UTILIDADE PÚBLICA: NOVA PORTARIA DA SPPREV

Portaria SPPREV 467, de 12-12-2017
Disciplina o recadastramento de todos os inativos
e pensionistas civis e militares no âmbito da São
Paulo Previdência, a partir do ano de 2018
O Diretor Presidente da São Paulo Previdência,
CONSIDERANDO ser necessário manter atualizado o cadastro
dos inativos e pensionistas civis e militares para evitar pagamentos
indevidos que representam prejuízo para os recursos
da SPPREV;
CONSIDERANDO os Decretos nos. 55.089/2009 e
58.799/2012;
CONSIDERANDO o disposto na Lei Federal n. 8.212/1991,
alterada pela Lei n. 10.887/2004;
CONSIDERANDO ser pertinente a edição de nova Portaria
para aprimoramento da disciplina do recadastramento,
DECIDE:
Art. 1º – Ao recadastramento dos inativos e pensionistas
civis e militares do Estado de São Paulo a partir do ano de 2018,
aplicam-se as disposições legais vigentes para a concessão dos
benefícios e a disciplina estabelecida nesta Portaria.
Art. 2º – O recadastramento poderá ser efetuado em qualquer
agência do Banco do Brasil localizada no território brasileiro
e os documentos apresentados no ato do recadastramento
não devem ser retidos pelo banco.
Art. 3º – O recadastramento deverá ser efetuado pessoalmente
pelo beneficiário ou por seu representante legal
(menores e incapazes), mediante a apresentação do original do
documento oficial de identificação com foto (RG, RNE, Carteira
Nacional de Habilitação – CNH, Carteira de Trabalho – CTPS, Passaporte,
Carteira de Reservista ou CDI, Carteira de Identificação
Funcional ou Carteira de Identificação de Entidade de Classe),
comprovante de inscrição no CPF/MF e comprovante de residência
atualizado, com validade máxima de 90 (noventa) dias.
§ 1º – No ato do recadastramento os pensionistas deverão
declarar seu estado civil perante o Banco do Brasil ou preencher
a Declaração de Estado Civil e União Estável nos procedimentos
realizados nas unidades da SPPREV.
§ 2 – O representante legal do beneficiário, nos moldes da
lei civil, no ato do recadastramento, deverá firmar Termo de
Responsabilidade, onde se comprometerá a comunicar à SPPREV
o óbito ou a emancipação do beneficiário, no prazo de até 30
(trinta) dias contados do fato, sob pena de incursão nas sanções
civis e criminais cabíveis. O responsável legal que fizer o recadastramento
no Banco do Brasil deverá encaminhar o referido
Termo de Responsabilidade, via correio, à SPPREV.
§ 3º – O recadastramento não poderá ser realizado mediante
procuração outorgada pelo inativo ou pensionista.
§ 4º – A SPPREV reserva-se no direito de solicitar aos pensionistas
a apresentação da certidão de nascimento ou casamento
original atualizada, com no máximo 60 (sessenta) dias, com
a finalidade de complementar o recadastramento, atualizar
seu banco de dados, bem como para aferir a regularidade dos
benefícios.
§ 5º – O recadastramento deverá ser efetuado anualmente
no mês de aniversário do inativo e pensionista civil ou militar,
salvo se pensionista universitário, quando deverá recadastrar-se
nas épocas previstas no artigo 7º dessa Portaria.
§ 6º – Ultrapassado o período de 6 (seis) meses após o mês
de seu aniversário, sem a realização do recadastramento anual,
é obrigatório que os inativos e pensionistas civis e militares compareçam
à Sede ou aos Escritórios Regionais da SPPREV para se
recadastrar. Para os que residem em locais onde não existam
Escritórios Regionais da SPPREV e que não podem comparecer
ao escritório mais próximo, deverá ser enviada declaração, nos
termos do artigo 4º, desta Portaria.
7º – Ultrapassado o período de 12 (doze) meses após o mês
de seu aniversário, sem a realização do recadastramento anual,
é obrigatório que os pensionistas civis e militares, façam também,
além do recadastramento, o procedimento de Liberação de
Pagamento Retido constante do site da SPPREV.
§ 8º – No ato do recadastramento deverá ser indicado
nome e telefone de uma pessoa responsável para qualquer
eventualidade.
§ 9º – Caso o beneficiário deixe de cumprir o disposto no §
4º deste dispositivo ou não mantenha seu endereço atualizado
junto aos cadastros da SPPREV, que impeça ou dificulte a comunicação
com esta Autarquia, poderá ocorrer a suspensão dos
créditos de seu benefício até regularização da situação.
Art. 4º – Os inativos e pensionistas civis e militares, residentes
no Brasil, onde não existam agências do Banco do Brasil
ou Escritórios Regionais da SPPREV, deverão, em caráter excepcional,
para fins de recadastramento, encaminhar à SPPREV
Declaração de Vida e Estado Civil original, feita e assinada por

tabelião de notas no mesmo mês do recadastramento, contendo
os dados pessoais, telefone de contato, endereço e estado civil.
§ 1º – Será aceita Declaração de Vida, Estado Civil e
Residência feita pelo próprio beneficiário, no mesmo mês do
recadastramento, contendo os dados pessoais, telefone de
contato, endereço e estado civil. Este documento deverá conter
a assinatura do beneficiário com reconhecimento de firma por
autenticidade (ou verdadeira). Não será aceita declaração com
reconhecimento de firma por semelhança.
Art. 5º – Os inativos e pensionistas civis e militares, residentes
no Estado de São Paulo, impossibilitados de locomoção por
motivo de saúde poderão solicitar a visita domiciliar de recadastramento
a ser realizada por servidor da SPPREV ou pessoa
designada pela autarquia.
§ 1º – A visita domiciliar de recadastramento deve ser solicitada
pelo beneficiário com antecedência mínima de 1(um) mês
do seu aniversário, sob pena de suspensão do benefício.
§ 2º – O pedido deverá ser formulado, preferencialmente,
através do teleatendimento 0800 777 7738 ou, excepcionalmente,
na Sede ou nos Escritórios Regionais da SPPREV. Deverá
ser encaminhado via correio ou entregue pessoalmente na Sede
ou nos Escritórios Regionais da SPPREV o atestado médico que
comprove a condição de impossibilidade de locomoção.
§ 3º – Será dispensada a apresentação de laudo médico
para a solicitação de visita domiciliar de recadastramento dos
beneficiários com idade igual ou superior a 90 anos.
§ 4º – O servidor da SPPREV ou pessoa designada pela
autarquia para realização da visita domiciliar deverá, obrigatoriamente,
apresentar ao solicitante da visita a sua cédula de
identidade e a credencial expedida pela SPPREV.
§ 5º – Os inativos e pensionistas civis e militares residentes
em casas de repouso ou internados em hospitais, localizados
no Estado de São Paulo, poderão, em caráter excepcional, apresentar
cópia autenticada dos documentos do recadastramento
(documento oficial de identificação com foto (RG, RNE, Carteira
Nacional de Habilitação – CNH, Carteira de Trabalho -CTPS, Passaporte,
Carteira de Reservista ou CDI, Carteira de Identificação
Funcional ou Carteira de Identificação de Entidade de Classe),
comprovante de inscrição no CPF-MF e comprovante de residência
atualizado, com validade máxima de 90 (noventa) dias.
§ 6º – O responsável pelo beneficiário que se encontra internado
em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) poderá apresentar
no momento da visita de recadastramento uma declaração do
médico atestando a internação do paciente naquela data.
§7º – Os inativos e pensionistas civis e militares residentes
fora do Estado de São Paulo, impossibilitados de locomoção por
motivo de saúde, para os fins de realização do recadastramento
deverão enviar à SPPREV a Declaração de Vida e Estado Civil
original, nos termos do artigo 4º, desta Portaria.
Art. 6º – A critério exclusivo da SPPREV, poderão ser
realizadas visitas domiciliares aos beneficiários com vistas a
complementar o recadastramento, bem como convocação para
a realização de perícia médica para verificação das condições
pessoais que ensejam o pagamento do benefício.
§1º – As visitas deverão ser previamente agendadas pelo
telefone ou outro meio apropriado, a ocorrer preferencialmente
em dias úteis, podendo, excepcionalmente, ser realizadas aos
finais de semana.
§2º – O servidor ou pessoa designada pela autarquia para
a visita domiciliar deverá, obrigatoriamente, apresentar ao
solicitante da visita a sua cédula de identidade e a credencial
especialmente expedida pela SPPREV para essa finalidade.
§3º – O servidor ou pessoa designada pela autarquia para a
visita domiciliar elaborará relatório da visita, em termo próprio,
o qual deverá ser assinado pelo beneficiário.
§4º – O relatório da visita domiciliar constitui documento
hábil a comprovar a regularidade ou irregularidade do benefício.
§5º – Os inativos e pensionistas convocados pela SPPREV
para a realização de perícia médica deverão comparecer para a
realização da mesma na data, hora e local previamente designados
por meio de agendamento.
§6º – Eventual recusa do beneficiário em receber a visita
domiciliar, assinar o respectivo formulário de recadastramento
ou comparecer à perícia médica agendada poderá ensejar a não
realização do recadastramento e/ou suspensão do pagamento
do benefício, nos termos do artigo 14, desta norma.
Art. 7º – Os pensionistas universitários, já deferidos nesta
qualidade por meio de procedimento de reinclusão universitária,
deverão encaminhar via Correios à SPPREV ou apresentar no
Escritório Regional mais próximo, nos meses de janeiro e julho,
todos os documentos necessários para a realização do seu recadastramento
semestral.
§1º Além dos documentos do “caput” do Artigo 3º, deverão
ser apresentados os seguintes documentos:
a) Original da Declaração de Matrícula, contendo, obrigatoriamente,
a indicação do curso e a sua duração, com reconhecimento
de firma ou autenticação eletrônica válida;
b) Original do Atestado que comprove frequência regular
do semestre anterior com esta informação devidamente descrita
e assinado pela Instituição de Ensino, com reconhecimento de
firma ou autenticação eletrônica válida;
c) Original da Certidão de Nascimento ou Casamento atualizada,
incluídas todas as averbações, expedida no máximo há
60 (sessenta) dias;
d) Original da Declaração de Estado Civil e União Estável,
devidamente preenchida pelo beneficiário, com o reconhecimento
de firma da assinatura, se enviada via postal.
§2º – Os documentos obtidos via Internet para comprovação
universitária deverão ser assinados pela Instituição de Ensino,
com reconhecimento de firma ou autenticação eletrônica válida.
§3º – Os estudantes que cursam nível superior através de
sistema interativo deverão comprovar as exigências previstas
no caput deste artigo.
§4º – O pensionista universitário que esteja graduando-se
em outro país deverá encaminhar à SPPREV toda documentação
acompanhada de tradução reconhecida e autenticada pela
Embaixada ou Consulado do Brasil nos respectivos países.
§5º – Passado um semestre sem a realização do recadastramento,
é obrigatório que o pensionista universitário faça também,
além do recadastramento, o Procedimento de Liberação de
Pagamento Retido constante do site da SPPREV.
Art. 8º – Os inativos e pensionistas civis e militares, residentes
fora do País deverão enviar à SPPREV, anualmente, no mês
do seu aniversário, Declaração de Vida e Estado Civil original,
feita no mês do recadastramento contendo os dados pessoais
e estado civil, expedida pela Embaixada ou Consulado do Brasil
nos respectivos países.
§ 1º Caso o beneficiário resida em país estrangeiro signatário
da Convenção de Haia, a Declaração de Vida e Estado
Civil poderá também ser feita e assinada por Tabelião de Notas,
devendo neste caso o documento ser devidamente apostilado
por autoridade competente do Estado estrangeiro no qual o
documento foi originado.
§ 2º No caso de Declaração de Vida e Estado Civil expedida
por Tabelionato de Notas estrangeiro em idioma diverso da língua
portuguesa, esta deverá ser enviada acompanhada da respectiva
tradução juramentada, também devidamente apostilada.
Art. 9º – No ato do recadastramento, os tutores, guardiões
e curadores dos inativos e pensionistas civis e militares deverão
apresentar, além dos documentos do “caput” do artigo 3º, os
seguintes documentos:
a) original da tutela, termo de guarda ou curatela, expedida
pelo Juízo que a deferiu;
b) documento de identificação com foto original do beneficiário
e de seu representante legal.
§1º – Sendo a tutela, o termo de guarda ou a curatela
expedida há mais de 2 (dois) anos esta deverá ser atualizada por
meio da apresentação de certidão de objeto e pé do processo
expedida pelo cartório judicial em que o mesmo tramita para
confirmação do representante legal do beneficiário.
§2º – Os documentos apresentados no recadastramento
feito no Banco do Brasil não devem ser retidos pelo banco. O
beneficiário deve encaminhar uma cópia autenticada à SPPREV
pelo tutor, guardião ou curador, com cópia simples do seu RG,
bem como do CPF, RG e comprovante de residência dos tutelados,
menores sob guarda ou curatelados.
Art. 10 – Os inativos e pensionistas civis e militares que
cumprem pena de prisão ou detenção, para recadastrar-se
deverão encaminhar à SPPREV, o original do Atestado de Permanência
Carcerária em papel timbrado, expedido pela Instituição
carcerária.
Art. 11 – O benefício será extinto, se constatada na certidão
de nascimento ou casamento, que for requisitada pela SPPREV,
circunstância impeditiva da continuidade de seu recebimento.
Art. 12 – O recadastramento dos inativos e pensionistas civis
e militares, que fazem aniversário após o mês da concessão do
benefício, deve ser realizado ainda no ano da concessão, para
que não tenham o benefício suspenso.
Art. 13 – Os inativos e pensionistas civis e militares poderão,
ao longo do ano de 2018, ser convocados a realizar o censo previdenciário
(recenseamento) em local previamente designado.
Art. 14 – A não efetivação do recadastramento com observância
das normas estabelecidas nesta Portaria e o não cumprimento
das disposições legais vigentes ensejarão a suspensão do
pagamento do benefício até que seja regularizada a situação
pelo inativo ou pensionista.
Art. 15 – Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação,
gerando efeitos a partir do dia 01-01-2018, revogando-se
as disposições em contrário.

Anúncios

O IMPORTANTE VIROU SECUNDÁRIO

(*) Coronel PM Figueiredo

 

 

Estava muito curioso para ler as manchetes dos jornais de hoje, 07/12, para verificar o tom das matérias jornalísticas a respeito da prisão do traficante carioca, Rogério Avelino da Silva, o conhecido “Rogério 157”, preso ontem na comunidade de favelas do Arará, zona norte do Rio de Janeiro, numa megaoperação policial, que contou inclusive com o suporte de cerca de 3000 homens das Forças Armadas.

Talvez exista quem não saiba ou não se lembre, mas “Rogério 157” é apontado como o principal líder do crime organizado na Favela da Rocinha, posto que ocupou depois de “destronar” um outro criminoso, de quem era subordinado, Antônio Bonfim Lopes, o “Nem”, hoje cumprindo pena em uma unidade prisional federal.

A disputa entre os criminosos transformou nos últimos meses a Favela da Rocinha em um verdadeiro campo de guerra, com constantes trocas de tiros e invasões de criminosos apoiadores dos dois lados, o que tem exigido uma atuação mais presente das forças policiais por meio de realização de operações complexas, algumas das quais com apoio das Forças Armadas.

A prisão de “157” (alusão ao tipo penal “Roubo”, previsto no nosso Código Penal) sempre foi, desde o início das primeiras operações da Polícia, o principal objetivo a ser alcançado, pois partia dele as ordens para as ações criminosas contra a polícia, contra moradores da Rocinha e contra comparsas de “Nem”.

Prendê-lo significaria dar um duro golpe contra a onda de violência que hoje caracteriza aquela região do Estado do Rio de Janeiro (claro que não é a única região violenta que lá existe…).

As tentativas foram inúmeras, todas infrutíferas, até que isto foi possível na última quarta-feira: a bem da verdade a prisão ocorreu porque a operação policial “vazou” antes da sua execução (o que não chega a ser uma novidade nas operações realizadas nas favelas cariocas) e “Rogério 157” teve tempo de fugir para o Arará e lá, provavelmente por uma denúncia anônima, acabou sendo identificado e preso.

O principal objetivo da operação tinha sido alcançado: o criminoso tinha sido preso.

Para surpresa de muita gente e indignação dos bons policiais, começou a ser visto nos sites de notícias, nas redes sociais e nos aplicativos de mensagens, fotografias e “selfies” (fotos produzidas pelo próprio fotografado) dos policiais que prenderam “Rogério 157” ao seu lado, como se estivessem num evento social e comemoravam.

A fisionomia de “Rogério 157” nas imagens produzidas definitivamente não era a de quem estava tendo a sua liberdade cerceada, iria cumprir pena e perderia poder e dinheiro na comunidade em que até então dominava: ao contrário, em algumas das fotos ele até esboçava um sorriso e fazia caras e bocas para aparecer bem apresentável ao lado dos policiais, que da mesma forma, transmitiam felicidade ao lado do bandido.

Respeito muito quem pensa diferente de mim e pode existir quem esteja imaginando que os policiais estavam felizes e se fotografavam tal qual um caçador que posa ao lado da sua caça abatida…que estavam felizes por terem capturado um criminoso importante, e que apresenta-lo dominado à sociedade poderia gerar sensação de segurança.

As manchetes de todos os jornais hoje deram maior ênfase às “selfies” dos policiais com “Rogério 157” do que a megaoperação realizada e que culminou na sua prisão.

A atitude de autopromoção, de busca de prestígio nas redes sociais produziu efeito inverso e, pelo que ouvi, de forma correta, os policiais que se expuseram ao lado do bandido deverão responder pelos seus atos na Corregedoria.

Bom que assim seja! Bom que paguem pelo péssimo exemplo que deram aos demais policiais de todo o Brasil.

Trabalhei por algum tempo no Centro de Comunicação Social da Polícia Militar e sempre defendi que deveria ser proibida a divulgação de imagens de policiais, de marcas da Instituição ou ainda de viaturas da Polícia junto com drogas apreendidas, armas recuperadas, criminosos presos e tudo o que mais tiver relação com o crime.

Há estudos científicos realizados que apontam que há contaminação prejudicial à imagem da Polícia toda vez que sua marca é associada a qualquer objeto, fato ou pessoas ligadas a crime: por esta razão, nos comandos em que atuei sempre proibi tal prática, especialmente a divulgação nas redes sociais.

Este foi mais um dos tantos episódios que o principal, a prisão de um criminoso, deu lugar ao secundário, o ego de se mostrar nas redes sociais.

Que seja para todos nós um aprendizado!

 

(*) é coronel da Polícia Militar e comandante da Escola Superior de Soldados

Mensagens de Despedida dos Soldados à Escola Superior de Soldados

 

Testemunho espontâneo dos Soldados que se formaram no último dia 23 de novembro de 2017, na Escola Superior de Soldados, manifestando seus sentimentos no momento em que se despedem da Unidade que os formou.

São Paulo – Novembro de 2017

Mensagem do Comandante

Apresento a todos os amigos, integrantes ou não da Polícia Militar do Estado de São Paulo, nas páginas que se seguem, os depoimentos espontâneos apresentados pelos Soldados formados no último dia 23 de novembro, no Pátio Sagrado da nossa amada Escola Superior de Soldados, a Escola de Pirituba.

As mensagens retratam o sentimento de amor e respeito dos nossos Soldados pela Unidade responsável pelo seu rito de ingresso na Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Alguns textos mostram a história de luta e sacrifício de jovens que tinham o sonho de se tornarem policiais militares e, pela graça de Deus, alcançaram.

