INVERSÃO DE VALORES

Não esperava nada diferente, afinal já conheço bem o “padrão globo de qualidade” ao tratar de assuntos envolvendo segurança pública e, particularmente a Polícia Militar: mas na matéria do Programa Fantástico de ontem (10/7) sobre o assalto à Unidade da Prossegur em Ribeirão Preto, a emissora foi “um ponto além da curva”: apresentou os criminosos como se fossem heróis e “ultraorganizados”, ouviu um “especialista” que não tem um mínimo conhecimento do que seja atividade policial e que não falou nada com nada a respeito do que se passou, deu a palavra a um representante das empresas do setor para que ele transferisse ao setor público atribuição de segurança primária que cabe a quem recebe (e muito!!!) para transportar e guardar valores e, a “cereja do bolo” foi tratar a morte de um agente de segurança pública, o policial militar Tarcísio Wilker Gomes tão superficialmente, como se não fosse algo da maior relevância. Diferente do que se pode imaginar o senso comum, aqueles que não conseguem enxergar o valor exato das coisas e das pessoas, o maior prejuízo na ocorrência não foi os XX milhões que foram levados no dia da Prossegur, mas sim as vidas do Cabo PM Wilker e de um morador de rua, cujo nome não sei dizer (e que também não foi dito na reportagem, diga-se de passagem). Triste o país que mede prejuízo pelo dinheiro e não pela vida humana…triste o país cuja principal emissora se propõe a uma reportagem tão rasa sobre um assunto tão relevante!
 
Cel PM Humberto Gouvêa Figueiredo – Comandante do Policiamento na Região de Ribeirão Preto
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s