Ainda há esperança…

Vivemos numa sociedade em que cada vez mais impera o individualismo, as relações interpessoais não se estabelecem e valores são ignorados.

Este fato é tão notório quanto indiscutível: assistimos, vemos e ouvimos a este respeito todos os dias na televisão, nas rádios e na internet.

Quando essa realidade parece sedimentar-se, aparecem situações que nos dá um lampejo de esperanças.

Sem citar nomes, porque não é nem o caso, vou contar brevemente uma história aos que me dão o prazer da leitura.

No interior de um dos Estados brasileiros, bem lá longe, um homem acidentalmente dispara uma arma de fogo que carregava na cintura para se proteger das ameaças que sofria, num lugar onde o poder público não tinha condição de garantir a sua segurança.

O projetil avança pela perna e se aloja perto do joelho.

Não é um quadro simples, ainda assim, o homem por dez dias prefere ficar por lá mesmo, acreditando que a estrutura de saúde poderia ser suficiente para salvá-lo.

Não foi!

O agravamento do quadro faz com que seu filho, que mora num Estado distante do dele e com muito mais estrutura, fosse acionado para ajudá-lo.

O filho se desespera, fica sem saber o que fazer e se recorre ao seu superior.

Tudo isso num feriado de Páscoa.

O superior se comove com o pedido de seu colaborador, move-se para todos os lados, fala com todos que tem poder de decisão e consegue a liberação de uma aeronave para buscar o baleado há milhares de quilômetros de distância, transferindo-o para o Estado com mais estrutura, onde ele é internado, submetido a vários procedimentos cirúrgicos e se salva, perdendo apenas a porção inferior da sua perna direita (logo abaixo do joelho).

Atitudes como estas, de pessoas que vêem e tratam gente como gente nos dá o acalento de esperar por dias melhores.

Que o exemplo se repita em outras oportunidades.

 

Humberto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s