Demonstram ainda a importância da Escola na vida de cada um, no quanto ela foi relevante na sua transformação em cidadãos melhores, mais conscientes e responsáveis.

Vale a pena a leitura até a última página!

Impossível não se emocionar…

São Paulo, 06 de dezembro de 2017

HUMBERTO GOUVEA FIGUEIREDO

Coronel PM             Comandante

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Pinhati, do 21° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, 23 de novembro de 2017.

E quero dizer o quanto sou grato por estar realizando meu sonho de ser um policial militar.

Conheci muita gente diferente, fiz  muitas amizades e até conheci a maior cidade da Capital. Aprendi muito neste tempo que fiquei aqui no quartel. Muito obrigado por tudo! Fique com Deus e que Ele proteja o Senhor e sua família.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Maciel, do 19º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, 23/11/17, com um sabor de vitória de luta.

Entrei no dia 16/06/16 como remanescente e conheci várias pessoas, vários amigos, alguns mais que amigos, irmãos!

Foi quando estava aqui e também vi minha filha nascer, meu maior presente!

Aqui aprendemos a conviver com pessoas que nunca vimos na vida, cada um com seu defeito, suas qualidades, mas com mesmo objetivo: a formatura!

Foi aqui também que perdi um amigo da mesma ação, do mesmo Pelotão que eu, o Soldado Ribas! Muito triste! Mais enfim chegou o tão esperado dia 23/11/17, dia da formatura: dedico à minha família que me apoiou – tanto minha esposa, como meus amigos e ao Soldado Ribas!! Meu muito obrigado.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Rodrigo Peixoto Guimarães, do 19º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data tão especial em minha vida, pois a jornada foi árdua.

Só a trajetória para chegar até você, saudosa Escola, foi uma guerra vencida e hoje me fez refletir que se precisasse… passaria tudo novamente. Obrigado por me receber e mostrar que tudo que é mais difícil tem um valor mais recompensador. Saudades do seu eterno aluno.”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Yris, do 25° Pelotão da 2ª Cia Es, me despeço de você Escola de Soldados.

Quando almejei ser policial militar e pisei no pátio sagrado fiz o meu melhor para aqui deixar o meu legado…

Aprendi com  alegria, excelência e perfeição, coisas que jamais sairão de meu coração.

Aqui marchei, aqui corri, aqui venci, com certeza de você saudades eu vou sentir.

Foram dias aflitos, noites sem dormir desde o dia 05/07/2015, dia em que realizei a prova escrita para ingressar na gloriosa Polícia Militar.

Vários contratempos ao longo da caminhada, mas enfim, aqui estou, prestes a me tornar a mais nova integrante dos  “Super Heróis” da sociedade paulista; e se cheguei até aqui foi graças ao empenho e dedicação dos Oficiais e Graduados  comprometidos com o ensino desta conceituada Unidade Escolar. Aqui, sem sombra de dúvidas, vivi  dias consagrados que jamais ousarei esquecer…
Muito obrigada de todo meu coração!

Escola Superior de Soldados, tu és tradição e entre todas que existe, és o melhor Centro de Formação!

Polícia Militar sob a proteção de Deus, estamos compromissados com a defesa da vida da integridade física e da dignidade da pessoa humana.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ícaro, do 22° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Após um ano e dois meses de lutas, glória, sangue e suor derramados, chegou muito rápido este momento importante em minha vida. Parece ter sido ontem aquelas boas vindas, aquelas amizades que ali se iniciaram. Foram muitos momentos alegres, outros nem tanto, mas todos eles contribuíram imensamente para que eu crescesse profissionalmente e sobretudo, pessoalmente. Saio daqui com muito mais preparo e competência, mas o mais importante de tudo foram os amigos que fiz, a família nova que descobri. Levarei você, ESSd, em meu coração, com uma gratidão enorme pela oportunidade e pela satisfação proporcionada quando mais precisava. Que o sucesso continue ao nosso lado e a felicidade uma companheira assídua, assim como foi minha durante todo período que estive aqui nesta apaixonante instituição de ensino superior. À melhor Escola de Formação de Soldados do mundo, meu muito obrigado!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Nobre, do 22° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nessa data.

Levarei comigo lembranças de dias cheios de batalhas e glórias, onde jamais esquecerei,  não só fiz amigos, mas sim uma família que guardarei no coração!”

 

 

“Querida Escola!

Eu, Soldado PM Jesy, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nessa data, 23 de novembro de 2017.

Serei eternamente grato por todo aprendizado e pela oportunidade de ser o Porta Estandarte da 5ª Cia Es, e posteriormente, da ESSd. Nessa Escola vivi dias que jamais esquecerei, levarei todos com carinho em meu coração. Até breve!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Vicentini, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você com muita alegria e tristeza ao mesmo tempo.

Foi uma longa jornada com um pouco mais de um ano e meio de convívio com pessoas que jamais irei esquecer. E por fim só tenho a agradecer por tudo que aprendi aqui.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ramos, do 22° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, 23 de novembro de 2017.

Gostaria de agradecer por tudo o que passei neste um ano de Pirituba pois no final de novembro já completo três anos de posse. Não tinha conseguido concluir o curso no tempo previsto devido a um acidente numa instrução de POP, quando caí e rompi o ligamento do meu joelho, me impossibilitando de terminar o curso no interior. Quando soube da notícia que o curso começaria em novembro de 2016 e que teríamos que vir para Pirituba, confesso que fiquei assustado. Muitos colegas contavam várias histórias da Escola, mas quando cheguei aqui pude perceber que tudo isso era puro “bizu furado”. Assustei-me com o tamanho da Escola e me surpreendi com o ensino adquirido. Chorei, dei muita risada, fiz novas amizades, pensei em desistir… Mas a vontade de me superar foi maior. Pelo fato de sermos poucos alunos e uma turma atípica, pegamos muitas escalas… Mas vejo isso como um grande preparo e oportunidade para desempenhar um melhor e mais seguro trabalho. Os estágios embarcados ajudaram muito a tirar o medo da “rua”. Tudo que passei foi uma grande lição como profissional e homem. Agradeço primeiramente a Deus e depois à Polícia Militar por me ensinar a ser mais seguro e menos ansioso (embora ainda tenha que melhorar muito). O lugar que mais temia… Que mais corria… Foi pra onde exatamente eu fui…e só tenho agradecer. Hoje posso falar “Eu venci essa batalha” obrigado, Querida Escola de Pirituba!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ferreira Santos, do 19° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, que ficará por muito tempo gravado em minha memória.

Com eterno carinho e saudades dos dias consagrados que vivi ao lado de pessoas maravilhosas, que conheci em minha breve passagem como remanescente e aluno na melhor e maior Escola de Formação de Soldados do mundo. Ao tomar posse no dia 06 de julho de 2016 e adentrar a Escola pela primeira vez pelo portão da Vila Clarice, pensei: “É real agora, deu certo, finalmente estou aqui, tomara que meu processo não caia.”

Ainda não caiu, ainda existe essa possibilidade, mas não estou mais preocupado como antes, porque fiz amigos e vivi ótimos momentos durante pouco mais de 1 ano e 4 meses. Fiquei na condição de interno por 5 meses, conheci pessoas que já se formaram e foram seguir suas carreiras em seus Batalhões. Vi duas turmas se formarem e agora é a minha vez, não é como sonhei que seria, no Anhembi e com todos meus amigos e parentes presentes, mas será memorável. Essa Turma vai ficar na história de Pirituba, a famosa “Turma de Remanescentes”. Uma Turma que lutou e esperou mais do que qualquer uma para poder envergar a tão bela e nobre farda da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Ser um desses remanescentes me proporcionou aprender mais sobre a parte administrativa da profissão, algo que não seria tão fácil após estar patrulhando as ruas do Estado. Conheci superiores que até ouso considerar alguns como amigos; fiz muitos amigos e perdi dois, mas sempre me lembrarei de todos eles, dos momentos que vivemos juntos durante o curso. Despeço-me, por enquanto e agradeço por esses dias consagrados, que jamais ousarei esquecer. Até breve, Escola Superior de Soldados “Cel PM Eduardo Assumpção”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM João Paulo Enrique Vila, do 21º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Após exatos 1 ano, 5 meses e 9 dias de muito trabalho, conhecimento, esforço e dedicação. Sobretudo, porém, de muito amor. Já sentia grande estima pela Polícia Militar, hoje sinto amor. Amo o que faço e faço porque amo. Foram 524 dias consagrados, dos quais jamais ousarei esquecer. Peço a Deus que me proteja nessa caminhada, e proteja a todos que ingressarem pelo mesmo portão que eu em busca do mesmo ideal que tenho proteger o cidadão paulista, combater o crime e manter a ordem pública!”

 

 

“Escola Superior de Soldados,

Eu, Soldado PM Pishinin, do 21º Pelotão da 1ª Cia Es me despeço de você nesta data.

Como não dizer que foram dias consagrados que jamais ousarei esquecer…1 ano e 4 meses: esses foram os dias que levantava de manhã e tinha apenas um destino: aprender para servir.

Diria que não foram nada fáceis, mas, estavam ali os melhores e mais capacitados instrutores para nos ensinar, alguns na dor e outros com amor!
Ainda me lembro de quando fui reprovada por ter alguns milímetros a menos na altura, no ano seguinte, a mesma resposta “assina e devolve a pulseira”, mas eu não iria desistir porque com 1,595m eu acreditava que seria uma excelente policial militar e daria o meu melhor. Algum tempo depois eu estava usando pela primeira vez um casquete, envergando o tão sonhado “cinza bandeirante”,  “pagando mil polichinelos” com a Tenente Bianca, chegando no pátio da tão sonhada “Comando Real”, sem voz, após descer a esplendorosa alameda depois de uma solenidade…

Lembro-me de cada sexta feira, lembro-me dos medos que tive, das alegrias e das tristezas, dos sorrisos em forma, das lágrimas …”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Wellington, do 22° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço da Escola Superior de Soldados com a sensação de dever cumprido! Me dediquei na Escola o máximo que pude, com todo o meu coração. Confesso que não foi fácil e por inúmeras vezes pensei em desistir, mas diante da situação da segurança pública acredito que posso fazer a minha parte e ajudar para que dias melhores venham. Agradeço a oportunidade de ter estado na Escola. Foi um prazer! Muito obrigado! Que Deus nos abençoe e proteja nessa nova fase.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ismassi, do 17º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, 23/11/17.

Depois de muita luta, estarei transformando um sonho em realidade, uma realidade que quase se encerrou quando minha apêndice estourou no Módulo Básico no Gabinete de Treinamento do CPRv. Depois de passar por este obstáculo fui transferido como remanescente à Querida Escola de Pirituba. Passando dificuldades financeiras pedi baixa do curso, ai então Deus colocou no meu caminho um Tenente chamado Soares, hoje Capitão Soares, que com suas palavras de apoio me convenceu a rasgar os papéis da baixa. Depois de tudo isso foi dias consagrados que posso dizer que eu vivi, as dificuldades continuaram, mas não pra me derrubar, e sim para eu crescer: crescer como pai, com filho, como homem, como policial militar que a população espera aí fora. Obrigado Comandante por abrir espaço pra ouvir um pouco de nossas histórias, que Deus abençoe o senhor nesta nova etapa de sua vida, etapa de dedicação à família que sempre esperou de braços abertos enquanto o senhor se dedicou o nossa Corporação, obrigado pelos ensinamentos.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Marly Aparecida de Melo Portilho, do 19° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com o sentimento não de dever cumprido, mais sim de uma fase concluída e pronta para a nova que se inicia. No dia 24/11/17 fará exatamente 2 anos que ingressei na Instituição. Fui remanescente no Módulo Básico por ter uma tatuagem no punho direito no formato de uma estrela com menos de 2 cm, o que fez com que eu fosse eliminada no exame médico e, 2 meses após entrar com recurso e iniciar o Módulo Básico na cidade de Fernandópolis ter minha posse revogada. Tirei minha tatuagem com cirurgia plástica durante o afastamento e consegui retornar. Voltei para o curso, dessa vez em Pirituba e fiz meu Módulo Básico na 5ª Cia Es. Iniciei o Módulo Específico na 2° Cia Es, e faltando menos de dois meses para o término do curso, durante a aula de defesa pessoal tive uma fratura no hálux direito, o que fez com que novamente eu perdesse o curso e ficasse remanescente. Agora com a graça de Deus e depois de muito suor e muitas lágrimas derramadas, estou prestes a concluir o meu objetivo, algo que me dediquei inteiramente e que com o apoio da minha família, agora está se realizando. O próximo passo é me dedicar à sociedade paulista e dar o meu melhor. Ser o que precisarem; psicóloga, médica, conselheira, orientadora, cumpridora da lei… porque é isso que nós policiais fazemos….. E me sinto muito orgulhosa e honrada por ter feito parte da maior Escola de Formação de Soldados do mundo, e poder fazer parte da melhor Polícia do mundo, onde vivi dias consagrados, que jamais ousarei esquecer!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cristiana, do 22° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço nesta data de você, Escola Superior de Soldados.

Querida ESSd, sonhei tanto com esse momento e nunca pensei que seria tão difícil me despedir de você: 1 ano e meio com você todos os dias não seria para menos.

Foram 6 meses como remanescente, por ter passado da idade pra entrar no Edital…Vivi em você os momentos mais confusos da minha vida: sorri, chorei, pensei até em pedir baixa no início, perdi um amigo..
Já sinto falta dos meus amigos e Comandantes… já sinto falta de marchar no “JMS” nas sextas-feiras.

ESSd, lugar em que conheci pessoas, amigos, instrutores, Comandantes maravilhosos e outros não tão maravilhosas assim, que jamais ousarei esquecer… Todos fizeram parte pra eu me tornar a policial militar que me tornei… Tudo que passei, sorrisos, lágrimas, machucados nas mãos, pés, resiliências, faziam parte do meu treinamento. E como diz o meu Comandante: fica aqui o meu agradecimento para a maior Escola Superior de Soldados do mundo.

E eu faria tudo de novo!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Miracele,  do 21° Pelotão,  da 1ª Cia Es,  me despeço de você nesta data, 23 de novembro de 2017.

É com muita dor no coração,  porém feliz em conseguir realizar meu sonho de me tornar policial militar. Foram 06 provas para conquistar o meu objetivo,  é não foi fácil… Muitas pessoas me diziam que “ser policial é perigoso”,  que “tem profissões melhores”,  que “você não vai conseguir”… nada disso me fez desanimar, e hoje estou me formando graças ao nosso Deus. A palavra “Remanescente” para mim não significa restou ou sobra,  significa perseverança, luta,  aprendizado, resiliência, fé… Eu fiquei como Remanescente, pois a minha CNH não havia chegado e acabei tendo que prorrogar minha posse, agradeço a Deus por isso ter acontecido, tive a oportunidade de adquirir novos conhecimentos. Foram 502 dias de lutas e de glórias, onde vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Bistafa, do 22° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço neste dia 23/11/17.

Desta que foi a coroação da realização de um grande sonho: quando a vi pela primeira vez, eu essa moça de uma cidadezinha de 5.700 habitantes do interior de São Paulo, me assustei. Primeiramente com o seu tamanho, em segundo, eu que nunca tive contato com o meio militar, com a forma rígida com que tratavam os recém-chegados, minha Escola! Posso chamá-la assim? Aqui vivi o suficiente para amadurecer pelo menos uns 10 anos… Criei ideais; aqui deixei transbordar o amor que sinto pelo meu Estado, pelo meu País, fiz muitos amigos e aprendi que a farda, essa nossa segunda pele, nos une de uma forma ímpar! Aqui dessa mesma forma experimentei a dor de perder um membro da família, da nossa família! Meu irmão Ribas. Sempre que voltar para visitá-la será como se estivesse retornando ao berço, ao colo da Mãe, minha Escola… Estou partindo, mas deixo contigo um pedaço de mim!”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Marcelo Pereira Barbosa, do 18º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de Vossa Senhoria nesta data….

Durante todo o Curso de Formação cresci muito como pessoa e agreguei mais a minha história de vida, fiz amigos, irmãos, sofri, chorei, suei e hoje me sinto realmente parte dessa enorme família.

Agradeço muito por tudo que aqui aprendi: se fosse preciso faria tudo novamente sem pensar duas vezes.

Já sinto falta dessa Casa  e da rotina!

Tudo que aprendi foi de grande importância.

Sinto-me capacitado para desempenhar e ser o melhor profissional que a sociedade espera, cumprindo meu papel e realizando meu sonho.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gomes, do 19º Pelotão da 1ª Cia Es, despeço-me de você nesta data (23/11/2017).

Aqui nesta Escola encontrei uma nova família e me encontrei como pessoa, aquela que realmente quis sempre ser. Como todas as pessoas, passei por muitas dificuldades, mas na Escola encontrei minha base de sustentação e força para levantar e seguir em frente. Espero que eu possa ser metade do que é o senhor, meu Comandante  e o que  representa para todos nós, agradeço por tudo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Bruno Henrique, do 20° Pelotão, da 1°Cia Es,  me despeço de você nessa data, 23 de novembro de 2017.

Agradecido por tudo que me foi ensinado. Aqui descobri minha verdadeira vocação, uma profissão honrosa que já tenho muito amor por ela.

Quero agradecer a todos os profissionais que fizeram parte de minha formação desde quando remanescente até agora como formando, deixando evidenciado que todos foram de suma importância para que eu saísse preparado para atender a população com tantos conhecimentos.

Com toda certeza, se eu fosse passar por tudo novamente não escolheria outro lugar para me formar que não fosse a Escola Superior de Soldados, onde vivi dias consagrados que já mais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM De Andrade, do 19° Pelotão da 1°Cia Es ,me despeço desta Escola nesta data, 23 de novembro de 2017.

Sou grato por estar realizando meu sonho de ser um policial militar.

Sei que só está começando a minha  carreira, mas tenho certeza que fiz amigos para o resto da vida.

Que Deus possa iluminar a todos da Escola de Pirituba.”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Malinosqui, do 20º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Entrei na Escola como remanescente de classificação  e trabalhei na Prefeitura e na Manutenção.

Fiquei como remanescente por 5 meses antes de começar o curso. Este tempo que permaneci na Escola foi algo totalmente novo para mim, foi um grande desafio e aprendizado.

Tenho muita fé que vou ganhar minha ação e continuar na Instituição, que tanto lutei pra estar.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Uilson do 19°Pelotão da 1°Cia Es, me despeço de você nesta data especial.

Agradeço aos meus familiares pelo apoio, ao Comandante da ESSd, aos Oficiais e Praças que tanto contribuíram para minha formação nesse longo período de 1 ano e 4 meses, que passei nessa Casa de Ensino.

Foram dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Lopes, do 19° Pelotão, da 1°Cia Es, me despeço de você nesta data….

Levarei comigo dias consagrados que jamais ousarei esquecer.

Sou do Estado de Minas Gerais, a 1.100 km de São Paulo.

Tomei posse no dia 25 de agosto de 2016, Dia do Soldado, data que nunca esquecerei, por ser tão especial na minha vida.

Ingressei na Polícia Militar com um grande sonho de servir ao próximo e me dedico inteiramente à profissão, que vejo como uma das mais belas do mundo.

Passei por momentos difíceis, mas sempre enxerguei a vitória logo a frente. Quero crescer na carreira e terminar minha Faculdade de Direito que só falta um ano para concluir.

