso de voltar a abrir. Eu não concebo muito delegacia fechada à noite, mas eles me apresentaram na época argumentos válidos. Nós fizemos essa experiência, mas agora nós vamos avaliar se realmente é válido ou não”, afirmou.

O novo diretor do Decap está estudando se devemos permanecer com esse modelo ou não. Ele é inviável nas demais regiões de São Paulo, Sul, Oeste, não tem condições de manter esse modelo. Eu tenho minhas duvidas que houve rendimento, mas vamos verificar. Se não houve nos voltamos à situação anterior, que a pessoa vai a qualquer hora da noite e é atendida na delegacia próxima de onde reside.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/03/bases-da-pm-registrarao-ocorrencias-em-todo-o-estado-de-sp-ate-agosto.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s