Mensagens dos Soldados Formados em 25 de maio de 2017

Compêndio com as manifestações espontâneas feitas pelos Soldados PM que concluíram o Curso Superior Técnico de Polícia Ostensiva

 

DA_formatura-2614-policiais-militares-Sao-Paulo-Anhembi_05272015008.jpg

“Primeiramente quero parabenizar o Senhor pelo seu comando, sua maneira de administrar a Escola, sempre muito junto à tropa, todos comentam o quanto o Senhor é um Comandante diferente. A emoção que sinto de me formar é única, sem igual… se eu pudesse faria este curso muitas vezes durante a minha vida, pois a alegria de cada irmão ao meu lado é contagiante, nunca me esquecerei. E um dia gostaria muito de rever cada amigo que fiz aqui. Agradeço a Deus todos os dias por ter me permitido entrar pelos portões dessa casa, pois aqui além de servir a sociedade, aprendi a ser um homem melhor, obrigado, de coração, obrigado!!!!” (Soldado PM De Souza, ESSd)

 

 

“Por 6 vezes fiz o concurso da Polícia Militar e por 5 vezes a porta se fechou para mim e, mesmo assim, não desisti porque sempre sonhei com a Polícia Militar. Hoje todas as pessoas do meu convívio vibram comigo, com essa conquista: minhas filhas me admiram e é a elas que eu dedico essa minha vitória. Agradeço a Deus e a todos que me apoiaram nesse Sonho!” (Soldado PM Martins, CPA/M-11)

 

 

“A emoção de estar se formando é saber que mais uma etapa na minha vida foi completada com sucesso e que estou pronto para servir à sociedade com a excelência, junto com meus irmãos de arma” (Soldado PM Serafim, CPI-4)

 

 

“Sou muito feliz com a minha carreira e toda a minha família me apoia; eles têm medo, mas mesmo assim me apoiam; pretendo me aprofundar nessa profissão maravilhosa e bonita que é a de policial militar, sinto-me muito grato com essa vitória” (Soldado PM Jonas, CPA/M-1)

 

 

“Terminar esse curso para mim foi uma grande vitória, por inúmeros motivos. Sou de Viçosa-MG e estar a 700 km de casa não foi fácil. O curso acrescentou muito em minha vida, tenho certeza que além de muito aprendizado técnico também aprendi a dar mais valor à família e a cada obstáculo que venci ao longo do curso, o que para mim foi uma grande vitória. Saio pronta para servir e proteger, e com garra e vontade de fazer o meu melhor! Aproveito para parabenizá-lo pela iniciativa, assim como os vídeos que o senhor tem gravado, não o conheço pessoalmente, mas tenho certeza que é um excelente Comandante!” (Soldado PM Torres, do GT/CPRv)

 

 

“Estou me sentindo muito realizado e muito emocionado por estar realizando meu maior sonho, e agradeço muito aos meus instrutores por terem me instruído muito bem. Muito obrigado.” (Soldado PM Renan, CPI-3)

 

“Após 12 meses de intensos treinamentos só posso ter um sentimento “dever cumprido e entusiasmo” (Soldado PM Lacerda, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

 

“Felicidade, satisfação” (Soldado Rodrigo, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

“Passar pelo curso de formação de soldados da PMESP é uma das experiências​ que sem dúvidas, jamais deixarei de lembrar, pois nos dois módulos pelos quais passei, tive excelentes instrutores. Só quero agradecer a Deus e a Polícia Militar do Estado de São Paulo por esta oportunidade ímpar que é me tornar um Soldado compromissado com o serviço de entrega ao povo paulista mesmo que isso acarrete em muitas horas de sono perdidas e muitas rugas de preocupação. É com honradez que encerro este curso. Vibrando com a alma, me arrepiando ao entoar as canções que aprendi e ao juramento que estamos para fazer. É com orgulho que eu digo, SOU POLICIAL MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO e disso não abro mão. Honrarei e vestirei essa camisa enquanto eu puder!” (Soldado Barros, CPA/M-4)

 

 

“Me sinto orgulhoso, emocionado e realizado por estar me formando para servir a sociedade e meus irmãos de armas, tendo comigo o ideal vivo, como as chamas de um grande incêndio, de que entrarei e farei o que estiver de ser feito para salvar uma vida, mesmo que seja necessário doar a minha, fazendo jus ao meu juramento, pois um irmão nunca ficará desamparado.” (Soldado De Sá, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

“A sensação é de dever cumprido. Uma paz por ter dado o meu melhor e ter conseguido uma vaga onde eu queria. Sinto-me realizada por fazer parte desta Instituição, tenho orgulho de vir de uma família Policial Militar. Estou muito feliz, coração a mil, um pouco ansiosa pelo início, de como será na OPM, a recepção, o serviço, enfim, os sentimentos se misturam com ansiedade e felicidade, mas pronta para iniciar essa nova etapa.” (Soldado Viviane, 5º BPM/I)

 

 

“Estou a poucas horas da formatura, às vezes a ficha parece não cair, estou muito feliz, realmente, sempre quis seguir a carreira militar, foram 7 anos de exército e agora, se Deus quiser, o resto da minha vida na carreira Polícia Militar, sou muito grato aos instrutores pela dedicação e o empenho em nos ensinar, confesso que estou um pouco nervoso, por trabalhar longe de casa, mais seja onde for me esforçarei ao máximo para fazer o melhor possível, o futuro só a Deus pertence mais desde já desejo a mim, ao senhor e a todos os “formandos” uma carreira repleta de vitória e esperança.” (Soldado Becker, 5º BPM/I)

 

 

“Ao me formar na melhor Instituição que existe, me sinto realizado e feliz por essa conquista que perpetuarei vestindo com orgulho esse cinza bandeirante.” (Soldado Custódio, 5º BPM/I)

 

 

“Meu sentimento ao concluir o curso é de um grande alívio.” (Soldado Marina, CPI-6)

 

 

“A emoção é muito forte e não tenho palavras para descrever este momento único e especial. É a realização de um sonho. Sonho de muitos mas que poucos podem alcançar. Sou grata a Deus por ter conseguido ingressar nessa instituição.” (Soldado Bianca, CPI-5)

 

 

“É muito emocionante fazer parte desta corporação maravilhosa que é a PMESP! É um orgulho imenso, embora não tenha vaga para o CPI-3, estou muito contente servirei no 7° BPM/M, gostaria de agradecer o senhor pela excelência em nos comandar e com a preocupação que tem com todos policiais militares, o senhor é nossa admiração desde que o conheci no meu curso básico no 13º BPM/I.” (Soldado Lucas, CPI-3)

 

 

“Gostaria de compartilhar minha imensa felicidade em realizar um sonho que tenho desde criança: ser policial militar e poder ajudar as outras pessoas. Muito obrigado por me ajudar nessa conquista!” (Soldado Santos, GT/CPRv)

 

 

“Gostaria de agradecer a todos que contribuíram na minha formação, direta e indiretamente, elogiar e enaltecer o efetivo do GT/CPRv, onde passei um ano, nos cursos básico e específico, dizendo que fui muito bem recebido e treinado e dizer também que estou muito feliz e honrado por vestir essa farda e levar comigo o nome da Policia Militar do Estado de São Paulo!” (Soldado Macedo, do GT/CPRv)

 

 

“A sensação de realização é muito grande. Por que isso é o que eu realmente quero fazer:  ser policial; estou muito feliz com o que conquistei.” (Soldado Éder, 5º BPM/I)

 

 

“Tornarei me oficialmente Soldado da Polícia Militar e estou extremamente emocionada e preparada para encarar as adversidades que terei na minha carreira. Porém irei fazer tudo com muito amor, pois sempre sonhei em usar o uniforme cinza bandeirante. Ontem na escolha de vagas me senti realizada, pois fiz uma ótima escolha. Agradeço à Polícia Militar e a todos os instrutores que ajudaram-me a chegar aqui.” (Soldado Moreira, CPA/M-11)

 

 

“O sentimento que eu tenho neste momento é de muita alegria e emoção, pois após 2 anos estou realizando um grande sonho, o de me tornar um POLICIAL MILITAR. Também um sentimento de vitória, pois não foi fácil chegar até aqui.” (Soldado Alvarenga, CPI-10)

 

 

“A conclusão do Curso me traz a sensação de mais um ciclo concluído na história da minha vida e da minha família, a quem dedico todo o meu esforço, bem como agradeço a Deus por permitir-me estar realizado numa profissão que de forma objetiva torna-me um defensor da sociedade, isso de fato gera sentimentos de gratidão, pois sempre tive esse desejo. O momento agora é de amadurecimento, principalmente profissional, afinal tornei-me representante da sociedade!!! Em muitas palavras revelaria muitos dos meus sentimentos, porém as que vem na memória neste exato momento são de realização, felicidade, profissionalismo, fazer de fato dentro das minhas limitações uma pequena parte de um mundo melhor, afinal nossas atitudes hoje são de extrema representatividade para as pessoas que estão ao nosso redor. Agradeço a oportunidade!” (Soldado Thiago, 5º BPM/I)

 

 

“Coronel, venho agradecer lhe pela organização e empenho dos superiores no curso de formação de soldados do estado de São Paulo, foi muito gratificante fazer parte do CPI-3 e poder ter contato direto com o senhor; amanhã será um dia de muita felicidade para todos meus familiares e de muita realização para mim, estou orgulhosa em pertencer a esta Instituição na qual formamos uma família” (Soldado Camila, CPI-3)

 

 

“A minha alegria no dia de hoje é muito grande, pois há dois anos eu assisti a uma formatura e meu coração se encheu de grande amor pela PMESP. Foi muito lindo ver mais de 2 mil Soldados vibrando no Anhembi. Me emociono pois hoje sou eu que me formo como policial militar do Estado de São Paulo. Me sinto honrada em participar desta grande família militar. Amo muito todo esse sentimento que falta explodir dentro do peito. Tenho certeza que darei o melhor de mim para servir a população de bem! Muito Feliz” (Soldado Indivhânia, ESSd)

 

 

“O sentimento de poder concluir Curso de Formação de Soldados é o melhor, a conquista, o sentimento de gratidão por todos aquelas pessoas que se empenharam para que tudo isso fosse possível! Mesmo possuindo outra formação e ter deixado tudo para trás sem nenhuma certeza de como seria aqui na PMESP, hoje posso lhe dizer que valeu a pena e estou no caminho correto! Recentemente vi uma frase de Mark Twain que resume meu sentimento: “Os dois dias mais importantes da sua vida são: o dia em que você nasceu, e o dia em que você descobre o porquê””. (Soldado Cesar, CPA/M-1)

 

 

“Os dias de treinamento vem trazendo pra mim uma sensação de realização pessoal e profissional, um sonho realizado e um imenso orgulho de pertencer uma Instituição com uma missão tão nobre! Vivi e estou vivendo dias consagrados que jamais ousarei esquecer!” (Soldado Fernandes, CPI-5)

 

 

“Inesquecível este momento… Vou lembrar por toda a vida, estou realizando um sonho de criança… sinto-me extremamente honrado em fazer parte da família PMESP! Dignidade, honestidade e Deus acima de tudo!!! Polícia Militar sobre a proteção de Deus.” (Soldado Nicoletti, CPI-10)

 

 

“Fico feliz por estar formando e ansioso por poder aplicar tudo o que pude aprender no GT/CPRv e no CPA-M5 objetivando um trabalho satisfatório aos olhos dos meus irmãos de farda, dos superiores e da sociedade paulista.” (Soldado Valberto, CPA/M-5)

 

 

“Difícil de explicar o sentimento nesse momento, difícil também foram as batalhas e obstáculos aparentemente intransponíveis que tive de superar para chegar aqui, mas aonde aparenta ser o final, na verdade é o começo de uma nova etapa. Vou sentir muitas saudades dos momentos vividos, das amizades, dos lugares que tive a oportunidade de conhecer através dos estágios e até dos momentos difíceis. Não vejo isso só como uma profissão e sim como um sacerdócio. Sou muito feliz no que faço e não quero parar, vou me dedicar estudar e acreditar para que num futuro não tão distante eu esteja me formando novamente mas dessa vez como Oficial PM e ser orgulho para as pessoas que amo.” (Soldado Carnaiba, 5º BPM/I)

 

 

“O que estou sentindo agora é uma emoção muito grande, coração batendo mais forte e mais fraco ao mesmo tempo, um sonho sendo realizado.” (Soldado Maison, 5º BPM/I)

 

 

“Não sei explicar o sentimento de alegria, ansiedade e agradecimento misturado com o final de uma fase e início de outra. Ontem pensativo por não ter vaga no interior, hoje satisfeito e pronto por saber que Deus sabe o que faz e certamente serei útil para servir bem no local que escolhi. Sou feliz, lutei e conquistei.” (Soldado Willian, CPI-3)

 

 

“A emoção que sinto neste momento é totalmente gratificante: sensação de dever cumprido, orgulho de mim mesmo, só que confesso que estou um pouco inseguro por estar indo um para um lugar novo (Batalhão). É mais questão de adaptação, mas sei que logo se ajeitará. O sentimento é bom: é como tirar uma mochila pesada das costas, me refiro à parte psicológica em relação a provas e etc. Enfim estou muito ansioso para saber realmente como é ser policial, atender ocorrências nas madrugadas, poder ajudar as pessoas, a adrenalina, a gratificação de poder ajudar alguém.” (Soldado Tales, CPI-3)

 

 

“É um momento único em nossas vidas, largamos tudo o que fazíamos para seguir um sonho; não fizemos apenas novas amizades e sim ganhamos outros irmãos. O caminho foi difícil, mas Deus deu a vitória.” (Soldado Rocha, CPI-10)

 

 

“Meu sentimento sobre a formatura é de uma conquista, pois eu não possuía o sonho de ser policial, entretanto, entrei no curso e passei a gostar da profissão. É extraordinário dizer que mesmo que ficamos aquartelados aprendi muito com o mundo lá fora, dentro de um quartel, assim como também na vida, ganhei responsabilidades, amigos, oportunidades e claro uma profissão. Agradeço primeiramente a Deus, sem Ele, eu nem estaria mandando esse whatsapp, depois a todos os instrutores que se dedicaram ao ensinamento. Posso dizer que a emoção de se formar é muito forte e talvez no fora de forma, seja difícil conter as lágrimas. Mesmo assim estou realizado graças ao Pai e pretendo que esse seja um início de uma carreira promissora.” (Soldado PM Liberali, CPI-10)

 

 

“Tenho o sentimento de realização profissional, no pessoal me sento orgulhoso, feliz e agradecido por Deus ter me dado esse presente. Estou muito feliz pela conquista.” (Soldado Rovilson, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

“Muito gratificante, tenho orgulho de fazer parte desta Instituição e agora posso ajudar a sociedade com todo conhecimento que adquiri no Curso de Formação de Soldados.” (Soldado Caramori, CPI-3)

 

 

“Sinto-me hoje ora com alegria, ora com uma tristeza. Confesso que foram difíceis todas as etapas desse processo, desde a execução da prova de concurso para ingresso até hoje, treinamento para formatura final. Creio que estou realizando um sonho, por puro direcionamento de Deus, sou muito grato a Ele. Quero deixar registrado que minha família é tão merecedora quanto eu de sentir essa vitória por sempre me apoiar e motivar. Amanhã será difícil despedir-me de meus amigos, pois sou uma pessoa que cultiva, confia, aposta todas minhas fichas em uma boa e verdadeira amizade. Sou grato a todos meu irmãos de farda, principalmente aos que conviveram comigo um ano de curso, pois passamos por momentos inimagináveis. Eternizo todos em meu coração e agradeço aos instrutores também e destaco o altíssimo grau de profissionalismo que cada um apresentou. Enfim termino dizendo que serei a partir de amanhã um Policial Militar, mais especificamente, um Bombeiro Militar pronto para dar o meu melhor para cumprir a missão que Deus confiou à mim. Peço a Ele proteção e direcionamento para que não seja em vão minhas palavras e agradeço pela oportunidade de ter vivido DIAS CONSAGRADOS QUE JAMAIS OUSAREI ESQUECER.” (Soldado Nascimento, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

“A emoção na véspera da formatura é algo impressionante: passa um filme na cabeça desde a inscrição realizada, o resultado, o início do curso, e a data de hoje. Muito emocionante, um sonho que tenho desde pequeno sendo realizado nesta data, e ver a felicidade de meu pai, 3° Sargento, que vê seu filho carregando no peito o mesmo nome dele!” (Soldado Arruda, ESSd)

 

 

“Até agora parece que a ficha não caiu: via os policiais nas ruas e pensava “será que um dia esse sonho se tornará realidade”; achava meio impossível e aqui estou eu, um policial militar pronto para servir a sociedade. Ainda é surreal, pois mesmo não conseguindo servir perto de casa a alegria é tanta que só de escrever isso meus olhos estão cheio de lágrimas. Hoje sei que Deus tem um propósito para cada um e ele me abençoou em fazer parte dessa magnífica instituição.” (Soldado Assis, ESSd)

 

 

“Meu sentimento hoje é de realização: durante anos sonhei em ser um policial militar, durante esses anos travei uma luta sozinho em busca desse objetivo, quanto mais aparecia pessoas contra mais eu me fortalecia para conquistar meu objetivo. Gostaria muito de ter minha família próximo de mim hoje para me ver mas infelizmente não será possível. Torno a dizer que o sentimento hoje é de realização porque é o único que consigo descrever, mas além deste existem vários sentimentos bons unificados… O Primeiro objetivo da minha vida já foi alcançado daqui para frente a ideia é me dedicar mais e mais para que eu possa me tornar um excelente policial militar, como as pessoas que tenho grande admiração como a Capitão Lígia e o Sargento Costa: levarei eles como base a serem seguidas de excelência, profissionalismo e humanidade.” (Soldado Warlesson, ESSd)

 

“O sentimento que tenho momentos antes de me formar é de que valeu a pena cada segundo de esforço e dedicação, às amizades que conquistei durante esse curso e o mais importante de tudo, os laços com minha família aumentaram de forma espetacular, o desejo que tenho é de manter essa vibração durante meu tempo na polícia e jamais esmorecer, esforçando-me para nunca desonrar minha família e meu nome.” (Soldado Gondin, GT/CPRv)

 

 

“O que sinto no momento é uma alegria que mal posso conter no peito…Um orgulho muito grande que nem consigo muitas vezes conter as lágrimas…Pois foram 12 meses de muito empenho e dedicação…Fiz o meu melhor… Lutei contra mim mesmo…Afim de alcançar a vitória que hoje me será concedida…Meu pai, minha mãe, minha esposa estarão hoje e verão o homem que me tornei e espero ser motivo de muita alegria e orgulho…Pois tudo que fiz foi pensando neles… Pensamento este que me  confortou nos momentos mais difíceis e que me fez chegar onde estou hoje…. POLICIAL MILITAR…Ao senhor Coronel gostaria de deixar a seguinte mensagem, que gostaria que levasse pra vida toda como comandante de uma escola de formação…. é um provérbio que aprendi durante o curso…diz: “Se queres colher em anos plante cereais, se queres colher em décadas plante árvores, mas se queres colher a vida inteira……. EDUQUE e CAPACITE o homem”.

 

 

Extraia de cada um que o senhor comandar o seu melhor e desde já vejo o empenho do senhor nesse sentido mostrando ser não somente mais um comandante, de mais um curso de formação que se conclui hoje, mas o comandante do melhor curso que se encerra hoje! Obrigado senhor por dar essa oportunidade a cada um de nós…Que Deus o abençoe hoje e sempre.” (Soldado Nogueira, ESSd)

 

 

“A ansiedade predomina neste momento aguardando o tão sonhado “fora de forma” para poder abraçar as pessoas que possibilitaram este momento: meus pais, sem eles não estaria aqui hoje. A sensação é de dever cumprido, um ano de muita dedicação e estudos. A saudade dos companheiros será grande, momentos difíceis e de superação passamos juntos, que só a nossa gloriosa Policia Militar poderia nos proporcionar. Gostaria de agradecer a dedicação de todos os instrutores e colaboradores do curso de formação de soldados. Que Deus lhe abençoe no comando da ESSd.” (Soldado Vaz, GT/CPRv)

 

 

“O sentimento que tenho no dia de hoje é de superação, resistência e certeza de ter escolhido o melhor para mim e para minha família. Espero vibrar e honrar até o ultimo dia esta farda maravilhosa. Obrigado por proporcionar a mim, meus familiares e irmãos de farda uma formatura majestosa.” (Soldado Viana, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

“Estou realizado como profissional e como homem por fazer parte desta tão gloriosa Instituição. Com emoção a flor da pele por estar prestes à formatura e me sentindo muito honrado. Que o Senhor continue com seu ótimo trabalho à frente dos novos Soldados.” (Soldado Floriano, GT/CPRv)

“Orgulho em pertencer à família policial militar” (Soldado Ingrid, 5º BPM/I)

 

 

“Apesar de ser um pouco mais velho do que a maioria dos que estão ingressando e já ser formado e ter duas profissões a parte (educador físico e árbitro FPF), a sensação de hoje é de um enorme amadurecimento e aprendizado nesse último ano. E chego hoje com a certeza de minha evolução como profissional e homem de família. Pronto para iniciar essa árdua missão de proteger a sociedade e “lutar” muitas vezes contra todos, imprensa, corrupção, ingratidão entre outros.” (Soldado Peterson, GT/CPRv)

 

 

“Essa última fase representa a árdua luta não só minha como da minha família, foram horas de sono perdidas, passeios, churrascos e até patrimônios! Tive que abrir mão de muita coisa! Mais tenho certeza que valerá muito a pena … Quero também agradecer a Deus em primeiro lugar e a PMESP por ter me concedido a oportunidade de viver momentos maravilhosos e muito aprendizado! Vivo dias consagrados na PM… Obrigado por mudar minha vida… Obrigado Senhor Meu Deus… A Paz esteja conosco!” (Soldado Fernando, CPI-8)

 

 

“Sinto-me extremamente realizado vejo que tudo que aprendi com minha família se manteve na PMESP cos mesmos princípios. Foi um ano muito intenso de grandes emoções, amizades e ensinamentos. Vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer.” (Soldado Forcato, GT/CPRv)

 

 

“Está é uma emoção que jamais senti em minha vida e que estará guardada para sempre em minha memória. Mesmo que venha outras formaturas no futuro esta será especial. Agradeço por ter vivido dias consagrados que jamais ousarei esquecer.” (Soldado Passos, CPI-6)

 

 

“Vivi uma grande realização: desde pequeno sempre quis ser policial militar, tentei 4 vezes. O curso na minha unidade foi espetacular, contei com vários instrutores que me passaram muito conhecimento além da amizade que ficou… só tenho a agradecer a PM por estar realizado meu sonho e me dedicarei cada vez mais para fazer o meu melhor…. Obrigado PMESP.” (Soldado Higino, CPI-8)

 

 

“A sensação é de muita alegria, satisfação pessoal e realização profissional em fazer parte desta tão conceituada Instituição. Tenho orgulho e muito entusiasmo para seguir e construir uma carreira consolidada na ética e moral, que os princípios familiar me ensinaram. Sou grato desde já a tudo que estou conquistando.” (Soldado Magnum, CPI-8)

 

 

“Muito emocionante. Faltam-me palavras para descrever o sentimento que é concluir o Curso de Formação Soldado PM. Sinto uma imensa satisfação em pertencer a família PM e agradeço a Deus todos os dias pela realização desse sonho profissional. Sinto-me muito orgulhoso e agradecido por estar formando.” (Soldado Satin, CPI-10)

“Hoje me sinto a pessoa mais feliz e realizada. A princípio não era o meu maior sonho mas com o tempo passou a ser e hoje o realizei. A maior emoção é de ver o brilho nos olhos da minha mãe, que me acompanhou em todas as fases e me auxiliou por todo o curso, jamais deixando eu se quer pensar em desistir. Agradeço a todos os que estão ligados na minha formação! Meus simples e sinceros agradecimentos!” (Soldado Prete, CPI-5)

 

 

“Uma honra entrar nessa instituição, que é uma família, onde farei jus a meu juramento.” (Soldado Ramos, CPI-8)

 

 

“A emoção de muita alegria, felicidade; é um sentimento de realização profissional e pessoal nesta grande Instituição, muito orgulho!” (Soldado Bazan, CPI-8)

 

 

“Sinto-me sinto honrado e orgulhoso de vestir essa farda, após 12 meses a sensação é de dever cumprido e muita vibração ao pensar no que vem pela frente.” (Soldado Henrique, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“O sentimento é de missão cumprida em honrar meus pais em ver seu filho formado e fardado, porém com o pensamento e consciência de que a subida é longa, mas que Deus está comigo hoje, amanhã e sempre” (Soldado Luz, GT/CPRv)

 

“Eu estou muito feliz por ter me formado mas triste por ter que trabalhar longe de casa. O sentimento é de dever cumprido, uma honra grande em vestir essa farda e poder lutar por um Estado melhor.” (Soldado Francis, CPI-7)

 

“Nove concursos prestados, emoção indescritível, mas VENCI, me formei e tenho extremo orgulho em ser militar: nunca imaginei-me exercendo outra profissão que não fosse na Polícia Militar” (Soldado Wilson, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Me formei no dia 25 e digo com muita emoção e sentimento de objetivo concluído por agora fazer parte da imensa Instituição que é a Polícia Militar do Estado de São Paulo!” (Soldado Hélio, CPA/M-11)

