A POLÍCIA MILITAR VAI COLABORAR

 

(*) Humberto Gouvêa Figueiredo

 

Neste ano (2016) teremos eleições municipais e deveremos escolher os nossos futuros governantes e legisladores, as pessoas que cuidarão do nosso destino nos próximos quatro anos.

Vereadores e prefeitos são as autoridades públicas que estão mais próximas das pessoas, mais susceptíveis ao contato pessoal e, por tudo isso, mais “cobradas” pelo povo.

Neste contexto, e fazendo o paralelo com a segurança pública, estas autoridades se aproximam muito da realidade da Polícia Militar, que pela natureza de sua atuação (prevenção criminal) e pela ostensividade da sua presença também acaba sendo a Instituição mais demandada pela sociedade, especialmente quando o assunto diz respeito à segurança pública.

Conforme já amplamente difundido, o Comando de Policiamento do Interior 3 definiu cinco eixos estratégicos de comando, que nortearão todas as atividades realizadas na região de Ribeirão Preto. Entre eles, o fortalecimento institucional e político da Polícia Militar na região é um dos mais relevantes.

Tem se a compreensão de que a Polícia Militar, sendo uma Instituição forte, de fácil acesso e presente em todas as cidades, não pode se omitir em ocupar o seu espaço na “arena política”, tão pouco de colaborar na formulação de políticas públicas, que tenham por escopo melhorar as condições de segurança das cidades, gerar maior tranquilidade às pessoas, servindo-as e protegendo-as, conceitos que se inserem na filosofia de polícia comunitária.

Com base na proatividade que caracteriza a Instituição e com o objetivo de dar protagonismo ao tema “segurança pública” o Comando do Policiamento do Interior 3, fará chegar às mãos de todos os candidatos a Prefeitos nas 93 cidades que compõe a região, um conjunto de propostas de ações relacionadas com o tema “segurança pública” sugerindo-se que elas façam parte dos Planos de Governos de todos os candidatos.

Este documento, detalhado em 41 páginas, traz a proposta de uma série de ações que estão sob a competência do chefe do executivo municipal e que, se adotadas, permitirão o alcance de condições melhores de segurança nas cidades, colaborando com a Polícia Militar e ampliando a dimensão dos seus serviços e atuação.

Estão divididas em quatro áreas temáticas: a identificação e redução dos fatores potencializadores da criminalidade, a urbanização, a gestão pública integrada e com foco na prevenção e os recursos e incentivos.

O documento deve ser recebido por todos os candidatos, pelos clubes de serviço, pelos Conselhos Comunitários de Segurança e pela própria sociedade civil organizada de uma forma geral, com a compreensão e o aceite de que se trata de uma disposição clara e objetiva da Polícia Militar na região de Ribeirão Preto em participar ativamente da vida das cidades e da sua comunidade, tudo em compatibilidade com o que se conceitua como filosofia de polícia comunitária.

 

(*) é coronel da Polícia Militar e comandante do CPI-3

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s