Agradeço o senhor Comandante e a minha Comandante de Companhia,  Capitão PM Ligia Pinheiro, bem como todos os oficiais e praças com os quais tive contato, pelos ensinamentos e treinamentos que me passaram e que me permitiram tornar-se um excelente profissional.

Saudades eternas de Pirituba.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Gorre, do 18º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Deixo registrado que levarei os ensinamentos para carreira profissional e para a vida.

Cada dia, hora e minuto passado nesta Instituição adquiri conhecimentos para aplicá-los e ensiná-los ao próximo.

Esta é minha segunda passagem na ESSd: a primeira em 2012, com 3 meses de curso, foi cassado minha antecipação de tutela, retornando em 2016.

Mas como tudo na vida tem um propósito, concluo o curso nesta data.

Já com saudades, me despeço, até logo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gilvando, do 19º Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com plena gratidão pelo acolhimento, pela bagagem e conhecimento.

Há aproximadamente 1 ano e 6 meses cheguei nesta Escola: tempo valoroso e importantíssimo para minha formação.

Os 6 meses como remanescente valeu muito como experiência e aprendizagem. Foi tão importante quanto 6 meses de curso.

Durante o curso de Formação, tive boas experiências, dias marcantes e conhecimentos adquiridos por diferentes profissionais altamente qualificados. Terei como base e referência por toda minha carreira profissional os diferentes mestres e educadores os quais tive o privilégio de conhecer nesta Escola. Meu agradecimento especial ao nosso Comandante da ESSd, pela simpatia, liderança e amor que dedica aos seus subordinados. É com muito orgulho e admiração que falarei do excelente Comandante que tive na Escola de Formação.”

“Nós policiais militares, sob a proteção de Deus, estamos compromissados com a Defesa da Vida, da Integridade Física e da Dignidade da pessoa Humana”.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Bruno Nascimento, do 21°Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Estou feliz por ter realizado o sonho de ingressar nas fileiras da Polícia Militar, uma carreira que irei honrar até o fim dos meus dias para que meus instrutores e familiares tenham orgulho de mim.

Sentirei falta da Escola.

Agradeço todo ensinamento que me foi passado, e com certeza…”vivi dias consagrados que jamais irei esquecer…” e sempre que me sentir desestimulado voltarei a esta Escola para respirar o ar que de tão puro alimenta.
Grato comandante por fazer parte da minha longa trajetória.

Que Deus o abençoe.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Rocha, do 20° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço nesta data 23/11/2017 .

O curso que frequentei neste período de 1 ano, na ESSd, confesso que foi os dias mais árduos da minha vida, longe da família, dos amigos e do aconchego de casa, em Assis/SP; porém também foram os dias que mais aprendi em toda minha vida. Tive excelentes mestres, aprendi a me comportar como um policial e realizei o meu sonho.

Agradeço ao Comandante da ESS, Coronel PM Figueiredo por tudo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Joyralan Sousa Tabosa, do 17° Pelotão, da 1ª Cia Es, despeço-me nesta data, 23 de novembro de 2017.

Comecei a prestar concurso para entrar na gloriosa Polícia Militar do Estado de São Paulo em 2010, quando fui reprovado na prova teórica. Prestei por seis vezes o concurso, quando tive a grata surpresa de ver meu nome na lista de aprovados. A cada etapa que participava ficava mais feliz, pois já me considerava um policial militar, foi quando na última convocação para posse e exercício do cargo, meu nome, Joyralan Sousa Tabosa aparecia como remanescente.

Eu nem imaginava o que  era aquela palavra: fui pesquisar e descobri que era sobra, resto. O meu mundo despencou quando vi aquilo. Quando eu achava que já era policial militar, recebo essa notícia devastadora. Larguei tudo, caí em depressão, não tinha vontade de fazer nada. Nem dava atenção à minha família: para mim aquilo era o fim.

Foi quando parei e pensei: estou deixando de lado o mais importante da minha vida, que é minha família. Todos preocupados comigo e eu nem aí pra eles. Tomei uma decisão! Vou buscar perante a Justiça o meu grande sonho. Se fosse da vontade de Deus eu iria ser, mais cedo ou tarde.

Pois bem, entrei com outros 27 aprovados com Mandado de Segurança. Aproximadamente uns 20 dias saiu o resultado da liminar: indeferido. Fiquei um pouco triste, mas não me deixei abalar.

Mais ou menos uns 5, 6 meses saiu a primeira sentença: Deferido!

Um mês depois saiu a convocação para posse e exercício do cargo: aquele momento foi uma das melhores notícias que estava esperando ouvir. Meu processo ainda não subiu  para segunda instância, mas estou bem confiante que já deu certo; independente do resultado, sinto-me realizado em concluir o curso na maior e melhor Escola de Formação de Soldados do mundo. Hoje, nesta tão sonhada data, me formo Soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, na Escola Superior de Soldados, onde vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer!!!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Sodado PM Adriano, do 17º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, após um ano e cinco meses de experiências vividas e conhecimentos  adquiridos, os quais levarei e utilizarei durante os trinta anos de carreira. Mas o que levo de mais precioso são as amizades feitas durante esse tempo e estas sim, levarei por mais de trinta anos.

Obrigado Escola Superior de Soldados.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Caridade, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data tão especial, o dia 23 de novembro de 2017.

No começo do Módulo Básico foi muito difícil, pois não estava acostumado com a vida militar e precisei me enquadrar; com o passar do tempo fui me adaptando e, cada momento e aula foi de muito proveito, muito aprendizado e a todo momento com coisas novas aprendendo sobre a Corporação.

Passando para o Módulo Específico, foi uma enorme realização poder vestir a farda da Polícia Militar com muita honra. Novas experiências. Foram dias mágicos nos estágios embarcados e a pé, e me despeço de você com muito orgulho do que aprendi e do que me tornei, pois tudo que me foi ensinado levarei para minha vida toda.”

 

 

“Querida Escola Superior de Soldados,

Eu, Soldado PM Wendel  do 17º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data tão especial, que é o dia 23 de novembro de 2017.

Aqui fui forjado.

Aqui enfrentei dias maus e vivi experiências marcantes. Ótimas experiências. Fiz amigos. Aprendi a lidar com pessoas diferentes de locais diferentes e pensamentos diferentes.

Percebi que a profissão policial militar é um sacerdócio e uma grande responsabilidade.

Estou grato a Deus e a todos. Nunca imaginei as oportunidades que tive aqui quando cheguei remanescente, perdido, endividado e com minha família preocupada. Mas deu tudo certo e, apesar da remota chance de exoneração, creio que Deus está no controle sempre.

Com o Coronel PM Gomes tive as portas abertas e com o Coronel PM Humberto Gouvêa Figueiredo vi na prática que um líder não se intimida com o sucesso de seus liderados. Ele nos mostrou que  liderança é tudo.

Que tudo começa pela liderança.

Obrigado do fundo do meu coração.

Deixo um texto de Cristo Jesus que diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; aquele que vem a mim jamais o deixarei.”

Deus abençoe o Senhor e sua família. Muito obrigado.

Deixo aqui a benção Araonica. Fala a Arão, e a seus filhos dizendo: Assim abençoareis os filhos de Israel, dizendo-lhes: “O Senhor te abençoe e te guarde; O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Assim porão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei. Números 6:23-27”

 

 

“Querida Escola Superior de Soldados,

Eu, Soldado PM Bertucci, do 21º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta que será um dia que ficará gravado na minha memória e na dos meus familiares para sempre. E nesta data que antecede o dia do meu aniversário, 24 de novembro, este é o melhor presente que eu poderia ganhar: a realização de um grande sonho; o início de um caminho que ousei trilhar na busca de um objetivo.

Foram meses de dedicação, esforço, recompensados por um aprendizado ímpar, transmitidos por profissionais que tem de fato a missão de ensinar.

É o fim de uma etapa, e o início de outra, mas foi aqui, na Escola Superior de Soldados que vivi dias que jamais ousarei esquecer!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gleisson, do 17º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Aqui passei dias consagrados  que jamais ousarei esquecer. Foram muitas emoções, de um aprendizado extraordinário que começou com situações difíceis por causa do processo, mas aos poucos fui administrando.

As atividades curriculares foram ajudando a esquecer destas situações e fui focando na minha formação. Com muita fé em Deus vou conseguir concluir o Curso, ganhar o processo e fazer o que escolhi para ser: Policial Militar.

Eu agradeço a Deus e a Escola que meu ajudou muito no meu amadurecimento.

Obrigado, fiquemos todos com Deus.”

 

 

“Querida Escola,

Sou o Soldado PM Moisés, do 18º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data especial.

Minha vida sempre foi difícil: vim de uma família humilde, mas minha família sempre me ensinou o correto; meu pai ganhava um salário mínimo e mesmo assim conseguiu nos criar com uma boa educação; sou evangélico da Congregação Cristã, meus tios são policiais militares. Quando eu os via fardados, sonhava em ser PM. Hoje consigo realiza-lo graças a Deus.

Vou honrar esta profissão. Escolhi servir.

Agradeço o Senhor por ser meu Comandante, pois todas as palavras já ditas pelo senhor serviram para me forjar. Obrigado Senhor Comandante! Sentirei saudades da ESSd! Nunca deixarei de visita-la! Obrigado.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Priscila, do 18º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você com muita alegria no coração.

A Escola vai me deixar saudades….

Cada momento que aqui vivemos…cada grito de guerra que gritei…cada Solenidade que participei….

Agradeço por tudo! Até breve!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cristiano, do 22° Pelotão, da 1ªCia Es, me despeço de você nesta data com a sensação de dever cumprido.

Não foi fácil poder fazer parte desta grande milícia: foi com muita luta, orações e campanhas a Deus, mas graças a Ele fui presenteado com uma liminar judicial para que eu pudesse dar os primeiros passos nesta grande Instituição.

Aqui aprendi através da distância o que é base familiar e que o seu significado é:  respeito, honestidade, integridade, a união e principalmente o afeto, amor e solidariedade.

Se não fosse o apoio de minha esposa e filho não conseguiria realizar este sonho… aqui também entendi  a passagem bíblica, Provérbio 18:24, que diz  “o homem que tem muitos amigos pode congratular – se, mas há amigos mais chegados do que um irmão”.

Conheci pessoas, que posso dizer que foram verdadeiros presentes de Deus para a minha vida. Deus é  mesmo perfeito em tudo que faz. Agradeço a Ele por ter feito meus caminhos se cruzarem com amigos verdadeiros,  amigos esses que considero família, família  que Deus me deu oportunidade de escolher.
Ó Escola Querida agradeço  pelos dias de lutas, pelos dias de estudos, pelos dias de frio, pelos dias de sono, pelos dias de alegria e pelos  dias consagrados que jamais ousarei esquecer.

Mas nem tudo foi alegria, houve dias de tristeza, angústia e choro, aqui, ó Escola querida, chorei, chorei pela saudade de meu filho, chorei por amigos que com o mesmo sonho que o meu de se tornarem policial militar do Estado de São  Paulo ficaram pelo caminho por uma decisão judicial e um  amigo que pagou com o sacrifício da própria  vida.

Infelizmente perdemos algumas batalhas mas a guerra continua…

Hoje posso dizer que a maior felicidade na Escola Superior de Soldados foi o apoio de meus amigos. Fico triste em não seguir ao lado deles, mas um novo ciclo se inicia em nossas vidas.

Agradeço a Deus por estar podendo realizar um sonho de me formar, mas uma frase que eu sempre disse estou na Polícia Militar, mas ainda não sou policial militar devido ao fato de eu ainda depender de uma decisão judicial e foi por isso que todos os meus dias me dediquei ao máximo,  seja estudando, cantando, vibrando, marchando e até no “5s” tudo que fiz, fiz com amor com orgulho de viver tudo isso.

E é por isso que também sempre digo que minha fé não está no homem e sim em Deus…

É chegada a Formatura, nesta Escola, concluímos mais uma etapa de nossas vidas e esta, sem dúvida, é  apenas uma das tantas vitórias que estão por vir.

Ao longo de todo esse Curso na Escola convivemos com muitas pessoas instrutores, colegas e superiores que vieram e se foram e deles levaremos apenas as boas lembranças conosco.

Ó Escola Querida, quem sabe daqui a uns meses nos reencontraremos ou daqui há uns anos, pois a vida nos separa, mas as memórias permanecem, os bons momentos que passamos juntos não nos abandonam.

“AQUI VIVI DIAS CONSAGRADOS QUE JAMAIS OUSAREI ESQUECER”

“EBENÉZER! – Até  aqui nos ajudou o Senhor!”  “Samuel 7:12.”

 

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Larissa Benavides Bonzanini Alves, do 18º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Levo comigo muita experiência vivida durante todo o período em que aqui fiquei.

Superei limites que por algum momento pensei que não conseguiria.

Meu maior desafio foi ficar  longe de meu filho.

Hoje meu sentimento é de alegria por ter esta etapa concluída, e um vazio por saber que deixo aqui amigos que não irei mais encontrar.

Peço a Deus que olhe por todos e nos abençoe a cada dia nessa profissão.

Muito Obrigado e até breve.”

 

 

”Querida Escola,

Eu, Soldado PM Alenildo, do 18º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data especial, o dia 23 de novembro de 2017.

Eu cheguei na Escola e o Curso já havia começado e por ser uma Turma de Remanescentes, todos já sabiam bastante coisa, portanto tive dificuldades para me igualar em relação aos conhecimentos adquiridos pelo restante da Turma. Mas a ESSd me ensinou com dedicação. Além disto, muitos ensinamentos valorosos nunca irei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Johnathan, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta, 23 de novembro de 2017.

Foram dias consagrados que jamais ousarei esquecer, como diz o hino da ESSd.

Foram dias de alegria e também tristezas por estar longe da família; passei frio, fome e sede na resiliência, mas foi um aprendizado para que eu me tornasse mais forte e desse valor as coisas simples da vida, como por exemplo um dia com quem a gente gosta ou ama.

No Módulo  Básico teve muita ralação e muita emoção em todo tempo, muita responsabilidade quando eu era Chefe de Turma e responsabilidade redobrada quando virei aluno de Dia da 5ª Cia Es.

No módulo específico responsabilidade máxima em tudo, principalmente quando começaram os estágios operacionais.

Muita emoção na primeira abordagem, quando começaram os estágios motorizados: senti na pele o que é ser policial de  verdade.

O COPOM “pagando” ocorrências, a gente entrando nas periferias para solucionar problemas da comunidade, dando apoio às viaturas quando precisavam e abordando suspeitos seja de moto ou carro; foi uma grande e ótima experiência para minha vida profissional.

Só tenho a agradecer a ESSd e ao Coronel Humberto Gouvêa Figueiredo  por ser como um pai para mim: ouvi todos os seus conselhos e às vezes até me emocionei com suas palavras no palanque –  caíam como uma luva nos dias que precisava de conselhos, muito obrigado por ser nosso Comandante, nosso pai. Agradeço também a todos os oficiais e graduados: muito obrigado por ter pertencido a esta humilde Casa de Ensino.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Albani, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com a certeza de que todo aprendizado adquirido no decorrer do curso, será aplicado na atividade operacional com total responsabilidade e dedicação. Todos os momentos que vivi na escola nesses 01 ano e 03 meses, serão lembrados por toda a minha carreira assim como os amigos; os instrutores bem como os Comandantes que conheci. Enfim, obrigado a todos que estiveram ao meu lado nesse período e que todos tenham um brilhante caminho. E nunca esqueçam os dias consagrados que jamais ousarão esquecer. Um fraterno abraço.”

 

 

“Querida Escola

Eu Soldado PM  Tiago Silva, do 17º Pelotão, da 1°Cia Esc, me despeço de você nessa data.

Foram 1 ano e 3 meses de muitas lembranças e muitas felicidades.
Meu processo é de idade, quando fui cortado do meu edital lá no fundo eu acreditava que um dia estaria aqui, por mais que 90% das pessoas acreditassem o contrário, eu acompanhava a página da escola, cada atividade cada postagem e me imaginava aqui fazendo a mesma coisa; eu já fui militar do exército por 7 anos e quando finalizou esse tempo, mesmo eu alcançando o teto máximo que um cabo ou soldado pudesse alcançar, eu vi que poderia ter feito mais, e quando cheguei aqui em agosto de 2016 essa era minha meta, fazer meu máximo, ser incansável, e foi o que eu fiz, dei meu melhor, e sou grato à todos aqui, as pessoas que eu pude conhecer, e os profissionais que eu pude ter como exemplo, tenho plena convicção que eu saio daqui um profissional de segurança pública, claro que isso é apenas um início, tenho muito o que aprender na rua, e me aprimorar a cada dia mais para poder trabalhar em prol da população.

As saudades ficam, mais o filho cresceu e tem que ganhar o mundo, nunca se esquecendo dos aprendizados, valores, doutrinas, dessa valorosa casa de formação dos melhores soldados do “Brasil e quiçá do mundo” obrigado por tudo, agradeço a todos que direta ou indiretamente colaboraram para a formação dos guerreiros da segunda turma de 2015.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Fhilips, do 20º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Colocarei em prática tudo que  aqui me foi ensinado. Comecei aqui.dias nada fáceis, porém segurando as mãos de Deus cheguei  enfim ao meu objetivo, ao dia da formatura e me torno um instrumento da lei, da ordem e da justiça. Este é o começo,  o início de muitas vitórias que virão junto à Polícia Militar. Deixo aqui meu agradecimento por ser minha Escola base, minha Escola de Formação.”

 

 

Querida Escola,

Eu Soldado PM Robson Santos, do 17° Pelotão, da 1ª Cia Es ,me despeço de você nesta data com sentimento de dever cumprido: cheguei no dia 13 de setembro de 2016, a partir desse dia minha vida, mudaria totalmente, aqui aprendi muito, não podia imaginar as coisas que me aconteceriam, o início foi difícil, como tudo aquilo que é  novo.  Aqui passei os dias mais proveitosos de minha vida, fiz amigos, muitos dos quais, me acompanharão para sempre. Por isso tenho que comemorar! Esse é um momento especial! É hora de olhar para trás e ver por tudo o que já passei. Sem dúvida, inúmeros bons momentos, de alegria, de vitórias e de cumplicidade. Devo esquecer aqueles momentos de tristeza , e agradecer àqueles que me impulsionaram adiante. É hora, mais do que nunca, de valorizar as amizades e os conhecimentos adquiridos aqui, nesta escola.
Hoje me despeço de você ESSd, com a maior certeza que irei levar comigo todo conhecimento adquirido aqui, de todas amizades, e o quanto você foi especial pra mim. Obrigado.

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Vitoriano do 18º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data….

E levo comigo, a satisfação de um sonho realizado, no meu quarto concurso, sendo reprovado uma vez no exame médico, duas no psicológico e a última na Investigação Social, pelo fato de ter tido infrações de trânsito, as quais já haviam sido sanadas antes mesmo da inscrição do concurso.
Lembro-me do momento em que decidi lutar pelo meu sonho e mudar a rota da minha vida.

Era gerente de relacionamento do Banco Santander há 10 anos e sentia falta de algo, tinha uma carreira boa, mas não era o que eu sonhava para meu futuro, foi quando decidi ser policial militar, mesmo sabendo que toda minha vida mudaria, continuei firme e forte, e venci.