 

“Primeiramente, parabéns pelo Comandante que o senhor é e pelo interesse em saber como nós, novos policiais militares nos sentimos ao incorporar a Corporação. O sentimento ao me formar é inexplicável, palavras não conseguem descrever tamanha satisfação em estar formada e fazer parte dessa Gloriosa Instituição que é a Polícia Militar. Para mim, foram 2 anos e 6 meses esperando por esse dia, pois iniciei em 2014 o curso, engravidei, e fiquei como remanescente aguardando nova turma, neste período, vi muitos amigos se formando, e sonhava com o dia de ontem, até que finalmente chegou a minha vez, o meu momento! Graças a Deus, venci! Consegui! Agora sou uma policial formada!!!” (Soldado Raquel, CPI-2)

 

“O sentimento que tenho agora formado na Polícia Militar do Estado de São Paulo é de um sonho, que apesar de achar que não seria possível e ter ingressado tarde, fico muito feliz e realizado pessoalmente e profissionalmente pois sei que no Corpo de Bombeiros poderei dar continuidade na minha missão nesta vida que é de ajudar ao próximo, mesmo que não saibamos quem seja, cada salvamento e situação que pude presenciar e ajudar nos meus estágios foram determinantes para saber que Deus capacita os escolhidos e tenho certeza que sou um destes, continuarei doando o melhor de mim até o final de minha carreira. Fique com Deus.” (Soldado Rosário, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Sou um dos 2477 Soldados que se formaram no dia 25/05/2017 e é com grande satisfação que venho transmitir a minha felicidade em fazer parte dessa família, esse é meu sexto edital e graças a Deus foi uma vitória, tenho certeza de que irei realizar um ótimo trabalho com muita dedicação e sempre dentro da legalidade… Minha história na PMESP só está iniciando e irei fazer carreira tentando passar para Cabo, Sargento e Oficial, todos os conhecimentos que adquiri na Escola Superior de Soldado irei colocar em prática nas ruas e farei valer cada segundo de instrução que tive… Agradeço pela oportunidade de poder me expressar pelo canal e desejo-lhe sucesso na sua vida” (Soldado Miranda, ESSd)

 

“Acredito que a satisfação de estar me formando é a conclusão de um objetivo e o início de um sonho. Após um ano de muitos sacrifícios vou agora poder colocar todos os aprendizados em prática e fazer aquilo que mais amo, servir e proteger!” (Soldado Liberato, CPA/M-1)

 

“A sensação que estou vivendo é inexplicável: meus pais estão orgulhosos e a felicidade toma conta mim” (Soldado Matos, CPI-6)

 

“Sentimento de dever cumprido, de um sonho realizado. De um novo ciclo que se inicia em minha vida profissional, onde darei o melhor para desempenhar a missão que me for designada.” (Soldado João Luis, ESSd)

 

“Não consigo transmitir em palavras os 12 meses que passei como aluno, mas me senti super valorizado e todos os dias vivi novas experiências que me faziam esperar com expectativa… que pena que acabou! Mas é isso, cada dia é viver um sonho na ESSd.” ( Soldado Macedo, CPA/M-5)

 

“Minha experiência e sensação foi a de estar do lado certo, do bem…sentimento de ser útil e de muitas vezes sermos a última esperança de um cidadão e pessoalmente falando a prova de Deus na minha vida, pois não foi fácil a caminhada, nem pra ingressar e muito menos para se formar, mas graças a Deus, a minha família e a PMESP consegui realizar esse sonho e hoje me sinto um vencedor…Deus o abençoe” (Soldado Cândido, CPA/M-6)

 

“Uma sensação de sonho realizado e um dos primeiros dos deveres cumpridos, pronto para novos deveres. Posso dizer que é uma sensação que não tem preço, quando lembro de toda a jornada até este grande dia, que me faz lembrar do dia da inscrição, da convocação e de toda instrução. A instrução foi de qualidade que nos apresentou o militarismo de forma impactante que nos fortalecerá até o último dia de nossas vidas. Estou vibrando em fazer parte desta enorme família. Parabéns a V. Sª.  e a toda equipe que tem ao seu lado, são espetaculares e fundamentais para nossa formação. Agradeço do fundo do meu coração. Deus abençoe a todos nós.” (Soldado Marcolino, CPI-7)

 

“Venho através desta mensagem compartilhar minha felicidade em fazer parte dessa imensa Instituição! Foi um sonho que se concretizou, pois desde quando eu tinha meus 7 anos almejei fazer parte da PMESP e agora isso se tornou realidade. Não tem dinheiro no mundo que pague essa emoção e sentimento, realmente posso afirmar que no momento foi meu maior sonho que se realizou! Obrigado e que Deus o abençoe e parabéns por ser essa pessoa humilde! (Não identificado)

 

“O sentimento de estar me formando é indescritível, creio que não exista palavra que descreva com clareza a realização de um sonho e a gratificação de servir a sociedade. Com certeza não existe sentimento mais nobre do que jurar defender quem a gente não conhece, mesmo com o sacrifício da própria vida.” (Soldado Mendonça, 36º BPM/I)

 

“É com muita alegria que digo, a sensação é de extrema felicidade por ter alcançado um objetivo, estar realizado profissional e pessoalmente. Foi com muita honra que durante um ano de muitos desafios e muitas alegrias, ao lado de pessoas maravilhosas, vivi na 4ª Cia dias consagrados que jamais ousarei esquecer. No entanto tenho ciência de que as alegrias, bem como os desafios não acabam por aqui e farei o meu melhor para servir com excelência dando o meu melhor buscarei alcançar as demais graduações e postos da Polícia Militar. Tudo de bom. Que Deus o abençoe!” (Soldado Jeorge, ESSd)

 

“Posso dizer que acabou e que apenas começou, parece que foi ontem que cheguei com uma mala, um travesseiro, camisa branca e calça jeans, num quartel cheio de regras, sem ter a mínima ideia de como seria, agora saio de cinza bandeirante para servir a sociedade, com a certeza de que qualquer que seja a situação, estou preparada para ajudar aquele que precisa.” (Soldado Vanessa, CPI-2)

“Meu sentimento foi de orgulho de fazer parte dessa grandiosa Instituição. Estou muito feliz. Que Deus abençoe a cada um de nós” (Soldado Caio, CPI-4)

 

“Estou muito feliz por ter concluído o curso e ter a sensação de dever cumprido e saber que realmente me tornei um policial militar e realmente poderei ajudar a sociedade com o que aprendi. Lógico que é apenas o começo da minha carreira, quando saí pela última vez do alojamento, esvaziando o meu armário olhei para os meus irmãos de farda dormindo e apertou o coração em saber que não irei vê-los tão cedo novamente. Percebi que realmente sentirei saudade de tudo que passei nesta formação junto com meus irmãos. Obrigado a todos da ESSd, desde o Soldado ao Comandante da Unidade,  estou grato pelos ensinamentos.” (Soldado Francisco, ESSd)

 

“Hoje já formada, entre tantos caminhos percorridos, me sinto uma pessoa realizada profissionalmente, onde muitos sonharam estar e com a graça de Deus e apoio da minha família eu venci!!! Imenso é o caminho pela frente, onde muitas lutas irei travar, mas a maior nesse momento é ficar longe da minha família, da minha filha, por morar no interior.  Mas quantos não gostariam de estar em meu lugar, podendo ter um trabalho digno e ofertar a minha família uma vida melhor.   Agradeço a família policial militar, onde tenho orgulho em pertencer…muitos são os medos e  as incertezas, a mudança assusta, mas tenho fé que vencerei!!! Deus em sua infinita sabedoria, lhe abençoe e direcione para que seja sempre esse homem de bem e solidário ao próximo! (Soldado Juliana Pereira, CPI-8)

 

“Além do sentimento de sonho realizado é um começo de uma grandiosa profissão. Sentimento de gratidão por Deus ter dado a capacidade de vencer e servir e proteger essa sociedade até mesmo com o sacrifício da própria vida, pois para ela somos a esperança de um Estado melhor.” (Soldado Rômulo, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Tenho hoje 30 anos e desde sempre uma grande admiração pela Polícia Militar. Meu pai pertenceu ao 3º BPChq e como eu achava lindo e admirava meu pai naquela farda camuflada, meu verdadeiro herói!  Meu avô, pai da minha mãe, pertenceu à Força Pública, primórdios da ROCAM e com a ausência do meu pai, por conta do serviço, me criou e ensinou muito sobre honra e disciplina! Sempre tive muita vontade de pertencer a essa grande família cinza bandeirante, porém minha mãe temia pela minha vida e não queria que eu entrasse! A polícia do tempo do meu avô e do meu pai, já não são mais a mesma, infelizmente! Mas a minha admiração só aumentava a cada dia! O tempo passou, me formei em Letras, ingressei na licenciatura como professora de inglês e deixei um pouco de lado essa minha vontade!  Vendo que minha idade chegava próxima ao limite para ingresso, me vi deixando um sonho escorrer pelos dedos! Foi quando convenci a todos que era exatamente aquilo que eu queria da minha vida e fui em busca desse sonho! Hoje, estou formada e realizada! Infelizmente meu avô não está mais em vida conosco, mas meu pai estava lá! E por mais incrível que pareça, minha mãe tem orgulho da profissão que escolhi! A sensação do último fora de forma, do juramento e de tudo que me levou até aqui é de gratidão! Agradeço a Deus pela oportunidade de concluir um sonho, só tendo Ele à frente para conseguir concluir essa etapa! E aos meus formadores, por nos transmitirem tantos conhecimentos! Obrigada comando pela oportunidade de expressar toda essa gratidão! Hoje sou realizada e muito feliz em pertencer a família Polícia Militar! (Soldado Castelhão, CPA/M-4)

 

“Sobre o sentimento de Deus ter colocado a mão em minha vida? Sobre o sentimento de se tornado motivo de orgulho para a família amigos e pessoas de bem? Sobre o sentimento de amor pelo o que é correto, digno e honesto? Sobre o sentimento de fazer meu papel em nome da lei, da sociedade de bem e das pessoas que acreditam em um mundo melhor? Do meu sentimento de ajudar, de ver o sorriso no rosto de cada pessoa QUE se importa comigo, olhar bem nos olhos delas e ver a sensação de segurança, confiança. Um dia espero pelo menos saber o nome desse maravilhoso, magnífico, esplêndido sentimento, porque simplesmente não consigo dar um nome correto para ele! Mas hoje o que eu posso dizer é que quando o cidadão de bem que acredita na Polícia Militar do Estado de São Paulo precisar de ajuda mesmo que sem condições o SD PM 2CL MAYKON estará sempre por perto para levar tranquilidade a todos!!! Dever cumprido! Fé na missão! Amor a causa pública!  SERVIR E PROTEGER!” (Soldado Maycon, ESSd)

 

“Estou muito contente com a formatura e grata. É uma honra fazer parte dessa Corporação que contém valores tão nobres e bonitos.” (Soldado Helen, 36º BPM/I)

 

“Vem por meio desta, informá-lo com enorme satisfação é prazer que estou tendo em ingressar na Polícia Militar do Estado de São Paulo. Quero dizer que emoção maior que está, só tive quando minha filha nasceu…é que os dias que tenho passado desde que ingressei estão sendo os melhores já vividos. Não tenho palavras para agradecer ao senhor e ao formadores, tanto da unidade do básico GT/CPRV quanto do específico CPA/M-1. Parabéns a todos…é que essa emoção que estou vivendo, outros jovens possam ter, inclusive minha filha, pois é o que desejo pra ela.” (Soldado Alyson, CPA/M-1)

 

“Sinto que estou realizando o grande sonho a minha vida algo simplesmente. Inexplicável” (Soldado Machado, 36º BPM/I)

 

“Sinto-me agraciado em fazer parte das fileiras dessa Instituição, a formatura é uma concretização de uma realização pessoal da qual o senhor com sua equipe fez parte e vivi dias consagrados do qual jamais ousarei esquecer” (Soldado Erik, CPA/M-4)

 

“Só tenho que agradecer a todos os instrutores e em especial os do GT pelos ensinamentos e estarem à nossa disposição nos incentivando a melhorar sempre. E esse é um sonho que se realiza em minha vida pessoal e profissional” (Soldado Diogo Diniz, 5º BPM/I)

 

“Venho dizer senhor, que me sinto muito feliz e agradecido a Deus por esta conquista. E que os valores adquiridos na ESSd me fizeram uma outra pessoa.” (Soldado Gislaio, ESSd)

 

“É gratificante ver meus familiares enchendo aquele sambódromo e ver no rosto deles a felicidade em me ver realizando uma nova conquista na minha vida. Fico feliz por estar onde eu queria estar e a cada canção do Patrulheiro que eu entoo, meu coração transborda e a lágrima é inevitável. Agradeço a Deus por essa oportunidade e agradeço também por ter participado da melhor Cia da ESSd no Módulo Básico, a 5ª Cia. Com excelentes Sargentos e agora o SubTen Clovis, a Cap Ligia, sendo o principal de todos o Sargento Costa, excelente profissional e dedicação total em nos ensinar, tive ótimos instrutores do específico, mais serei sempre e eterno aluno da 5ª Cia” (Soldado Diniz, 5º BPM/I)

 

“Não tenho palavras para descrever a emoção que é me formar policial militar, ostentar essa farda em que meu pai usou por 25 anos. Por meio da dedicação do meu pai em todos os dias de serviços fui criado com disciplina e honra! Muito feliz por fazer parte da grande família policial militar!!!” (Soldado Pedro Paulo, CPI-7)

 

“Bom, eu não sei nem como explicar qual a emoção de fazer parte dessa Instituição que sustenta esse cinza bandeirante que só quem ama o que faz sabe o valor que ela tem…   Qualquer palavra que eu usar será pouco para descrever a emoção, satisfação e realização.   Amo o que faço e pretendo aqui passar o resto de minha vida, sempre buscando crescimento e trabalhando com honestidade…   Foram quase 6 anos para realizar meu objetivo e nunca irei mudar meus princípios. Só tenho uma emoção a dizer! ORGULHO DE PERTENCER” (Soldado Danilo, CPI-10)

 

“Foi pedido para explicar a sensação após a formatura. Mas é inexplicável. Porém o mais próximo que consegui mensurar é “dever cumprido”. Um ano longe de casa, da família e amigos. Noites sem dormir estudando, de guarda, em serviço. Tendo que dizer NÃO aos amigos, festas de aniversários da família por estar escalada. Natal, Ano Novo, Carnaval não foram diferentes. Todos viajando e eu trabalhando. Como explicar isso para família? “Crer no dever”. Entretanto eles sabiam da minha missão … E me apoiaram!! Sabem que daqui para frente não existem feriados ou sequer finais de semana. E eu sabia que a cada desafio que eu enfrentava eles estavam comigo! E mesmo com todas essas divergências ver meus pais orgulhosos na formatura, realizada ontem, não tem preço! Ser policial militar era um sonho do meu pai que não pode realizar-se por falta de estudos, imposto pelo meu avô antigamente. E eu realizei o sonho dele! Após o fora de forma ter aquele abraço e o choro de emoção, diz tudo para mim !!! De fazer por mim e por ele e também pelo meu avô pai dele, que já faleceu. Obrigada Coronel por essa oportunidade, por toda equipe de formadores que nos ensinaram e passaram um pouco de toda sua experiência! Sob a proteção de Deus iniciamos está missão!(Soldado Marelise, 5º BPM/I)

 

“Neste momento de formatura, vejo que muita coisa vai mudar em minha vida e que tudo no futuro irá valer a pena. Estou aproveitando ao máximo essa experiência de me tornar um policial militar. Muito agradecido pelas instruções e instrutores, que me passaram os ensinamentos e suas experiências como policial. Estou Feliz. E que tudo com o nosso bom Deus a frente dê certo. Obrigado. Que Deus abençoe a família Policial Militar e nos proteja.” (Soldado Da Silva, CPI-10)

 

“Sinto-me realizado e empolgado para poder servir meus semelhantes” (Soldado Merighi, CPI-10)

 

“Sensação única, que não pode ser descrita com palavras, um sentimento diferente de fazer parte de uma grande família que não para de crescer, sensação está de fazer o bem, agir com honra, virtude, hombridade e honestidade” (Soldado Elison, 5º BPM/I)

 

“O que mais me realiza nesse momento é ver a alegria dos meus pais quando me formei ontem em algo que sempre sonhei e admirei, uma profissão que exige de todas as qualidades positivas possíveis que um ser humano pode ter. Não poderia estar mais feliz em saber que hoje eu sou um POLICIAL MILITAR, pronto para atender todas as necessidades de nossa grande Sociedade, que é a base de nossa Instituição. Gostaria de parabenizar vossa senhoria por essa atitude diferenciada, e que o senhor e assim como todos os nossos integrantes, oficiais e praças, tenham a bênção de Deus e ilumine toda nossa jornada.” (Soldado Bonfochi, GT/CPRv).

 

“Formatura de Soldado, uma emoção inexplicável, misto de realização e felicidade, realização do grande sonho, feliz por ter superado todos obstáculos e dificuldades, e ter a honra de ser hoje um Policial Militar do estado de São Paulo.” (Soldado Silva Júnior, CPA/M-5)

 

“Foram dias, meses de lutas, alegrias, medos, tristezas e principalmente saudades de casa, mas enfim o grande dia chegou! Formada o sentimento é de orgulho e satisfação de poder fazer parte dessa Instituição maravilhosa que é a família Polícia Militar. Estou muito feliz e realizada. Que Deus abençoe todos os guerreiros que se formaram e que todos tenham uma carreira promissora e de muito sucesso!!!” (Soldado Andréia, 36º BPM/I)

 

“Chegou o tão esperado dia…Hoje eu tenho certeza que estou no lugar certo, pois não se trata apenas de uma escolha, pra vestir essa farda é preciso vocação, determinação, estar disposto a sacrificar sua vida para ajudar as pessoas. É um sentimento que não tem como descrever, é ouvir o rádio chamar e em questão de segundos estar pronto e em condições de enfrentar qualquer coisa para ajudar alguém, que na maioria das vezes não tem outra saída a não ser orar e pedir ajuda a Deus, e ele na sua imensa bondade e amor nos guia em todas as missões. SENTIMENTO DE GRATIDÃO, POR PODER FAZER A DIFERENÇA NA VIDA DE ALGUÉM.” ( Soldado De Matos, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“A consagração de uma etapa da vida vem diante das lágrimas escorridas no meu rosto. O sentimento de felicidade através do sorriso espontâneo. Orgulho ao entrar para família de segurança, orgulho em ser militar, orgulho em servir, proteger, salvar vidas!” (Soldado Israel, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“O sentimento que me envolve é de muita felicidade, de conquista e de dever cumprido. Hoje só tenho a agradecer, pois os tropeços e momentos vividos neste último ano, me tornaram mais forte, vejo que fui muito mais corajosa e forte do que eu acredita ser.”(Soldado Bruna, GT/CPRv)

 

“Estou muito feliz em conseguir entrar na instituição Polícia Militar, foi um sonho que se tornou realidade, após 9 tentativas, com reprovas cheguei na última tentativa, prestes a completar 30 anos, Deus me concedeu este desejo, todos os dias agradeço a Ele e à minha família que sabe o quanto eu tentei, sempre tive fé que tudo tem seu momento certo, gostaria de agradecer a humildade do senhor em pedir para que enviasse a mensagem e quero dizer que vou honrar essa polícia, trabalhar com alegria durante todos os anos que estarei aqui, como o senhor mencionou no discurso, temos uma família, um nome a representar, tenho objetivos futuros em continuar os estudos e se for a vontade de Deus ingressar na academia e me tornar Oficial, enfim senhor Coronel penso em uma frase que resume tudo o que sinto” Hoje não tem nenhuma pessoa mais feliz do que eu, pode até igualar na alegria mais acima da minha alegria não tem, que Deus nos abençoe, grande abraço senhor comandante.” (Soldado Machado, GT/CPRv)

 

“Eu não consigo descrever quão grande foi a emoção de me formar na data de hoje, meu sentimento é de extrema felicidade, agradeço primeiramente a Deus e ao senhor por formar Policiais Militares.” (Soldado Costa, 36º BPM/I)

 

“Tenho trinta anos e a emoção de me formar como Soldado da gloriosa Polícia Militar de São Paulo é única, um mix de realização pessoal, de orgulho, de vitória alcançada! Sinceramente a ficha está caindo aos poucos, ao chegar em minha casa e compartilhar minha vitória com meus pais que não puderam estar presentes. A emoção veio à tona, descrevi cada detalhe da solenidade como se estivesse ocorrendo naquele momento, em síntese, hoje vivi um dia consagrado que jamais OUSAREI esquecer! “ (Soldado Leonardo, 36º BPM/I)

 

“A emoção e o sentimento de estar se formando na data de hoje é indescritível. Fazer parte dessa legião de idealistas é um sonho realizado. Após 365 dias de estudos, longe dos familiares que tanto amo, ver que cada gota de suor está sendo recompensado com o orgulho no olhar de cada membro da minha família é algo inestimável.” (Soldado Mota, CPI-6)

 

“Agora com a formatura estou sentindo muitos sentimentos, mas os principais são: •Gratidão, pelo apoio de minha família que entendeu minha ausência de casa principalmente de minha esposa Paloma, que ficou cuidando de nossos filhos, Flávia (9 anos) e Felipe (3 anos) durante todo curso e como a 6 meses me mudei para Itamonte-MG fiquei mais ausente ainda, a todos instrutores que me instruíram muito bem e me passaram experiências de suas vidas como policias militares,  a  Deus por ter me dado saúde e força para finalizar o curso; •Felicidade, de ter conseguido finalizar o curso e alcançado o grande sonho de ser policial militar; •Tristeza, de saber que não verei novamente alguns dos meus amigos que fiz durante o curso;•Dúvida, pois mesmo conseguindo fazer uma escolha onde eu queria não sei como vai ser minha adaptação;  Desculpa tentei resumir o máximo.” (Soldado Xavier, 5º BPM/I)

 

“Neste dia de hoje depois de muita luta, dificuldades financeiras e saudades da família e filho estou realizando meu sonho profissional de Servir e Proteger a população…Mais feliz ainda por conseguir ter escolhido um lugar próximo de casa para trabalhar, devido à minha nota final…Emocionante este dia de hoje, mistura de sentimentos e muita emoção de ver minha família e amigos me apoiando e orgulhoso pela minha conquista. Já me sinto honrado de fazer parte da família Polícia Militar…Obrigado Deus!!!” (Soldado Lima, CPI-5)

 

“A sensação de estar me formando é ímpar. Não consigo descrever com palavras qual foi a sensação, mas posso afirmar que naquele momento me senti honrado por fazer parte dessa gloriosa Instituição, orgulhoso de mim por ter superado os diversos desafios enfrentados neste um ano de curso. Grato a Deus por ter conhecido ótimas pessoas, verdadeiros irmãos, irmãs e excelentes instrutores, pessoas que com certeza foram e serão referência para o resto da minha vida. Bom Comandante, são tantas coisas para falar no entanto, não sou capaz de descrever ao certo o que senti, pois falei, falei, falei e  não disse nada. Mas tentando traduzir em miúdos, me senti vitorioso e grato a Deus por tudo. Deus abençoe o senhor e toda sua família.” (Soldado Fernando, 5º BPM/I)

 

“Meu sentimento é de um sonho realizado em fazer parte desta Corporação e de que a partir de agora realmente começará minha jornada, em poucas palavras e resumindo estou muito feliz em ter concluído o curso.” (Soldado Afonso, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Coronel primeiramente parabéns pelas palavras do senhor pude perceber o quanto se importa com nossa formação, bom respondendo ao que o senhor nos perguntou sinceramente é uma sensação de dever cumprido e também de receio pois tudo que é novo é meio estranho porém estou ansioso para segunda me apresentar logo no batalhão, enfim minha formação no Módulo Básico foi no CPI-7 e o específico no GT-CPRv e foram duas excelentes escolas com dignos e honrados instrutores” (Soldado Ricardo, GT/CPRv)

 

“Orgulho é pouco! Fui remanescente na ESSd e pude acompanhar por 5 meses, porém algumas coisa às vezes desmotivam o policial militar, o que vem acontecendo em nosso Estado por exemplo. Mas só tenho a agradecer aos meus Comandantes e a Escola Superior de Soldado” (Soldado Brian, CPA/M-9)

 

“Sinto-me honrado em ter escolhido a Polícia Militar do Estado de São Paulo para fazer parte. Neste um ano de formação eu percebi o quanto é importante o processo de formação e a Escola Superior de Soldados está apta a inserir os melhores soldados do país. Estou muito feliz.” (Soldado Alves, CPI-5)

 

“A emoção de virar um policial militar do estado de São Paulo é uma emoção nunca vivida antes, só tenho a agradecer à Deus por ter me abençoado! Uma emoção única, indescritível, só quem enverga a farda cinza bandeirantes pode sentir…” (Soldado Elvis, CPI-10)

 

