UM DIA ESPECIAL

Imagem

O dia de ontem foi muito especial para mim: recebi aqui pela rede social, por e-mail, por telefonemas e em contatos pessoais, inúmeras manifestações cumprimentando-me por ter sido promovido ao Posto de Tenente-Coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Tive contato com amigos, com irmãos de farda com quem trabalho ou trabalhei, oficiais e praças, com pessoas que nunca tive contato pessoal, enfim, vieram de diversas fontes os votos de congratulações.
O dia de ontem me fez voltar a 03 de fevereiro de 1985, um domingo, quando, levado pelas mãos de minha mãe e de meu pai, ainda um adolescente, ingressei na maior Escola que tive na minha vida, a querida Academia de Polícia Militar do Barro Branco.
Confesso que naquele dia muitas indecisões e incertezas dominavam o meu espírito, mas poucas horas depois, no contato com veteranos e novos cadetes, vi que a minha relação de amor com a Polícia Militar seria para sempre!
Sou, com muito orgulho, filho de um praça da Polícia Militar: o 1º Sargento Veterano Antonio de Aquino Figueiredo. Quem viveu a mesma experiência que eu sabe o tamanho da alegria que sente um pai que se encontra na base da pirâmide da hierarquia da Polícia, ao imaginar que seu filho será um dia oficial da Polícia Militar!
Não foi diferente comigo, naquele dia 3 de fevereiro de 1985, meus pais atravessaram o portão da Academia e lá me deixaram, com a certeza de que eu estaria em boas mãos…e eles não erraram!
Não vi as lágrimas que minha Mãe disse que eles derramaram, sabendo que deixariam em São Paulo um filho até então nunca tinha ido para lá…mas eram lágrimas de felicidade, por saber que aquele passo me conduziria a uma carreira segura, a uma formação sólida, enfim, me transformariam num homem!
O tempo passou e a minha relação de amor com a Polícia Militar se renovava a cada promoção, a cada curso concluído com sucesso, nas oportunidades que tive de conhecer o Japão e a Inglaterra em especializações, na Unidades em que servia,…
Chego agora num dos momentos mais importantes da carreira e, mais do que nunca, sinto-me apaixonado pela Instituição!
Não temo pelos desafios que me serão postos…não tenho receio do que terei que cumprir: farei com dedicação e entusiasmo o que me for determinado realizar.
E assim será porque tenho pela Instituição um amor incondicional, daqueles que não se paga em apenas um plano de vida!
Ser Tenente-Coronel representa para mim que a decisão de meus pais, lá atrás, foi a mais certa que eles poderiam ter tomado na vida…representa também que orgulhei meu pai, que sonhava ter um filho oficial…indica que estou conseguindo cumprir uma missão que o Grande Arquiteto me projetou, fazendo o bem e buscando a paz para a sociedade que jurei servir, se necessário, com o sacrifício da minha vida!
Não me arrependo de nada!
Sou hoje, um homem feliz e realizado!
Muito obrigado!

Humberto

Anúncios

2 comentários

  1. Andreia Fargnoli · junho 2, 2013

    Tenente Coronel Figueiredo: é uma imensa satisfação estar aqui, para parabenizá-lo, o trabalho que vem desenvolvendo nesses anos é de grande valia e de muita importância .

    • Humberto · junho 5, 2013

      Muito obrigado Andréia Fargnoli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s