No dia 23/11/2017 me formo como policial militar do Estado de São Paulo, não sabia atirar, não conseguia fazer barra, meu processo transitando no judiciário, foram tantas dificuldades…mas continuei firme e forte até o fim, superando cada barreira e confiante que venceria, os dias se tornaram meses, agora o tempo passou e o ano de formação se completou, sinto que saio vitorioso e muito mais forte do que entrei, lembro que um sargento que me dava aula de pop no básico muitas vezes me dizia para pedir baixa pois na visão dele não tinha perfil, mas eu nunca me deixei abater, e continuei firme e forte, hoje penso  no que este sargento tentava fazer… Me deixar mais forte, já outros instrutores, que nos davam aulas, nos passaram muitas informações teóricas e práticas sobre o que é a policia, que caminho seguir, que a policia é grande e tem espaço e áreas para todos….que independente de onde estejamos trabalhando sempre devemos amar a farda e dar o nosso melhor. É esta lição que levo para minha vida, todos os dias dar o meu melhor, treinar e estar preparado sempre e nunca parar de estudar, pois o céu é o limite para quem acredita.

Meu objetivo e ser Oficial, fiz a prova no dia 19/11/2017 e aguardo o resultado, tentarei quantas vezes forem necessárias para alcançar meu sonho, e enquanto não conseguir, serei o melhor soldado da PM, ajudando as pessoas na rua, mostrando o que é ser policial e estar a disposição da população, e fazer sem esperar nada em troca, e em nome deste amor por esta família de 100 mil homens e mulheres, e pelo prazer de servir ao próximo arriscando minha própria vida, seguirei firme ate o ultimo suspiro…

 

 

“Querida Escola

Eu Soldado PM Clayton Ribeiro, do 18º Pelotão, da 1ª Cia Es me despeço de você nesse dia 23/11/17.

Irei para uma nova Unidade, mas com a certeza que durante esses dias que vivi nessa escola que eu posso chamar de minha segunda mãe, porque aqui durante 1 ano e 5 meses eu tive um aprendizado que durante 30 anos da minha vida eu não tive. A educação, o respeito, o amor a vida e à família e sempre estar pronto pra servir a quem for preciso até com o sacrifício da minha própria vida. Com toda certeza tudo o que aprendi aqui foram com os melhores profissionais, onde adquiri todo conhecimento para seguir em frente como um grande profissional de polícia. Despeço-me  dessa casa, mas levarei comigo tudo o que vivi aqui e sempre que eu puder retornarei, pois aqui foi o meu berço, obrigado Coronel – Humberto Figueiredo”.

 

 

“Querida Escola Superior de Soldados,

Eu, Soldado PM Murilo Pereira Campos, do 18° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, prometendo não esquecer os dias consagrados que aqui vivi.

Foi um período vasto de emoções mistas e sentimentos à flor da pele. Pretendo servir por 30 anos ou mais.

Vou partir, mas fica aqui uma saudade que espero levar dentro de mim pelo resto da vida. Uma saudade gostosa de sentir!

Despeço-me, mas não com um adeus, mas sim com um até breve!”

 

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Giovane Santos do 22° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita felicidade, agradeço, primeiramente à Deus e a você, por essa grande vitória que estou conquistando, com muita luta e momentos de tristeza que digo que valeram a pena, sofrer um pouco, porque não existe vitória sem batalha, lutas e provas, mas Deus cumpriu o desejo do meu coração de ingressar nas fileiras da Corporação e me tornar policial militar. Aqui deixo meu abraço e carinho: só ficará saudade desta Unidade onde me formei.

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gualter do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Queria agradecer por todos os momentos em que passei ai, que foram momentos marcantes na minha vida e importantes para minha formação, pois  passei momentos bons e ruins e hoje tenho a certeza que jamais irei esquecer os dias consagrados que vivi na melhor e maior Escola de Formação de Soldados do mundo, pois quando converso com os policiais formados eles falam “você está na melhor Escola de Formação da Polícia Militar” e isso é uma pessoa de fora falando e não foi apenas uma vez, mas sim diversas vezes!

Durante esses 17 meses que passei aí tive diversos momentos que levarei comigo para sempre, os ensinamentos que adquiri com instrutores da ESSd e de outras Unidades. Agradeço a Deus por me deixar e me apoiar a realizar o meu sonho. Minha família sempre me apoiou nos momentos mais difíceis: quero com eles dividir os momentos felizes. Irei sentir saudades de todos os amigos e colegas que fiz nesse período. Agradeço a todos pelos ensinamentos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Daiane Silva, do 20° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nessa data com a sensação de missão cumprida, momentos felizes que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Luan Wesley, da 2° Cia Esc, me despeço de você nesta data….

Quero deixar meus sinceros agradecimentos ao senhor e aos colaboradores em geral, pelos conhecimentos transmitidos a nós alunos.

Foram 1 ano e 6 meses vividos nessa Casa, onde pude adquirir muitos conhecimentos, onde aprendi a ser um ser humano muito melhor, tive momentos tristes, mas muitos momentos felizes, onde aprendi amar pessoas que jamais imaginei conhecer um dia…

Com muita alegria tenho orgulho de dizer que pertenço a melhor Escola de Formação de Soldados do mundo…

Muito obrigado e que a Escola continue com essa mesma dedicação e vibração nos ensinamentos, que daqui sairão milhares de homens que mudarão nossa sociedade…

Muito obrigado por tudo…”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Edinalvo Santana, do 22° Pelotão da 1ª Cia Es me despeço de você hoje.

Três passos pra conquistar seus sonhos: -Querer – Tentar -Nunca desistir.

Eu quis, eu tentei e nunca desisti….

Olhando pra trás e lembrando tudo que vivi, com todas as disparidades, de uma coisa eu me orgulho….foram vividas com muita Intensidade. Até mais ESSd.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Valério, do 22º Pelotão da 1ª Cia Es me despeço de você hoje.

Quero aqui agradecer a esse comandante  que sempre se mostrou presente na frente da tropa. Não foram fáceis esses quase 1 ano e 6 meses servindo nessa gloriosa ESSd, me doando, adquirindo e repassando experiência. Agradeço a Deus a oportunidade de estar aqui hoje: posso dizer que aqui aprendi a ser um homem de verdade, que aprendi a dar valor às pequenas coisas e hoje sou um pai melhor pelos ensinamentos que aqui aprendi. Despeço-me da ESSd com muita tristeza e com uma missão que aqui retornarei, para ajudar ou para encerrar minha carreira. Obrigado.”

 

 

“Querida Escola,

“Eu, Soldado PM Manzieri, do 23° Pelotão, da 2°Cia Es, me despeço de você hoje.

Agradeço a Deus primeiramente por mais um ano de vida, pela força e sabedoria que vem me sustentando de pé diante de tantas dificuldades, pelo apoio da minha família, aos 38 anos de idade, pela nova experiência profissional e doutrina. Agradeço pela evolução como pessoa que nos proporcionou, Querida Escola Superior de Soldados –  ESSd. Parabéns a todos colaboradores!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Alexandre Aparecido Vieira, do 19º Pelotão da 1ª Cia Es me despeço de você hoje.

Venho por esta, expressar algumas palavras para descrever o quanto estou feliz por realizar meu sonho.

Vivi muita coisa boa durante este período de 1 ano e 2 meses.

Quero agradecer primeiramente a Deus por tudo em minha vida, ao senhor pelo exemplo de homem que nos passa, algo que tive a oportunidade de perceber em seu olhar, que inspira dignidade, quero agradecer também ao exemplo de várias outras pessoas dentro da Escola. Não citarei todos porque são muitos. Que Deus continue abençoando a todos dessa iluminada escola. Muito obrigado!!!!

 

 

 

Querida Escola

Eu Soldado PM Nunes, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data, 23 de novembro.

Depois de ter sido matriculado no edital passado e sofrido um acidente de moto, fraturando meu pulso e passando por cirurgia protética e hoje graças a Deus estou realizando o sonho de ser mais um policial militar do Estado de São Paulo.

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Deivid, da 2° Cia Es, me despeço com grande prazer dessa ilustre escola de formação de soldados.

É com orgulho que aos 45 do segundo tempo consegui entrar nessa gloriosa Corporação, seguindo os passos do meu irmão e do meu grande  herói, meu pai, que pertenceu a esta gloriosa corporação por 28 anos, mas que infelizmente teve sua vida ceifada por marginal, mas isso não me impediu e nem ao meu irmão de seguirmos adiante nosso grande sonho de pertencer a polícia militar do estado de São Paulo.

Obrigado Sr. Cel Humberto Gouveia Figueiredo, grande CMT da maior e melhor escola de formação de soldados do mundo.

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Caroli, me despeço de você nesta data…
Deixando aqui meus agradecimentos por tudo o que me foi ensinado, pelos valores aqui agregados em cada um que passou por essa gloriosa casa de ensino. A União é a força, levarei isso sempre eternizado  na minha alma … Parabéns Comandante e a todos aqueles que do seu lado estiveram carregando essa missão. Foi e é uma honra estar sobre seu Comando.
Forte abraço

Que Cristo jesus  sempre esteja conosco!!!”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Herculano, me despeço de você nessa data.

Lembrando que dia 16/06/16 adentrei por esses portões a primeira vez, onde vivenciei dias consagrados que jamais ousarei esquecer, aqui fiz amigos que levarei para vida toda e muito aprendi com os instrutores , só tenho a agradecer por ter feito o curso básico e específico na ESSd.

Bons profissionais, bons comandantes!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Thamires, do 24º Pelotão da 2ª Cia Es me despeço de você nesta data.

Gostaria de expressar a minha felicidade em fazer parte da Polícia Militar e principalmente da ESSd, foi um ano de muita experiência adquirida, vinda de superiores e pares, que sem sombra de dúvida guardarei com muito carinho. Agora fica uma sensação de dever cumprido (no que diz respeito ao curso) e um enorme ânimo e preparo para defender a minha sociedade, com o respeito e dignidade que a nossa família merece…obrigada”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Edmilson Santos do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Foi um ano de várias experiências e conhecimento e amizades que ficarão para resto da vida.”

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cordeiro, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Sentirei somente saudades dos poucos amigos que fiz durante o período escolar e da minha amiga Chivunck. Lembro-me que cheguei motivada para estudar e com o passar dos dias percebi que nem sempre quem estuda obtém a nota mais alta, logo, fiquei desanimada e só sentia vontade de encerrar meu período acadêmico.

Mas, na ESSd obtive uma lição de vida valorosa, aprendi a me policiar, falar e confiar menos nas pessoas. A maioria das pessoas que querem te ajudar nem sempre estão bem intencionadas, ainda mais se a ajuda é do Mike pra Fox. Desejo de coração que na atividade operacional eu seja reconhecida pelo meu trabalho, não porque sou pedaço de carne e tampouco puxo o saco de um superior hierárquico. Sei que ainda irei aprender muito na minha jornada policial militar, contudo, almejo honra, lealdade e disciplina na minha trajetória.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Rossi, do 17 Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Agradecendo por todos os momentos de aprendizado, lutas, suor, alegrias, tristeza com a certeza que isso me tornou uma pessoa melhor. Agradeço a todo o corpo discente e docente da escola e todos os policiais que tive contato em estágio embarcado nas OPM, em especial ao Sd Onofre e Sd Barcellos do 4BPM/M, que são exemplos de ótimos profissionais e comprometidos com a sociedade. Um abraço especial ao Cel Figueiredo que Deus ilumine seus caminhos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Letícia Cristina de Araújo, me despeço de você nesta data…

Foram tantas dificuldades… Quantos obstáculos surgiram no nosso caminho?
“Deixamos” nossa família, o conforto de nossa casa, nossos amigos, em busca de um sonho.

Tivemos dias difíceis, choramos, sentimos dor, tomamos sol, tomamos chuva, ficamos roucos, sentimos saudades, ficamos finais de semana sem ir para casa, passamos noites estudando, noites sem dormir… E quase no final de tudo isso, perdemos um irmão de farda.

Superamos todos os obstáculos, superamos nossos limites, nos tornamos mais fortes, mais resistentes, e entendemos que tudo que passamos tinha um propósito, a realização de um GRANDE SONHO, a missão de Servir e Proteger.. E daqui, levo a certeza, com mais 282 guerreiros, de que Vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Silva Lopes, do 21° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data….

Com o sentimento de dever cumprido, aqui eu realmente vivi  dias consagrados, aprendi não só  a ser um profissional de Polícia, aprendi também o que é espírito de corpo, trabalho em equipe, entre muitas outras coisas, agradeço primeiramente a Deus.. minha família, amigos, superiores que sempre estiveram ao meu lado nesta jornada, com certeza os dias vividos aqui nunca mais  esquecerei.

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM David Mendes Isaias de Souza, me despeço de você nesta data.

Fiquei por 1 ano e 5 meses, onde aprendi, estudei, ralei, onde vivenciei dias consagrados que jamais ousarei a esquecer, onde faria tudo novamente e espero pisar nesse solo sagrado novamente e marchar um dia”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Thayane, da 2ª Cia Es, me depeço de você nesta data.

Venho expressar o que passei nesses 17 meses nessa escola.
Não escrevi errado, 17 meses, pois fiquei de remanescente para iniciar o curso básico e fiquei trabalhando na sessão da Prefeitura onde tive muito aprendizado.
Acho que a palavra que se encaixa perfeitamente faltando dois dias para a formatura é:SUPERAÇÃO.

Pois somos submetidos a vários tipos de tensões e emoções das quais usaremos para o resto da vida. Todo aprendizado que aqui absorvi vou usar com certeza no meu dia-a-dia.

A única sugestão que queria apresentar é que deveríamos ter mais estágios, pois só na prática e vivenciando a realidade poderemos sair mais preparados.
Desde já agradeço a atenção.

Obrigada.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM do 17° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita alegria, pois vivi aqui dias consagrados que jamais ousarei esquecer, tive momentos de alegria e de tristeza,  posso dizer que cresci muito, pessoal e profissionalmente, abri mão do convívio familiar na certeza de que me tornaria uma excelente profissional!

Sou grata a Deus por tudo, por ser parte dessa turma na melhor escola superior de soldados do mundo!”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Gama, me despeço de você nesta data.

Deixando para trás um pouco de minha história, suor, lágrimas de felicidades e de tristezas de *DIAS CONSAGRADOS   QUE JÁ MAIS OUSAREI ESQUECER*”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM KEVEN, do 18° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Finalmente sendo um soldado formado pela Polícia Militar do Estado de São Paulo, minha remanescência foi devida a reprovação no exame psicotécnico, mas não me deixando abater por isso segui em frente e hoje aqui formado por essa honrosa polícia !!!!”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Anjos, do 19º Pelotão, da 1 Cia Es, me despeço de você nesta data.

Venho por meio dessa mensagem me despedir do Sr. e dessa casa mãe que foi a ESSd, onde tive o privilégio de aprender os valores dessa tão gloriosa Instituição que é a nossa querida e amada polícia militar do estado de São Paulo, nesses 12 meses e pouco de curso, aprendi de verdade o que é ser companheiro, aprendi que na PM ninguém trabalha sozinho e que em todos os departamentos é necessário trabalhar em equipe, aprendi que a PM não vive só do operacional e que tem excelentes profissionais no Administrativo também, agradeço imensamente o comando do Sr. juntamente com os graduados e oficiais, na formação dos Alunos soldados, foi de extrema importância, deixo o meu muito obrigado ao Sr. e sabendo da aposentadoria que já está próxima desejo que o Sr. possa descansar e apoiar a família do senhor e que desfrute desse merecido descanso.

Fica aqui o meu muito obrigado Cel Figueiredo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Raphaela Correia Balduino do 21° Pelotão da 1 Cia Es, me despeço de você nesta data.

Escola venho me despedir do senhor e dessa gloriosa escola da qual mudou a minha vida nos últimos 17 meses… aprendi, chorei, sofri, fiz amigos, companheiros e conheci uma realidade completamente da que já vive.

Enfim… gostaria de agradecer cada momento, cada chamada de atenção,  cada gota de suor e lágrimas derramadas porque no final tudo valeu a pena.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Renato do 25°Pelotão, da 2° Cia Es, me despeço de você nesta data com um misto de sentimentos.

Em primeiro gratidão por fazer parte dessa grandiosa instituição POLÍCIA MILITAR e assim me tornar uma pessoa melhor, agregando mais valores e princípios dados por minha família.

Agradeço também pelos ensinamentos teóricos passados, para que possamos atender melhor nossa sociedade. Outro sentimento que em meu peito se faz presente é o da saudade.

Saudades dos amigos de farda que nessa casa de ensino Deus me deu a honra de fazer, também sinto tristeza pela despedida, tendo em vista que verei muitos desses amigos apenas por fotos.

E por último, sentimento de dever cumprido  e saber que essa Unidade me formou com excelência, para assim ajudar a servir à sociedade paulista.

Obrigado ESSd, obrigado Oficiais e graduados por tudo o que passamos até aqui e um até breve porque  nessa casa vivi dias consagrados que jamais irei esquecer…”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Tatiane, do 17° Pelotão, da 1°Cia Es, me despeço de você nesta data 21/11/2017.

Com uma enorme satisfação digo que irei embora com sentimento de dever cumprido no que diz respeito ao curso, porém a saudade dos dias vividos aqui existirá por onde eu for.  Fui muito bem instruída por superiores e apoiada pelos pares e tenho a certeza de que irei servir a sociedade da melhor maneira possível.”

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Ometto, do 19° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço nesta data.

Queria agradecer por tudo que a Escola Superior de Soldados me proporcionou nesses mais de 365 dias. Confesso que entrar na Policia Militar me salvou de uns dos piores sentimentos que um ser humano pode ter: a depressão. Foi uma alegria imensa quando recebi a ligação da DP dizendo para me apresentar na escola. Aprendi muitas coisas, me tornei uma pessoa melhor, fiz novas amizades e tive a plena noção do que é a nossa sociedade.

Muito obrigado Escola Superior de Soldados por me dar dias consagrados que jamais ousarei esquecer!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Alice, me despeço de você nesta data.

Depois de muita luta, sofrimento, ligamentos rompidos, eu venci. Conclui com êxito esse tão sonhado curso. Levo em minha vida todas as coisas positivas que eu aprendi aqui. Obrigada por tudo.”

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Magalhães, me despeço de você nesta data.

Com muito orgulho e tristeza, pois foram 1 ano e 5 meses de alegrias e por vezes tristezas. Na ESSd aprendi a ser forte; a cair e levantar;  e jamais abaixar a cabeça e desistir, fiz vários amigos que compartilharam muitos momentos felizes e alguns momentos triste, dessa escola irei guardar várias experiências  e levarei no meu coração os amigos que aqui fiz. GRATIDÃO, com essa palavra encerro meu pequeno texto, agradecendo por tudo, maior e melhor escola superior de soldados do MUNDO!”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Higor, do 19 Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data 21NOV17.

Tive que prorrogar minha posse, pois não tinha CNH, fui empossado na Data 12JUL17, passei 4 meses como remanescente trabalhando na Prefeitura e Logística, comecei o Módulo Básico na 5 Cia, e  o Específico na 1 Cia.

Posso dizer uma coisa com convicção, Vivo Dias consagrados que jamais ousarei esquecer…”

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Pablo, do 17 Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Minha jornada é longa, sou do Mato Grosso, estou a 1500 Km de casa, vim pra SP para realizar meu sonho, que hoje se concretizou, estou muito feliz por fazer parte da gloriosa, para mim é muito satisfatório ter feito parte da maior e melhor escola do mundo, quando vou para casa em Mato Grosso meus amigos falam que sou sortudo por estar na Policia Militar de SP, que é referência em todo lugar do mundo, quase perdi essa batalha por conta da minha ação que tinha caído, quando eu vi um vídeo do senhor coronel Figueiredo falando sobre nós me emocionei muito, para mim não tenho palavras para descrever aquele dia, aquele momento, que  assisti o vídeo e é com grande alegria que agradeço por tudo, principalmente por me tornar policial do Estado de São Paulo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ezedequias, do 20° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nessa data.