“O sentimento é de ter escolhido talvez, umas das principais profissões existentes. Pude ter a certeza disso quando íamos para os estágios, o cidadão precisa da gente, nem que seja pra auxiliar aonde fica rua. É gratificante receber um obrigado de uma pessoa que talvez você nunca mais irá ter contato na vida. Basicamente o sentimento principal é esse, a sociedade precisa de nós.” (Soldado Costa, 5º BPM/I)

 

“Sinto uma sensação que é difícil explicar, meu peito chega a ficar cheio de emoções eu sinto meu coração saindo pela boca, olho pra trás e vejo por tudo que passei o quanto ralei e sofri  mas hoje vejo que tudo valeu a pena pra conquistar um sonho que sempre tive, desde a época em que servi as forças armadas… sempre foi um sonho me tornar militar, minha família… Sem palavras para os meus pais em que me orgulho muito e só de estar escrevendo sobre eles já escorre uma lágrima no canto do olho, me ajudaram muito e me deram o total apoio, eles sim são os únicos que sempre vão está ao meu lado. E no final do tudo encerro minha palavras agradecendo primeiramente a Deus, depois minha família e toda a família Polícia Militar e os irmãos de farda.” (Soldado Cavalcante,  CPA/M-5)

 

“Um sentimento de muita alegria por estar realizando um sonho, grato a Deus por ter ajudado e colocado nos melhores pelotões que poderia estar, por ter feito o básico na 2 Cia da ESSd, por ter feito o específico no 5 BPM/I é conhecido grandes amigos e instrutores que demonstram ter grande prazer em ensinar tudo que sabe!!! Deus é maravilhoso !!!!!” (Soldado Nascimento, 5º BPM/I)

 

“Não tenho palavras para expressar a emoção e alegria que senti no momento da formatura e que ainda sinto! Agradeço a Deus e de coração ao Senhor por ser esse excelente Comandante, e por eu ter conseguido realizar esse sonho! Que Deus abençoe o Senhor!” (Soldado Gabriel, 5º BPM/I)

 

“O sentimento de me formar hoje, depois de 2 anos na Escola Superior de Soldados é algo indescritível. Passei na escola, momentos maravilhosos que ficarão gravados em meu coração assim como momentos ruins onde tive a certeza do aperfeiçoamento do meu caráter. Pude perceber pessoas dignas de todo o meu respeito assim como pessoas que não mereciam estar lá, mas acreditando sempre que Deus sabe bem o que faz. Fiquei remanescente porque fiquei gestante. E hoje à comemoração é tanta pela conclusão do curso como também pelo tempo que eu poderei dispor ao meu filho. É uma mistura de sentimentos que não dão para serem definidos. Agradeço a Deus por tudo e faço votos de que o senhor faça a diferença na ESSd… Se me permite, achei muito interessante essa disposição do senhor para com os alunos. Torço pelo sucesso de todos.” (Soldado Dellyane, ESSd)

 

“É com muita emoção que término agora 1 ano de curso de formação de soldados, tenho pai e irmão e 3 tios que também são policiais militares e que sempre me apoiaram muito e sempre me ajudaram muito.” (Soldado Ramon, CPI-8)

 

“Realização é pouco para descrever tudo que sentimos nesse momento único, a palavra correta seria orgulho, orgulho em pertencer a uma instituição tão nobre e honrosa quanto a Polícia Militar do Estado de São Paulo, orgulho em cuidar e zelar por toda a sociedade! Força e honra sempre!” (Soldado Nicolas, 5º BPM/I)

 

“Ser um policial militar formado! Ter a sensação que tudo o que fizemos   para usar esta farda não foi em vão! Sentir que tudo o que vivemos foi uma grande superação, superação do ver superar, alcançar a vitória, primeira vitória no final de 365 dias de lutas; Não uma simples vitória, nem uma simples luta que se acabará hoje, mas que se estenderá a todos os nossos dias de trabalho, a cada serviço, a cada ocorrência, sempre com o objetivo de vencer! Hoje vamos galgar a primeira vitória! Em meio a tantas lutas, mas com a imensa certeza que estamos preparados para ser entregue a sociedade paulista.” (Soldado Fátima, ESSd)

 

“Em uma só frase está tudo que eu e todos policiais vivemos nesse período: “Vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer.” (Soldado Gracielly, CPA/M-5)

 

“É um sonho realizado, uma imensa felicidade que não há palavras que possam descrever, misturado com um pouco de preocupação receio com o novo, mas, com a certeza de que tive uma ótima formação e que estou preparado para continuar aprendendo por 30 anos ou mais. Que a busca pelo conhecimento seja incessante, que todos os 2482 soldados possam estar sobre a proteção de deus e realmente compromissados com a defesa da vida da integridade física e da pessoa humana, combatendo o crime, fazendo cumprir as leis, servindo a sociedade e protegendo o cidadão…LEALDADE E DISCIPLINA !!!” (Soldado Ramon, 5º BPM/I)

 

“Hoje é minha formatura, me sinto muito agradecida por ter chegado até aqui, por todo conhecimento que a PM me proporcionou… sei que muitos gostariam de estar no meu lugar, muitos que querem mas já não podem mais, outros que por vezes tentaram e ainda não conseguiram, digo para não pararem de tentar, a persistência, a fé sustentam nossos ideais. Hoje vejo que consegui atingir um grande objetivo que tracei para minha vida, ingressar na Polícia Militar do Estado de São Paulo.”  (Soldado Thays, CPA/M-4)

 

“Hoje uma emoção que não Consigo descrever, talvez seja um sentimento jamais vivido por mim, foi uma luta incessante até chegar aqui pois tentei ano retrasado e fiquei no psicológico hoje estou totalmente realizado por ter passado por uma barreira que se tornou mínima de frente ao meu grande sonho agradeço a família Polícia Militar e estou aqui para honrar enaltecer e elevar nossa corporação hoje faço parte de uma família a maior do mundo família Polícia Militar.” (Soldado Fernandes, CPA/M-11)

 

“Meu sentimento hoje é de superação dos meu limites, de ter ido bem mais além quando achei que não conseguiria, de agradecimento, me sinto uma pessoa realizada.” (Soldado Miralva, 5º BPM/M)

 

“Esperei até os últimos momentos como aluno para escrever as diversas sensações que senti durante toda a formação e que estou sentindo no momento. A partir do momento em que escolhemos sermos policiais militares estamos entregando nossas vidas para uma sociedade que carece de valores e clama por segurança, nós somos a solução de diversos problemas. A sensação de estar me formando e ser um Policial Militar é algo indescritível, porém vou tentar expor parte dos sentimentos, tenho um grande orgulho próprio por ter galgado a tão esperada formatura, feliz por ter orgulhado meus amigos e familiares, sensação de dever cumprido, enfim, um misto de sensações e realizações. Que Deus nos abençoe nessa nova fase e que todos os policiais militares que estão se formando hoje comigo tenham uma carreira sólida e cheia de conquistas.” (Soldado Alberico, CPI-6)

 

“Meu sentimento é de conquista foram muitas as lutas e batalhas para chegar até aqui, sou de outro estado e tive que viajar 1400km para fazer as etapas do concurso. Natural da Bahia tive que me privar do convívio de meus familiares para realizar este sonho que graças a Deus foi me concedido e agora sob a proteção de Deus estou pronto para atender essa sociedade paulista que me acolheu e me forjou e hoje bombeiro da PMESP estou realizado” (Soldado Santana, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Bom eu não tenho como descrever para o senhor a emoção de estar na melhor polícia do Brasil.  Prestei o concurso algumas outras vezes e não consegui passar, mas não desisti do meu sonho de ser um policial militar. Hoje quando eu acordo e vou para o quartel lembro das vezes que não conseguia dormir esperando sair o resultado das etapas do concurso no Diário Oficial. E agora chegou o grande dia de concluir esse sonho. Gostaria muito que meu pai estivesse aqui entre nós para prestigiar esse dia mas tenho certeza lá do céu está muito feliz com esta conquista. Bom essa é a minha mensagem muito obrigado pela oportunidade de escrever essa mensagem. E que Deus abençoe a Polícia Militar” (Soldado Salvador, CPA/M-4)

“É emocionante finalmente me formar para trabalhar para garantir a segurança da sociedade e é apenas o começo, pois ainda há muito para estudar, muito a crescer, o policial militar deve sempre estar atualizado.” (Soldado Mantovani, 5º BPM/I)

 

“Sensação de um sonho realizado e objetivo alcançado, sou o primeiro da minha família a entrar para a corporação, tenho três filhos que ficam encantados com minha escolha, espero servir de exemplo para eles e que sigam o meu caminho, toda vez que visto essa farda sinto a melhor sensação que já senti na minha vida, tenho orgulho da minha profissão. Que Deus nos abençoe sempre!” (Soldado Israel, 5º BPM/I)

 

“Neste glorioso dia reflito tudo o que passei nesses últimos meses, e vejo que não foi fácil, mas também vejo que esse esforço não foi em vão, hoje vou colher os frutos de meses de trabalho e a emoção e grande, ver minha família lá será uma hora pra mim e para eles, pois saberão o que a Polícia Militar do Estado de São Paulo significa pra mim! Agradeço a Deus por tudo, sem ele não seria nada e não conseguiria nada, e agradeço a minha família por estar sempre me apoiaram pra nunca desistir de meus sonho! Obrigado Deus, Polícia Militar você pode confiar” (Soldado Andrade, ESSd)

 

“Depois de passar por todas as etapas do concurso, passando por angústias de saber se daria certo ou não, passar por um ano de escola longe de familiares, principalmente na época de escola em Pirituba, olhar pra trás e ver que hoje já estamos nos formando não tem preço que pague, não é possível descrever o que a gente sente nesse momento é uma gratificação muito grande em fazer parte oficialmente da família policial militar… E a partir desse momento, sob a proteção de Deus, se empenhar ao máximo para servir o cidadão de bem e fazer valer o juramento que  entoaremos hoje… Enfim muito obrigado a todo o corpo discente que fez parte da nossa formação. Vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer” (Soldado Casteletti, 36º BPM/I)

 

“É um prazer imenso poder escrever essa mensagem!! Não há palavras para descrever o que senti durante o curso de formação, em especial na última quinta-feira!! Com toda certeza, agradeço a Deus por me permitir viver dias consagrados que jamais ousarei esquecer. Durante este ano, cursei o módulo básico e específico no CPI-4 ficando em primeiro na minha Unidade e em quinto na classificação geral!!! Realmente comandante, a emoção foi imensa!! E que venha novos desafios!!” (Soldado Turini, CPI-4)

 

“Agradeço primeiramente a Deus por ter me dado força nas horas mais difíceis, naquelas que só conversando com Ele que você consegue recarregar suas energias e continuar na batalha e também à minha família que sempre permaneceu ao meu lado em todas as minhas decisões, sem eles eu não seria metade do que sou hoje! Que seja bem vinda essa nova etapa em minha vida! Obrigado Deus pela Formatura, momento de festejar a vitória alcançada, momento de despedidas, momento de agradecimentos, momento de parar no tempo e relembrar o filme construído durante o caminho percorrido e refletir que alcançamos apenas um degrau dentre várias outras vitórias que virão e irão somar para formar os novos degraus que nos levarão ao alcance dos nossos objetivos, refletir que precisamos manter a fé, conserva-nos firmes, sempre embasados na humildade, no amor e respeito ao próximo.” (Soldado Dyonata, GT/CPRv)

 

“Acabei de me formar e estou muito feliz a por essa realização mais feliz ainda por ter me forjado na têmpera do Regimento de Polícia Montada, a melhor escola de formação onde aprende valores imensuráveis de um grupo de policiais realmente preocupados com a formação e a ética policial militar. Se for possível, que esta unidade tenha as duas etapas do curso. Obrigado pela oportunidade e tenha um ótimo dia.” (Soldado Cardassi, CPA/M-9)

 

“A emoção que senti e ainda sinto ao ter me formado Policial Militar, é indescritível mas tentarei ao menos explicar. Sentimento de dever cumprido, foram 12 meses longe de casa, ficar longe dos meus pais, amigos de infância enfim todos. O sentimento de dever cumprido faz tudo isso valer a pena e me dá maior garra para continuar estudando e chegar onde quero, para poder dar um futuro para meus pais, meus futuros filhos e para mim também. Confesso que o receio de ir para rua é grande, mas irei fazer o melhor sempre, fazer o certo e continuar assim dando orgulho para minha família. Obrigada por proporcionar essa emoção de me formar, que Deus te abençoe muito, sucesso sempre.” (Soldado Valéria, CPA/M-5 )

 

“Venho através desta mensagem compartilhar minha felicidade em fazer parte dessa imensa Instituição! Foi um sonho que se concretizou,  desde quando eu tinha meus 7 anos sempre almejei fazer parte da PMESP e agora isso se tornou realidade. Não tem dinheiro no mundo que pague essa emoção e sentimento, realmente posso afirmar que no momento foi meu maior sonho que se realizou! Obrigado e que Deus o abençoe e parabéns por ser essa pessoa humilde!” (Soldado Fiod, CPA/M-9)

 

“Bom o meu sentimento a princípio foi de medo, pois sempre temos notícias de profissionais ruins e para nós que somos do interior do estado é normal este sentimento, porém agora sinto felicidade, orgulho e me sinto honrado de vestir a farda cinza bandeirante, hoje na última vez que Marcho com meus amigos vou dedicar este dia para meus familiares, meus colegas de farda e todos os meus instrutores os da ESSd do curso Básico e do CPI-4 do curso Específico, amo a minha profissão pois o amor dura para sempre. Um bom dia para todos nós e que Deus abençoe.” (Soldado Diego Souza,   CPI-4)

 

“Estar no Anhembi para a grande formatura final é um sentimento de muito orgulho, satisfação e alegria, momento de reencontrar e fazer novos amigos, relembrar toda trajetória, desde a prova escrita até todas etapas, a ansiedade pelo resultado positivo, o esforço físico e mental do curso, a saudade dos familiares e amigos, agora é um momento de celebração e de reflexão para começar para valer uma nova etapa, a mais esperada que é servir a sociedade! Que Deus abençoe a todos!!” (Soldado Rafael Souto, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“É com grande prazer que venho ao senhor dizer o quanto tenho orgulho em pertencer a polícia militar, sonho que almejo a muito tempo e que nesta data se torna realidade. Meu sentimento e de muita felicidade, espero poder ajudar a sociedade com o que melhor eu possa oferecer, um grande abraço.” (Soldado Galdino, 5º BPM/I)

 

“Enfim chegou o grande dia da minha formatura, depois de 1 ano árduo. A sensação é a melhor possível, de dever cumprido. Dentre milhares de pessoas eu consegui me tornar um Policial Militar, mais especificamente um Bombeiro da PMESP. Estou muito feliz, pois agora estou capacitado para ajudar a população paulista nas diversas dificuldades que porventura possam surgir. Sou um orgulho para minha família, e isso não tem nada que pague.” (Soldado Kleiton, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Me sinto honrado, feliz e muito com muita vontade de trabalhar, enquanto ao tocante da formação, estou muito feliz por estar onde milhares querem e saber mais uma vez que tudo vale a pena, tudo vale a pena.” (Soldado Neves, CPI-4)

 

“Com muita alegria que o tão sonhado dia chegou, digo ao senhor que sempre fiz o meu melhor para Instituição e que sempre farei. Hoje meu coração está repleto de alegria e a satisfação do dever cumprido acho que essa sensação é a melhor, de saber que tudo o que eu fiz foi sempre dando o meu melhor… Garanto Comandante que todos os formandos hoje estão com essa sensação inenarrável dentro de si, só tenho q deixar o meu muito obrigado a todos que nos auxiliaram na formação e que Deus independentemente da religião abençoe a cada policial militar desta família…” (Soldado Donatilio, 5º BPM/I)

 

“O sonho de criança, a admiração pela polícia militar fazia parte dos meus dias, sempre que via uma viatura ou uma ação por um agente da autoridade, meus os olhos brilhavam, mas ao tempo eu ficava pensativo, pois havia uma certa distância por não estar com eles no dia, sentia que não era capaz, e por muitas vezes isso veio em minha mente. Mas um dia a certeza de que Deus estava comigo, vontade de vencer e conquistar a tão sonhada profissão, prestei o concurso e consegui passar por todas as etapas. No primeiro dia a gola careca nos identificava como os mais novos integrantes da polícia militar, logo veio a gola “V” que já trazia consigo o nome de guerra, e posteriormente o “casquete” primeira parte da farda cinza bandeirante. Depois de passar pelo módulo básico e específico em 12 meses árduos de estudos distante da família, atividades físicas, noites mal dormidas e guardas, chegou o Grande dia, a formatura dos 2.482 jovens guerreiros (a minha a nossa formatura). O meu sentimento é de vitória, superação, satisfação, orgulho em pertencer a essa Instituição que prega e vive em sua maioria a lealdade, Constância, honestidade, o respeito, a hierarquia e a disciplina elevada. Assim como no juramento a ser feito prometo cumprir rigorosamente não só as ordens das autoridades a que estiver subordinado, mas também cumprir os pedidos de Deus, um deles é o amor, primeiro mandamento, o amor tudo sofre, tudo espera, tudo crê, tudo suporta. Hoje o sonho de criança se tornou realidade, e por isso tenho a certeza de que tudo é possível ao que crê, basta confiar e ter fé em Deus. (Soldado Freire, GT/CPRv)

 

“Senhor é muita emoção, uma sensação quase que inexplicável, uma grande vontade de trabalhar bem, um pouco de receio pelas primeiras experiências nas ruas que iram chegar, mas um sentimento enorme de honra e realização, obrigado por tudo Comandante, primeiramente pelas palavras no Básico em Franca, e pelo excepcional comando da ESSd É hoje Comando! (Soldado Hemerson, ESSd)

 

“O grande momento chegou, depois de vários meses longe da família saber que hoje depois da formatura várias coisas irão mudar, nossa rotina, nossas necessidades e até nós mesmos vamos adquirir muita experiência, a sensação de missão cumprida e de mais uma etapa de várias vencida contagia não só a mim mais tenho certeza que todos os soldados formados nessa data. Me sinto confiante para enfrentar todas dificuldades da sociedade e auxiliar nossos irmãos de farda no cotidiano difícil que enfrentamos e sempre me aperfeiçoar porque esse é o espirito que sempre levarei da minha formação. Sem dúvida nenhuma a melhor experiência da minha vida. Obrigado a todos que passaram por essa Estrada tenuosa comigo…” (Soldado Henrique, 5º BPM/I)

 

“O sentimento que nesse momento tenho é de realização, pessoal e profissional, é também poder fazer algo diferente, para ajudar a sociedade, é muita adrenalina, vibração que corre em minha veia nesse momento pois entre milhares de pessoal finalmente conquistei!!!!Que Deus nos guie e nos guarde nessa nova jornada.” (Soldado Felício, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“O sentimento é único, de vitória principalmente, é uma alegria que enche meu peito, um amor pela farda que vem da alma. Um turbilhão de sentimentos e sensações, esperança de pode ser ao menos um grão de areia que possa mudar e ajudar a nossa sociedade caótica” (Soldado Aragão, 36º BPM/I)

 

“O sentimento é inexplicável, você se abdica de estar com a família e amigos por um sonho, um objetivo. Passa por várias provações, vai ao limite do físico e psicológico. Mas até escrever isso aqui é difícil, sem que os olhos lacrimejem. Hoje é o dia mais importante da minha vida. Tive uma excelente escola no módulo básico em Pirituba, recebi instruções de profissionais de altíssima qualidade, já no módulo específico conheci o centenário quinto batalhão de polícia do interior, que foi algo mágico. O sentimento hoje é que eu sou uma pessoa melhor, que todo esforço valeu a pena e tenho a honra em dizer que faço parte dessa Instituição” (Soldado Dimitre, 5º BPM/I)

 

“A sensação que tenho neste dia é de uma etapa concluído através de muito esforço e dedicação. E o começo de uma nova, da qual espero honrar e principalmente servir a sociedade, apesar de saber que um dia posso me deparar com a ingratidão das pessoas, mesmo assim seguirei em frente com o meu propósito de servir a sociedade paulista.” (Soldado Naiane, CPI-5)

 

“Hoje tenho uma mistura de sentimentos ao mesmo tempo em que estou feliz pela etapa que acabo de concluir estou triste, pois, sentirei saudades dos amigos que fiz durante o curso, entre alunos e policiais prontos já que não os verei como antes. Me recordo que há um ano atrás eu e mais 2482 homens e mulheres que hoje novamente terei o prazer de dividir o “palco” com eles, estávamos no pátio em Pirituba para escolhermos lá a unidade em que faríamos o curso básico, (tudo paisano kkk). Com as mãos nos bolsos já que estava um dia frio, bolsa nas costas, toca na cabeça e até escorados…muitos não tinham a menor ideia de como seria dali pra frente nem sabiam como funcionava direito uma instituição militar mas estávamos lá pra realizar um sonho e hoje uma pequena etapa se conclui! Não é o fim, na verdade agora é o começo…tenho a honra de pertencer aos “160 milhão”! E agradeço a Deus por este momento, a minha família que me deu o alicerce para estar aqui nesta data e a todos aqueles que tenho o imenso prazer de chamar de irmãos de farda.” (Soldado Gregório, CPI-8)

 

“É difícil expressar em palavras oque estou sentindo, um turbilhão de sentimentos, mas com aquela sensação maravilhosa de dever cumprido. Muitos problemas pra que eu chegasse até aqui, muita dificuldade, no começo tudo é muito difícil, mas depois tudo vai se encaixando. Tive uma ajuda muito grande dos meus familiares, talvez se não fossem eles tudo se tornaria mais difícil. Sempre tive o sonho de ser policial, mas nunca imaginei que a formação seria assim. Muita disciplina, diversos valores que agreguei eternamente em minha vida. Nessa formação só tive a ganhar, ganhei valores da vida, ganhei amigos eternos, ganhei uma nova família, ganhei uma nova casa e sou muito grato a todos que tiverem participação nessa minha formação. Obrigado a todos! Vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer. Força e honra! (Soldado Quizzeppi, 5º BPM/I)

 

“Meu sentimento sobre minha formatura é praticamente o mesmo de que todos meus colegas, estou muito orgulhoso de mim mesmo, de ter conseguido chegar onde cheguei, de ter realizado um sonho. Agradeço a ESSd por me proporcionar “dias consagrados que jamais ousarei esquecer “.” (Soldado Garcez, ESSd)

 

“Alegria imensa em Poder me formar Hoje, Sonho de Criança se Realizando Hoje, Pode ter certeza que Vou colocar Tudo o que eu Aprendi em Prática Vou Proteger o Cidadão com Todas as Minhas Forças, Obrigado por Tudo Comando” (Soldado Vagner, CPA/M-5)

 

“Me formar nessa instituição é um orgulho inexplicável. Foram dias que jamais serão esquecidos, amigos que levarei para vida toda e instrutores que serão marcados eternamente pelos conhecimentos por eles transmitidos.” (Soldado Taís, CPI-3)

 

“Senhor Com a nossa formatura e um ciclo que se encerra e vai deixar muitas saudades principalmente dos amigos feitos que a princípio eram apenas colegas e que nos tornamos grandes irmãos. E o começo também do sonhar com novos horizontes novos projetos novos caminhos e como uma criança que encontra uma trilha nova pra chegar em casa” (Soldado Sanches, CPA/M-9)

 

“Nesta data 25MAI17, uma emoção que não cabe no peito, me sinto realizado profissionalmente, pessoalmente, com visão de portas e mais portas se abrindo. “Sempre pensei que jamais conseguiria entrar na PM, pois estou aqui hoje, escrevendo esta mensagem com lágrimas nos olhos com, frio na barriga lembrando o que passei pra chegar até aqui. Deus me honrou com essa oportunidade de defender pessoas de bem, de atender o povo paulista se possível com a própria vida, jamais deixarei de honra-lo com minha dignidade, também minha família que me apoiou cem por cento, o que foi fundamental para que valesse todo esse esforço, hoje vivo dias consagrados, que jamais ousarei esquecer” obrigado Polícia Militar do Estado de São Paulo.” (Soldado Renan, 5º BPM/I)

 

“O que eu sinto no dia de hoje, é orgulho de poder vestir a farda. Para muitos uma só uma profissão, para mim um sonho realizado.” (Soldado Ruan, ESSd)

 

“Com muita alegria que o tão sonhado dia chegou, digo ao senhor que tive um ótimo espelho em casa que é meu pai o Cb Luciano da ROCAM do 5i, hoje em meu coração está repleto de alegria e a satisfação do dever cumprido acho que essa sensação é a melhor, de saber que tudo o que eu fiz foi sempre dando o meu melhor. Garanto comandante que todos hoje que estão se formando estão com essa sensação inenarrável dentro de si, só tenho que deixar o meu muito obrigado a todos que nos auxiliaram na formação, e que Deus independentemente da religião abençoe a cada um policial militar desta família…” (Soldado Carvalho, 5º BPM/I)

 

