Redes sociais passam a ser a grande porta de entrada aos jornais online

Postado por Carlos Castilho
A média de leitores que passaram a acessar notícias de jornais a partir do sistemaTwitter de micro mensagens registrou um surpreendente crescimento de quase 60% nos últimos seis meses, nos Estados Unidos. Esta tendência, cada vez mais clara, mostra que as pessoas além de não comprarem mais a edição impressa, simplesmente esperam que a noticia venha até ela por meio do Twitter.
A pesquisa feita pelo blog Media Alley, revela que alguns jornais norte-americanos chegaram a registrar índices de crescimento de até 121% como foi o caso do San Francisco Chronicle. O The New York Times é a publicação noticiosa diária commaior número de seguidores (1) no Twitter, com pouco mais de três milhões de leitores cadastrados. 

O segundo jornal norte-americano com o maior número de seguidores é o Chicago Tribune, com distantes 830 mil twiteiros inscritos. A lista dos cinco maiores jornais no Twitter dos Estados Unidos coincide, a grosso modo, com a relação daspublicações mais influentes, mas o crescimento foi mais intenso nos jornais regionais e locais.

Times é o único jornal norte-americano onde o número de seguidores no Twitteré maior do que a tiragem da edição em papel. Isto é devido, em grande parte, ao fato de que o jornal tem um grande número de leitores espalhados pelo mundo e também porque ele foi o primeiro a usar o Twitter, há quase quatro anos.

Aqui no Brasil, os jornais Estado de São PauloFolha de São Paulo tem, em números redondos, respectivamente 106 mil e 85 mil seguidores no Twitter, registrando um crescimento contínuo nos últimos 12 meses, embora com um índice inferior ao registrado nos Estados Unidos.

A generalização do uso do twitter como porta de entrada no noticiário online dos jornais convencionais é um dado novo que mostra como as novas tecnologiasestão alterando radicalmente a forma como as empresas jornalísticas passaram a se relacionar com o seu público.

O fenômeno se repete no Facebook, a maior rede social do planeta, com mais de meio bilhão de usuários. Também aí o The New York Times tem uma folgada liderança, com cerca de um milhão de fans, segundo dados publicados pelo estudo See you on Facebook or Twitter? preparado pela Universidade do Texas , com base em contribuições de 12 especialistas latino-americanos e espanhóis.

O crescimento da importância das redes sociais como porta de entrada no noticiário assinala também outra mudança na forma como os leitores passam a se relacionar com os jornais. Até agora a relação principal era com o veículo, com a marca. Agora é com os autores das notícias, reportagens ou articulistas. Para Nicholas Carr, do The New York Times, os matutinos são cada vez mais verdadeiras “federações de grifes jornalisticas”. A relação tende a se personalizar cada vez mais.

Da mesma forma que se diluiu a importância das grandes marcas jornalisticas como fator de atração de leitores, os jornais começaram a ter que depender de terceiros para chegar até o seu público. Este tema é crucial para as indústrias jornalísticas porque elas ainda apostam no modelo de negócios baseado nas receitas com publicidade.

1. Seguidor é o jargão usado para identificar uma pessoa que usa o Twitter para acompanhar as atualizações de sites, blogs ou textos publicados em redes sociais.

 

Fonte:http://observatoriodaimprensa.com.br/blogs.asp?id_blog=2&id={397F8AB8-959E-4D70-9EB1-68F8AC17E9E9}

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s