Com a sensação de missão cumprida, muitas coisas que aprendi, vivi momento tristes e felizes, fiz muitos amigos que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM VAROL, me despeço de você ESCOLA SUPERIOR DE SOLDADO em 23/11/2017.

Onde realizei o sonho que tanto almejei, me tornar um POLICIAL MILITAR.

O caminho não foi fácil, etapas foram vencidas uma a uma. Como se somente essas etapas não bastassem, mais uma pedra surgiu no caminho, uma palavra tornou parte do meu vocabulário diário e da minha vida REMANESCENTE. Mas em nenhum momento desisti, a todo o momento tive apoio de amigos e familiares. Nesse tempo que conheci pessoas, fiz amigos, alguns tornaram-se grandes irmãos. Ate que enfim em 16/07/2016 coloquei os pés nesse solo (como diz a frase) que “JAMAIS OUSAREI ESQUECER”. Saio daqui  hoje com o sentimento de dever cumprido, gostaria de agradecer a todos que dedicaram tempo, conhecimentos, experiências. Fazendo com que eu me tornasse o melhor soldado, da melhor escola de formação de policia militar do mundo. O que mostrarei no dia-a-dia dando o meu melhor, colocando em pratica tudo que foi aprendido aqui. Hoje me despeço mas com a certeza que voltarei, pois como diz o ditado “UM BOM FILHO A CASA SEMPRE RETORNA”..

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cirne, do 19° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com sentimento que levarei toda experiência na minha bagagem,  um ano, cinco meses e dez dias onde deixei minha família no estado da Paraíba para servir a polícia militar do estado de São Paulo.  Todo aprendizado colocarei em prática para defender o povo Paulista. Agradeço por ter contribuído na minha formação.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ruys, da 2° Cia Es, me despeço de você nesta data 23/11/2017.

Iniciei minha carreira profissional na PM em 16JUN17, com ação judicial de classificação, com uma turma de 46, Soldados, fiz muitas amizades sinceras durante o curso de formação, anteriormente, trabalhava na área de saúde dedicando-me a ajudar as pessoas, prestei o concurso por realização pessoal e profissional, passei meses como remanescente na escola trabalhando a favor da instituição, até iniciar o curso, sou de família simples, pais e irmãos, são metalúrgicos, fui o único membro da família que se identificou com as Forças Armadas, aqui fiz família, irmãos e acima de tudo conhecimento profissional em ambas as áreas pois a PM é um leque, que varia de muitos conhecimentos e dedicação.

Dedico-me ao serviço por amor. Finalizando vivo Dias consagrados que já mais ousarei esquecer.

ESSd eternizado.”

 

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cavalcante, do 21° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data…

Não imaginei que este dia chegaria tão rápido, embora fosse tão aguardado, eis que chegou. Cada dia aqui neste solo sagrado será lembrado sempre em minha memória, por cada momento que passei aqui.

Aqui foi onde posso afirmar incessantemente que foi o lugar onde me realizei profissionalmente, lugar onde realmente encontrei o sentido da minha vida. Sinto-me realizado como pessoa.

Saio daqui com o sentimento de dever cumprido e com meus mais sinceros agradecimentos a todo o efetivo da Escola Superior de Soldados, o maior centro de formação de Soldados do Mundo.

Aqui eu vivi, vivo e sempre viverei dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola…

Eu Sd TRENTO, me despeço de você nessa data dia 23/11/2017 exatamente 1 ano 4 meses e 9 dias depois de eu tomar posse.

Período de abdicações, período de algumas perdas, que só agora entendi o famoso ditado “Deus escreve certo por linhas tortas”. Eu a 600 km da minha cidade em um período frustrado de remanescente. Sabendo que poderia ter feito o curso básico em uma escola na minha cidade. Não entendia, não compreendia o porquê que não fui agraciado com isso.. porém mais uma vez …. vem o velho ditado….

Agradeço por ter feito meu módulo  básico e meu módulo específico neste chão sagrado que só quem pisa entende o que é estar aqui…
Deixo já, minhas saudades… minhas lágrimas, inclusive me segurando ao digitar esse pequeno texto, lembrando de cada momento. É um misto de alegria com tristeza. Obrigado por tudo. Obrigado ESSd.

“Aqui vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer”.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Muniz, do 26º Pelotão, da 2ª Cia Es, me despeço nessa data com muita gratidão e alegria

Fui remanescente durante 5 meses e passei ao todo 1 ano e 5 meses nesse lugar onde levarei uma bagagem de ensinamentos e valores aqui recebidos que Deus nos abençoe em nossa carreira e muito obrigado ao senhor nosso Comandante.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Marcelo Roberto Viezorkoski, 19º Pelotão, 1 Cia Es, me despeço nessa data.

Nosso trajeto pela escola daria para escrever um livro. Foram grandes lutas, mas muitas vitórias, passei momentos que nunca irei esquecer, aprendizagem, muitas amizades e muitas vitórias, uma delas é realizar meu sonho de me tornar um Policial Militar e hoje posso dizer que esse sonho eu realizei, graças aos ensinamentos de nossos instrutores. Sou grato por tudo. Obrigado Coronel por tudo que nos proporcionou, um grande abraço, ass. Viezorkoski”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM ROZZI, me despeço nesta data.

Agradeço a rica oportunidade de viver dias insubstituíveis nos quais tenho orgulho de dizer ter passado por tão valiosa Escola Superior de Soldados,a tão somente,  MELHOR ESCOLA SUPERIOR DE SOLDADOS.
Obrigado aos Comandantes pelo ensino e pela imensa bagagem compartilhada, conselhos, dicas e além de tudo respeito, respeito este que carregarei pelo resto de minha vida.

Obrigado.”

 

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Rogers do 27º Pelotão, da 2 Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com a certeza de estar levando para rua o melhor conhecimento quando se fala em segurança pública, também gostaria de dizer que esta escola além de formar policiais também realiza sonhos e forma homens, tomei posse dia 22JUN16 sem a certeza da minha permanência e saio agora dia 23NOV17 um policial honrado que viveu dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Renato Barbosa, do 23º Pelotão, da 2ª Cia, me despeço da escola superior de soldado, nesta data.

Com mais uma história na minha vida cumprida, com ajuda primeiramente de Deus, que deu força em todas as etapas, da minha família que esteve sempre ao meu lado apoiando e compreendendo os momentos ausentes em virtude da profissão, aos graduados e oficiais que estiveram ao nosso lado, mostrando sempre o caminho da profissão e ao Sr. Comandante da escola superior de soldado, Humberto Gouveia Figueiredo, um excelente Comandante, agradeço de coração pelo seu apoio aos soldados em formação, pelos ensinamentos e dedicação. A saudade já bate no peito, em saber que muitos que convivemos, talvez não veja mais pessoalmente, somente em fotos, levarei momentos especiais que vivi e jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Duarte, do 17º Pelotão, da 1 Cia Es, me despeço de você nesta data, onde jamais esquecerei dos ensinamentos aprendidos e dos obstáculos superados, há 8 meses estava passando por um tratamento de quimioterapia, hoje estou feliz por ter conquistado esse primeiro passo na carreira pela qual escolhi seguir e dedicar-me! Sempre me lembrei dos amigos, instrutores e comandantes que me passaram muitas lições que levarei para vida. Como depois de toda tempestade vem a bonança, posso dizer que sinto orgulhoso por ter chegado até aqui e me esforçarei ainda mais para amplificar o meu trabalho de bem servir!! Assim me despeço como um até logo…”

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Bianca, do 18° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data (23NOV17).

Agradecendo a todos que contribuíram para minha formação. E dizer humildemente  que não foi uma luta fácil chegar ao término do curso. Meu curso foi interrompido devido a minha gestação, que não foi tão tranquila, pois vieram dois bebês lindos de uma vez só. No decorrer do curso, não foi fácil deixá-los. Agradeço aos meus amigos e amigas mães pela força,  pois também tiveram que deixar seus filhos. Enfim, Missão cumprida na ESSd.  Pronta para esta próxima missão que é seguir com essa carreira maravilhosa.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Emanoel Davy da Rocha Xavier, me despeço de você nesta data *23NOV17*.

Com um grande sentimento de agradecimento. Muito obrigado por todas as oportunidades que me foram concedidas, por todas as vitórias e muito mais, por todas as frustações pelas quais só consegui passar por ter optado por estar aqui, mas graças a essas frustações que hoje me sinto mais forte, mais corajoso e me identifico mais e mais com nossa Instituição.
Estou indo embora já com saudades, saudades dos meus companheiros os quais estiveram comigo por tanto tempo, saudades daquele que no finzinho do curso e mesmo sem muito tempo na Instituição já nos deixou por ter cumprido sua missão na terra, saudades das lágrimas e suor que derramei nesse solo, lágrimas estas que deixo mais uma vez ao escrever esse texto de despedida.
Agradeço ao meu Deus por essa oportunidade, agradeço a toda minha família e amigos que me apoiaram e acreditaram em mim, muitas vezes acreditaram mesmo sem eu mesmo acreditar. Agradeço ao Comandante da escola *Cel Figueiredo* por reger tão bem essa escola, por fazer de seus subordinados amigos, irmãos e admiradores do seu grande trabalho.

Espero que os próximos alunos tenham a mesma sorte que tive, que possam viver dias consagrados como eu vivi, dias esses eu tenho total certeza que jamais esquecerei.

“Não há vitorias sem lutas, muito menos conquistas sem batalhas. A vida é feita de oportunidades e o mais importante talvez não seja saber somente aproveita-las, mas também criá-las…”_Leonardo Luis Gomes_
Com grande alegria e com um aperto enorme no coração me despeço dessa família.
Obrigado *ESCOLA SUPERIOR DE SOLDADOS*”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Walter Ribeiro Santos, me despeço de você nessa data.

Já com saudades, muito lutei para poder frequentá-la como aluno da Polícia Militar, 7 vezes para ser exato e graças à Deus na sétima vez meu sonho se realizou, hoje concluo com êxito o curso, muito conhecimento agreguei nesses um ano e cinco meses, desde que pisei a primeira vez na ESSd como remanescente, grande foi a luta mas alcancei a vitória, tudo o que aqui aprendi, levarei comigo até o fim da minha vida e durante esse percurso, espero futuramente ensinar novos soldados. Um sonho de criança que se concretiza, desde que aspirei ser Policial quando trajava a farda de Guarda Mirim, agradeço à Deus por essa dádiva!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Celisa, do 22° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita alegria e pesar, pois os dias em que aqui passei, vivi dias inesquecíveis.
Há poucos meses, todos os dias quando na ida ou retorno ao trabalho, de dentro do trem inclinava minha cabeça em sua direção e tinha a visão do campo de futebol, quando avistava algum aluno eu ficava tão feliz, me via neles e no meu íntimo eu dizia ” Um dia hei de estar ali”, eu sempre te admirei *Querida Escola*, sempre desejei viver tudo que me proporcionou nestes quase doze meses, olhava para ti com um desejo imensurável, ainda admiro e jamais deixarei de agradecer sua existência, que através de todos seus “componentes”  pude ter ” *A melhor formação de Soldados do Mundo* “, Querida Escola, confesso eu AMO quando o comandante usa esta frase, me arrepia…rs, eu sei o quanto ele acredita nisso, eu também não tenho dúvidas.
Antes de fazer parte desta gloriosa Instituição eu perdi muito tempo sem acreditar em mim mesma, até que finalmente quebrei esta barreira fiz minha primeira tentativa bem incrédula de ser aprovada, eu duvidava da minha capacidade (eu era muito tola, eu sei…rs), para minha surpresa nesta tentativa cheguei até o exame médico, acredita?! Depositei todas as minhas energias neste sonho, ahhhh nem falei sobre isso ( *Sonho* ), quando atingi certa maturidade em que no primário falava-se sobre o futuro, eu sempre falava que seria policial, até que deixei de falar por não acreditar que conseguiria ou por me deixar levar pela desmotivação de quem me ouvia dizer. É um sonho de menina realizando-se, um sonho que compartilho com meu irmão e família, o primeiro serviu o EB durante sete anos, ele assim como eu, ama o militarismo, ele sempre fala que se vê realizado em mim, que seu sonho também é de ser um policial, eu tenho isso como uma questão de HONRA, representa-lo bem, que eu nunca o desaponte quanto mais ele que sempre foi/é meu ESPELHO.
Nestes dias consagrados que jamais ousarei esquecer, fui agraciada com uma família, uma legião de idealistas, homens e mulheres valorosos que levarei para além desta vida, sou tão feliz e tão grata por tudo isso!
Hoje sonho com uma outra escola, a vida é assim não sinta ciúme, tá?! Você sempre estará em meu coração, a escola em que me refiro é a Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Certamente vou realizar mais este sonho e  você ouvirá falar de mim!

Que você possa alegrar tantos outros alunos que estão por vir!

Gratidão sem fim!!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Thatiane, do 56 Pelotão, da 4ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Tomei posse em 24MAI16 me tornei remanescente por gestação e após um ano retornei para então fazer o Módulo Básico, confio muito em Deus então creio que a espera só fortaleceu o desejo de estar aqui e ter a oportunidade de concluir esta primeira etapa. Hoje se inicia uma nova fase e me despeço da ESSd com a sensação de dever cumprido. Obrigada à todos”.

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Almir, do 17º Pelotão da 1 Cia Es, me despeço de você nesta data do dia 23/11/17.

Aprendi muito tanto na condição de aluno como na de pessoa, agradeço a Deus, familiares, o Comandante da ESSd bem como os Comandante das Cias nas quais estive nos módulos Básico e Específico, agradeço pela forma que tem nos orientado e mostrado como devemos agir , pois antes de entrar na ESSd pensava de uma forma totalmente diferente da qual penso hoje.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Silas Henrique, do 21º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço nesta data.

Agradeço pelo tempo que  estive aqui na ESSd Pirituba, muito obrigado pelos ensinamentos, nos quais eu jamais ousarei de esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ronilson, do 18º Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Levo comigo uma grande experiência de vida tanto profissional quanto particular.
De como ser um soldado,  de como ser um cidadão, de como ser um filho, de como ser um pai, de como ser um homem íntegro.

Agradeço a todos que cooperaram para que isso fosse possível, pelo empenho, a dedicação, enfim a paciência. O meu muito obrigado pelo profissionalismo de todos os integrantes dessa escola.

Prosperidade a todos e que sempre tenham essa perseverança em formar profissionais.”

 

 

“Querida Escola.

Eu, Soldado PM DA SILVA, do 22º Pelotão, da 1 Cia Es, me despeço de você nesta data de 23/11/2017.

Com alegrias e tristezas. Alegrias pelo motivo de ter encontrado em você, minha querida ESSd a verdadeira vocação.
Eu, professor de educação física concursado pelo estado do Paraná exercendo a profissão  a qual sou apaixonado tive de modificar os meus planos e traçá-los novamente ao ouvir o toque da corneta soprar.  “ordinário marche”
A tropa rompendo marcha, com vozes simultâneas, fez com que eu me arrepiasse dos pés  à cabeça, os meus olhos encheram-se de lágrimas e mesmo não sabendo uma frase sequer da canção da Polícia Militar, Eu cantei! E foi a melhor sensação que já tive. Sensação a qual me será retirada após essa data de formatura, que é a parte de tristeza a qual me referi.

Mas tenho certeza que novas sensações me serão reservadas ao decorrer da carreira e se por um momento esquecer-me do quanto amo a minha profissão, do patriota que sou, da vibração que  é o meu oxigênio e dos valores que ensinou-me… é chegado a hora de nos reencontramos, Querida Escola.”

 

“Querida Escola!

Eu, Soldado PM Erick, me despeço de você nessa data.

Quero agradecer ao senhor, nosso Cmt, por  suas benéficas ações, multiplicadas por oficiais e Sgts que influenciaram diretamente na minha vida e da minha família. Posso afirmar que hoje sou outra pessoa, muito melhor que antes, mais preparado para enfrentar os problemas da profissão e da vida, sem lamentações e com mais inteligência para aprender com o remédio doce (como assim nos ensinou). Obrigado por tudo e que Deus abençoe o senhor e a sua família nessa sua nova fase!”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Alves, do 17º Pelotão, da 1°Cia Es me despeço de você nessa data.

Hoje vivo  momentos de grande alegria, que com certeza  vocês instrutores e efetivo desta instituição de ensino superior fazem parte, foram 1 ano e 4 meses de trajetória até aqui percorridos, momento de festejar a vitória alcançada, momento de despedidas, momento de agradecimentos, momento de parar no tempo e relembrar o filme construído durante o caminho percorrido e refletir que alcancei apenas um degrau dentre vários, outras vitórias que estarão no caminho e irão se somar para formar os degraus que me levarão  ao alcance dos meus objetivos. Refletir que preciso manter a fé, conservar-me firme, sempre embasado na humildade, no amor e respeito ao próximo e sem dúvida vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola…

Eu, Sd Vitorino do 24°pel da 2° Cia escola…

Despeço-me de você nesta data 23NOV17…

Eu que ingressei para a instituição em 24MAI16, completo nesta data 18 meses e não poderia deixar de lhe agradecer por me acolher e ensinar sobre seus valores, tu que nos recepcionou anteriormente, hoje nos permite partir com a confiança, esperança, dignidade, disciplina e honra que trás consigo por quase dois séculos…

A ti só tenho a agradecer e desejar-lhe que faça por outros que virão tudo ou até mais que nos foi feito…

Querida Escola, Deus a abençoe e lhe conceda todas as glórias que merece…

 

Querida Escola

Eu, Soldado Pousa, me despeço de você nesta data muito marcante na minha vida e da minha família, pois neste período de curso também veio um anjinho na minha vida chamado Bella, hoje tem 10 meses. Difícil é ficar longe da família, minha vida mudou e senti que mudou para melhor, minha esposa dizendo que sente orgulho de mim… Muito gratificante. Tenho orgulho de usar esta farda, talvez não tenha entrado antes por permissão de Deus, às vezes penso que se tivesse entrado antes não teria a família que tenho, ou  talvez não estivesse vivo. Fiz uma história para contar aos meus filhos e netos, aprendi a conviver com vários tipos de pessoas e personalidades. Tenho só a agradecer aos comandantes e instrutores desta unidade, fiz amigos e irmãos, tenho certeza de uma coisa, vou sentir saudades…uma coisa eu peço, não perca os valores do militarismo, às vezes deixa faltar hierarquia e disciplina…Dias que jamais ousarei esquecer.