“Sobre os sentimentos de um Sd recém-formado. Carrego aqui dentro o mesmo frio na barriga do dia em que assinei a posse! É impressionante a capacidade que a PMESP tem de nos revigorarmos quando o cansaço nos assola. O curso dividido em dois módulos semestrais é perfeito, pois seis meses é o tempo ideal para a renovação do entusiasmo. Eu, Sd Murer, não sou desse edital, sou remanescente, fiquei grávida no meio do curso específico no CPI-8, lugar esse que nos acolhe e extrai de nos o que temos de melhor, lugar onde parece que Deus caprichou e colocou somente pessoas do bem para nos receber, lugar onde o espirito e os valores da nossa gloriosa Instituição são muito bem representados pelos comandantes e colaboradores. Após a gestação optei pelo especializado do Corpo de Bombeiros, local onde eu aprendi o que de fato é superar limites, neste lugar, igualmente estivemos muito bem amparados, desfrutamos de uma capacitação ministrada por profissionais altamente capacitados e comprometidos com a boa formação dos que ali estão. Foi na Escola Superior de Bombeiros que entendi o significado da palavra “corpo”, e foi lá também que ficou claro o trecho da canção que diz “um só por todos, todos por um” e pude compreender que não era apenas no CPI-8 que havia pessoas tão boas envergando esta farda, mas que em todo lugar que ela estiver presente o bem habitara. Encerro hoje o curso de formação para Sd e inicio uma nova etapa de aprendizado que terei nos postos de serviço. Da minha formação levo uma base rígida, pautada na ética, respeito e amor à farda. E nos meus ombros carrego o peso de honrar esta instituição e saber que por tantas vezes seremos o ultimo recurso terreno no resgate e salvamento de uma vida!” (Soldado Murer, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“A sensação que eu sinto hoje e muito gratificante de ter batalhado esses doze meses, e uma conquista sem igual, realizei meu sonho de entrar para corporação, sei que isso é apenas o começou, e vou dar sempre o meu melhor durante toda minha carreira na Polícia Militar para essa tão gloriosa Instituição! Forca e Honra” (Soldado Willian,      5º BPM/I)

 

“A tão sonhada e esperada formatura! Com certeza chegar até aqui me traz o sentimento de gratidão, felicidade. Pois cada etapa do concurso, cada dia na unidade escola, era uma superação e conquista. Me sinto extremamente honrada e feliz por tudo que passei para chegar até aqui, e fazer parte dessa gloriosa ” Família Polícia Militar”.”(Soldado Júlia, CPI-5)

 

“Comandante queria expressar o sentimento que sinto ao fazer parte da Polícia Militar do Estado de São Paulo estou muito feliz e muito orgulhoso de fazer parte dessa família grandiosa e gloriosa onde milhares de pessoas sonham em  estar mas poucos tem o privilégio de chegar aonde cheguei, muitas serão as dificuldades que enfrentarei daqui pra frente a partir de hoje, mas sei que os ensinamentos que tive durante esses doze meses foram suficientes para superar tudo que está por vir” (Soldado Tiago, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“A emoção que sinto, é de que um sonho está se realizando, de que todo esse ano valeu a pena e que a carreira só está começando! Obrigado por tudo!” (Soldado Cazari,       36º BPM/I)

 

“Difícil achar uma definição para um sentimento tão inexplicável !!”(Soldado Gisele,    5º BPM/M)

“O que sentir em um momento tão significativo como este, ansiedade, nervoso. Mas creio que a palavra certa é realização, seja ela pessoal e profissional, realizada pela profissão escolhida, por ter conseguido chegar ao momento tão esperado durante um ano de curso, que por sinal, não foi nada fácil, e agora aprender a viver longe de casa, uma experiência única, realmente são dias consagrados que jamais esquecerei. Hoje uma sensação de realização, mas o que me manteve até aqui, foi a fé, que além de todos os acessórios usados pela polícia militar para nossa defesa, Deus defenderá, todos nessa missão que escolheram. Um momento e sentimento de extrema felicidade e realização.” (Soldado Daniele, CPI-8)

 

“Hoje ao chegar em casa umas três horas atrás dei banho em minha filha, e pensei em tudo que o senhor disse hoje no treinamento. Prestei esse concurso umas dez vezes, muitos falaram que jamais eu irei ser um policial militar. Bom hoje eu sou um policial militar, realizei um sonho, alcancei meu objetivo. Hoje mas tarde farei meu juramento,  e já me sinto parte da família polícia militar . agradeço a minha esposa e minha filha que me fortaleceram nessa caminhada e alguns amigos que sempre torceram por mim. Obrigado Cel. Figueiredo pelas palavras. Obrigado ESSd. Pela minha formação.” (Soldado Pereira, ESSd)

 

“E eu me pergunto: valeu a pena sair de outro estado, valeu a pena ficar sem ver a minha família no final de semana por causa de estagio, guarda e LEC. Valeu à pena esses doze meses na ESSd? hoje dia 25 de Maio de 2017, com as pernas doloridas, cansado, consono devido a um dia longo de treinamento eu posso responde que valeu sim, valeu muito ter passado tudo isso! saio da escola com a sensação de dever cumprido, deixei minha família em Barra Mansa pra vir em busca do meu sonho aqui em SP, aqui em Pirituba, sonho de ser um POLICIAL MILITAR. Hoje eu só tenho a agradecer por todos os ensinamentos, todas as broncas, punições, RESILIÊNCIAS. Pois elas ajudaram e muito em minha formação! Obrigado PIRITUBA, obrigado ESSD!!” (Soldado Lucas, ESSd)

 

“A exato um ano, entrávamos totalmente a paisano onde aprendemos o “vivo dias consagrados, que jamais ousarei esquecer”.  Até então tudo era novo! Chegamos com uma calca jeans, um tênis preto e uma camiseta branca. Saímos hoje honrados, com o estado nas mãos, e coberto de um cinza bandeirante. Para isso, muitas foram as horas sob sol ou sob a chuva. Sentados, agachados, ouvindo conselhos, sermões, desabafos. Muitas foram as horas da saudade de casa, muitas horas essas, de trabalho árduo dos praças e oficias, que nos tornaram verdadeiros homens e mulheres pronto para servir a sociedade. Agradeço a Escola Superior de Soldados, onde cada dia mais consolidada com o futuro da Instituição, nos formaram extremamente capacitados com muita garra, determinação e vontade de ir pra luta!” (Soldado Delpra, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Gostaria de falar bonito para poder expressar a felicidade e orgulho que tenho em ser policial Militar, porém, faltam palavras. Acredito que não exista palavra para definir policial Militar. Porque hoje sinto que não sou mais um, hoje sou visto com psicólogo, conselheiro, o sabe tudo e entre outros adjetivos que define uma profissão. Somos verdadeiros heróis! “ (Soldado Melo, CPA/M-6)

 

“Os meus sentimentos neste momento são diversos, mas acredito que possa destacar alguns: Felicidade, alegria de poder envergar a farda cinza bandeirante de tanta história e saber que mais do que admirar essa instituição hoje faço parte dela! Vitoria, pois ao longo desta jornada, mesmo com diversas dificuldades, mas sob a proteção de Deus, consigo concluir o meu curso e dar início a uma nova fase, foram dois anos para poder ostentar este breve do curso, mas que valeram a pena e mesmo não compreendendo a vontade de Deus quando me lesionei e o porquê não me formaria hoje posso olhar para trás e ver que valeu a pena cada dia neste curso de um constante aprendizado e que foi o melhor! Enfim hoje posso dizer que vivi e “VIVO DIAS CONSAGRADOS, QUE JAMAIS OUSAREI ESQUECER” (Soldado Santana, CPA/M-4)

 

“Nunca imaginei que um dia faria parte desta família, tentei o concurso uma única vez e no meu conversar com Deus caso desse certo era porque era pra ser e caso não fosse pra frente não tentaria novamente. Mas tudo correu bem, foi um concurso pesado em termos de seleção, e foi uma escola ainda mais exaustiva e hoje, exatamente hoje faz um ano que ganhava um RE. Foi inacreditável ter chegado aqui, vi muitos ficarem pelo caminho por diversos contratempos e dificuldades, foi necessário ser forte, resiliente, ter fé, fé que muitos chamam de sorte. Me sinto de alma lavada, aprendi muito, amadureci ainda mais, fiz amizades, evoluí, chorei, sorri, senti dores, sono, frio, fome, medo, inúmeras experiências que me deixaram mais forte, pois não foram graças a misericórdia de Deus, capazes de me parar!” (Soldado Alves, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Meu pai é policial militar e com isso cresci vendo a profissão, pude conhecer essa belíssima carreira e me apaixonar muito novo. Sempre sonhei em ser um policial militar e logo quando pude prestei o concurso, consegui na segunda tentativa. E hoje estou me formando um soldado da polícia militar do estado de São Paulo, o sonho se tornou realidade. A emoção e gigantesca e os sentimentos é infinito, felicidade, alegria, orgulho, satisfação, ansiedade, etc. Na verdade não consigo descrever tudo que estou sentindo, mas ando muito emotivo, simples palavras de motivação de elogio entre outras já me fazem arrepiar todo e até chorar.” (Soldado Gomes, 5º BPM/I)

 

“Não posso começar a descrição de como estou me sentindo sem antes voltar um pouco no tempo e contar minha trajetória. Desde cedo tenho admiração e respeito pela Policia Militar, também pelo fato de ser filho de um policial que conquistou tudo o que possuí e criou os filhos com esforço e graças à polícia. Fui Soldado PM temporário e nessa época meu anseio em ser PM aumentou. Muitos dos companheiros também temporários desistiram diante de diversas reprovações, e eu mesmo tendo reprovado em alguma etapa por quatro vezes, ainda persisti. Na quinta vez no edital de 5/321/14 tive o apto em tudo. Porém por algumas circunstâncias fiquei entre os 400 que não foram convocados por decisão do secretário de segurança (informação essa que foi passada pelos policiais da Diretoria de Pessoal). A partir daí eu guardei meu enxoval no fundo do armário e havia tomado a decisão de desistir, pois talvez Deus não quisesse que eu entrasse na PM. Em 10MAR16 recebi uma ligação da Diretoria de Pessoal pra que eu me apresentasse no dia 17 para posse e início de exercício, minhas esperanças se renovaram, mesmo na condição de remanescente, tinha conquistado um sonho. Participei auxiliando nas solenidades de uso de primeiro uniforme dos policiais do meu edital e também na formatura do edital anterior, ambas no Anhembi. E hoje eu que por algum tempo havia desistido, estarei mais uma vez no Anhembi mas agora na minha própria formatura. Não há como descrever com simples palavras essa sensação de sonho realizado. E finalizo afirmando ao senhor Comandante da ESSd, que esses 15 meses que passei na Escola Superior de Soldados foram muito Gratificantes e Jamais Ousarei Esquecer!” (Soldado Arnaldo, ESSd)

 

“Estou muito feliz e orgulhoso em ter me formado na melhor escola de Soldados, lutei muito para estar nessa unidade formadora. Amanhã é o tão sonhado dia, a emoção, a felicidade tomam conta de mim, e sei que vou dar o melhor de mim na OPM em que vou servir, assim como fiz na ESSd. “Vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”” (Soldado Adriano, ESSd)

 

“Ser policial militar era algo que almejava desde a minha infância, Um sonho. Trabalhar na segurança da sociedade e proteger o cidadão. E graças ao bom Deus, no tempo certo ela me concedeu essa magnífica vitória. Pena que a profissão que eu considero um dos alicerces da sociedade, muitas das vezes não seja reconhecida e merecida o devido valor de muitos. Mas, mesmo que poucos a reconheçam a polícia militar nunca mudará ou deixará de existir. Mesmo que seja com outro nome serviremos é protegeremos com a mesma excelência! Sob a proteção de Deus sempre! Desejo crescer, fazer o meu melhor para apoiar, ajudar e atender melhor o cidadão. Tenho minhas dificuldades, mas com o passar do tempo, vou adquirindo experiências e profissionalismo. Sei que poderei encontrar momentos difíceis e alegres ou até mesmo decepções. Faz parte da profissão. Enfim para muitos heróis pra outros vilão, independe de tudo, podem contar conosco, estamos a disposição! Polícia Militar você pode confiar!” Obrigado comandante, por fazer parte do nosso aprendizado Deus o abençoe grandemente pois se o senhor está onde está hoje, primeiramente Deus, pois sem ele nada somos ou poderemos chegar à algum lugar, posteriormente méritos do senhor, parabéns, como inspiração e admiração para aqueles q estão iniciando ou até mesmo os que já estão a mais tempo. Tenho certeza que a família do senhor tem muito orgulho. Obrigado por tudo, fica com Deus!” (Soldado Willians, CPI-10)

 

“Quero lhe informar meu sincero e fiel sentimento de ter realizado um sonho que antes parecia impossível devido às tantas vezes que me dispus a realiza-lo, porém sem êxito, mas agora consegui, não existe explicação para tantas emoções que sinto neste importante momento de minha vida. Sentimento de dever cumprido e emoções boas, pois faço parte hoje da maior e mais brilhante instituição de segurança pública do mundo. Deixo aqui meu muito Obrigado a todos aqueles da ESSd que contribuíram para minha formação e onde vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer!!!” (Soldado Oliveira, ESSd)

 

“Um momento único em nossas vidas, a formatura. Um sentimento de dever cumprido, uma realização pessoal, um ano de muita dedicação, em fim sou um policial militar, um Bombeiro, um desejo de criança que se tornou realidade, desde já agradeço a Deus, ao senhor e todo o efetivo da ESSd e ao efetivo da ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS” (Soldado Charlier, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Hoje faz um ano que tomei posse na tão sonhada Polícia Militar. E amanhã é o grande dia, onde passará um filme na minha mente, quando pensei até em desistir no começo do curso. Não foi fácil. Deus me deu forças, e hoje me sinto realizado por esta conquista. Ser um policial militar é ter a oportunidade em ajudar as pessoas do bem. São esse os meus sentimentos de tão sonhada conquista.” (Soldado Paulo Sérgio, ESSd)

 

“Estou honrado por fazer parte dessa instituição maravilhosa que é a Polícia Militar, muitos almejam fazer parte dessa família, mais poucos conseguem. Me sinto realizado por esse momento único em minha vida e tenho certeza que ficará marcado pra sempre.” (Soldado Policárpio, ESSd)

 

“A sensação que sinto em estar me formando um policial militar, é uma coisa inexplicável, um sonho que estou vivendo que nunca esquecerei, independente de qualquer coisa que venha a acontecer, a um ano atrás não imaginava que seria eu, quando assistia a formaturas passadas, vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer.” (Soldado Lucas, 5º BPM/M)

 

“Faz um ano exatamente hoje como passou rápido não sei como explicar todas essas sensações os aprendizados, tenho a cada dia que passa mais orgulho de vestir essa farda espero corresponder tudo o que aprendi desde o básico até hoje com inúmeros instrutores que além q passar seus conhecimentos eram mais do que instrutores eram companheiros conselheiros amigos. Tenho hoje uma sensação de que uma nova jornada começara com o apoio da família vou continuar batalhando e vencendo não foi nada fácil estar aqui estar longe da família mais com a graça de Deus consegui estou orgulhoso de mim por que eu venci eu consegui com ajuda de muitos é claro, mais percebi que tudo depende de nós é só correr atrás que o sucesso vem. Sou de outro estado mais a cada dia que passa me orgulho mais de DEFENDER ESTE POVO PAULISTA onde fui acolhido da melhor forma possível” (Soldado Irineu, CPI-6)

 

“Sentimento de dever cumprido, de início de uma nova etapa! Continuarei os estudos dentro e fora da PM e sempre buscarei galgar novos degraus na Instituição” (Soldado Marinho, 5º BPM/M)

 

“Quero dizer o quanto estou feliz nessa data especial. Vim de Brasília para representar o Estado de São Paulo em uma função que para muitos é conhecida como herói, para mim está tudo quase perfeito, só faltavam meus filhos ao meu lado, sempre amei o militarismo, e hoje estou na área de atuação em que muitos veem como uma estabilidade ou um emprego assalariado garantido, eu vejo como um sonho, que saí de tão longe para conquistar aqui não foi eu que escolhi estar na PMESP, foi a Polícia Militar que me escolheu para servir na melhor instituição do Brasil, hoje sou o espelho dos meus filhos, cujo eles têm seis e nove anos e já dizem que o sonho deles é ser um policial como o pai deles. Digo pra mim mesmo que estou aqui por eles, e para eles. No mais só tenho a agradecer pelos ensinamentos e acolhimento de uma classe criticada por uma minoria e idolatrado pela maioria” (Soldado Gabriel, GT/CPRv)

 

“Venho através dessa mensagem descrever a emoção que sinto hoje por ser um Policial Militar do Estado de São Paulo, Meu sonho sempre foi ser um policial, depois de seis tentativas reprovando em parte escrita e psicológica do concurso, consegui com a benção de Deus o meu tão esperado sonho, hoje posso dizer que sou uma pessoa realizada e muito feliz por ser policial, é difícil descrever o tamanho a emoção que sinto hoje, mas só tenho a dizer que sou outra pessoa e se fosse pra escolher outras dez vezes uma profissão eu escolheria ser policial militar, muito obrigado por tudo, fica com Deus.” (Soldado Orlando, 36º BPM/I)

 

“Me sinto muito emocionado e orgulhoso por esta concluindo o curso de formação, algo que sonhava desde criança, sempre admirei a policia militar, e graças a Deus hoje faço parte dela, e como o senhor disse, amanhã não vou jurar só a minha família e sim a policia também, que nunca irei decepcioná-los!” (Soldado Daltio, CPI-7)

 

“Momento único em minha vida, cada gota de suor derramado durante o curso de formação se transforma em sentimento de gratidão, superação e início de uma profissão honrosa.” (Soldado Lenzi, CPI-10)

 

“Hoje é um dos dias mais felizes de minha vida. Hoje é um dia especial um sonho de criança que se torna realidade um desejo de ajudar as pessoas que fica cada minuto mais perto um dia inesquecível que jamais esquecerei” (Soldado Paulo, ESSd)

 

“Formando-me Soldado PM, o sentimento que surge é um misto de alegria e gratidão, alegria, pois há um ano, estava tentando ingressar nas fileiras da corporação, mesmo tendo sido reprovado duas vezes anteriormente, e gratidão para com todos os instrutores e pessoas que fizeram parte dessa formação, por ter vivido experiências ruins e que ao mesmo tornaram-se ensinamentos, experiências difíceis que exigiram o melhor de mim e também lembranças boas que jamais serão esquecidas. Surge também muita ansiedade, para colocar em prática tudo que foi aprendido, para aperfeiçoar métodos e também corrigi-los quando necessário, aprender técnicas diferentes que outros policiais possam vir a transmitir e repassar esse conhecimento a outros companheiros. Por fim um sentimento de paz, por ter cumprido com sucesso essa primeira missão que me foi dada, e saber que por onde passei deixei amizades que vão percorrer o tempo e a distância, sabendo que por onde passei, deixei o melhor de mim.” (Soldado Rudy,    CPI-6)

 

“Bom não sei o que dizer sobre esse momento, fui funcionário público municipal por cinco anos e por três vezes tentei ingressar na polícia militar, passando nas etapas mas desistindo logo em seguida, por duvida, receio e outros fatores, e hoje pude perceber que foi a melhor escolha que fiz na vida, sem sombra de dúvida, quando você ingressa em uma corporação como a PMESP você aprende a amar e valorizar cada ato, cada momento e cada dia! um ano de muito aprendizado e sofrimento mas  com bastante histórias para contar ! Obrigado POLÍCIA MILITAR !” (Soldado Juzis, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“O sentimento é de honra por pertencer e gratidão por ser o primeiro militar da família e saber ser motivo de orgulho dos meus pais e amigos” (Soldado Wesley, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Uma retrospectiva passou em minha mente quando entrei no Anhembi esta manhã. Foram muitos dias de preparo para as etapas do concurso, estudei, treinei e mantive o foco a fé e a força. Hoje sou realmente feliz sendo Policial Militar e só tenho a agradecer, aos instrutores, mestres, amigos, irmãos de farda e minha família por sempre me apoiar.” (Soldado Stegmann, CPA/M-5)

 

“Minha sensação é de dever cumprido durante o período de escola, feliz por está nova etapa que se inicia, quero é espero fazer o meu melhor em benefício da sociedade é orgulhoso de estar envergando está honrosa é valorosa farda da polícia militar do estado de São Paulo.” (Soldado Raí, CPA/M-11)

“O que eu estou sentindo nessas horas que antecedem a formatura se resume em cinco palavras “orgulhoso de ser um bombeiro”!” (Soldado Prudente, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“O que sinto hoje e uma alegria e ao mesmo tempo um frio na barriga mais estou muito feliz de realizar esse sonho de ser policial, depois de tanta luta e horas de estuda isso tudo e muito gratificante, para mim a ficha ainda não caiu, estamos nos formando! é uma coisa inexplicável” (Soldado Chaves, ESSd)

 

“No momento o sentimento é de ansiedade para saber como é que vai ser daqui para frente e alívio, depois da pressão nas provas ao pensar em como seria parar quilômetros de distância de casa e como seria ruim ficar longe da família, daqueles que amamos muito.” (Soldado Coelho, CPA/M-5)

 

“O princípio para a realização de um sonho é o pensamento. O pensamento misturado com emoções. Hoje encho-me de emoções e o pensamento volta ao início de tudo, sofrimentos, angustia, dificuldades. Mas ao toque da corneta meu coração explode de agradecimentos a Deus por proporcionar-me uma alegria cintilante parecida como a que senti ao nascimento de meus filhos.” (Soldado Carneiro, ESSd)

 

“Estou me sentindo muito realizado, pelo fato de ser extremamente útil a sociedade e pelas oportunidades que a instituição me oferece.” (Soldado Michellim, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Sinto-me realizado ao vestir a farda cinza bandeirante. É uma honra carregar o nome que meu pai carregou por trinta anos. Obrigado meu Deus por esta enorme oportunidade. É inexplicável o sentimento de realização que se sente num momento de formatura. Só tenho a agradecer” (Soldado Serafim, CPA/M-9)

 

“Comandante eu vim de muito longe para ser PM aqui em São Paulo, sou de Minas Gerais, seiscentos quilômetros, foram muitas noites na rodoviária sem recursos pra fazer as etapas do concurso e muitos “quilômetros” rodados, falo isso porque não tem expressão pra falar sobre o que estou sentindo exatamente, falo de uma mistura de sentimentos: satisfação, alegria, paz interior, sensação de dever cumprido com todos que acreditaram em mim, vibração, enfim tudo isso ao mesmo tempo! O que mais pensei hoje e não sai da minha cabeça é que quero ser um bom policial e orgulhar de mim mesmo e minha família!” (Soldado Pinho, ESSd)

 

“”Um sonho que se tornou realidade” primeira tentativa aprovado 26 anos de idade tarde pra ingressar nesta belíssima instituição? Não sei acredito que foi no tempo de Deus pois a Ele foi confiado em oração o pedido, defender o cidadão de bem fazer o melhor as pessoas tudo isso é possível com orgulho e dignidade de estar na melhor Polícia do mundo e sob sua proteção como assim se diz: sob a proteção de Deus e nisto eu creio aqui estou feliz realizado e otimista nesta nova profissão que escolhi ser um policial militar com dignidade e honra caráter e honestidade tudo aquilo que trouxe de ensinamento do meus pais.” (Soldado Dos Anjos, CPI-8)

 

“O sentimento de estar fazendo parte da gloriosa é inexplicável, sinto uma imensa alegria e orgulho por ter passado por todas as etapas, ter superado meus limites, e me tornado uma pessoa muito mais forte. Agradeço a Polícia por tudo que tenho hoje, e por tudo que sei que ainda vou conseguir.” (Soldado Elisabete, CPI-8)

“Meus sentimentos hoje é de vitória por ter conquistado tudo que galguei até hoje, honrado por poder ter a oportunidade de conhecer pessoas incríveis que estarão sempre na minha vida e por fim gratidão, agradeço a minha família e principalmente a Deus por estarem junto comigo nesse sonho que é ser um Policial Militar do Estado de São Paulo.” (Soldado Baumann, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Estou ansioso para trabalhar e por em prática o que aprendi nas unidades formadoras, também me sinto completo por poder fazer algo em prol da população, ajudar o próximo, minha família está orgulhosa por ter eu como Policial Militar. Só tenho a agradecer aos Senhores e a PM por proporcionar tudo isso.” (Soldado Carvalho, CPA/M-4)

 

“O sentimento é de conquista, muito orgulho felicidade e sonho realizado. Porem sei bem da responsabilidade que a profissão representa que caminho e longo e estamos só começando, os sonhos são outros, vou alcançar o oficialato e dar mais orgulho a minha família” (Soldado Odair, CPI-8)

 

“Não tenho palavras pra descrever o quão estou emocionado com a conquista de ser um POLICIAL MILITAR, é um sonho realizado, o primeiro degrau de um propósito maior que é conquistar mais um sonho, ser OFICIAL da PM” (Soldado Mota, CPI-7)

 

“Sinto-me muito feliz em me formar, sensação inenarrável.” (Soldado Henrique,          5º BPM/M)

 