 

Eu, soldado PM 2Cl Juliane Ferreira NABARRO do Pel. 17 da 1Cia, me despeço de você Querida Escola e comandantes na data de 23NOV17, data está muito importante da minha vida, onde com muito esforço e dedicação consegui alcançar o objetivo que tanto esperei, aqui, nesta sagrada escola superior de soldados me emocionei, chorei, ri muito, obtive muitos conhecimentos e conheci muitas pessoas, que fiz amizade que levarei por toda minha vida, foram dias que confesso bem difíceis para mim, pois deixei minha família um pouco de lado para poder dedicar-me ao máximo aqui, onde não tive muita produtividade em algumas notas….pois senti que deixei de lado quem mais  amo neste mundo (meus filhos). Dentre muitas amizades que fiz uma ficará guardada na alma, pois essa é uma amizade de outras vidas, uma amiga que me ouviu e chorou comigo quando eu estava prestes a desistir,(Sd Mônica 18 pel), porque realmente a família é o alicerce e eu estava me esquecendo disso…e essa minha amiga me ajudou muito, agora me vendo realizada e com minha família junto a mim, nada supera essa emoção que estou sentindo, Aos comandantes que aqui me acolheram deixo meus sinceros agradecimentos e obrigada por todos os ensinamentos que tive nesses dois anos que aqui completo de Instituição e não tenho dúvidas que é aqui o meu lugar… O militarismo é fascinante (às vezes um pouco mais severo para algumas situações ficaria excelente). Agradeço a oportunidade Cel Figueiredo e deixo essa escola com lágrimas nos olhos….mas voltarei para recarregar as energias e rever este  pátio sagrado que muito me dediquei e deixei meu suor e choro de alegria por estar nas fileiras desta corporação da Polícia Militar…obrigada.

…Agradeço também ao meu esposo que esteve do meu lado a todo momento, mesmo com todas as dificuldades…vim do interior do Paraná.

 

Querida Escola,

Eu, Soldado PM 2° Cl 162782-1 Tiago Marques *Virgilio* do 27° Pel, 2° Cia, me despeço de você nesta data 23NOV17….

Comecei esta jornada já na inscrição pela vaga na instituição e cheguei até a última fase, quando fui reprovado pela idade, tomando posse com 31 anos, o que não era possível. Foi aí que entrei com uma ação judicial e hoje aqui estou contando um pequeno trecho desta jornada. Agradeço a Deus principalmente por ter me ajudado a confiar Nele e poder ter a esperança que tive e a perseverança em permanecer um longo período de remanesce antes de iniciar as duas etapas do curso de formação de soldados.

Excelente formação com excelentes comandantes e instrutores, enaltecendo ao Cel Figueiredo que com muita sabedoria por muitas vezes me deu lição de humildade e disciplina começando dos “mais altos para os mais baixos”.
Obrigado ESSd por tudo que aprendi e pela sinceridade de todas as informação adquiridas para poder colocar em prática na carreira, principalmente nos estágios operacionais embarcados, lição real de profissão,  sendo muito proveitoso.

Obrigado e que Deus esteja no comando desta instituição.

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM  Rafael Oliveira, do 21°Pelotão, da 1°Cia Es, me despeço de você nessa data. .

Despeço-me da escola superior de soldados e agradeço primeiramente a Deus Jeova pela sua infinita misericórdia e bondade em me dar saúde e capacidade de cumprir com todas as determinações e desafios que passei na escola, que sem ajuda de Deus e sua bênçãos não seria possível  ter chegado até esse dia tão esperado, o dia de formatura, e sei que serei um excelente profissional de policia, me esforçarei para por tudo em prática o que aprendi no curso para alcançar resultados positivos para a sociedade. Quero na pessoa do Senhor Coronel Figueiredo, agradecer também todos os instrutores e policiais da administração pelo bom trabalho!  E todo empenho para nos ensinar a sermos os melhores policiais do  mundo!!!!!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Casarino, 23° Pelotão, 2° Cia Es, me despeço de você nessa data.

Tenho 32 anos, 1 filha, natural de Campo Belo / MG, formado em Administração. As dificuldades foram muitas durante esse período de formação, à distância e as saudades foram grandes obstáculos, mas nessa próxima quinta-feira, com a Graça de Deus, mais uma vitória será conquistada na PM, minha jornada será um pouco maior até chegar ao meu objetivo, que é pertencer a ESB! Mas com fé em Deus, e tendo a certeza que nada é por acaso em nossas vidas, minha oportunidade irá chegar! Agradeço a ESSd pelos ensinamentos prestados, no qual terei uma boa base para iniciar na profissão.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Isac, me despeço de você nesta data 23/11/2017

Gostaria de agradecer a ESSd por todos os dias que passei aqui (1 ano e 6 meses), me despeço da escola superior de soldados, com muito orgulho, pois entrei aqui um menino e ela me transformou em um homem, com responsabilidade e deveres a cumprir, tenho orgulho de servir esta instituição, ao qual procurei aprender ao máximo com os instrutores e principalmente com os policiais prontos que realizamos os estágios, hoje eu me despeço feliz e com um propósito em minha vida, que é servir a sociedade com todo conhecimento que Pirituba me forneceu.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Guilherme  Henrique de Lima Dias, do 20°Pelotão ,da 1° Cia Es, me despeço  nesta data 23NOV17 .

Foi muito importante  para mim este ano  que vivi na escola superior de soldados, não aprendi apenas técnicas de policiamento, considero que tive uma grande evolução  como pessoa em todos aspectos, a escola junto com todos profissionais  que ajudam na formação do policial  faz um excelente  trabalho, cheguei aqui sem preparo algum e hoje me sinto preparado para fazer o serviço de policiamento nas ruas de São Paulo, agradeço ao Sr CMT  e a todo efetivo da ESSd! Muito obrigado.”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Teixeira, do 27º Pelotão, da 2ª Cia Es, me despeço de você nessa data.

Estou muito feliz, pois estou realizando um grande sonho, o de ser POLÍCIAL MILITAR. Passei por muitas dificuldades para chegar até aqui, graças ao meu bom Deus e a minha família consegui concluir o curso.
Hoje estou realizado, e com muita dedicação é hora de servir a está instituição.”
“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Amatti do 24° Pelotão da 2 Cia Es, me despeço de você nesta data.

Data esta que marca o início de nossa carreira, uma data tão esperada e que por um breve momento quase não iria chegar. Faço parte dos 44 soldados que iriam ser exonerados há 1 mês, dos que por pouco não estariam presente nesta tão sonhada data, fazendo o pátio JMS tremer junto com nossos corações, emocionando nossos familiares, sendo motivo de orgulho e espelho para meus entes queridos. Graça a ajuda de muitos que foram usados por Deus, o senhor Cel e todos da Escola Superior de Soldados que foram condescendentes conosco, fizeram com que essa data chegasse para nós. Infelizmente perdemos um soldado no caminho até aqui, o Sd PM Ribas, ele não será esquecido e nesta data cantaremos por ele e para ele. Com tudo, sou grata por tudo que aprendi, pelas amizades que conquistei e pela esperança na bondade das pessoas que aqui presenciei. Levarei comigo cada momento passado aqui e com certeza, “vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer”.

Meu muito obrigada comandante da ESSd, comandantes de Cia, Sgt, Cbs e Soldados que nos formaram e nos tornaram os policiais que hoje a população irá receber.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Bertolino, do 20° Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nessa data e lhe digo até breve.

O motivo do até breve é pelo simplesmente fato de desejar trabalhar nessa grandiosa escola de formação de soldados do mundo, faço das palavras do comandante as minhas, agradeço por todos os momentos vividos, e os suores deixados, levo como recompensa os ensinamentos tanto profissionais como pessoais, obrigado de coração por ser o meu comandante.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Budini, do 22º Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data 23/11/2017.

Assim divido pouco de como foi minha trajetória até aqui. Bom, em Setembro 2016, após ter ganhado o mandato de segurança, ingressei na instituição como remanescente na 5° Cia Esc, não foi fácil sair de um emprego e de repente ser peão de obras, mais isso me trouxe muito mais qualidade e vontade de poder superar tudo o que viria pela frente, só não imaginava que custaria tão caro me tornar um Policial Militar.

No começo toda minha família, mãe, pai, esposa e enteados me deram todo o apoio e suporte, desta maneira foi em toda a fase do curso básico, onde conseguia ir embora por quase todos os finais de semana, não que tenha sido fácil esta fase, mais tendo nossa família ao nosso lado tudo é superado de maneira mais simples e fácil. Mas chegando o curso específico a realidade mudou muito, indo poucas vezes embora, acabei me separando, não por causa de minha esposa, ela sempre esteve ao meu lado de todas as maneiras, mesmo por muitas vezes eu nem merecendo tudo o que fazia por mim, assim como meus pais, mais não consegui evitar, me separei não pelo fato de não ir embora, mas por estar muito ausente, desde então já percebi na pele como a rotina nos muda, durante todo o curso eu acredito que me tornei um profissional muito melhor, apesar do que me custou acredito que ainda posso ser bom para muitas pessoas e sei de todo o suor e dificuldade que todos meus instrutores, amigos e superiores desprenderam para que eu conseguisse finalmente alcançar o que sai de casa para buscar, só sinto muito pelo preço que paguei, não imaginava que custaria tanto. Mas os dias até tarde que me tornaram melhor e as escalas que profissionalmente me aperfeiçoaram, tiraram o melhor de mim, espero que um dia tudo isso valha a pena, pois o que me move para seguir em frente. Enfim agradeço pela oportunidade de me “ouvir” e agradeço por todo o tempo, frio, fome, saudade, alegria, tristeza, ansiedade, gratidão e tantos outros sentimentos que nem sei como descrever, mas que aqui passei e sei que não serão em vão. Pois um dia eu irei entender tudo o preço que paguei bem como todos que sempre estiveram ao meu lado também. Agradeço muito a todos, a Deus, minha família e todos os instrutores que aqui tive. Tenho certeza que aqui vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Daiane, do 20º Pelotão, da 1 Cia Es, me despeço de você nesta data tão esperada para todos nós.

Nós concretizamos nossos sonhos, nossos objetivos  que nos traz a sensação do dever cumprido. No entanto,  a partir desta data que iniciasse nosso maior dever, “servir e proteger”. Uma data que me trará muitas alegrias e tristezas, pois, estarei voltando para minha família, para o meu lar, meus filhos e com a certeza de voltar uma mulher melhor para o meu marido e uma mãe muito melhor para os meus filhos e sei que infelizmente deixarei amigos que conquistei e que talvez  não os veja mais.
Chorei, sorri, gritei, vibrei, briguei e muitas outras emoções que senti aqui e só me fizeram crescer e ser a policial que hoje sou.

Obrigada por tudo e que possamos servir nossa população tão bem quanto fomos preparados.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Itamar, me despeço de você nessa data.

Com a sensação de missão cumprida e com o orgulho de ostentar essa farda, de fazer parte da família polícia militar, agradeço a Deus por ter me proporcionado momentos que jamais ousarei esquecer, foram eles de alegria, tristeza, dor, saudade da família, que mesmo distante, sempre esteve presente todos os dias no meu coração, me apoiando e me ajudando a me manter firme até o final, agradeço aos amigos irmãos que fiz aqui e que levarei por toda minha vida, as experiências de vida de pessoas que passaram por muitas dificuldades piores que a minha e também não desistiram de seu sonho, se tornar um policial militar, que essa mensagem seja um até breve, espero voltar em um futuro próximo e passar minha experiência para outros alunos, ajudando na formação de novos soldados da polícia militar na maior e melhor escola de soldados do mundo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Garcia, do 21°Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nesta data.

Cheguei na ESSd no dia 16/06/16, onde descobri através do Ten Coronel Edson, na época Major Edson, que não seria  possível iniciar o  curso de formação com os demais alunos devido já terem dado início ao curso.
Fui designado para a 4° CIA Esc, onde fiquei de remanescente até o início do curso básico. De certa forma foi um ótimo aprendizado ter ficado como remanescente, hoje estou realizando o meu tão esperado sonho de me formar no curso. Única crítica que tenho para fazer ao longo de todo tempo que fiquei na ESSd é do favorecido que ocorre com as policiais femininas, tanto nas escalas de serviço quanto no tratamento, no meu ponto de vista não deve ter diferença alguma, pois todos somos capazes de realizar as mesmas atividades e ser tratado com o mesmo rigor.

Muito obrigada Srº Comandante, tenho muita admiração pela forma humana que o Srº comanda a ESSd. Parabéns”

 

 

”Querida Escola,

Eu, Soldado PM Márcio, do 20º Pelotão, da 1 Cia, me despeço com  grande alegria.

Aos longos desses 12 meses construído amizades de diferentes ideologias mais com um propósito comum, ser policial militar e servir a sociedade com dedicação e honestidade, passamos por dificuldades mas  no final nos acrescentou maturidade e sabedoria, viemos de editais diferentes por diversas causas, mas com a vontade de poucos abraçar e ser abraçado pela gloriosa polícia militar do estado de São Paulo. Eu quero nessas poucas palavras agradecer a todos que contribuíram para nossa formação, desde o comandante ao mais moderno aluno. A gratidão é coisas única e que podemos sentir e retransmitir com amor carinho e lealdade…..”

 

 

” Querida Escola

Eu, Soldado PM Damaris, me despeço de você nesta data com uma grande leveza e satisfação.

Pelos conhecimentos adquiridos que levarei por toda a vida, fazendo prevalecer à lei, a minha integridade física e a todos indivíduos.
Deus permita-nos exercer essa tão almejada função (que não é nada fácil) com seus propósitos e objetivos, pois nada é por acaso. Cada um está no lugar em que deveria estar. Então, façamos de coração, com razão e determinação.

Na caminhada árdua, de batalhas e conquistas, hoje digo que, vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer! ”

Querida Escola

Eu, Soldado PM Rafael Diego, do 19º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita alegria. Com o sentimento de dever cumprido, aqui passei por momentos inesquecíveis e importantes.

Fiz amizades e aprendi muito. Adquiri o conhecimento necessário para iniciar uma carreira muito difícil, mas muito gratificante.

Tenho como exemplos alguns oficiais e graduados, Ten Cel Edson, sempre nos incentivando e dando seu próprio exemplo de perseverança e vitória. Acredito que a escola tenha mudado muito sob o novo comando do Cel Figueiredo, que é sempre muito transparente e humano. Me despeço realizando um sonho, alcançando minha primeira meta, ser Soldado, a próxima será entrar para a Academia do Barro Branco. Aqui passei por momentos bons e ruins. Ruins porque não é fácil se adaptar à rotina militar, ficar longe da família e amigos. E bons, porque eu fiz tudo o que pude para entrar, gastei o que não tinha para hoje estar aqui. Finalizo com muita alegria, emoção e gratidão.

Agradeço a todos que me ajudaram, principalmente a Deus que sempre esteve comigo e não me deixou desistir, depois a minha família e amigos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Rosário, do 20º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço dessa casa de ensino.

Levo ótimas lembranças e aprendizados , estando nesse lugar onde muitos querem mas poucos conseguem, aprendi a valorizar mais a família e também momentos simples q nos são proporcionados.

Agradeço ao cmt da unidade e a todos instrutores por esse tempo em que aqui servi com suor e dedicação.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Erica Silva, do 19º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data de 21NOV17.

A primeira vez que coloquei os pés aqui ainda era CFSd, 03OUT05, dia mais do que especial, até me lesionar e ver meu mundo desabar com minha exoneração.
Foram anos sonhando em vestir esse cinza bandeirante, anos de espera, até que novamente em 10AGO17 fui reintegrada as fileiras da corporação. Foi um misto de emoções e sentimentos, me ver de volta, pisar novamente nesse solo após 11 anos. Nesse período de curso cada dia concluído era uma vitória, hoje eu digo que valeu a pena. Valeu cada lágrima, assim como cada sorriso, os ralos, 5S,  cada minuto vivido aqui valeu. Agora, após 12 anos consigo finalmente concluir uma etapa tão desejada, realizo meu sonho, início uma nova fase. A tão sonhada formatura chegou, o término de uma grande fase e o início de uma longa história. Me despeço agradecendo pela dedicação de todos, pelos ensinamentos e por todo preparo. Aqui vivi dias consagrados, que jamais ousarei esquecerObrigada Escola Superior de Soldados. Obrigado a todos. “

 

 

“Querida Escola

Sou o Soldado PM 2°Cl EMERSON, do 18º Pelotão, da 1° Cia Es, me despeço de você nessa data.

Minha História começou desde os 18 anos, tentei passar no concurso da PM por 7 vezes, reprovava entre prova e TAF, chegando no edital 5321/14 reprovei no limite de idade, o fim da linha tinha chegado e o fim do meu sonho, mas meses depois meu filho me perguntou se eu não iria mais ser policial militar, eu disse que não consegui e não seria mais policial. Ele me disse então: “ Pai, eu quero ver o senhor fardado.         “
Daí fui a um advogado que me orientou que poderíamos tentar e deu certo, entrei dia 05/04/2016, iniciei o módulo Básico em junho, tive meu sonho atrasado por um acidente de motocicleta a caminho do 2° Batalhão de Choque, unidade em que servia, fiquei 4 meses afastado, retornando minhas atividades em Pirituba e iniciando o módulo básico novamente e concluindo no dia 23-11-2017.
Gostaria de agradecer primeiramente a Deus eminha família que me ajudou muito, inclusive meu filho Enzo Dias de Andrade. Muito obrigado por tudo Senhor, tudo que o senhor fez por nós, sua dedicação, preocupação.

Enfim… o senhor é um líder.”

 

 

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Bueno do 20° Pelotão da 1° Cia Es , me despeço nessa data.

Sinto que estou realizando um sonho, após a formatura na data  de 23/11/2017 será concretizado com chave de ouro, que foi almejada com muito esmero, com certeza vou corresponder a altura da qualidade dos ensinamentos e experiências que recebi da ESSD sob o comando do honroso Cel Figueredo.

Obrigado ESSd pelas mudanças positivas que causou em minha vida.!”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Robson Souza, me despeço de você nesta data.

Onde me orgulho de ter vivido dias consagrados que nunca vou esquecer. Durante esse ano que passei aqui alimentei mais ainda a minha Fé em Deus, a família é  a base de tudo, minha esposa não saiu um só instante do meu lado, se manteve sempre firme e está esperando nosso primeiro filho fruto do nosso amor. Aqui aprendi o verdadeiro espírito de corpo, aprendi a enfrentar as dificuldades do dia a dia, mas sempre agradecendo a Deus por tudo, pelos momentos bons e ruins que passei aqui. Só tenho a agradecer por tudo, e estou muito feliz por ter conseguido chegar aonde cheguei. Escola Superior de Soldados. “

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Luna, me despeço de você nesta data.

Durante todo meu curso superei meus limites,  enfrentei diversos desafios, tanto físicos quanto mentais. Fiz amizades que vou levar por toda minha vida e descobri o verdadeiro espirito de corpo. A escola superior de soldados me proporcionou valiosos aprendizados e me apresentou grandes instrutores. Sou eternamente grata por essa instituição de ensino. OBRIGADA!”

 

 

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Ernestino, do 17º Pelotão, da 1ª Cia, me despeço de você nesta data 23nov17.

Tenho muito a agradecer os ensinamentos dos conteúdos das aulas e das experiências de cada instrutor. Posso dizer que a Policia Militar me modificou, melhor dizendo, me ensinou a ser disciplinado. Tenho um pensamento atual que com a disciplina você acaba respeitando mais o próximo e que isso seria a base de um povo mais unido  e consequentemente levaria a um mundo melhor. Como toda história temos momentos tristes, tais como a perda de um irmão de farda que ao mesmo tempo nos deixou abalados, me vez criar mais força para seguir em frente, pois percebi que o mundo lá fora precisava de policiais comprometidos com a causa de proteger e manter a ordem pública. Não acabam por aqui as coisas tristes, teve o momento de quando eu e meu grupo da ação judicial perdemos e estava possível a nossa saída da corporação, foi quando percebi as pessoas que gostam de nós, pois a corrente de orações e vibrações positivas para ficarmos foi de grande comoção, além das pessoas que se moveram para mudar  essa parte da história.

E no dia 23nov17 será nosso fim de curso, porém, o começo da nossa jornada no mundo lá fora, muito  obrigado a todos os sargentos e oficiais e principalmente ao nosso comandante, pois os senhores com certeza me fizeram acreditar que posso chegar aonde eu quiser.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado Piccolo, me despeço de você nesta data.

A Escola Superior de Soldados, que me ensinou o significado de resiliência. A capacidade de lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas, encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades.

Hoje eu me despeço da aluna que ficou dois anos nessa escola, e dou boas vindas a policial militar que tanto esperei ser.”

 

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Daniel Pedro Camargo me despeço nessa data.

Ingressei na Polícia Militar com 18 anos, ao contrário de muitos colegas meus eu não estou com ação na justiça, entrei com a prorrogação de posse, devido ao Detran de São Paulo na época em greve impossibilitou que eu terminasse o processo para ser habilitado na categoria B. Ao ingressar na instituição com total apoio de minha família, que também são militares, fiquei na situação de remanescente na 3°cia Esc, no qual fui recepcionado por graduados que me ensinaram muito e aprendi demais com o SubTen PM Nicanor, SubTen PM Couto, 1°Sgt PM Marcelo Morais, 1° Sgt PM Serrato, 1°Sgt PM Ricardo e 3°Sgt PM Vieira sem contar os oficiais na  companhia que sempre conversaram comigo, agradeço a Deus por ter conhecido pessoas e ter aprendido, eu acho que seria ótimo se todos passassem por essa oportunidade, sendo que meu principal objetivo na instituição é ingressar na academia do barro Branco e voltar para a ESSd e retribuir aos futuros alunos. Muito obrigado por tudo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM TAVEIROS, do 21º Pelotão, da 1ª Cia Escola, me despeço de você nesta data de 23NOV2017.

Com a sensação de dever cumprido. Desde meus tempos como remanescente aprendi a dar valor em cada ser humano e entender que todos nós sempre temos algo a aprender. Com o passar dos meses e o avançar do curso fui forjado como militar e pude entender a importância e necessidade de estarmos cobertos e alinhados, e nunca me esquecerei dos valorosos ensinamentos: “somos o que treinamos”, “treino difícil, combate fácil”, e tantos outros. Agradeço a Deus pela oportunidade de vestir essa nobre farda que tanto lutei para conquistar, hoje posso dizer com orgulho que sou POLICIAL MILITAR, pois fui formado na melhor Escola de Soldados do MUNDO! Obrigado.”

 

 

“Querida Escola Superior de Soldados.

Eu, Soldado PM Elane da Silva Lima, do 20º Pelotão, da 1ª Cia, me despeço de você nesta data 21 de novembro de 2017.

Tive o prazer de aprender com os melhores instrutores, todos excelentes profissionais. O grande dia se aproxima e a tão sonhada formatura,  parece que foi ontem que entrei nesta tão sonhada carreira, sem dúvidas sentirei saudades das inúmeras amizades que aqui conquistei, e por incrível que pareça também sentirei saudades da rotina.
Levarei para o resto da minha vida tudo que aqui aprendi, sendo instruções boas ou aquelas a qual não gostei, estou sim saindo da Melhor escola de Soldados, com um currículo invejável por que aprendi muito e quero poder colocar em prática, tentando ser a melhor Soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Aqui vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer.

Obrigada!”

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM ELCIO DA SILVA SARAIVA, me despeço de você nesta data.

Agradeço a DEUS por tudo e com a satisfação e a honra de ter feito parte da melhor escola de soldados do mundo, onde entrei civil e sai militar, reforcei minhas forças de vencer tudo na vida, ver as coisas de forma diferente, conhecer meus limites e superá-los, respeitar e ajudar mais ainda meu próximo. Retransmitir oque aprendi e sempre aprender, aprimorar meus conhecimentos em prol de todos! Muito obrigado!!! Amém!!!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM FINZETTO, me despeço de você nesta data.

Com um singelo aperto no coração, muito policiais mais antigos dizem que vamos sentir falta, e eu lá no fundo acredito, porque é aqui q começa um sonho pra vida toda, e como se esquecer de onde esse sonho se tornou realidade, como não querer voltar no tempo e reviver tudo de novo? A vida é maravilhosa e creio que cada etapa que galgamos em nossas vidas é  um degrau a mais na escada da experiência e aprimoramento, que subimos toda nossa vida, espero que traga como trouxe para mim, muita experiência, muito controle emocional, muita paciência, muita resiliência e acima de tudo muita essência! Pois sou grato a cada um dos senhores que desprendeu tempo de vida para nos ensinarmos como defender alguém que nos apedreja, como mesmo assim continuar lutando por um ideal supremo. Obrigado de coração a todos da escola que mesmo com pouco ajudou a construir quem sou hoje, obrigado coronel pela oportunidade de vida e todos os ensinamentos ministrados pelo senhor, me despeço com um até breve e deixo aqui uma carcaça de um esqueleto com muita vibração e paixão pela melhor profissão do mundo! HURRA!”

 

 

 

” Querida Escola,

Eu, Soldado PM Osvaldo, me despeço de você nessa data.

Agradeço a todos os valorosos ensinamentos passados, como ética, doutrina, entre outros e pelas amizades que conquistei durante esse período de curso, que sem imaginar se tornaram meus irmãos de farda, foram dias de alegrias e de tristeza que agregaram muito em minha vida e em minha história, esse 1° ciclo está se encerrando com muita felicidade, pois é um sonho de criança e uma realização de adulto, obrigado ESSd por todos esses  dias consagrados que jamais esquecerei!”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Noemi, 17º Pelotão, 1ª Cia Es, me despeço nessa data.

Gostaria de agradecer a oportunidade que  me deram  de enfrentar desafios e ter conseguido superar  todos eles, na data de hoje, me sinto uma pessoa vitoriosa por tudo que passei aqui, pois hoje me sinto um ser humano melhor, com muito mais garra e força, que aliás nem sabia que tinha e foi aqui  escola na Escola Superior de Soldados, onde descobri quem realmente sou e estou grata por tudo, cada suor,  lágrimas e  desafio que foi oque me fez crescer, sentirei saudades e recomendo a todos que um dia venha a pisar neste palco e protagonizar sua própria história tendo a escola como uma verás testemunha, minha eterna gratidão.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM SALIN, do 21º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço nessa data da ESSd.

Com sensação de dever cumprido, resiliência física, psicológica e espiritual, trabalhadas ao extremo, para ser formado o melhor soldado possível.”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Tadeu, me despeço de você nessa data.

Gostaria de deixar registrado o meu eterno agradecimento, local este que agregou os meus conhecimentos, valores, respeito, união, disciplina, doutrina dentre tantos outros. Deixo claro que devido principalmente à vontade de Deus e ao apoio dos meus familiares e irmãos de farda, hoje sou um homem preparado para assumir o compromisso de defender a sociedade Paulista.
Obrigado ESSd.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Aline, do 19°Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço nesta data 21nov17.

Relembro que vivi de bom aqui nesta escola, momentos de alegria, de vitorias, de choro, de lutas e de glorias, agradeço a Deus por esta dadiva conquistada, que todo meu esforço valeu a pena.”

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Matheus do  21°Pelotão da 1ª Cia Es,  me despeço nesta data 21NOV17, relembrando tudo de bom que vivi aqui nesta escola, foram momentos de alegria, tristezas e glorias, choros e muita luta, mas muito bem aproveitados.
Serei eternamente grato por tudo que vivi aqui
e jamais me esquecerei desta escola e de todos que fizeram dela a melhor escola de soldados do mundo, muito obrigado.

Um grande abraço”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM LEOMAR do 20° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nessa data.

Com muita gratidão, de coração em lagrimas mas de felicidade por esses 16 meses que passei por aqui, dias consagrados que realmente jamais ousarei de esquecer, sempre convivi no meio de pessoas da policia militar, desde criança imaginava um dia vestir essa farda que honrarei até meu último dia de vida, agradeço todos meus superiores, que por mais que as vezes parecemos ser humilhados sempre soube que era para o nosso bem e aprendizado, gostaria muito de agradecer o senhor comandante desta escola, pois o admiro muito, por sua inteligência e fé, realmente é um verdadeiro comandante, nunca vou esquecer e queria citar mais duas pessoas a que devo muito o que aprendi aqui, e que realmente se dedica totalmente a esta escola, a Cap Ligia Pinheiro que desde renascente foi minha única comandante de cia, desde 18 julho de 2016 quando entrei na 5ª CIA como remanescente por classificação, e também ao Sgt Costa, a esse devo muito do que aprendi aqui, um verdadeiro profissional que se dedicou todo tempo no básico até nas suas horas e dias de folga, em fim, sentirei saudades de tudo e de todos daqui, mas é hora de começar a caminhar com as próprias pernas e sempre na proteção de Deus.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Leonardo Francisco Lemos, do 17º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data 21NOV17.

Agradecendo ao comandante e a toda escola por todo conhecimento a minha pessoa  ministrado,  ao longo destes 12 meses grandes coisas me foi ensinado, como pessoa e como profissional, assim moldando o meu modo de enxergar muitas  coisas da vida e principalmente valorizar as coisas mais simples da vida, como estar sempre próximo da família, abraçar meus entes queridos sempre, mas enfim, o tão sonhado dia chegou, muitas lutas pra este dia chegar pois eu e minha família passamos para que hoje se realizasse esse sonho, por que como eu disse,  não conquistei sozinho, minha esposa conquistou comigo, ela sempre me ajudou pra que está data chegasse, me apoiou nos momentos em que pensei parar, e estas atitudes nos trouxeram a esta nova etapa, agradeço ao Srº e parabenizo pela postura como comandante, nos corrigindo quando necessário mas também nos abraçando quando precisávamos, oque nos faz o lembrar do Srº como um Pai, e ainda que eu termine este curso de formação com a incerteza se eu vou ficar ou não por conta do meu processo, hoje tenho a plena certeza de que se eu for desligado eu presto outro concurso e começo tudo de novo, por que eu sim, tenho a certeza de que o que eu realmente quero é ser policial militar, este é o legado e a missão que herdarei de todos aqueles que já se foram no cumprimento do dever.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Mônica, do 18° Pelotão da 1ª Cia Esc, me despeço em 21NOV17 desta consagrada escola.

Gostaria de agradecer ao senhor por estar a frente desta renomada escola de formação, participando ativamente da nossa formação, nos transformando hoje em um Policial de Militar honrado, irei por em prática todos ensinamentos aqui praticados, meus eternos agradecimentos a todos Oficiais e praças da Cia, nossa Cmt Cap Ligia que sempre nos deu suporte pra chegarmos e ser o que somos, aos meus instrutores altamente qualificados que auxiliaram em minha formação. Posso dizer que “Vivi dias que jamais ousarei esquecer”, hoje realizo meu sonho, meu eterno Obrigada!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado Mayko Aguiar, da 2ª Cia Es, me despeço nesta data especial de 23NOV17.

Data mais do que especial na vida de cada um de nós, onde vivemos dias consagrados que jamais ousaremos esquecer,  afinal, entrará para história de vida de cada um de nós. Lutamos com garra, força e vontade. Vencemos dificuldades e barreiras, pois não foi fácil chegar até aqui. Para mim é uma data impar, pois será um presente de aniversário, que levarei por toda minha vida. Em um futuro próximo terei a honra e satisfação de dizer que fiz parte da melhor instituição e da melhor escola de soldados do mundo, ESSd. Excelência em formação.”

 

 

“Querida ESSd,

Eu, Soldado PM Souza Lima, do 21º Pelotão, 1ªCia Es, me despeço de você com muita alegria e sentimento de dever cumprido.

Foram tantas experiências aqui vividas e que levarei para sempre em minha memória, lembro-me de quando cheguei até aqui e o tanto que lutei para chegar até o final do curso, gostaria de agradecer a todos que de forma direta e indireta esteve ao meu lado e me ensinando e me apoiando nessa nova jornada, agradeço a DEUS e que mesmo os que não conseguiram concluir o curso que o Senhor DEUS que sabe de todas as coisas os conforte. ” Vivo dias consagrados que JAMAIS ousarei esquecer “.

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Correia, me despeço de você nessa data.

Comecei minha trajetória em 14/07/16 na ESSd, com vários objetivos e sonhos hoje conquistados, esse local onde por muitos que aqui estão, era desconhecido, e acabou tornando-se um locar de alegria e tristeza. Isso ficou eternizado em nossos corações, tenho certeza que estamos saindo dessa formação com uma visão mais humana do mundo. Deixo aqui meus sentimentos de gratidão e satisfação de pertencer a ESSd.”

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Quierini me despeço de você nesta data de 23NOV17.

Aqui entendi o que é ser um militar, quando olho para meu lado e vejo meus “IRMÃOS DE FARDA”, pessoas que aprendi amar, pessoas que nunca me deixaram desanimar, pessoas que só tenho a agradecer por hoje me fazer ter orgulho de  ser e pertencer a essa maravilhosa instituição.
Talvez não existam palavras suficientes e significativas que me permitam agradecer a tudo com justiça e com o devido merecimento.
Sei que Deus tem um propósito na vida de cada um, fiquei seis meses como remanescente, aprendi, conheci e vivi muitas coisas, mas foi na 5ª CIA que aprendi a vibrar, sentir a emoção, o coração bater junto com o bumbo, os valores militares que acredito que já nasceram comigo e foram lapidados pois tive exemplo de profissionais, gostaria de enaltecer e dar o devido valor as pessoas que nos ensinaram exatamente tudo, nossa Cap Lígia, Ten Byanca ,Sgt Cândido , Sgt  Costa e Sgt Uilian pois com 9 pelotões fizeram praticamente um milagre, não desanimaram e mantiveram sempre a união e a vibração da CIA ,nossa 5ª CIA se dividiu e os valores que aprendemos jamais serão esquecidos ,agora formados peço a Deus que esteja sempre conosco .”

.

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Robson Pereira, me despeço de você nessa data.

Agradeço por todo ensinamento durante todo esse ano. Tenho a certeza que hoje sou um homem realizado profissionalmente e com os conhecimentos aqui adquiridos serei um ótimo Policial Militar.

Um grande legado que a escola deixa em minha vida é que devemos amar ao próximo e principalmente nossa família. Por isso escola, eu saio daqui com o sentimento de dever cumprido e com certeza que nos encontraremos num futuro bem próximo pois aqui vivenciei dias que jamais ousarem esquecer.”

 

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Emerson Santana, me despeço de você nesta data 23NOV17.

Como Soldado formado. Gostaria de lhe agradecer por tudo o que me foi agregado, desde o conhecimento técnico até grandes lições de vida que levarei para sempre. Quando aqui cheguei em 14Jun16, na condição de remanescente, trouxe comigo algumas incertezas e medos, que só um edital diferenciado pode trazer. O Meu edital é conhecido como ” Os 300 de Pirituba “. Onde Guerreiros lutaram mais do que o normal para estarem aqui. Querida Escola, lhe agradeço muito por ter me moldado para uma pessoa melhor do que eu era antes. Aqui conheci grandes pessoas, excelentes instrutores e Comandantes, todos diferentes mais com o mesmo ideal. Está mensagem não é só uma despedida e sim um até breve, pois tenho absoluta certeza que aqui “Vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer “.

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Rafael do 18º Pelotão, da 1ª Cia Es, quero me despedir de você nesse dia 23/11/17.

Não sou muito bom com palavras de despedida, então deixo um até breve e levarei comigo a chama da Escola Superior de Soldados, e carregarei na memória lembranças dos dias consagrados que vivi aqui e jamais ousarei esquecer, obrigado Coronel Humberto Figueiredo, ao senhor e a toda sua equipe do corpo docente, que Deus o abençoe e ilumine seus passos aonde quer que vá.”

 

 

“Boa tarde Querida Escola,

Eu, Soldado PM VITORATO, do 17º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de todos.

E especialmente àqueles que ficaram gravados em minhas memórias, momentos que vivi na escola, que jamais ousarei esquecer. Fiz muitos amigos nos momentos que estive aqui durante o curso, foram tantas as dificuldades, mas graças a meu Deus e a minha família e companheiros, consegui concretizar um dos meus objetivos e com o conhecimento que tive aqui o mais importante é Nunca desistir. Obrigado e Abraço a Escola superior de soldados”.

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Diogo do Pelotão, do 18º Pelotão da 1ªCia Es, me despeço de você nesta data.

A caminhada ainda não terminou, vivendo aqui na ESSd por um ano e cinco meses, ter passado pelo processo judicial, a nossa saudade e a nossa esperança de um reencontro aos que por vários motivos nos deixaram, seguindo outros caminhos. O nosso agradecimento àqueles que, mesmo de fora, mas sempre presentes, nos quiseram bem e nos apoiaram nos bons e nos maus momentos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM FREITAS , do 18° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço do senhor e desta casa de ensino que muito acrescentou em minha vida, pois graças  a Deus estou realizando um sonho que tanto esperei, não foi fácil chegar até aqui , mais Deus me honrou e só tenho a agradecer a ESSd,  aos grandes instrutores e aos comandantes desta casa de ensino, a melhor em formação de soldados do mundo! OBRIGADO COMANDANTE!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM 162811-9 Eron , do 18°Pelotão , da 1ª CIA.Es, me despeço de você hoje.

Ao Comandante da ESSd, uma das funções mais importantes da sociedade é a de policial militar,  pois é essencial saber que existe alguém que pode ajudar e proteger o cidadão, e esse alguém somos nós.  Escolher ser policial é escolher viver para atender as outras pessoas. Em todos os dias no centro de formação somos orientados tanto nas revistas como nas aulas práticas e teóricas sobre a Legalidade, uso correto do POP (procedimentos operacionais padrão), ICC , aula de defesa pessoal , tiro defensivo entre outras disciplinas presentes no currículo de ensino. E agora é o momento de juntar todo o conhecimento adquirido e colocá-lo em prática. Agradeço a todos os Graduados e Oficiais desta casa de ensino pelo todo conhecimento adquirido e saber que em poucos dias estaremos aptos a servir a sociedade.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Clinger me despeço de você nesta data 23/11/2017.

Com muito orgulho no coração, aprendi muito nesta casa e realmente aqui vivi dias que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Warley, me despeço de você nesta data.

Já com um sentimento forte de saudades, pois foi aqui que me tornei outro homem, uma pessoa melhor, tanto para mim quantos para aqueles ao meu redor. Agradeço por todos os momentos que passei aqui, vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer. Passei por momentos difíceis também, nos quais fui forte para seguir em frente e jamais olhar para trás e pensar em desistir, pois foi na polícia militar que descobri o motivo de eu estar nesse mundo, servindo e protegendo. Agradeço a todos o meus companheiros, aos oficiais e graduados, e em especial ao meu comandante, que nunca me desamparou e sempre se preocupou com a nossa formação e com o nosso bem estar. Obrigado por tudo Coronel Figueiredo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Petter, do 20° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço do senhor nesta data agradecendo pela honra de poder ter feito parte da ESSd, pelo grande Coronel, pelas palavras, ensinamentos, por incentivar e acreditar em nós alunos. Parabéns pelo comando, foi um período intenso mas de muita dedicação, aprendizagem e experiências que jamais serão esquecidas.

Abraço.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Marchiori, do 26º Pelotão, da 2ª Cia Es me despeço da Escola Superior de Soldados.

Quando cheguei aqui achei que não me enquadraria ao serviço militar ou a função policial militar, pois não tinha tal disciplina,  pelo menos era o que eu achava na época. Meu processo foi devido à idade, que por um lado foi bom ser retido na época, maio de 2016, pois sofri um acidente de motocicleta em abril e tive o ombro esquerdo deslocado, ou seja, foi tudo no tempo certo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Mayra, do 20° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço nesse dia 23/11/2017.