“Meu sentimento ao término de curso: “Não sou mais pedra, agora sou vidraça”. Decidi que ficar sentado sonhando com um mundo melhor não tornaria o mundo melhor, resolvi arregaçar minhas mangas e fazer algo para mudar esse destino. E por mais efêmera e insignificante que pareça minha ação, eu não vou deixar de tentar. Pois sei que se apenas um ser tocado por meus ideais, e com isso converter o seu caminho. Digo, que mesmo que com o Sacrifício da minha própria vida, já terá sido satisfatório todo meu esforço.” (Soldado André Luiz, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Sinto-me tão feliz que não sei como me expressar, mas a realização pessoal, profissional é enorme. Ainda me pego pensando no dia que fui fazer a prova teórica, tenho a polícia militar como minha família, já faz parte de mim hoje. Amanha será um grande dia para mim. Quero dizer ao senhor que vejo o senhor comandando e me espelho para meu futuro dentro da instituição. Agradeço pelas palavras de motivação e Deus nos proteja sempre, amém!” (Soldado Tiago, 5º BPM/I)

 

“Sinto plena satisfação e prazer em concluir este curso que é mais uma etapa da minha vida, me sentindo preparado para atender as necessidades da população, sempre com disposição para ajudar o próximo nas mais diversas e complexas situações, fazendo o que eu realmente gosto e que me sinto bem fazendo, servindo o próximo.” (Soldado Sebok, 36º BPM/I)

 

“Sensação inexplicável! É a realização de um sonho” (Soldado Renan, ESSd)

 

“Gostaria de ressaltar a importância na formação em Pirituba devido a grande experiência dos instrutores e gostaria de ressaltar que minhas expectativas são diversas apesar das inseguranças pretendo ir para o policiamento especializado e estou muito realizado agora com minha conquista como Soldado pronto e só tenho a agradecer a tudo que o senhor e sua equipe representaram na minha construção profissional” (Soldado Magalhães, 5º BPM/I)

 

“Venho aqui relatar a sensação que estou sentindo nessa fase da minha vida. Certo dia há alguns anos atrás escutei a seguinte frase: Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa acontecer. Pois bem, eu acreditei no meu sonho e hoje estou realizando-o. A emoção que sinto é indescritível, uma felicidade que não cabe no peito, uma sensação que eu acredito que só uma instituição como a Polícia Militar pode proporcionar para alguém, pois o que vivi nesse um ano de curso só quem viveu para saber. Fiz grandes amigos, fiz irmãos que levarei para o resto de minha vida e pude com toda certeza me tornar um homem melhor para minha esposa, um melhor filho para minha mãe e um melhor esposo para minha companheira, pessoas essas que foram essenciais para que eu tivesse uma boa formação. Enfim, o que vivi e vivo neste momento não da pra escrever, tamanha a felicidade, mas posso dizer que nesse um ano eu vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer!” (Soldado Roldão, 5º BPM/M)

 

“Sinto enorme gratidão neste momento, por todo conhecimento adquirido nesse um ano de curso na PMESP, que contribuiu para o meu crescimento pessoal e profissional e mais ainda, gratidão por ter o privilégio de poder exercer uma profissão que me dá a oportunidade de ajudar tantas pessoas. Muito obrigada PMESP e a todos que tornaram possível esse sonho!” (Soldado Lívia Maria, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Espero poder contribuir nessa OPM com todos os ensinamentos que pude adquirir na ESSd e procurar sempre aprender cada vez mais!” (Soldado Juliana, ESSd)

 

“Sentimento de dever cumprido, orgulho em pertencer à família militar e espírito de empenho para servir a sociedade paulista.” (Soldado Sebastião, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“A emoção é algo inexplicável o sentimento de alegrias e a satisfação de ter vencido. Fazer parte da PM de São Paulo é motivo de orgulho e realização profissional.” (Soldado Rigo, CPI-8)

 

“É com grande satisfação e alegria que me torno um policial militar, motivo de vitória e consagração, um verdadeiro aprendizado de vida com conhecimentos que aprendi e levarei comigo por onde passar, com um sentimento de ansiedade e de desejo de fazer o melhor para sociedade, para minha família e para minha vida, sem dúvida jamais me esquecerei da ESSd em Pirituba.” (Soldado Ludovino, ESSd)

 

“Não tenho palavras para expressar o quanto eu fico honrado e feliz em ter entrado na PM, tudo começou por uma simples admiração, porém após oito assaltos e dois sequestros que sofri quando era motorista e fazia entregas de mercadorias, Essa admiração passou a ser vontade de pertencer a essa profissão que faz bem a sociedade, servir e proteger.” (Soldado Germano, ESSd)

 

“Sinto-me realizado e com dever cumprido, realmente emocionado com a formatura e totalmente pronto para a nova etapa da minha vida. Que Deus nos abençoe e nos acompanhe sempre!” (Soldado Almeida, CPI-7)

 

“Como solicitado pelo senhor, venho comentar um pouco do que sinto quanto a este momento e o quão significativo ele é para mim. Eu nasci no berço da Polícia Militar, desde pequeno, meu pai sempre foi meu herói, sempre brilhava meus olhos ao ver aquelas viaturas chegando em casa e meu pai saindo de uma das viaturas. Como eu ficava orgulhoso. O tempo foi passando eu meu sonho em seguir os passos do meu pai começaram a me dar combustível para ingressar nessa vida incrível. Com 18 anos servi as fileiras do Exército Brasileiro, tive meus primeiros passos na caserna e uma baita escola da vida. Sou grato por todos os ensinamentos que tive lá. Foram momentos marcantes. Meu pai muito orgulhoso, feliz por eu ter seguido uma opção como aquela. Mesmo depois de algum tempo naquela caserna, meu sonho ainda parecia ser insaciável. Nada me arrepiava mais do que aquele farda e viaturas da gloriosa Polícia Militar. Pois bem. Algum tempo se passou, tentativas, desilusões, mais tentativas. Mais algumas. E finalmente, em uma manhã ansiosa, corri para ver no Diário Oficial se estava dentre aqueles que seriam os futuros policiais militares do Estado de São Paulo. Que felicidade comandante, que felicidade, o senhor, tanto quanto eu, imagina o tamanho imensurável dessa felicidade. Meu pai cheio de orgulho. O tempo foi passando, tomei posse 24 de maio de 2016. Fiz meu período básico no 3º BPChq, batalhão Humaitá, uma excelente escola, muitas coisas muito diferentes das que havia aprendido nos tempos de caserna, e muitos ensinamentos, Mas ainda não havia me tocado que já era um policial militar… Não caíra minha ficha … Ao término desse período muito significante para minha formação, eu enverguei pela primeira vez a farda cinza bandeirante… Uaauuuu… Que dia…. Parecia que eu ao mesmo tempo que voava em devaneios, carregava todo peso do mundo em minhas costas pela responsabilidade que aquela farda significava … Mais um tempo se passou, fiz escola do módulo específico em um Batalhão de Área, 5BPM/M, e tive a oportunidade de ter um contato muito próximo com o serviço policial militar e o dia a dia desses heróis. Com muito sacrifício, tempo abdicado e muitas noites mal dormidas, eu finalmente encerrei este período. Amanhã será o grande dia, será o dia em que um sonho tão distante se tornará realidade. E sempre que tive dificuldades e tristezas, fazia uma reflexão do que havia me motivado estar ali e o que a Polícia Militar significava para mim. Lembrava-me de tudo. E amanhã, meu pai, já com sua missão cumprida, assistirá com o mesmo brilho e orgulho no olhar daquela garotinha que outrora o via chegar em casa. “Agora daqui pra frente, escreverei minha história e deixarei mais uma marca nessa história de páginas de heróis.” (Soldado Pelissari, 5º BPM/M)

 

“O sentimento que tenho é de alívio e missão cumprida e espero poder somar e contribuir no batalhão que irei trabalhar” (Soldado Victor, 5º BPM/M)

 

“Confesso que a emoção de incorporar-me a esta instituição que sempre admirei é muito grande, instituição onde tive o primeiro contato com um amigo e conselheiro, aos 12 anos de idade nas aulas de PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência, o qual me fez entender a nobreza de ajudar alguém, servir e proteger. Ainda não encontro palavras que descreva minha alegria e orgulho em hoje poder oferecer a outras pessoas aquilo que recebi há tempos atrás.” (Soldado Maicon, ESSd)

 

“Foi o ano mais difícil da minha vida, muito sofrimento para realização desse sonho, é difícil descrever é uma sensação inexplicável, sou do Rio de Janeiro, mais meu sonho sempre foi trabalhar em São Paulo, e graças a Deus eu consegui com apoio de meus familiares e toda estrutura de formação de soldados” (Soldado Filgueiras, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Superação” (Soldado Bernardes, CPI-10)

 

“Sinto-Me orgulhoso e muito feliz por poder honrar essa instituição tão admirada, Me Sinto realizado por exercer essa profissão. Não foi fácil chegar até aqui e a cada dia foi uma superação, e agora formado e colocar em prática tudo o que foi ensinado nesse período escolar, espero atender muito bem a população paulista. É com muita Emoção Que hoje falo que sou um Policial Militar Do estado de São Paulo exercendo Função de Bombeiro” (Soldado Martins, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Ingressar na Policia Militar, confesso que é uma escolha muito difícil, não basta apenas querer, tem que ter forças e foco para chegar até o fim e galgar o tão esperado sonho. Os sentimentos hoje são de alegria, felicidade e muita gratidão a Deus. Certo dia o um padre da minha cidade Disse uma frase “Muitos esperam por mim”, e guardei estas palavras cheguei à conclusão, que não a outro jeito melhor de ajudar o nosso povo paulista do que servindo e protegendo. Muito obrigado por fazer parte da minha história” (Soldado Jeferson, CPI-8)

 

“Hoje vejo que meus esforços me trouxeram uma grande satisfação. Poder entrar amanhã no Anhembi fardado e realizando meu sonho de ser um policial militar não tem nada que pague essa emoção. Buscarei sempre honrar minha família que foi a base para que eu esteja lá amanhã me formando e sei que sobre mim existe uma grande responsabilidade de continuar a missão de servir e proteger a população do estado de São Paulo. Farei isso com todo orgulho, sempre com Deus me guiando e sabendo que após as 12hrs de serviço existe uma família linda me esperando voltar para casa assim como saí. Que Deus ilumine e proteja todos nós policiais militares do estado de São Paulo” (Soldado Mariano, CPI-5)

 

“Estar na polícia hoje é muito mais do que uma realização pessoal, é um sonho, um sonho de infância que consegui realizar apesar das dificuldades e de ter reprovado por duas vezes, graças aos meus amigos familiares e principalmente Deus consegui realizar esse sonho. Hoje sinto uma alegria muito grande e um amor imenso a minha Polícia Militar do Estado de São Paulo.” (Soldado Elliott, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Hoje tenho a certeza de fazer a diferença na sociedade, com a missão de salvar vidas e colaborar com melhores condições para a sociedade, estar nessas condições atuais não foi fácil, envolveu uma dedicação árdua, mas enfim estarei indo para a região perto de minha casa, contribuir com os conhecimentos adquiridos nesse período. Sinto-me realizado e preparado para a missão, além de que motivado para levar entusiasmo aos integrantes de prontidão que lá encontrar. Aprendi muito sobre vibração e dedicação nesse período coisa que levarei para todos os meus dias de trabalho. Serão 30 anos de pura dedicação à profissão.” (Soldado Corrêa, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Senhor venho lhe dizer que ser policial é a melhor profissão do mundo simplesmente incomparável com outras profissões, pois para ser PM temos que ter vocação, profissão árdua, mas nós podemos fazer a diferença para um mundo melhor.” (Soldado Wellington, CPI-7)

 

“Estou muito feliz e para mim é a realização de um sonho que está se realizando, espero poder contribuir para esse povo paulista, só posso dizer muito obrigado Polícia Militar” (Soldado Leandro, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Os dias de treinamento estão trazendo pra mim uma sensação de realização pessoal e profissional, um sonho realizado, e um imenso orgulho de pertencer uma instituição com uma missão tão nobre. Vivi e estou vivendo dias consagrados que jamais ousarei esquecer!” (Soldado Fernandes, CPI-5)

 

“A sensação é de glória, vitória e gratidão, pois esta é a primeira parte da realização de meu sonho, creio que Nosso Deus Todo Poderoso concede a Polícia Militar a autoridade e justiça emanada de Seu trono. E resplandece nossa farda com todo garbo e nos transforma em soldados denodados e que pela pátria sucumbem com prazer.” (Soldado Bojczuk, CPA/M-4)

 

“Como poderia explicar a sensação da realização de um sonho, como explicar a alegria de servir a população. Uma sensação de alegria, honra e gratidão a Deus por ter me dado a oportunidade de fazer o que nasci para fazer. Podemos inflar com orgulho os nossos pulmões e dizer que servimos por vocação! Que servimos sem ao menos esperar algo, servimos por amor! Me formar, fazer o juramento e poder fazer parte da grande família Polícia Militar é uma grande honra.” (Soldado Kalil, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“A sensação de estar formado é única. Sou extremamente grato a ESSd por esse um ano, me ajudou muito a crescer e amadurecer mais ainda já que adentrei as fileiras da corporação aos 18 anos! É uma satisfação pertencer a gloriosa!” (Soldado Galigiuri, 5º BPM/I)

 

“A emoção é forte saber que agora faço parte da Família Policial Militar. Tive uma excelente formação no CPI4, com excelentes instrutores e tenho a certeza que estou muito bem preparado para ir as ruas defender a sociedade Paulista. Nunca foi um sonho ser Policial, mas hoje posso afirmar que eu respiro isso, eu gosto o que eu faço e faço por amor. Ser Policial Militar é a minha vocação. E agora quero entrar na Academia e seguir carreira. Muito obrigado pelo time de ensino que o senhor tem.” (Soldado De Castro, CPI-4)

 

“O sentimento e a emoção de estar me formando um Policial Militar é de alegria, me sinto lisonjeado por Deus ter me preparado uma missão tão importante para a sociedade paulista. Durante estágios na rua eu percebi que minha única função é AJUDAR AS PESSOAS. É isso que gosto de fazer, agradeço a Polícia Militar, a Deus e todos os integrantes da corporação pela motivação a seguir essa profissão tão importante para as pessoas” (Soldado Pagotto, CPI-5)

 

“Gostaria de relatar conforme solicitado, os sentimentos em relação ao termino do curso. O primeiro que vem a mente é uma sensação de realização pessoal e profissional, algo que sempre sonhei. Uma grande conquista, sei que ainda é apenas o primeiro passo para que possa trilhar uma carreira de sucesso, e espero sempre de forma honrada e digna poder prosperar alcançando novas graduações.” (Soldado Marques, CPA/M-11)

 

“Primeiramente gostaria de agradecer pelo feedback que o Senhor proporcionou a nós alunos, agradecer também por ter oferecido um curso de excelente qualidade e por fim dizer, que é uma felicidade imensa poder realizar, após um ano, o sonho de ser um Policial Militar. Mais uma vez obrigado por tudo Comandante, que Deus nos abençoe” (Soldado Reis, GT/CPRv)

 

“Neste momento prestes a me formar, sinto grande alegria e sentimento de realização, pois ser policial era um sonho de infância, sinto também entusiasmo para crescer na carreira, exemplo CFO” (Soldado Hideki, CPA/M-9)

 

“A emoção vem junto com o sentimento de sonho realizado, com o orgulho de pertencer a uma Instituição quase bicentenária, dentro de 12 meses de curso, passamos por várias dificuldades, financeiras, familiares, dentro do próprio pelotão ou Companhia, mas sempre superados e com o ‘coroamento’ de módulo realizado e o apoio familiar que é essencial durante o curso. Gosto muito de uma frase, que eu me enquadrei muito bem: “Faça na vida o que realmente gosta e não terá que trabalhar um dia se quer” Senhor comandante, como acabei de me formar vejo nitidamente a diferença de comportamento de quem faz o curso na maior e melhor escola de soldados do mundo pra quem conclui os dois módulos no interior, a formação do módulo básico é a mais importante dentro do curso, pois é aonde se pega os ‘alunos’ e precisa ser inserido o militarismo, sem contar a atividade fim, que é muito diferente você realizar um estágio operacional na área do 18M pra que realiza estágio na região do CPI-4, vi muitos na escolha de vagas desesperados quando souberam que não abriria vaga pra área onde cursou e aprendeu a ser POLÍCIA, e teve que vir para a capital aonde é muito diferente ser polícia, aonde os abordados agem de outra forma, pois no interior a um enorme respeito na função policial militar!” (Soldado Cesar, ESSd)

 

“Apesar de ter sido escolhido na classificação onde tive minha nota posta por último apesar dos 8.800 de média, depois de ter ficado de segunda época. Fico satisfeito por todo conhecimento adquirido no básico na ESSD e no período do específico no            5º BPM/I, E aliviado por saber que vou pronto e com os conhecimentos necessários para executar um bom trabalho em qualquer unidade que for designado. Muito obrigado, e um sincero parabéns pela iniciativa de manter os soldados recém formados mais próximos do comando da escola, e assim cada um de nós podemos ter a certeza que temos o apoio da ESSD” (Soldado Tiago Henrique, 5º BPM/I)

 

“Lembro-me da época em que olhava de longe as ações e atividades da polícia militar paulista, me arrepiava vendo operações na TV e desfiles nas solenidades, sempre sonhando em fazer parte, hoje faço parte e sirvo de inspiração para outros que almejam como eu almejava, só tenho a agradecer,  estou realizando o sonho da minha vida, curtindo cada etapa concluída, não tenho palavras para descrever  a sensação,  mas nem precisa,  pois o arrepio e a lágrima no olho em cada etapa, dispensam palavras.” (Soldado Marlon, CPI-3)

 

“Quero deixar aqui a sensação de como estou me sentindo hoje. Pois bem, a jornada foi longa e cheia de desafios pra eu estar envergando essa farda hoje. Dou o sangue pela minha profissão e não troco a gloriosa Polícia Militar por nenhuma outra profissão no mundo, pois a polícia me ensinou doutrinas que irei carregar por toda a minha vida. É gratificante pra mim, estar me formando amanhã e saber que irei fazer a diferença na sociedade paulista que ganharão a partir de amanhã centenas de novos anjos sem asas. Vamos fazer cumprir às leis, defender pessoas que não conseguem se defender e acima de tudo manteremos a Ordem Pública para que nossas famílias e a sociedade possa ter a tranquilidade de sair às ruas sem medo de não voltarem pra casa. Não conseguimos nada nessa vida sozinhos, por isso quero agradecer ao Senhor e a todos os responsáveis pela nossa formação. Gratidão define! Muito obrigado. “ (Soldado Manoela, CPI-3)

 

“Senhor, a pouco mais de um ano atrás eu era uma pessoa que apenas sonhava em estar aqui, quando tive a confirmação que eu estava apta no concurso, lembro até hoje a sensação que eu senti quando soube que adentraria na instituição, dia 24 de maio quando assinei a posse eu também tive uma nova sensação “agora sou policial militar”, mas pra ser policial não é tão fácil, e a cada dia que passava surgiam novos sentimentos e sensações novas, mudanças, amadurecimento e outros milhões de coisas. Na primeira formatura eu vesti a farda pela primeira vez e sentia que eu realmente nasci pra essa profissão, hoje após um ano de sensações diferentes, chegou à melhor parte “agora é a hora, não foi sorte e foi Deus o tempo todo” tudo o que passei e todas as mudanças diárias me tornou a policial de hoje e assim vão ser todos os dias, sinto aquele frio na barriga, mas sei que é ótima essa sensação, é uma conquista e a minha reação agora é passar novamente por uma nova escola só que na rua, trabalhando e atuando a minha profissão!” (Soldado Mangerona, 36º BPM/I)

 

“Meus sentimentos neste momento é de realização pessoal, satisfação e muito orgulho, sei que tenho muito caminho a percorrer e fazer diversas descobertas, mas sinto-me imensamente feliz por fazer parte da família Polícia Militar do Estado de São Paulo.” (Soldado Juliana, CPI-3)

 

“Pra mim, ser um Policial Militar É mais que um sonho, é vibração, é raça, é determinação, é coragem. Ser “mike” é servir ao próximo sem nem conhecê-lo, sem esperar recompensa, sem visar segundas intenções. Sei que minha família, mãe, irmãos, Minha mulher, meu filho que ainda vai nascer em setembro. Sentem orgulho desde o dia em q me inscrevi no concurso. E passei já na primeira tentativa. E sei que valeu a pena cada noite sem dormir pra estudar, cada vez que eu deixei de gastar dinheiro com alguma outra coisa que precisava muito só para ir para SP nas etapas do concurso. As dores, o sono, o frio e até a fome que sentia durante essas etapas e durante o começo do curso, a preocupação de não saber como seria o amanhã. Resumindo em poucas palavras para não me alongar muito, para que o senhor, Coronel tenha noção do que eu sinto, se cortarem me braço tenho certeza de uma coisa, o que sairá não será sangue, mas sim vários e pequenos soldados marchando.” (Soldado Horvath, CPI-7)

 

“No momento me sinto muito realizado por ter me formado e estou muito ansioso para me apresentar na minha unidade nova e conhecer realmente a vida de ser um policial militar a serviço da sociedade, de poder ajudar e salvar pessoas.” (Soldado Gonçalves, CPI-8)

 

“Emoção a flor da pele. Milhões de imagens me passam pela cabeça agora aqui no Anhembi. As pernas doem o sol escaldante, muito frio pela manhã. Mas tudo isso é muito pouco diante do que representa esse momento e estamos apenas no ensaio. tudo valeu pena. Amanhã será dia de lágrimas, claro que de felicidade. E se me perguntarem se foi difícil, faria tudo de novo mil vezes. Obrigado Comandante. O senhor é O exemplo a ser seguido. Meus sinceros agradecimentos a todos da ESSd e do CPI7. Casas onde aprendi o valor da farda cinza bandeirante que juro honrar.” (Soldado Eliezer, ESSd)

 

“É uma sensação de objetivo alcançado graças a Deus fazer parte da gloriosa PMESP. Vai ser uma satisfação enorme atender a todos cidadãos.” (Soldado Magno Pereira,  CPI-7)

 

“Comandante, é com muita alegria, honra e orgulho concluir a formação de soldados!                      Quero ser motivo de honra, alegria e inspiração aos meus familiares É quero crescer pessoalmente e profissionalmente cada vez mais Sob a proteção de Deus” (Soldado Hilário, CPA/M-1)

 

“Sinto orgulho de estar capacitado para ajudar e salvar a população como policial militar” (Soldado Elvis, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Queria deixar meus agradecimentos pelas belas palavras dita pelo senhor que nosso Deus venha lhe guarda e proteger por onde estiverem. Primeiramente agradecer a Deus a minha família e amigos que viram o quanto lutei busquei para que esse dia se realize, sensação é de agradecimento realização pessoal de um objetivo que tanto buscava e sonhava ser realizado, agradecido pelo aprendizado pelos amigos feitos pelos momentos que serão guardados e lembrados por toda vida obrigado Policia Militar por me proporcionar esse momento.” (Soldado Franco, CPI-10)

 

“Nesta data me sinto muito honrado e privilegiado, pois não foi a primeira vez em que prestei o concurso, em outras oportunidades infelizmente fui reprovado, mas como persistência e fé, hoje posso dizer, eu consegui. Espero poder retribuir com a polícia da mesma forma que a polícia retribui comigo. Darei o meu melhor, honrarei meu compromisso é meus familiares. Agradeço infinitamente a todos um forte abraço e que Deus nos proteja e nos abençoe!!!” (Soldado Nunes, GT/CPRv)

 

“Não foi fácil chegar até aqui, essa é minha terceira tentativa de entrar na gloriosa PMESP. Amanhã 25/05/2017 será o dia em que passará um Feedback de tudo o que já ocorreu nessa trajetória, em minha cabeça. Será um dia de realização pessoal e profissional. Porém, como nem tudo é perfeito, faltou eu conseguir ir para o CPI3-Ribeirão Preto, para conseguir organizar a vida e construir minha família. Pois até mesmo como está descrito em lei: “Art. 226 CF. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.” Mas tudo tem o tempo certo para cada coisa, nem uma folha cai de uma árvore sem a permissão de Deus.” (Soldado Kroline, CPA/M-5)

 

“Tive oportunidade de aprender muito e ter a certeza de que estou preparado para o serviço operacional”. Sinto-me realizado profissionalmente neste momento, e extremamente feliz por conseguir realizar o curso e terminá-lo dignamente. Estou ansioso para poder desempenhar minha função no Batalhão que escolhi! Obrigado pelo empenho de todos durante o curso de formação! Irei honrar e dignificar esta farda, esta instituição Policia Militar e meus familiares! (Soldado Átila, CPA/M-4)

 

“Primeiramente venho agradecer a Deus e a todos que me ajudaram desde o início desta caminhada, que é apenas o início da jornada na PMESP. Após este um ano de curso tive a certeza de que estou na melhor instituição. É uma sensação muito boa que estou sentindo de realização, agora é aplicar o conhecimento que foi recebido e dar o meu melhor para a população de bem” (Soldado Tiago, CPA/M-1)

 

“Satisfação imensa em iniciar minha carreira nessa família chamada polícia militar do estado de São Paulo! “Inicio meus primeiros passos nessa grande milícia” saudosa de um passado recente, mas pronta. Com a humildade de aprender sempre é alcançar novos rumos!” (Soldado Andressa, CPI-5)

 

“Muitos foram os desafios para este dia tão esperado, a formatura para mim é um sonho que se realiza e tenho certeza que todos os instrutores que colaboram pra isso formaram um ótimo policial que defenderá com a própria vida a sociedade que tanto precisa.” (Soldado Diogo Lopes, CPA/M-4)

 

“Queria deixar minha resposta sobre o que estou sentindo ao me formar na polícia militar, vou tentar ser breve porque palavras não faltam. Primeiramente uma realização de um sonho em pertencer a polícia militar, um orgulho de saber que sou policial militar que com isso vou conseguir ajudar muitas pessoas, contribuir para que possamos ter uma comunidade melhor, e com certeza me tornar cada vez melhor profissionalmente e pessoalmente” (Soldado Seabra, CPI-4)

 

“Estou muito feliz com a minha formatura, não vejo a hora de continuar estudando e prestar o CFO” (Soldado Campanari, CPAM-1)

 

“É uma satisfação enorme estar se formando policial militar é ter feito o curso inteiro na ESSd! O sentimento é de sonho realizado, não tenho nem palavras pra descrever o tamanho da minha satisfação!” (Soldado Lehmann, ESSd)

 

“Gostaria de expressar minha gratidão por estar passando por esse momento de início de carreira, a um grande sentimento de nostalgia envolvendo nós formandos da Polícia Militar, é uma honra ingressar nesta instituição.” (Soldado Pontes, CPI-8)

 

“O sentimento e a emoção de me tornar policial militar finalmente chegou, depois de um ano estudando a aprendendo sobre a profissão, depois de tantas flexões e corridas depois de tantos esforços e provas exigindo o máximo de todos. Finalmente chegou o dia de me tornar o policial que fui forjado durante este ano estou muito feliz e emocionado e com certeza amanhã no fora de forma ao olhar para minha família com os olhos em lagrimas terei um sentimento de dever cumprido, pois me dediquei ao máximo e continuarei me dedicando nesta nova etapa que está apenas começando.” (Soldado Bilac, ESSd)

 

“É um prazer realizar o sonho de ser um militar, fico extremamente feliz em ver que hoje sou eu que estou desfilando no Anhembi, pois sempre via vídeos de formaturas passadas no YouTube e imaginava quando seria meu dia. Foram várias vezes tentando desde 2009 em 2015 realizei o sonho de passar e estar nesta casa maravilhosa e família Polícia Militar !!!”(Soldado Grisolini, CPA/M-6)

 

“A emoção de me tornar um Policial Militar do estado de São Paulo, é simplesmente inexplicável. Dez anos atrás quando prestei o concurso pela primeira vez e infelizmente não logrei êxito, era inimaginável, embora fosse meu sonho, que seria tão emocionante exercer está profissão tão cobiçada. Hoje, a cada canção cantada, cada desfile, em cada solenidade que participo a emoção é sempre a mesma. E na formatura a sensação é de missão cumprida e de uma nova jornada que se inicia. Uma jornada em defesa da paz e da ordem pública, em prol da sociedade a qual me proponho a defender com empenho e honra. Em resumo o sentimento de estar formado não cabe em mim, e os dias que vivi no curso superior de formação de soldados eu jamais ousarei esquecer.” (Soldado Porto, CPA/M-4)

 

“Esse momento que estou vivendo aqui e único. Pois essa formatura me mostrou que eu sou capaz de alcançar meus sonhos e objetivos e que isso só depende de mim!!! Não foi fácil, pois sou de BH, onde deixei meus pais e minha esposa, vim sem um centavo no bolso, fiquei três meses sem ir para minha casa, interno no quartel, vim para um lugar onde tudo era novo, via que estava sendo moldado dia após dia!!! Aprendi coisas que jamais ousarei esquecer, nunca tinha ido na praia, fui pela companhia e achei o máximo.  Hoje vejo que todos têm orgulho de mim, meus pais, minha esposa e meus amigos. Graças a Deus minha esposa está grávida e vejo que estudando e me dedicando a PMESP da oportunidade de crescimento, assim darei um futuro melhor para meu filho e família!!! Estou me realizando cada dia mais nessa manto sagrado.  Obrigado por me dar a oportunidade de conhecer um ser humano como o senhor, que me mostra com as atitudes, que indiferente do posto e graduação, somos uma família.  Família Polícia Militar do Estado de São Paulo.” (Soldado Viana, ESSd)

 

“É uma imensa alegria somar com esses bravos guerreiros que defendem nosso estado! Espero fazer muito por São Paulo e acredito que todos aqui presentes almejam o mesmo. Nesse período de curso Vivi dias felizes e dias tristes. Dias difíceis e outros dias não tão difíceis assim. Mas todos os dias foram consagrados e jamais ousarei esquecer!” (Soldado Puiatti, CPA/M-6)

 

“A sensação de estar formando é sensacional, é o que sempre sonhei hoje me sinto realizado pessoalmente e profissionalmente, fui à busca do meu sonho e alcancei-o! Muito obrigado ao senhor e a todos que trabalham com a missão de formar policiais!” (Soldado Setúbal, CPI-5)

 

“Nesta data especial, conto com a fé que tenho no Criador, fé esta que me faz acreditar que de algum lugar superior minha mãe e meu pai estão orgulhosos de mim, pois mesmo sem a presença deles escolhi um caminho honrado para percorrer. Uma luta árdua luta esta que me tornou mais forte e melhor preparada para fazer aquilo que meu âmago me diz ser que é minha missão: trazer a justiça aos injustiçados e a paz social. Orgulho-me em fazer parte duma história tão valorosa e honrada, a história da grandiosa Polícia Militar do Estado de SP.” (Soldado L. Gonçalves, CPA/M-5)

 

“Sinto-me lisonjeado por pertencer a está nova família que me acolheu e me ensinou muitas coisas, a qual me fez amadurecer muito. Meu coração se enche de prazer ao ouvir o grito de nossa tropa ecoando pelo ar e o chão tremendo com o bater de nossa marcha. Palavras de sentimentos são pouco para descrever o que sinto me formando como Soldado hoje e que venha muito mais nessa nova jornada.” (Soldado Queiróz, ESSd)

 

“Eu não tenho palavras para descrever a minha felicidade, quando olho para trás e vejo tudo que passei até chegar a este grande momento, agradeço muito a Deus, pois sem ele nada disso teria acontecido.” (Soldado Éder, CPA/M-1)

 

“Quero lhe informar que o sentimento de poder concluir curso de formação de soldados é o melhor, como todas as conquistas o sentimento de gratidão por todos aquelas pessoas que se empenharam para que tudo isso fosse possível! Mesmo possuindo outra formação e ter deixado tudo para trás sem nenhuma certeza de como seria aqui na PMESP, hoje posso lhe dizer que valeu a pena e estou no caminho correto! Recentemente me deparei com uma frase de Mark Twain que resume meu sentimento: Os dois dias mais importantes da sua vida são: o dia em que você nasceu, e o dia em que você descobre o porquê. Só tenho a agradecer à PMESP e aos meus instrutores.” (Soldado Cesar, CPA/M-1)

 

“É com muita honra que venho transmitir ao Senhor a emoção de estar me formando Soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Com a graça de Deus estou realizando um sonho pessoal e de alguns familiares e isso é só o primeiro passo, o próximo é a busca pelo oficialato. Não tenho nem palavras para expressar tamanha realização pessoal e profissional, foram 12 meses de luta e perseverança e que valeu a pena cada segundo. Tive o prazer de passar no concurso logo na primeira vez em que o prestei e concorri com quase 60 mil candidatos e conquistei a minha vaga. Sou eternamente grato a Deus pela oportunidade e pelas unidades formadoras por nos ter preparado da melhor forma possível para sermos os melhores soldados da nossa gloriosa. Muito obrigado ao Senhor e ao Major Edson por sempre trabalharem em prol de nossa formação!” (Soldado Simões, CPI-8)

 

“Sempre tive como objetivo de vida e carreira o oficialato, ingressar direto na Academia do Barro Branco para um dia integrar as fileiras do 1º BPChq. Já tentei algumas vezes e passei, mas acabei deixando a desejar nas fases posteriores por falta do empenho realmente necessário. Acabei por prestar para Soldado porém continuo correndo atrás do meus objetivos e jamais me arrependerei disso. As experiências pelas quais passei durante esse um ano de curso são de imensurável importância! Amizades, amadurecimento, nova ótica sobre muitos assuntos. Sentir um pouquinho o gosto do que realmente é ser policial militar, sentir o gosto de ajudar as pessoas e principalmente o gosto de ir para rua trabalhar. Nessa data que marca o fechamento desse ciclo tenho o sentimento de dever cumprido, e que foi apenas um passo. Vejo pontos a melhorar e estou em busca disso.” (Soldado De Paula, CPA/M-1)

 

“Sonho com um longo caminho de sucesso dentro da gloriosa, seguindo com base nos valores e deveres da Instituição.” (Soldado Fernandes, CPI-3)

 

“Hoje recebi uma missão interessante, não sei se nos meus próximos 29 anos de serviço receberei igual. Relatar qual a emoção e o sentimento que tenho ao me formar. Não dá pra começar sem dizer que tenho um. Orgulho ainda maior por pertencer a uma Instituição com mais de 185 anos, cujo meu comandante se interessa em saber como me sinto. Eu sinto meu coração transbordar de felicidade, pois realizo hoje 50% de um grande sonho, pois os outros 50% será realizado nos meus próximos 29 anos de serviço. Sinto uma deliciosa responsabilidade de saber que serei uma referência, e isso me ajuda a ser uma pessoa melhor. Sinto uma emoção doce ao ver o brilho no olhar da minha mãe, que teve a responsabilidade de me educar sozinha, pois aos oito anos perdi meu pai, ver no olhar dela o orgulho por criar uma filha que sonha em defender uma sociedade. O sentimento é de determinação em fazer cumprir a lei, defender e ajudar. Parabéns Coronel pela atitude, desde o dia que o Sr. foi ao 5º BPM/M participar da revista semanal e ministrar uma palestra, o Sr. deixou uma marca positiva, de confiança em nós, e nesse momento, é o que nos impulsionará para realizar nossa missão de maneira formidável. Pois sabemos que temos quem acredita de fato em nós e no trabalho que realizou.” (Soldado Mariane, 5º BPM/M)

 

“Estou mandando essa mensagem para dizer o quanto sou grato por servir essa corporação. Posso garantir ao senhor que durante esse um ano de curso amadureci muito minha forma de pensar e observar o que acontece ao nosso redor tive excelentes instrutores nas duas OPM. Só tenho a agradecer a Polícia Militar e a todos que com muita destreza preparou cada um de nós, para que com muita sabedoria, respeito, humanização, possamos servir da melhor forma a população paulista. Estamos ansiosos e prontos para que com o sacrifício de nossa própria vida se for preciso defender qualquer um que seja. Meu muito obrigado, é parabéns pela atitude de expor o contato pessoal do senhor e ouvir o que sentimos nesse momento. Que venha a formatura.” (Soldado Jungers, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Sinto várias emoções com essa formatura, mas em primeiro lugar, o sentimento de gratidão. É, isso mesmo! Gratidão! Gratidão a Policia Militar por proporcionar em tempos tão difíceis, violentos e com tanta indiferença entre as pessoas, a chance de eu poder mudar, ajudar e proteger a vida de alguém todos os dias. Talvez uma andorinha só não faça verão, mas juntos somos tomos mais fortes!” (Soldado Freitas, CPA/M-4)

 

“É com grande satisfação que finalizo esta etapa, um sentimento de grande emoção me invade, sentimento este misturado com tristeza de deixar meu bebê e esposo para enfrentar a capital, mas com ajuda de Deus será somente mais uma fase a ser superada. Muito obrigado por esta iniciativa de ter este contato conosco!” (Soldado Quichabeira, CPI-8)

 

“O sentimento que sinto é de dever cumprido, bastante luta e glórias, e que o suor que cai vale muito pra me e minha família.” (Soldado Jorge, ESSd)

 

“Tenho orgulho de dizer que estudei nesta Instituição e pude aí começar escrever minha história na Polícia Militar”. Quero levar comigo não só os ensinamentos e as instruções que recebi ao longo desse ano, mas também o carinho e admiração por todos os profissionais que ali tive o prazer de conhecer. Em especial o senhor Coronel que mesmo ao fim do curso, deixou palavras e marcas que vou levar para a vida.

Sinto-me honrado por hoje fazer parte da melhor polícia do Brasil. Obrigado por tudo.” (Soldado Alan, ESSd)

 

 

“Gostaria de transmitir em poucas palavras o que aprendi durante esses 12 meses que tive a honra de compor o quadro de alunos da ESSD. Primeiramente fiquei um pouco surpreso e assustado com o militarismo, mesmo porque não tinha nenhum parente militar e, portanto tudo pra mim era um novidade. Mais com o passar do tempo fui absorvendo e vendo o quanto era importante, duas palavras que são os pilares e que mantém está instituição grandiosa de pé até hoje que é a HIERARQUIA E DISCIPLINA. Sem dúvida hoje saí da ESSD uma pessoa mais forte e apaixonado por essa profissão e esta missão de servi e proteger o cidadão paulista.”

(Soldado Rocha, ESSd)

“Hoje, após um ano de muito aprendizado, me sinto muito honrado e orgulhoso de pertencer a melhor Policia Militar do país; estou muito feliz!” (Soldado Edson, GT/CPRv)

 

 

“Posso dizer a Vossa Senhoria que me sinto honrada e orgulhosa com a profissão que escolhi, a sensação de ter me formado na Instituição Policia Militar é algo gratificante, que dentro de mim já não cabe mais, hoje essa sensação toda escapou pelos meus olhos e não consegui conter as lágrimas. Acredito que Deus me reservou o melhor dentro da família policial militar e agradeço todos os dias por Ele ter me guiado até aqui…

Obrigada pelo Comandante que o Senhor foi, com certeza levarei ensinamentos vindos de Vossa Senhoria por toda minha carreira…” (Soldado Letícia, ESSd)

 

 

“Através dessa mensagem quero dizer o quanto feliz me faz ser um Policial Militar! Durante um árduo ano que se passou de muito sacrifício e dedicação, hoje pude contemplar a vitória tão esperada por todos nós, Deus nos guardou e nos abençoe para que chegássemos até aqui. Sem dúvidas que a Polícia Militar do Estado de São Paulo é uma família mais do que linda e unida, nessa jornada pude acrescentar em minha vida muitos amigos e irmãos que jamais esperei ter e que continuaremos lutando um pelo outro. Termino meu curso muito feliz por tudo e quero agradecer pelo empenho de vossa excelência e dedicação por nos dar o melhor! Tive o prazer de conhecê-lo em Franca, no meu módulo básico. Peço a Deus que nos guarde e nos abençoe sempre. E nas imagens é a vibração e minha felicidade por fazer parte desta Gloriosa PM! Obrigado” (Soldado Botura, GT/CPRv)

 

 

“Hoje, nós policiais militares, iniciamos uma nova fase em nossas vidas, iremos prestar servidos à sociedade paulista na atividade operacional fim, onde será empregado na prática o que aprendemos nos bancos acadêmicos da gloriosa ESSd. Sonho realizado, que só iremos acordar daqui 29 anos, passará rápido, mas com muito louvor. Polícia Militar, você pode confiar.” (Soldado Molina, CPA/M-9)

 

 

“Sinto me honrada em ser uma policial militar a partir de hoje. É uma profissão digna e muito bonita, pois conserva valores que a sociedade já não leva mais em consideração.

Ao mesmo tempo sinto-me triste por ficar a 700 km do lugar é das pessoas que eu mais amo. Mas quando entrei aqui já sabia que provavelmente teria que enfrentar isso.” (Soldado Pompéia, CPI-8)

 

 

“Melhor sentimento do mundo! Sonho realizado! E que sejam 30 anos gloriosos na PMESP!!! Servindo e protegendo! E jamais desonrar minha família!” (Soldado Támara, GT/CPRv)

 

 

“Creio que existem momentos bons e maus nas nossas vidas. Mas em tudo Deus está conosco,  chegar até aqui foi um sonho que se tornou realidade, um dia antes de eu ser apto sonhei que vestia a farda a cinza bandeirante, e esse sonho se realizou e hoje foi o êxtase dele,  estar formado, vivi nesse tempo de ESSd dias consagrados que jamais ousarei esquecer!!! Sou grato a Deus e ao senhor e a todos da ESSd, por proporcionarem a conclusão deste sonho. Que Deus abençoe a todos.” (Soldado Fontineli, ESSd)

 

 

“Esse dia é muito especial realização de um sonho.

Passando por dias difíceis longe da família mais a recompensa chegou.

Espero que com os conhecimentos adquirido possa ajudar a proteger a população. Meu sincero agradecimento.” (Soldado Lima, CPI-8)

 

 

“Sinto-me honrado e privilegiado por fazer parte da maior e melhor polícia do Brasil, que é a Polícia Militar do Estado de São Paulo. Instituição esta que vou honrar e agradecer a Deus a cada dia por esta conquista.” (Soldado Edvan, 5º BPM/I)

 

 

“Para mim é uma emoção muito grande participar desse evento grandioso e tão esperado. Durante esses dias de ensaio que antecederam a formatura por várias vezes me peguei recordando quando eu cheguei aqui, porque era minha primeira e última chance de entrar por causa da idade e passei de primeira. Fiz amigos que vou levar pra vida. Aprendi a amar esse cinza bandeirante, hoje tenho certeza que eu estou onde deveria estar, que eu nasci pra fazer o que muitos temem, meu coração transborda felicidade em saber q eu faço parte dessa legião de idealista!!” (Soldado Aureliana, CPI-6)

 

 

“Sobre a data de hoje informo ao senhor que meu sentimento foi o de vitória por ter conquistado o ingresso na polícia militar, onde sempre foi um sonho meu ser Policial, quero expressar minha felicidade por ter concluído o curso de formação e dizer que a instituição é um exemplo a ser seguido e estou muito honrado em fazer parte da polícia militar do estado de São Paulo!” (Soldado João Paulo, CPA/M-1)

 

 

“Em fim em meu lar, ainda estou tentando entender a emoção que passei hoje, não tem nada mais gratificante que realizar um sonho tão sonhado! Durante esses dois anos desde a primeira prova do concurso, a PMESP me ajudou a ser uma pessoa muito melhor, me fez acreditar que nada é impossível! Fiz muitos amigos que levarei por toda minha vida, Jamais esquecerei dos momentos que passe durante esse período. Agradeço a todos que fizeram parte direita ou indiretamente da minha formação. Agora continuarei minha jornada, honrando a farda cinza bandeirante, sendo um excelente profissional e fazendo o que sempre almejei, ajudar aqueles que em mim confiarão!” (Soldado Erick Santos, ESSd)

 

 

“A formatura foi uma realização dos planos de Deus, sob minha vida.” (Soldado Lyncoln, CPI-7)

 

 

“Vim para compartilhar com o Senhor qual é a emoção de estar me formando agora, e pra falar a verdade, é um pouco difícil de descrever.

Eu, diferente de muitos, não estou aqui por um sonho de infância. Mas depois de experimentar, posso afirmar com certeza que agora é o sonho da minha vida. Não me vejo sendo feliz em outro lugar, senão dentro da nossa gloriosa família. Depois dela, tracei novos objetivos, todas envolvendo toda essa instituição.

Hoje comecei a me emocionar em meio ao hino nacional. Parecia surreal que eu estava prestes a me formar. Prestes a ser inserida em uma OPM para proteger a nossa sociedade. Mas estou aqui, formada, com o coração satisfeito e cheia de vontade de defender esse povo paulista.

Espero ser muito feliz no 4°BPM/M que foi onde escolhi trabalhar. E espero voltar a escola, para visitar e rever o senhor.” (Soldado Yasmin, ESSd)

 

 

“Meu sentimento é o de realização. Galguei ser policial por duas vezes. Na primeira fui reprovado no exame psicológico na segunda obtive êxito e cá estou. Sou remanescente

Fiz o módulo básico no 9/I – Marília e específico no CPI-8 – Presidente Prudente. Deus quis que no último mês do curso específico eu rompesse o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Mas Deus sabe o que faz, sabendo que sempre almejei o policiamento rodoviário, como remanescente, me deu a oportunidade de escolher primeiro, e assim escolhi a tão sonhada vaga no GT-CPRv, mas antes de chegar a ser imortal no policiamento rodoviário, fiquei 6 meses trabalhando no GT do CPI-8, local onde aprendi muito, me deu amigos e me ajudou a conhecer mais a PM, pois ali entendi os dois lados, o lado do aluno que eu já via, e o lado da administração, que não mede esforços para auxiliar os alunos. No CPRv aprendi muito, mas foi nas aulas práticas que realmente senti na pele o que é ser policial, muitas vezes ficar sem refeição, chegar tarde, mas sempre com o sentimento de dever cumprido. Sinceramente, não sei o que seria se não fosse policial militar, porque vivo muito essa Instituição. Meus pais me apoiam, e me dão suporte para subir na carreira, ser cabo, sargento, e logico que um dia serei oficial. Espanto-me e ao mesmo admiro, a atitude do senhor, em dois anos de PM que completo amanhã, nunca vi tanto cuidado e interesse para com os alunos como o senhor está fazendo. Deus lhe abençoe e o guarde. Esse é o meu sentimento.” (Soldado Barone, GT/CPRv)

 

 

“É uma sensação maravilhosa que estou sentindo ter concluído um dos meus maiores objetivo da minha vida. Reconheço que tive os melhores instrutores durante o curso e me sinto mais do que preparado para servir e proteger o cidadão.” (Soldado Jacob, ESSd)

 

 

“A emoção é de alegria, felicidade sem fim! Melhor sentimento que um policial tem, depois de um ano intenso, é “marche, marche”, faça frio ou faça sol, é ralo, adaptação, acorda cedo, fica até tarde em forma, patrulha, aluno de dia, Copom, estudar para prova, superar limites físicos e psicológicos todos os dias. É ficar sem ver a família, abrir mão de amigos, festas, alguns lazeres para estar fazendo aquilo que você gosta. Estou muito satisfeita, apesar de alguns fatos que por vezes nos fazem querer desistir, mas tem algo muito maior dentro do peito que faz eu ficar e querer cada dia mais! Sentimento de dever cumprido. Uma etapa foi vencida, que venham as outras conquistas na Gloriosa!” (Soldado Yasmin Gomes, CPI-4)

 

 

“Gostaria de mencionar que hoje foi um dia marcante na vida de nós formandos 2017, primeiramente gostaria de agradecer a Deus por ter nos dado essa oportunidade de se tornar um policial militar uma profissão honrosa, que trabalha ajudando o próximo! Segundo gostaria de agradecer ao senhor e toda a equipe de instrutores que nos formaram e nos deram um norte a seguir! E nos instruíram como ser um policial militar, terceiro a sensação de se tornar um policial militar é indescritível, é um emprego, ou melhor, dizendo um “estilo de vida” realmente único, pois trabalho ajudando as pessoas e não há nada mais gratificante e recompensador do que ajudar alguém! Estou realizando um sonho de criança de poder ser reconhecido como um herói (só não tenho superpoderes HAHAHAH) queria dizer ao senhor que darei o meu máximo pela nossa instituição sagrada e honrosa! E buscarei sempre aperfeiçoar e estudar para crescer dentro da instituição e se Deus permitir um dia serei um comandante como o senhor! novamente muito obrigado por nos ajudar a   formar como soldado, estou muito grato por essa oportunidade de seguir a carreira Policial Militar! “(Soldado Fantusi,    CPA/M-1)

 

 

“Hoje me formei Soldado da Polícia Militar, e a sensação que tive foi como se estivesse nascendo novamente, ao entoar a canção da PM não consegui conter as lágrimas, pois pude sentir toda a história da nossa corporação e tudo que se passou para chegar até aqui, sou a terceira geração de policiais militares em minha família. Ser Soldado de polícia significa honra, dignidade e esperança aos desesperados. Sou muito honrado e orgulhoso por hoje ter me formado policial militar, e se preciso for honrarei o compromisso feito hoje. Não existe nada neste mundo que me faz tão feliz quanto vestir a farda cinza bandeirante. Obrigado comandante prometo como seu subordinado honrar nossa instituição.” (Soldado Marcondes, CPI-6)

 

 

“Me formar hoje foi uma emoção fora comum, emoção tremenda imensurável, Chorei do começo ao fim da formatura.” (Soldado Leal, GT/CPRv)

 

 

“O sentimento de ter me formado policial militar do estado de São Paulo é inexplicável só posso dizer que estou orgulhoso de minha família por ter me apoiado nessa carreira e nos momentos difíceis em quanto realizava o curso e que hoje me sinto muito feliz por envergar essa farda e fazer parte dessa história e que nunca me esquecerei de que vivi dias consagrados que já mais ousarei em esquecer.” (Soldado Saraiva, 5º BPM/I)

 

 

“Um ano se passou em busca de um sonho que me dediquei ao máximo para poder exercer uma brilhante e honrosa carreira. Hoje me sinto junto aos meus familiares uma pessoa totalmente realizada, meu pai Militar da reserva da aeronáutica não pode estar comigo hoje neste dia tão importante da minha vida pessoalmente, mas tenho certeza que ele estava ao meu lado o tempo todo se sentindo orgulhoso de poder ver seu filho seguir a carreira Militar que desde pequeno me ensinou os princípios morais para ser uma excelente pessoa. Que Deus nos abençoe nesta caminhada. Muito obrigado por fazer parte da nossa história.” (Soldado Cantelli, GT/CPRv)

 

 

“Sinto muito feliz, muitas dificuldade, porém vencidas com apoio da família, fazendo parte de uma instituição maravilhosa interagindo com a comunicação me sinto cada vez mais feliz.” (Soldado Moises, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

 

“Eu senti uma coisa que jamais tinha sentido, sou pai e já tinha sentido uma alegria sem tamanho com o nascimento do meu filho, só que essa alegria essa sensação que senti ao realizar aquela última solenidade como aluno, não tem forma, nem descrição, saber que eu venci, eu realmente teria realizado meu sonho, depois de tantas tentativas, tantas pessoas falando que eu não conseguiria, que não era pra mim, mais eu acreditei, eu tive apoio familiar, e hoje sou policial militar, na hora que foi dado toque de corneta do desfile de encerramento eu não aguentei, minha lágrima caiu, e meu maior orgulho e felicidade foi no meia volta para o fora de forma e olhando pra minha família e pra todas aquelas outras acompanhado seus entes queridos, enfim  cada vez que me lembro me emociono, me arrepio e sinto toda aquela energia e intensidade ! TKS pela oportunidade” (Soldado Nunes, ESSd)

 

 

“É uma satisfação e uma honra enorme ter feito o curso e ser um novo integrante nessa família gloriosa que é a polícia militar, e estar realizando um sonho, o básico fiz na ESSd e o específico no CPI-8 e todo esforço toda dedicação foi válida com toda certeza, novos ensinamentos e a preparação para exercer o serviço corretamente, só tenho a agradecer ao esforço de todos para nossa formação que continue sempre nesses trilhos para formação das próximas turmas.” (Soldado Leal, CPI-8)

 

 

“Passa-me um sentimento indescritível, algo como realização e orgulho próprio, realização de um sonho, orgulho de ter vencido ter chegado ao fim, dentro desse um ano vive coisas impensáveis, superei dificuldades, alcancei metas, conheci uma polícia humana, protetora e pessoas excelentes. Agradeço por todo ensinamento que me coloca hoje capaz de defender minha família e tudo cidadão Paulista.” (Soldado Pelares, CPI-4)

 

 

“Gostaria de relatar que esta formatura foi uma conquista pra mim, uma emoção muito grande em fazer parte desta família que é a PM, fiquei muito emocionada com esta etapa concluída e com certeza não poderia ter escolhido lugar melhor para ajudar na minha formação que foi no CPA/M-4.” (Soldado Fernanda, CPA/M-4)

 

 

“Após formada como Soldado PM, me sinto realizada e pronta para servir a sociedade paulista. É um orgulho poder realizar meu sonho e ao mesmo tempo pode ajudar as pessoas.” (Helen, CPA/M-5)

 

 

“Comandante, me faltam palavras neste momento tão feliz da minha vida, passam pela minha mente vários flashes desde o início do concurso até a data em que me formei policial militar, a jornada não foi fácil, menino que veio do nordeste e graças a Deus fui consagrado com a melhor profissão do planeta!!A palavra para este momento é GRATIDÃO, Aos meus pais, amigos, instrutores e a todos que de alguma forma ajudaram para que esse sonho fosse concretizado.” (Soldado Marinho, CPI-5)

 

“A sensação de se formar é maravilhosa, sensação de dever cumprido, de honra por pertencer a uma instituição como a polícia militar, ainda mais sendo filho de policial, a caminhada está apenas começando, mais a alegria que sinto agora não quero que morra em momento algum durante todo tempo de serviço” (Soldado Luan, 5º BPM/I)

 

“Venho por meio deste expressar meus sentimentos ao ingressar, viver e agora me formar na Polícia de São Paulo. Foram dois anos de luta, sacrifícios, resistência física e psicológica, choro, sorrisos, saudade e amizades. Cada etapa do concurso era uma vitória! A ansiedade de aguardar o resultado, a emoção de ser aprovada. E então a posse! O primeiro dia na gloriosa ESSd, 3cia, onde conheci excelentes profissionais, hierarquia, disciplina, os valores da instituição, pessoas (irmãos de farda) que juntas conseguimos vencer o frio, a saudade de casa, a chuva, o sol. Ao envergar pela primeira vez o cinza bandeirante, naquela noite, onde o céu estava limpo e as estrelas marchando, EU CHOREI. Amei escolher o CPA/M4 no específico, conheci novas pessoas, passei novas adaptações, adquiri muito conhecimento, ganhei uma nova família. E o grande dia chegou!!! 25MAI17 onde 2.476 outras almas estavam com a mesma vibração, com um turbilhão de emoções e o mesmo pensamento “Eu consegui, Eu venci!” Agora é o começo e não o fim. Desculpe se prolonguei minha mensagem, não é fácil expressa a gratidão que tenho de estar vivendo o que tanto sonhei.” (Soldado Mariana, CPA/M-4)

 

“A sensação tenho vivido ao longe deste doze meses, são as melhores que posso ter vívido durante meus 29 anos de vida, desde a convocação para o TAF até o fora de forma no dia 25.” (Soldado Willian Roberto, CPA/M-9)

 

“Venho de uma família nordestina e humilde onde sou o primeiro. Fazer parte hoje da GLORIOSA PMESP é algo indescritível, pois realizei o meu sonho é de todos da minha família, não tenho palavras para expressar sentimento de felicidade e realização pessoal. E tão pouco irei esquecer DOS DIAS CONSAGRADOS QUE VIVI EM FORMAÇÃO!  (Soldado Renan, CPA/M-6)

 

“Foram doze meses de muita luta, mas tenho ciência de que agora é que vai começar de verdade. Independentemente de onde for trabalhar sempre farei o meu melhor. Estou muito honrado de fazer parte dessa maravilhosa corporação. (Soldado Rodrigues,     CPI-5)

 

“A sensação de formado e muito gratificante, ter passado por tudo que passamos durante curso, resiliência, camaradagem, distância da família, ter superado tudo isso e superar muito mais coisas que vem pela frente, porém só no decorrer do dia a dia que poderei dizer ao senhor como é ser um policial militar, mas de antemão agradeço a vossa senhoria e a todos que contribuíram na minha formação” (Soldado Madalhano, CPI-10)

 

“Depois de realizar o maior sonho de minha Vida tive uma foto publicada pela empresa e todos cumprimentaram por ter mostrado a face feminina e humana da Polícia. Meu sentimento depois de oito tentativas e ser a primeira da minha família a me torna policial é de extrema gratidão a Deus e a minha família meu alicerce. Obrigada pela oportunidade.” (Soldado Melissa, ESSd)

 

“Sensação única a qual vou guardar por toda minha vida! Rever meus amigos do módulo básico CPI-7 todos encaminhados e felizes nas unidades que escolheram servir e ver minha família unida prestigiar minha sobrinha que na formatura do básico ainda estava no ventre da mãezinha dela hoje estar no meu braço no melhor dia da vida não tem preço nem dinheiro no mundo que pague. Queria agradecer muito ao senhor e a todos os que estão ao lado do senhor nos orientando e apoiando em especial a 2ª Cia e seus representantes foi um orgulho fazer parte dessa família e servir na maior e melhor escola do mundo a ESSD, que Deus possa retribuir em dobro tudo que senhor faz e fez por cada um que passou e teve a honra de servir aí em Pirituba. A Humildade precede a honra e senhor faz jus a frase obrigado comandante. ” (Soldado Proença, ESSd)

 

“Venho por meio desta expressar minha experiência anterior ao dia 25, o grande dia. Eu sentia ansiedade, felicidade e ao mesmo tempo tristeza, pois sabia que no dia seguinte estariam cortadas as relações com toda a segurança que a escola nos dava. Pois estaríamos alçando voo sozinhos, após doze meses que pareciam ter demorado uma eternidade e ao mesmo tempo parecia ter passado na velocidade da luz como os raios de sol que atravessam o amanhecer. Tenho por mim que a experiência foi maravilhosa e essa mescla de sentimentos só intensificou a vontade de estar na rua e fazer com que aqueles que nos ensinaram tenham orgulho e ouçam nosso nome daqui a algum tempo, como os melhores policiais que puderam formar. Pode parecer meio poético a forma que estou descrevendo, mas de coração é essa a transparência que está cravada na alma. Obrigado pela atenção” (Soldado Marques, 36º BPM/I)

 

“Antes de falar da minha emoção, quero fazer um breve resumo da minha vida antes da PM. Tentei quatro vezes a prova sem êxito. Na última chance da idade com trinta anos e com 107 kg, graças a Deus conseguimos. (eu e minha família também). Era caminhoneiro, e me desdobrei para estudar e praticar esportes. Corria e rolava no jiu-jitsu. No exame médico pesei 89. Hoje estou com 91. Minha vida toda fui me espelhando em um amigo Policial Militar, sempre dizia que um dia trabalharia com ele, infelizmente isso não vou conseguir, 93 milhão, foi expulso. O destino nos reserva muitas frustrações,  e essa é uma delas. É uma pena. Mais muito me ensina. No começo queria desistir, uma pelo dinheiro e outra pela doutrina.  Apesar de ter servido o exército em 2005, estava acostumado com a liberdade do caminhão. Era eu o caminhão e o nextel somente. Vamos lá ao foco da mensagem. No começo como disse foi uma etapa difícil, mas sempre orando e pedindo a Deus sabedoria fui vencendo o dia a dia. Hoje sou um homem realizado profissionalmente. Triste mais não abalado, por não conseguir escolher mais perto de casa. Fui escolhido pelo 38º BPM/M em São Mateus. Gostaria de estar no SAT por ter trabalhado no guincho/ reboque ou em Jundiaí, apesar de morar em Pindamonhangaba gosto de Jundiaí. Mais tenho certeza que Deus tem o melhor para minha família. Parabéns pelo posto alcançado, e pela iniciativa dessa mensagem. Deus abençoe cada um dos Senhores da ESSd e das unidades formadoras. Todos os dias me lembro onde estava e onde estou agora. Graças a Deus.” (Soldado Marlon, 5º BPM/I)

 

“O meu sentimento sempre foi muito bom a respeito de ser PM, realizado um sonho de entrar no corpo de Bombeiros e respondendo sempre com as melhores expectativas as missões!” (Soldado Alexsandro, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Satisfação em poder fazer parte da gloriosa e continuar lutando para os próximos objetivos” (Soldado De Jesus, CPI-8).

 

“O sentimento que tive ao me formar um policial militar é de um sonho realizado, pois passei cinco anos no EB e nada foi igual esse um ano na PMESP, só tenho a agradecer a Deus e a todos que ajudaram na minha formação. Estarei aqui sempre em QAP QRV, no aguardo da missão, servindo e protegendo a sociedade paulista. Fé na missão.” (Soldado Rangel, 5º BPM/I).

 

“No dia da formatura passou um filme em minha cabeça me emocionei várias vezes durante a solenidade não conseguir segurar as lágrimas, se não foi o dia mais feliz de minha vida foi um deles, onde tive um sentimento ímpar foram dois anos de muita luta mas Deus nos coroou com a vitória, agradeço primeiramente a Deus, minha família e os profissionais da ESSd pelos ensinamentos e valores a min transmitido nesse período. Posso dizer que vivi dias consagrados que Jamais ousarei esquecer! Tenho interesse de integrar o grupo de pós-Formação, obrigado por tudo comandante que Deus lhe retribua em Dobro” (Soldado Dayson, ESSd)

 

“Venho através desta mensagem, demostrar para o senhor tamanha emoção e sentimento que me toma, ao longo desses doze meses abdiquei de muitas coisas, mais a mais difícil foi ficar longe da família mais graças a Deus sempre tive muito apoio, todos abraçaram a ideia e perceberam que esse é o meu sonho, antes eu tinha um bom emprego e estava concluindo minha faculdade, resolvi larga tudo para entrar na PM e para ser sincero com o senhor a ficha ainda não caiu, ao chegar no fim do curso e perceber que eu consegui e sentir que estou preparado para atender a população de bem se preciso com o sacrifício da própria vida, colocando em prática tudo aquilo que aprendi nos bancos escolares e imaginar  que tudo que eu seria ao me torna um policial militar, e  percebe que é muito mais além isso me enche de emoção, com os olhos cheios de lágrimas agora  eu digo para o senhor que faria tudo de novo quantas vezes fosse preciso, pois se você não construir seu sonho alguém vai contratar você para construir o dele não é verdade,  hoje eu digo que vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer,  agradeço a Deus e a todos os instrutores que me ajudaram transmitindo seus conhecimentos ao longo desses 12 meses, e principalmente minha família que sempre me apoiou,  força, foco e fé sempre abraços!” (Soldado Rafael,       5º BPM/I).

 

“Me sinto gratificado e honrado ao estar fazendo parte da gloriosa PMESP. Foi um objetivo que alcancei, cujo interesse se deu por fato de ser uma instituição digna, honrada e que tenho uma grande admiração e diante disto me sinto com o dever cumprido. Agora é dedicação total em prol da sociedade paulista e diante disto almejar e conquistar o crescimento profissional dentro da gloriosa.” (Soldado Bersi, CPI-8)

 

“Senhor comandante, meu nome é ALESSANDRO DE ALMEIDA ALVES, QRA ALESSANDRO, MORO no estado e Rondônia cidade de ARIQUEMES, sempre foi um sonho ingressar na Polícia Militar do Estado de São Paulo, porém a distância fazia esse sonho se distanciar, contudo não desisti do meu sonho, SER POLICIAL MILITAR DE SÃO PAULO, trabalhava como eletricista e guardei meu salário por muitos meses para poder comprar passagens de avião até São Paulo para fazer as fases do concurso, nunca tinha vindo em uma cidade grande antes, realizei meu sonho, fui aprovado na prova escrita, física, exame médico, toxicológico, psicológico, entrega de documentos, posse, conclusão de curso, e irei trabalhar onde sempre quis ser policial 37º BPM/M. Sinto-me muito honrado por estar na Polícia MILITAR de São Paulo, orgulho de toda minha família, não foi fácil viajar 3 mil km todas as fases, 3 mil km para vir e 3 mil para voltar até minha cidade origem. ESTOU MUITO FELIZ comandante. NÃO EXISTE DIFICULDADES PARA SE CONQUISTAR UM SONHO, BASTA TER CORAGEM DE ENFRENTAR OS OBSTÁCULOS.” (Soldado Alessandro, CPI-7)

 

“Tudo que sacrifiquei para um dia estar aqui, fazendo parte deste fora de forma foi válido e se precisasse faria tudo de novo sem sombras de dúvidas, hoje o sangue ferveu mais do que nunca, marchando com excelência ao lado dos meus irmãos de farda. E esse grito dos nossos familiares e amigos? Meu amigo emoção não cabia em nós, apesar de saber como age a sociedade perante nós, a saudação harmoniosa que tirou do chão o sambódromo, nos deixou mais forte ainda e aonde for, estaremos lá por vocês.” (Soldado Bonifácio, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Agradeço pela iniciativa do senhor em querer interagir conosco, policiais recém-formados, com muita vontade, vibração, porém alguns medos que insistem em nos acompanhar. Medo daquilo que ainda não vivemos medo do que será novo em nossas vidas. Estou muito feliz pela realização do meu sonho que é ser policial, no entanto às vezes sinto que a escola não me deu todo conhecimento necessário para atuar nas ruas, todavia escuto falar que a rua junto com nossa vontade individual para aprender completaram nosso ciclo de ensino, sem deixar de lado o fato de que tudo que aprendemos nos bancos escolares terão de ser levados por toda nossa carreira e vida pessoal, muito obrigado pela oportunidade, que Deus te abençoe assim como seus familiares.” (Soldado José, ESSd)

 

“Tive a imensa alegria de fazer os dois módulos em Pirituba na 3ª companhia escola sob o comando do Capitão Crisóstomo. Estou muito feliz de ter concluído o curso e confesso que estou ansioso para começar a trabalhar e servir o povo Paulista e poder oferecer todo o conhecimento que adquiri com maravilhosos instrutores que tive o privilégio de conhecer. Sou grato também por ter tido um comandante como o senhor que mesmo depois de termos  concluído o curso tem demonstrado cuidado para conosco, espero que eu possa ter contribuído.” (Soldado Wesley, ESSd)

 

“Quero dizer que estar na grande corporação é uma honra. Foram dias que fiquei longe da minha família, esposa e filha. Realmente não foi nada fácil. Nesta vida não conseguiremos conquistar nada de braços atados. Bem, hoje esta VITÓRIA não é só comtemplado por mim, tenho várias pessoas de bem que me ajudaram em orações e estiveram ao meu lado mesmo na distância. O Amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1º Coríntios 13:7. O que sinto hoje é um ar de conquista. Tem um provérbio japonês que sempre tive comigo: Treine enquanto eles dormem, estude enquanto eles se divertem, persista enquanto eles descansam, e então, viva o que eles sonham. Um grande abraço e obrigado por se importar em saber o que estamos sentindo. Força e honra” (Soldado Toledo, GT/CPRv)

 

“Senti um misto de trabalho realizado. Sonho concretizado. Alívio por finalmente alcançar meus objetivos. Mais um misto de incertezas por medo do por vir. Porém orgulho de enfim pertencer a Gloriosa” (Soldado Thais, 36º BPM/I)

 

“Primeiramente gostaria de parabenizar a Vossa Senhoria pelas grandes iniciativas e maneira em que comanda a Unidade e a Tropa, sem dúvida alguma, uma forma magnífica de liderar e motivar todos nós! O meu sentimento hoje é de muita alegria, felicidade e realização, após a conclusão do curso de formação, sinto que estou pronto e muito bem treinado para o serviço policial e todas as situações que poderei enfrentar de agora em diante, não tenho dúvidas que a escola superior de soldados contribuiu 100% para que eu me sentisse assim.” (Soldado Guedes, ESSd)

 

“Estou muito feliz por ter concluído o curso, ser policial era meu sonho de criança, tenho certeza que muitos desafios me aguardavam nessa carreira, mas tenho fé em Deus que tudo continuará dando certo.” (Soldado Caraça, CPA/M-1)

 

“Depois de algumas reprovações no concurso da PMESP, hoje meu sentimento é de que nunca devemos desistir do que sonhamos, pois só você mesmo pode dizer do que é capaz ou não. Trace um objetivo e corra atrás dele o tempo só Deus dirá. Espero atender a tudo que PMESP precisar e que também a PMESP possa me ajudar.” (Soldado Rodrigues, 5º BPM/I)

 

“A conclusão do curso de formação de soldado foi uma grande emoção, pois é apenas uma das etapas que pretendo galgar dentro da instituição, durante esse período de um ano passei junto com demais colegas, momentos bons e ruins, mas foi nesse período em que aprendi muitas coisas importantes e não só para a carreira e sim para a vida pessoal e familiar. Espero que da mesma maneira que o curso foi produtivo pra mim, tenha o mesmo efeito para os soldados que se formaram no último dia 25MAI17.” (Soldado Renan, CPI-6)

 

“Foram 12 meses de aprendizagem, onde pude ampliar meu conhecimento, e hoje sou realizado profissionalmente, porém buscando sempre o melhor, sei que minha jornada está apenas começando, e outras missões estão por vir, mas graças a DEUS a primeira etapa foi conquistada com êxito. Obrigado por todo conhecimento concedido, o meu sentimento é de dever cumprido.” (Soldado Bosquesi, CPI-3)

 

“Foi um ambiente onde os instrutores, sua maioria, foram muito atenciosos com os alunos e desse ponto percebi o quão a polícia está sendo vista e julgada na região do centro. Instrutores que atuam na rua, tem um maior conhecimento da matéria ensinada. Senti falta de espaço para aplicação de aulas práticas, infelizmente por ser área centro, acredito eu.” (Soldado Domingos, CPA/M-1)

 

“Comandante, o dia 25 de maio foi sem dúvida um dos melhores dias da minha vida, pois desde pequeno que eu amo a Polícia Militar, nasci no hospital cruz azul e sempre estive presente em confraternização com meu pai que já é aposentado, meu irmão também é PM, na nossa infância a brincadeira sempre era ser policial. graças a Deus realizei meu sonho e quero honrar essa vitória cada dia da minha vida. Obrigado pela oportunidade.” (Soldado Sanches)

 

“A sensação da formatura é ver um sonho de criança se realizando, isso não tem preço, gostaria de ser incluso no grupo dos formandos.” (Soldado Eduardo).

 

“Sou de MG e realizei um sonho grande sonho de infância, de tornar-se Policial Militar. Confesso que fui tomado pela emoção no dia da formatura, pois esses doze meses de curso de formação não foram fáceis. Minha família estava presente, meu filho e alguns amigos. Só tenho a agradecer a ESSd pela formação, e quero parabenizar os instrutores do CFSd, uma vez que aprendi bastante.” (Soldado Walison, CPI-2)

 

“Alegria que não coube no peito, nunca antes sentida, amor à farda, amor em poder servir e proteger, emocionante minha família toda prestigiando e a sensação de ser orgulho a todos eles.” (Soldado Ievenes, CPA/M-4)

 

“Logo de início pude perceber como a Polícia Militar nos abre portas, em menos de um ano pude conhecer especialidades de Polícia e me sinto lisonjeada por isso. Hoje formada tenho certeza que não poderia estar mais realizada profissionalmente. Estou feliz e muito orgulhosa de mim, hoje as pessoas me olham diferente e quero retribuir a todos com meu trabalho. A polícia militar hoje faz parte da minha vida e tenho muito orgulho de pertencer a essa família de pessoas de todos os tipos, mas com o mesmo objetivo. Agradeço o apoio e a iniciativa do senhor, pois confesso que estou muito apreensiva nesse início e tenho certeza que essa ajuda que o senhor irá nos dar será de grande valia.” (Soldado Camila, GT/CPRv)

 

“Respondendo à pergunta sobre o que sinto ao me formar: Digo que esse nem sempre foi meu sonho. Era militar do EB até dia 16 de maio de 2016, quando dei baixa para entrar na PMESP. Passei a ter essa vontade, ao conhecer policiais, tanto da área do Quartel General do Ibirapuera, quanto da área dos BPChq que compareciam a solenidades das Forças Armadas. Essa troca de ideias, me fez ter interesse na profissão e correr atrás para hoje estar onde estou e não pretendo parar por aqui, APMBB será minha próxima parada. TKS pelo apoio que o Sr está dando a todos os recém formados, acredito que isto nos dá o respaldo que nos falta neste momento de incerteza que enfrentaremos nessa jornada.” (Soldado Lucas, CPA/M-6)

 

“Venho por meio desta, transmitir a minha emoção e alegria, que é estar formado e pronto para servir a sociedade paulista.” (Soldado Renato, 5º BPM/I)

 

“Me chamo Cleiton dos Santos Gabriel, Soldado pronto, formado na ESSd onde fiz o modulo Básico e Especifico na 3ª Cia, da turma de Soldados do Patrono CB Strada, Paraninfo Dr. Mágino Alves Barbosa Filho.  (2017) Prestei um concurso muito difícil, cerca de 30 pessoas por vaga como todos os outros formandos deste ano, foram algumas das etapas mais disputadas da minha vida em busca de algo que tanto sonhei. Bom, hoje estou formado, me sinto pronto para exercer a função a qual eu fui treinado e instruído por doze longos meses. Dentro da Escola Superior de Soldados, recebemos uma carga muito grande de informações para atuar em todos os âmbitos possíveis, a ser lidado diretamente com o cidadão. Acredito que nossa formação está de forma excelente empregada. Analisando ponto a ponto de todo o contexto da formação, notei uma única coisa que pode ser aprimorada, o estágio. Bom, tivemos nossos estágios e conseguimos realizar diversas abordagens e isso é muito bom, porém, cada local tem sua peculiaridade e o que faltou foi somente o estágio embarcado. Em meu ponto de vista, seria essencial ao soldado ter dentro da formação o cenário ao qual ele vai enfrentar ao chegar no batalhão, para ainda sim, reforçar a sua confiança no que irá exercer. Afirmo com propriedade que isso não muda o fato de me sentir preparado, mas acredito que possa suprir alguma insegurança que possa ter atingido algum aluno soldado. Entendo que para tal, deva exigir uma logística muito grande, porém, sei que a PM conseguirá resolver essa questão. Não tenho críticas negativas com relação a formação e muito menos com a ESSd. Espero poder retornar à escola quando iniciar o próximo edital que está em andamento, para contar qual a sensação de ser um soldado recém formado, poder ter novas impressões dos próximos soldados a trabalhar conosco, matar a saudade das solenidades de sexta-feira e visitar a minha casa, 3ªCia ESSd. Tenho muito interesse em manter contato com a Escola, pois, é nossa fonte de conhecimento, a qual nos formou e nos colocou em exercício da função para atender o cidadão. Vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer!” (Soldado Cleiton, ESSd)

 

“Pensei, desde o dia em que recebi a mensagem, no que escrever quais palavras usar para expressar o sentimento e a emoção de estar me tornando uma Policial Militar. Isso é difícil, pois, para se entender tamanha emoção, se faz necessário descrever um ano de minha vida, um ano longe de casa, de meus pais, meu irmão e minha filha (tive que aprender/suportar ficar longe dela por mais do que dois dias seguidos). As primeiras noites pareciam as piores, o choro e a dor no coração de estar longe de casa, daqueles que amo parecia insuportável. Mas isso me aproximou de outras mães, outras filhas com saudades de suas mães, que passavam pelo mesmo, no alojamento da ESSd. Lá fiz amizades para a vida toda. No 19° Pelotão – 3Cia não foi diferente, entre instruções, práticas e teóricas, foi se formando uma família. Lá encontrei irmãos e irmãs mais novos para puxar as orelhas, outros mais velhos para “brigar”, pessoas tão diferentes de mim, diferentes lugares do estado, do país, criações, gerações. Instrutores dispostos a repassar o conhecimento tornavam os momentos únicos. Na administração da 3Cia não era diferente, Auxiliares de Comandantes e Comandantes completavam a família, Sargentos e Subten que me acolheram como filha. Em novembro, a primeira despedida dessa nova família que fiz, havia a oportunidade de concluir o curso, no Módulo Específico, mais perto de casa. O choro foi sincero ao me despedir de amigos irmãos, Comandantes pais durante a formatura. O que mais marcou foi ver minha filha, com uma mini farda, me puxando e dizendo “Vamos mamãe, vamos marchar juntas!”. Ver orgulho em seu olhar ao direcioná-lo à mim, ao me ver pela primeira vez fardada.  Ao chegar na nova unidade para fazer o Módulo Específico, a família só aumentou. Não esqueci dos que ficaram pelo caminho, que seguiram outros trilhos, outras unidades, mas abri espaço para novos irmãos, os agora integrantes do 3° Pelotão “C”, do 5° BPM/I. Um comandante que nos acolheu como seus filhos; só de lembrar “Arrepia, Stive”. Integrantes do Gabinete de Treinamento também completavam a família, Cabos, demais Sargentos e Subtenentes. E a família não acabava aí, instrutores nos acolheram mais do que como companheiros de profissão. Nas primeiras semanas do Módulo Específico, um baque. um dos novos irmãos tem que se afastar das aulas e acaba sendo desligado do curso por um problema de saúde, um câncer. Isso abalou o pelotão, mas acho que foi também o que nos aproximou mais ainda. Entre nós do pelotão, com instrutores que partilhavam histórias pessoais relacionadas a mesma doença, até em casa, saber que uma doença tão cruel acometia alguém tão próximo, tão ou mais jovem do que eu. Felizmente, as notícias que recebíamos do irmão eram sempre de melhoras, e, nos últimos dias, tivemos a oportunidade de tê-lo em forma, fardado, marchando conosco, recuperado.  Mais seis meses de curso se passaram, rápidos demais, diga-se de passagem. Fins de semana de estágios, visitas, guardas. O tempo voou! Os últimos dias de escola foram de lágrimas da saudade antecipada, pessoas que sei que não verei mais, uma turma que nunca mais se juntará. Comandantes que nos receberam como filhos também se despediam com lágrimas nos olhos. O tão esperado dia da formatura chegou, dia 25 de maio de 2017. Ao fazer um juramento (que muitos podem considerar-nos loucos, afinal, quem juraria sacrificar a própria vida por uma sociedade que não gosta da nós?), tudo passou como um filme na minha mente, isso parece clichê, mas foi o que me aconteceu, o sentimento de que vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer, a emoção de fazer parte de uma família que estará ao meu lado nos melhores e piores momentos de minha vida. Espero ter sido clara, mesmo que extensa.” (Soldado Marcela, 5º BPM/I)

 

“A emoção de um Policial Militar. Fazer parte da melhor polícia do mundo me traz um sentimento de grande felicidade, é para poucos. Ter me formado foi uma das maiores conquistas de minha vida, ver toda minha família, sentada assistindo o grande momento é único, um sentimento inexplicável. A felicidade não cabia no coração, o sorriso não saia do rosto e o abraço dos verdadeiros amigos nunca irão se desfazer. Enfim, hoje Policial Militar do Estado de São Paulo. A melhor Polícia do Mundo (Indiscutivelmente)” Soldado Pontes, CPI-7)

 

“Senhor Comandante da nossa maravilhosa Escola Superior de Soldados, sou o Sd PM 2ª Cl Teixeira, fiz o módulo Básico na ESSd e módulo Específico no CPA/M-4, estou aqui para responder a pergunta que o senhor fez aos 2477 novos soldados em relação ao sentimento após formados, bom eu me sinto realizado, feliz com a  minha escolha afinal lutei muito pra conseguir fazer parte desse magnífica instituição que é a Polícia Militar do Estado de São Paulo, na época de ingresso eu servia as fileiras da Força Aérea Brasileira, passei no concurso mau colocado fiquei receoso de não ser convocado, mais mesmo assim resolvi arriscar e pedir baixa na Força Aérea, graças a Deus deu tudo certo e consegui tomar posse na PMESP. Ao longo desse 1 ano de formação tive diversos instrutores que ajudaram na formação e foi uma boa formação, agradeço a todos eles pelo conhecimento que tenho hoje, agora finalmente formado no batalhão que eu escolhi me sinto realizado e seguro pra iniciar essa nova fase que com certeza será uma nova fase de aprendizagem. Obrigado pela preocupação com nos novos soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo.” (Soldado Teixeira, ESSd)

 

“A sensação é de vitória, de orgulho em ter conseguido a cada dia superar meus limites e poder me capacitar, podendo dar um retorno positivo não só a mim, mas para meus familiares e pessoas que me apoiaram e aos que não apoiaram.” (Soldado Vieira, ESSd)

 

“Venho informar ao Sr que meu sentimento é de grande orgulho e imenso prazer fazer parte da GLORIOSA FAMILIA POLICIAL MILITAR. Desde os dezoito anos sou militar, e digo ao Sr. que sou muito feliz nesta profissão. Fiz o módulo especifico no CPA/M-4 e afirmo que lá todos foram bem formados, com instrutores de excelente qualidade e compromissados. A iniciativa do Sr nos acompanhar durante o processo probatório é excelente e com certeza será muito útil para nós.” (Soldado Renato, CPA/M-4)

 

“Não existe palavras para descrever a emoção de ter concluído com êxito o curso de formação. A sensação é de dever cumprido e felicidade em poder agora definitivamente defender a sociedade paulista. Gostaria de destacar o 25ºBPM/I, onde fiz o módulo básico, uma unidade fantástica e acolhedora, instrutores sempre empenhados para não só o desenvolvimento profissional e sim o pessoal também.” (Soldado Júnior, CPI-10)

 

“Meu sentimento sobre a formação, é algo inexplicável, ainda mais por ser mulher, sofremos muito preconceito! No momento da formatura pensei somente na minha família, pois eles me incentivaram muito, me ajudaram financeiramente, emocionalmente e fisicamente, e é a eles que dedico essa minha vitória! Pretendo continuar dando o melhor de mim para essa instituição, pois me achei nessa profissão!” (Soldado Francine, CPI-4)

 

“Lembro-me do Sr. ter dito no dia do ensaio da formatura que era pra tentar resumir a sensação de ter nos formado, mas hoje digo que é impossível contextualizar, pois na verdade, eu teria muitas palavras, sentimentos, momentos, emoções a compartilhar com todos aqueles que passaram e principalmente com aqueles que sonham em passar pela Escola Superior de Soldados, seja em qual núcleo de formação for. A sensação de estar formada é ímpar, ela vem com um misto de alegria, medo, preocupação, paz, fé, vitória. enfim, agora “estamos sem as rodinhas” e chegou a hora de colocar em prática tudo que com muito êxito aprendemos nesses doze intensos meses de forja. Eu me sinto preparada, pois tanto no 15ºBPM/I, onde fiz o módulo básico, quanto no CPI-3 onde cursei o específico, fui moldada a ser uma soldado de valor, recebi aulas teóricas, instruções e procedimentos práticos da Polícia Militar, mas muito mais do que isso, recebi orientações diversas e me foram transmitidas experiências valorosas de homens probos, para que após formada eu pudesse fazer as mais corretas escolhas e ter a postura adequada para a minha imagem e para a imagem da nossa Instituição. Sei o Procedimento Operacional Padrão, sei atirar, mas também sei que hoje nossa Polícia vai muito além disso e me sinto capaz de colocar em prática tudo que aprendi, com a convicção de que ainda tenho muito que aprender e evoluir para o bem daqueles que anseiam por nossa ajuda e pelo meu crescimento profissional, que com certeza será continuo. Espero as novidades de minha nova Unidade, o 4º BPM/M, quero aprender com os mais antigos e se necessário, passar a eles também um pouco do que recentemente aprendi, pois assim deve ser a nossa vida, troca de conhecimento mútuo para que alcancemos melhor o nosso lema de SERVIR E PROTEGER. Obrigada por seu profissionalismo e pelo modo com que nos tratou em Ribeirão Preto e Parabéns por estar inovando e trazendo toda sua experiência para melhorar a ESSd ainda mais. Os novos alunos ganharão muito com a sua vida, pois terão seu trabalho do começo ao fim.” (Soldado Maria Eugênia, CPI-3)

 

“O meu sentimento é de dever cumprido e ao mesmo tempo ansiedade para chegar ao batalhão, e estou muito orgulhoso também por ter conseguido” (Soldado Ricardo, CPI-7)

 

“Bom a princípio obrigado pela excelente atenção e cuidado que tem conosco, o que tenho a falar da sensação de ser policial é uma satisfação que não cabe no peito, a formação do básico foi maravilhosa em todos os sentidos, com a graça de Deus nunca deixei a desejar a diante de nenhuma outra unidade sob qualquer conhecimento, a moral e elevação da ESSd foi levado por onde eu passei e por onde irei passar. Mais senhor não pôde deixar morrer a ralação consciente todos novos alunos tem que passar por essa resiliência frequentemente. Ai estão meu dados senhor para o ingresso no grupo ótimo domingo e que Deus ilumine o senhor sempre.” (Soldado Cruz, ESSd)

 

“Quando ingressei nas fileiras da corporação já me foi de grande emoção, pois sempre foi meu sonho! Por vir de família militar, passei a relatar toda experiência com meus familiares, principalmente com meu pai, fiz o módulo básico no 2º BPChq Anchieta, sempre vibrei em tudo que fazia, e sempre que chegava em casa ficava horas conversando com meu pai a respeito, até cantávamos os hinos juntos! Quando me veio a notícia que em 29SET16 meu pai veio a falecer, meu mundo desabou, mas de contrapartida eu tive total apoio dos meus irmãos de farda, membros do meu pelotão e policiais do batalhão Anchieta. Por isso tomei forças para de imediato tomar frente da situação e apoiar minha mãe e meus 2 irmãos, e resolver as coisas relacionadas ao ocorrido. Ou seja, meu pai que era quem mais se emocionava comigo, não me viu fardado, e não pôde ver nenhuma das minhas formaturas. Tanto na do básico quanto no  específico, eu me emocionei bastante devido essa situação, e por saber que minha missão estava cumprida. Agora é somente realizar meu trabalho com excelência e me tornar o policial militar de que ele se orgulharia.” (Soldado Bravos, CPA/M-1)

 

“Minha vontade era o policiamento, porém a família e conhecidos Policiais me convenceram fazer o teste de aptidão física do Bombeiro onde passei muito bem e não me arrependo, pois um parto que assisti foi a melhor experiência ate hoje que DEUS pode me dar que muitos não terão uma oportunidade dessas. É difícil descrever qual e quão grande é minha felicidade de ter me formado do orgulho que minha família tem de mim, da escolha que fiz e de tudo que passei. Foi um ano muito difícil, mas, foi muito gratificante sei que a profissão Policial Militar é o que Deus preparou pra mim, não estudei pra entrar, não treinei, não imaginava ser Policial Militar, mas, depois de o primeiro dia que tomei uma chuva gelada passei frio em uma resiliência, a ficha caiu, e foi como um abrir de olhos, e fui me entregando à profissão não só por salário ou por estabilidade, mas sim, por amor. Porque dar a vida pela sociedade que nos chama para resolver um problema que ninguém quer resolver e depois tentam nos apunhalar não é pra quem quer trabalho e sim pra quem tem amor e vocação. Não tenho muito que descrever, não sou bom com as palavras como o senhor, mas só sei dizer que enquanto eu estiver na ativa usando a farda da Polícia Militar do Estado de São Paulo vou estar vibrando “loucamente, como se louco fosse, louco de amor pelo que eu faço” e com o sacrifício da própria vida defenderei todos aqueles que precisar estarei sempre pronto para e em condições. Observação: “Louco” e “Vibrando”  consciente.” (Soldado Guilherme Amaral, ESCOLA SUPERIOR DE BOMBEIROS)

 

“Fazer parte da corporação hoje, para mim é a realização de um sonho.” (Soldado Bottura, CPI-5)

 

“Formar-se Policial Militar diz respeito a muito mais que qualquer graduação acadêmica ou aprimoramento profissional. A conclusão do Curso de Formação de Soldados sela o compromisso irrenunciável com a defesa da justiça, da democracia, e acima de tudo, com a defesa o povo paulista. Ao envergar a farda, passamos a nos despir de nós mesmos. Nela, não há espaço para parcialidade, não há espaço para achismos, não há espaço para interesses particulares. O que ostentamos é a autoridade estatal, e mesmo dando uma face à força da lei, não mais agimos a despeito do que individualmente pensamos ou queremos. A energia motriz que passa a nos mover é o bem comum. Somados, ombreados, irmanados, milhares de anônimos nas fileiras da milícia bandeirante: a última trincheira da luta pela preservação da ordem pública e paz social. Descrever as circunstâncias talvez não seja o maior desafio. Realmente desafiador, mesmo ao mais exímio dos escribas, é transcrever os sentimentos que envolvem a escolha de ser militar do estado. Renúncia, altruísmo, doação, felicidade, realização, saudade. São diversas as emoções caldeadas no interior do novo soldado de polícia. Depois de tantas horas-aula, em meio aos programas de policiamento, as excludentes de ilicitude, em meio à legislação organizacional e os inúmeros procedimentos, entre as ações afirmativas e a gestão pela qualidade, nasceram amigos, irmãos, verdadeiros companheiros. Nossos instrutores se tornaram amigos e nossos amigos se tornaram professores, nos ajudando a passar pelas provas da vida. Por fim, criamos expectativas e projetos. E os mais sinceros dos projetos, confundem-se com os mais singelos: que possamos retornar aos nossos lares, abraçar aqueles que, por um árduo e longo ano de formação, deixamos. Bem como reencontrar um dia os irmãos que fizemos, íntegros de caráter, prósperos na carreira e firmes no bom combate. Deus abençoe a turma Cabo PM Henrique Strada Januário.” (Soldado Rubens, CPI-2)

 

“Me formei nesta última quinta-feira e com a maior alegria posso afirmar-lhe que foi a melhor escolha que fiz, a profissão que significa o homem, o torna várias vezes especialista em outras áreas, vezes psicólogos, em algumas horas professores, médicos, mecânicos, etc. Somos pais e mães, somos feitos de carne mas muitas vezes temos que aparentar sermos de ferro. Somos luz de esperança aos inocentes e segurança as pessoas de bem e ao mesmo tempo o terror de quem vive fora da lei. Ficaria o dia todo falando dos inúmeros motivos que me fizeram escolher estar dentro dá gloriosa polícia militar, mas como foi dito na formatura apenas dois verbos são capazes de traduzir tal satisfação: SERVIR E PROTEGER!!! Estou imensamente feliz e minha família orgulhosa de minha escolha, e que seja assim nos próximos trinta anos. Obrigada pela oportunidade.” (Soldado Anita, GT/CPRv)

 

“Gostaria de expressar a minha imensa satisfação em hoje fazer parte da Polícia Militar do estado de São Paulo. Para mim é a realização de um sonho; É orgulho da minha profissão; A maior responsabilidade de já assumi e a melhor expectativa que já senti. Espero trazer contribuição e orgulho para essa imensa Instituição!” (Soldado Tamyres, GT/CPRv)

 

“Foi um ano de batalhas e dificuldades, mas conseguimos. Minha família me ajudou muito e me apoiou nessa empreitada que mudou completamente a minha vida. Servir e Proteger! Esses dizeres descrevem com exatidão o porquê de deixar tudo para me incorporar a esta tão nobre e valorosa Milícia Bandeirante. Muitos sentimentos tomaram meu coração, mas não há nada mais emocionante do que ver minha família Orgulhosa ao me ver envergando a honrosa farda! Muito Obrigado ao Senhor e Parabéns pelo excelente trabalho e dedicação para com a Nossa Polícia Militar. Tenha um Ótimo domingo e que Deus abençoe a toda sua família.” (Soldado Teodoro, CPA/M-4)

 

“O sentimento é de alegria e orgulho por saber que consegui passar pela fase de treinamento, que é uma fase difícil onde se fica longe da família, e saber que agora posso servir à população paulista com orgulho e dedicação! Sob a proteção de Deus, com o sacrifício da própria vida!” (Soldado Schmeisck, CPI-2)

 

“A palavra que traduz tudo o que sinto hoje é ansiedade, com sentimento de dever cumprido nesse primeiro ano de escola, me sinto preparado para o serviço operacional em qualquer lugar do Estado” (Soldado Mateus, 5º BPM/I)

 

“A sensação que posso descrever é uma sensação de vitória, satisfação por ter alcançado meu objetivo e de grande alegria em fazer parte da família cinza bandeirante. Mas ao mesmo tempo, agora depois de formado, sinto também uma sensação de nervosismo, talvez um pouco de medo também, pelo fato de agora ser a hora de colocarmos em prática tudo o que aprendemos nesses dois módulos. Mas ao meu ponto de vista, não vejo esse medo, esse receio como uma coisa ruim, claro que o desconhecido nos causa certo desconforto, mas prefiro pensar que o medo nos deixa mais espertos e atentos. Resumindo: a sensação que posso descrever é de vitória, satisfação e gratidão por todos que me apoiaram nessa etapa e gratidão pelos órgãos formadores também.” (Soldado Fábio, CPI-2)

 

“Cursei o módulo especifico na unidade CPA/M-1 onde foi uma nova rotina de vida e uma dádiva de Deus estar presente naquela unidade juntamente no modulo básico onde cursei na unidade CSM/MM/SAT que atualmente está desativada e integrada ao CPA/M-8, tivemos muitas novas experiências e muito aprendizado na área central, na data de 29/5/2017 começarei efetivamente na unidade do 38ºBPM/M em São Mateus, onde vai ser tudo novo pra mim é meus irmãos de farda assim espero também, que continuemos a proteger a sociedade da melhor forma possível no mais alto nível de excelência. Que o Sr. e todos nós tenhamos um bom dia e que Deus nos abençoe e nos proteja todos os dias, amém.” (Soldado Silva, CPA/M-1)

 

“A sensação no momento da formatura foi de realização, superação, busca de novos objetivos e conquistas! Além disso, de agradecimento à família que infelizmente não pode estar ali, aos instrutores e aos comandantes que sempre zelaram pelos alunos!” (Soldado Cesar, CPI-5)

 

“Não tenho palavras pra descrever o quão importante é para mim, entrar para a polícia que realmente serve o cidadão, e a realização pessoal de ter a oportunidade de dar um sentido a mais pra minha vida. Ser útil e ter um propósito especial. Deixei o norte de Minas, onde fui servente de pedreiro na adolescência, graduei e virei professor por cinco anos, alcancei a realização estudantil, mas o sonho de ser policial que realmente encheu o vazio em meu peito. Obrigado Comandante, pela oportunidade de expressar minha alegria.” (Soldado Durães, CPA/M-5)

 

“O sentimento de uma realização pessoal, pois sei o quanto de pessoas tentam e muitos não conseguem. Então é uma vitória para mim. Muito gratificante hoje fazer parte desse grande Instituição” (Soldado Reis, CPA/M-9)

 

“Gostaria de dizer que foi um privilégio ser comandado pelo senhor na ESSd. É que foi um sonho realizado se tornar policial militar. Pois Levei dois anos de curso, quando um mês de curso sofri um acidente gravíssimo “in intinere”, onde fiquei entre a vida e a morte, e os médico disseram que eu não iria sobreviver, pois fiquei três dias em coma induzido, mais com a graça do senhor Jesus, eu lutei e venci, e realizei o meu grande sonho, se tornar um policial militar, e defender o povo paulista, e sou muito grato aos ensinamentos que tive na ESSd, como o senhor mesmo fala, a melhor escola de soldados do mundo. Onde temos os melhores instrutores e o melhor COMANDANTE. Novamente muito obrigado por me fazer um ótimo policial” (Soldado Alves, ESSd)

 

“Senhor Comandante, é com muita alegria e orgulho, que eu falo que hoje sou uma Policial Militar. Tenho consciência que a profissão que eu escolhi não é nada fácil, tem seus riscos e por muitas vezes somos até “condenados” pela sociedade injustamente. Mas eu acredito em um mundo melhor, em um país melhor, em um estado melhor. Minha parte vou fazer, fui preparada e hoje me sinto segura em colocar tudo em prática. Viverei eternamente dias consagrados em nossa gloriosa instituição, na qual tenho muito orgulho em pertencer. Minha carreira só está começando, que Deus me proteja e abençoe a todos os meus irmãos de farda.” (Soldado Larrubia, CPI-3)

 

“Primeiramente peço escusas pela demora em enviar-lhe esta mensagem, todavia, tendo em vista a formatura, estava com parentes de toda parte do estado em minha residência para as comemorações. O sentimento de ter alcançado o êxito de ingressar na Instituição é algo inexplicável e, ainda mais inexplicável, foi ver todas as pessoas que eu amo com lágrimas nos olhos e com muito orgulho da minha conquista, todos sabem o quanto foi difícil. Sabemos que agora estamos no começo e temos que usar estes sentimentos de “gás” para seguirmos no caminho correto, justo, e alcançarmos o tão sonhado oficialato!” (Soldado Pereira, CPA/M-1)

 

“Antes de dizer qual a sensação de estar ingressando nessa corporação gostaria de dar os parabéns ao senhor pela ideia de fazer com que não perdêssemos o contado e pudéssemos falar e perguntar sobre nosso dia a dia. Bom, me sinto um ser humano diferente dos outros, pois tenho o dever de zelar por aqueles que eu não conheço e sem esperar nada em troca. Sinto-me muito feliz, pois é um orgulho estar nessa instituição! Obrigada Senhor!” (Soldado Francielle, CPI-2)

 

“A emoção de se realizar um sonho, depois de inúmeras tentativas de me tornar militar em Minas Gerais e ver o sonho ir por água abaixo, pois minha idade limite lá tinha estourado. Aí vi aqui, na PMESP minha última chance de alcançar meu sonho, e não foi que em minha primeira e última tentativa de realizar o sonho em outro estado se realizou, após muita luta e superando desafios, consegui me formar e começar a realizar meu sonho, em criar minha própria utopia, em alcançar tudo aquilo que sonhei e ainda sonho. Grato por tudo. Tenha uma boa noite senhor, abraços.” (Soldado Wagner, CPI-2)

 

“A emoção sobre ter se formado é grande, pois lutei muito para conseguir entrar para a Policia Militar, assisti repetidas vezes muitos vídeos de formaturas de editais anteriores e sonhava com a minha vez, enfim chegou. O sentimento é de muita felicidade porque além de realizar um sonho, agora poderei ajudar as pessoas, que é o que gosto muito de fazer, através das variáveis atividades que tem a profissão Policial Militar. Também minha realização pessoal foi conquistada. Agora estar na profissão que tanto queria e trabalharei com prazer.” (Soldado Jorge, CPI-3)

 

“Fiz o módulo específico no 5° BPM/I. O que eu senti no momento de minha formatura foi uma grande emoção de conquista, vitória, dever cumprido. No entanto, vou ficar com muita saudade dos amigos, ou melhor, dos irmãos que a Policia Militar me deu, agradeço imensamente a Instituição por isso! Em suma, isso foi uma pequena parte do meu sentimento naquele momento!” (Soldado Batista, 5º BPM/I)

 

“A sensação de ter se formado é uma mistura de sentimentos, de alívio e superação. Um sentimento de dever cumprido, por todas as horas de estudo e dedicação que passamos longe de nossos familiares, é nada mais nada menos que a prova real de que os sonhos podem ser realizados, independente da dificuldade a qual nos encontramos, porque sinceramente não é fácil se encaixar aos trilhos militares, deixar de ser “civil”. Mas com muita persistência passamos a perceber que tudo é possível. E que os momentos difíceis passados até o momento servirão de aprendizado e força!” (Soldado Ricardo, CPA/M-9)

 

“A expectativa são as melhores para esse início propriamente dito na Instituição, sei que estou preparado para atuar da melhor forma possível, claro que um pouco ansioso, mas muito motivado, desde já agradeço o senhor pelo seu jeito de comandar obrigado e boa noite!” (Soldado Boorati, ESSd)

 

“Sei o quanto lutei para conseguir ingressar na tão amada Polícia Militar e com muito esforço e suor consegui e até hoje não consegui identificar o tamanho da emoção. É algo inexplicável: agradeço a Deus a oportunidade de poder vestir a farda cinza bandeirante e poder fazer o melhor para a sociedade paulista.” (Soldado Henrique, CPA/M-9)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s