O lugar que foi o berço de grandes conquistas e aprendizados, aqui construí amizades quais levarei para sempre comigo, aqui também tive os melhores exemplos de profissionalismo e amor a causa que um soldado em formação precisa ter, no seu pátio deixei transbordar por inúmeras vezes o amor a pátria, descendo sua alameda, muitas vezes idealizei sonhos, e um deles se concretiza nesse dia 23 de novembro de 2017. Querida Escola, minha escola, vou, mas deixo aqui um pedaço de mim, espero um dia estar de volta para poder transmitir aos novos soldados tudo o que me foi ensinado e assim perpetuar sua tradição na melhor formação de soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Oliveira do 23° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço do senhor nessa data.

Agradecendo pela honestidade e lealdade que o senhor teve desde que assumiu o comando desta casa de ensino, abrindo sua agenda para que pudéssemos conversar diretamente com o senhor, tratando-nos como iguais, também agradeço a ESSd, pelos aprendizados, que muita das vezes me foram úteis dentro do seio familiar, dias de luta e de glória que aqui passei que me ensinaram a valorizar ainda mais momentos simples com familiares e amigos que deixei pra trás quando assumi o compromisso de envergar essa farda, amizades verdadeiras que aqui fiz e que quero levar pra vida inteira, assim, me despeço daqui, com alegria de que uma fase da minha carreira chega ao fim e que outra esta começando, mas também com a tristeza de que momentos de convívio com pessoas especiais chegarão ao fim!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Vanessa da Silva Divino, me despeço de você nesta data 23 NOV17.

Ingressei nesta gloriosa família em Setembro de 2017, até à data de posse foram momentos de muita angústia e aflição, com receio de não dar certo, quando menos se espera, um sonho desde criança acaba se tornando realidade, neste tempo até a presente data posso dizer q me sinto totalmente realizada, enfrentei altos e baixos, mas sempre com a cabeça erguida, momentos felizes e tristes mas sempre enfrentados com sucesso. Agradeço ao senhor e a todos pelos grandiosos ensinamentos que estão todos bem guardados para serem colocados em prática, pela paciência que teve conosco e por tudo o que o senhor tem feito pela tropa.”

 

 

“Querida Escola,

EU, SOLDADO PM SILVEIRA DO 21º PELOTÃO, DA 1ª CIA ES, ME DESPEÇO DO SRº. NESTA DATA, E DESDE JA AGRADEÇO POR TODO APOIO E DEDICAÇÃO DO SRº PARA COM  TODOS NÓS ALUNOS, UM CMT DIFERENCIADO E QUE GOSTA DO CONTATO PRÓXIMO AOS ALUNOS. COM CERTEZA HOJE APÓS 1 ANO E 5 MESES AQUI DENTRO , TENHO A PLENA CERTEZA QUE ESTOU SAINDO UM HOMEM FORTE E HONESTO , PRONTO PARA AJUDAR O CIDADÃO DE BEM SEJA QUAL FOR A CIRCUNSTÂNCIA.

OBRIGADO, A DEUS ACIMA DE TUDO, A MINHA FAMÍLIA QUE ESTEVE SEMPRE AO MEU LADO E AO SRº. CEL PM FIGUEIREDO POR SER ESSE CMT SIMPLES, TRANSPARENTE E JUSTO, EXEMPLO A SER SEGUIDO POR TODOS NÓS.

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Joaquim, me despeço de você nesta data.

Com imenso orgulho e gratidão por te vivido dias consagrados que jamais ousarei esquecer. Srº Coronel gostaria de agradecer por imensas devoções, palavras amigas e conselhos que levarei por toda minha vida.

Parabéns comandante, por ser um líder e tratar todos  com igualdade.”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Marina, do 19º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data

Vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer e que durante um ano estando neste recinto tive diversos ensinamentos, entre eles, o que eu considero o primordial na Instituição, a resiliência, aqui aprendi a superar a saudades de casa, da família e amigos. Conheci pessoas incríveis que levarei para o resto da vida, agradeço a Escola Superior de Soldados por me tornar  Policial Militar!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Maicon Michael da Silva, do 18°Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com um pouco de tristeza, por estar terminando o curso e ter que ir, sou interno desde o meu primeiro dia aqui nessa grande escola, aonde passei os melhores e mais especiais momentos da minha vida,  aprendi coisas que nunca imaginei aprender, conheci pessoas que nunca iria conhecer, um lugar maravilhoso. Mas por outro lado e com muita alegria, só tenho a agradecer, agradecer tudo o que aprendi e conheci, por estar preparado pra exercer a função de policial militar, por ter os profissionais que aqui existe e que vai ficar para sempre em minha memória e em meu coração. Agradecer pelo empenho e preocupação dessas pessoas, agradecer pelas recordações e os momentos aqui vividos. Enfim, muito obrigado por tudo, aqui vivi de verdade momentos que jamais irei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Guerino, me despeço de você nesta data.

Com muita alegria por estar a um passo de me formar na Instituição onde mais sonhei estar, eu, filho de Militar da PM cresci com a mente em se tornar um dia  Policial Militar, e com muita fé em Deus deu tudo certo, em 2006 entrei para a PM como Soldado Temporário onde fiz Escola em Piracicaba servindo por 2 anos, onde a vontade de ser Policial só aumentou, mas em Pirituba realmente tive a sensação de ser um Soldado efetivo, minha experiência por aqui foi muito boa, a energia desse lugar realmente nos fortalece, servir nesse solo sagrado em que meu pai pisou no ano de 85 foi relembrar toda a história que ele me contava, Pirituba está de Parabéns, tanto pela estrutura quanto ao efetivo e aos Instrutores que com muito conhecimento, capacidade e amor no que fazem nos formaram, senhor Cel, obrigado pela preocupação em nos formar bem, e por ser a diferença.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Souza, me despeço de você nesta data.

Com muito orgulho de pisar neste solo sagrado, agradeço pelos ensinamentos e pela oportunidade de fazer parte desta escola. Comprometo-me a servir a PMESP com o meu melhor. E com a Graça de Deus quando terminar minha jornada devolver esse manto sagrado como o recebi., LIMPO, honrando a PMESP e minha família. Só tenho a agradecer!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Caio Geovani, me despeço de você nesta data.

Com um sentimento de extrema gratidão por tudo que aprendi aqui e a todos os profissionais que fizeram parte da minha formação, muitos desses servirão de inspiração para minha carreira nessa sagrada corporação chamada Polícia Militar a qual tenho imensa honra em pertencer. Agradeço a Deus por me capacitar e a minha família por todo o apoio nessa jornada, sem eles não teria forças pra seguir em frente e realizar meu sonho. Obrigado ESSd aqui vivi dias que jamais ousarei esquecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado De Aguiar, me despeço de você nesta data 21NOV17.

Aqui passei uma jornada de 1 ano e oito meses, comecei o curso em 28MAI15 e com 2 meses de curso em 23JUL15 faltando dois dias para meu aniversario me acidentei na aula de defesa pessoal, fraturando o fêmur, naquele momento achei que meu sonho tinha acabado, fiquei um tempo afastado me recuperando e voltei como Remanescente, ficando 6 meses na administração da 2ª Cia, depois de muito esforço e determinação e de muita fisioterapia, voltei ao  curso em 28NOV16, aqui vivi e conheci pessoas maravilhosas que levarei por toda vida, histórias boas e ruins, em alguns momentos achei que não iria conseguir, mas segui em frente. Nosso comandante, Cel Figueiredo, nos fez passar por experiências muito boas, como estágios diferenciados e ideias inovadoras, fez por nós o seu melhor e hoje depois de muitas lutas e batalhas e com todo apoio da família chega o tão sonhado dia, em 23NOV17 serei Policial  Militar e colocarei em prática todos os princípios que aqui aprendi e exercerei a tão sonhada profissão que sempre quis. Agradeço a  todos os superiores hierárquicos desde os soldados mais antigos até o comandante Cel Figueiredo, por tudo que cada um nos ensinou e sempre lembrarei dos dias consagrados que aqui vivi.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Lockmann, me despeço desta unidade.

Com muito aprendizado, saudade e esperança de dias melhores, tenho noção que tudo o que me foi ensinado agora colocarei em prática e eu sou responsável por minhas ações. Algumas pessoas em especial levarei os seus ensinamentos, as virtudes como exemplo a ser seguido. E uma das virtudes que aprendi com meu comandante foi que não importa as diferenças, temos que ter a humildade de nos desculpar.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Lemes, do 20º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data 23NOV17.

Com um sentimento de dever cumprido, vim aqui atrás de um objetivo e nesta longa caminhada  alcançar aquilo que foi posto como minha meta, passei por etapas distintas de remanescente ao dia de hoje que estou me formando, não foi fácil, mas faria tudo de novo . Pirituba fez parte da minha vida vou deixar um até logo, pois em breve pretendo voltar para conquistar novos objetivos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Pompeu, me despeço de você nesta data.

Boa tarde, senhor comandante, quando cheguei na ESSd minha vida mudou da água para o vinho, tive que de pronto abrir mão de muitas coisas. A escola mudou meu jeito de pensar e de agir, cresci bastante nesse período. Agradeço muito a Deus por essa vitória, a minha família, e ao senhores que dedicam a vida para manter essa grandiosa instituição de pé até os dias de hoje, e que dependerá de nós também para continuar essa caminhada de sonhos e de lutas, perdas e glórias.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gislaine Ferreira Camargo, me despeço de você nesta data muito esperada.

Neste solo aprendi, chorei, sorri, ganhei muitos irmãos e renasci. Renasci sim, com todo aprendizado, com toda luta e superação e me tornei uma pessoa melhor, um espelho para as pessoas que estão ao meu lado e com toda certeza uma policial militar de respeito e pronta para atender a sociedade.

Agradeço a todos os superiores por todo conhecimento transmitido, dedicação e apoio.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Evelyn, me despeço de você nesta data.

Com sentimento de dever cumprido, pois nesta escola vou realizar um grande sonho, e minha missão assim vai ser cumprida, pois aqui passei por momentos que pensei em desistir, e  só aí pude ver o tamanho da minha coragem, força e determinação. Sei que posso chegar onde eu quiser, o dever de chegar a formatura está cumprindo, mas a batalha ainda não está ganha, tenho muitos anos pela frente para me dedicar e continuar me dedicando e vencer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM SERGIO, do 24° Pelotão, da 2ª Cia  Es.

Estou na Escola a 1 ano e 5 meses, sou do Estado de Goiás, devido a distância fui poucas vezes embora para minha casa. Meus Familiares e amigos, nas últimas vezes que estive com eles, todos são unânimes ao falar que mudei, e vale ressaltar que muitos dos valores que a instituição mantém e multiplica já se  faziam presentes em minha vida, pois, por mais que minha Família seja simples, a moral e bons costumes nunca deixaram de acompanhar nosso cotidiano. Acredito que a mudança que meus entes queridos veem em mim, são fruto da disciplina, empenho e garra que a cada dia vivido nesta Escola estranharam mais em minha pessoa. Só tenho a agradecer a cada Instrutor, Superior e Pares que contribuíram para chegar onde estamos. A semente que em mim foi semeada dará frutos que partilharei em minha casa, com minha filha, amigos e com todos que estão a minha volta. A possibilidade de contato direto com o Cmt faz com que a tropa sinta um pouco mais de humanidade na relação de comando, fazendo toda diferença.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM 2ª Cl 162807-A Deivisson, me despeço de você nessa data.

Gostaria de parabenizar o Srº. pelo trabalho empenhado na formação dos alunos da escola superior de soldados ao qual tenho orgulho de fazer parte, desde já deixo meus agradecimentos a todos integrantes desta casa, não tenho criticas a fazer apenas uma reflexão para que possam melhorar para os futuros soldados que entraram nas fileiras da gloriosa. Gostaria de dizer que podemos sim revitalizar e tornar a polícia militar cada vez melhor, acredito sim na mudança para melhor, para isso é importante o aprendizado focado com seriedade e disciplina, desde o superior aos subordinados, assim mostrando realmente a importância da nossa maravilhosa profissão, finalizo as minhas palavras com um obrigado a Deus e minha família que me ajudou a chegar até aqui.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Diodato, do 17° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita alegria, pois vivi aqui dias consagrados que jamais ousarei esquecer, tive momentos de alegria e de tristeza,  posso dizer que cresci muito, pessoal e profissionalmente, abri mão do conviver familiar na certeza de que me tornaria uma excelente profissional!
Sou grata a Deus por tudo, por ser parte dessa turma na melhor escola superior de soldados do mundo!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM JUNIOR Ivan Rodrigues do 24° Pelotão, da 2ª Cia, me despeço de você nesta data de 23/11/2017.

Levo comigo uma experiência a qual esperei para viver por 32 anos. Cresci muito como homem, cidadão e muito mais como pessoa. Estou muito feliz por estar realizando este sonho que almejo desde criança, ao admirar meu Pai, Tios e Primos, servindo nessas fileiras honradas desta instituição maravilhosa. Sou o vigésimo quarto policial militar da família e tenho plena consciência de que tenho um nome e um sobrenome a zelar. E nesta data estou fazendo o juramento, o  qual irei cumprir nem que pra isso seja necessário o sacrifício da própria vida. Assim me despeço, Ivan Rodrigues Junior.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Erinaldo Torres da Silveira,  do 19º Pelotão, da 1ª Cia Es, desde já agradeço a oportunidade de concluir o curso na melhor escola e me despeço de você nessa data.

Falar sobre  Escola Superior de Soldados me traz muitas coisas boas, algo que nunca vivi em minha vida, muito sofrimento mas com muitas alegrias, muito suor, dedicação e  valores, levo daqui da Escola Valores que jamais iria aprender na rua como Pessoa Civil , Educação aprendi em casa , mas saber valorizar as pessoas no qual convivemos e aprender com elas o que jamais iria aprender em nenhum lugar do mundo é  uma coisa inexplicável, aqui aprendi que nem tudo na vida é  fácil e o que queremos ser só depende de nós, Obrigado Coronel Figueiredo Por Tudo e levo daqui como exemplo o Senhor como minha inspiração na minha carreira Policial Militar , homem digno e batalhador.”

 

 

“Querida Escola

Eu, Soldado PM Chagas, me despeço de você nesta data.

É com um sentimento de dever cumprido. O tão sonhado desejo de me tornar policial militar foi alcançado, com muito esforço e dedicação.

É uma honra estar encerrando esse ciclo de aprendizagem, marchando com firmeza nesse solo que foi tão especial para mim e meus irmãos. Somos uma turma que passamos por muitas dificuldades, mas o sonho de vestir a farda cinza é tão grande que nos faz lutar até a última força. Levo comigo as amizades que fiz e  o sentimento de ter me formado na melhor Escola de soldados do mundo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Aquino, me despeço de você nesta data em que vivi dias consagrados que jamais vou esquecer.

Durante a formação tive que abrir mão de tantas coisas, renunciar momentos importantes, mas, tudo isso valeu a pena quando penso que foi para isso que Deus me chamou, pra ser uma autoridade nessa terra, pronta para atender a sociedade, a promessa feita há anos atrás, hoje se cumpri, estou imensamente feliz por cada ensinamento,  conselho, treinamento e amizades conquistadas, e que vou levar em meu coração.No decorrer dessa formação houve muitas lágrimas e muitos sorrisos, lágrimas de estar longe da minha família, amigos e sorrisos de descobrir que sou uma pessoa forte, corajosa e que essas lágrimas vieram para me fortalecer ainda mais.

Agradeço aos superiores pela total dedicação e empenho em formar  policiais capacitados para atender com qualidade e eficiência a população.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Fernando, do 17º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Desde já  agradeço a oportunidade por estar concluindo o módulo específico nesta unidade formadora, minha ação foi por classificação, foi muito difícil para eu estar aqui mas graças a deus consegui me formar policial militar, o militarismo foi muito importante em minha vida  e me fez aprender muitas coisas importantes.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cézar, 18º pelotão, 1ª Cia Es, me despeço de você nessa data.

Venho por meio desta mensagem dizer o quão feliz estou por fazer parte dessa família maravilhosa, quero antes de tudo agradecer uma pessoa que foi muito especial para que eu absorvesse cada informação aqui passada, pessoa essa responsável pelo meu grande  aprendizado, talvez ela não saiba dessa importância mas eu gostaria de colocar nessa  mensagem como reconhecimento por tudo o que ela fez pelos seus Soldados, essa pessoa é a Cap PM Lígia Pinheiro, pois em muitos momentos agiu como se fosse uma verdadeira mãe, puxões de orelha nas horas necessárias, algumas broncas, e muitos ensinamentos, ensinamentos que levarei pra vida inteira. Aqui aprendi a ser um ser humano bem melhor, 1 ano e 4 meses se passaram desde o dia que pisei nesse sagrado solo pela primeira vez, hoje me sinto pronto, não somente para exercer a profissão POLICIAL MILITAR, mas sim pronto para ser um cidadão de bem, compromissado com a sociedade. Bom são simples palavras, porém de coração.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Willian Faria dos Santos (Faria) do 22º Pelotão, da 1ª Cia PM, me despeço nesta data.

A sensação de dever cumprido e um sonho realizado, sei que é só o começo de uma longa caminhada e só peço a Deus que me ajude sempre e me guie para que eu siga sempre pelo caminho correto. A ESSd, Pirituba deixo meu agradecimento a tudo que vivi e tudo que aprendi. Hoje tenho certeza sim, que sou melhor esposo, melhor pai e melhor filho. Sofri sim, muito, pensei em desistir, mas Deus me sustentou e hoje estou aqui me despedindo. Obrigado a tudo e a todos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Barcelos do 20° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Venho por meio desta mensagem dizer o meu muito obrigada, lembro-me quando cheguei aqui, um mundo novo, estava assustada e com medo. Quando como na condição de remanescente vi o primeiro desfile, me emocionei muito e vi que realmente era aquilo que queria para minha vida. Já como aluna as coisas não foram tão fáceis, percebemos que como em qualquer outra empresa existe pessoas e pessoas, mas nunca cogitei a hipótese de desistir.
Perdi meu casamento, perdi alguns amigos mas não voltaria atrás nenhum dessas etapas.Eu realmente vivi dias consagrados, nesta instituição chorei, vibrei, cantei, nesta instituição vivi os melhores dias da minha vida.”

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Aoqui, do 21º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data 21/11/17.

Estar na PM é um sonho para mim,  sempre quis e busquei por isso. Mas na minha posse acabei ficando de remanescente e tive que ficar na ESSd na espera do próximo curso,  foram longos 5 meses e meio.  Em fim, começou  o curso e foi bem complicado por motivo de distância da família  e de todos. Mas mesmo assim, lutei para realizar esse grande sonho. Hoje estou me formando e realizando esse grande sonho. Foram grandes dias de lutas e de choro mas no final percebi que os tropeços eram para nos deixar mais fortes.  Creio que Deus planejou toda a minha historia e se aconteceu isso na minha vida é porque  tinha que acontecer.

Comandante só tenho a agradecer por tudo que o senhor fez por nós, que nessa nova jordana possa realizar todos os seus sonhos e objetivos. Que Deus esteja  contigo em todos os caminhos. Que Deus te abençoe.  Obrigado”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Bersanetti, me despeço nesta data 21/11/2017 da escola superior de soldados.

Vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer, foi um ano de muitas lutas e provações, mas Deus sempre se manteve presente em minha vida, me fortalecendo e me dando direção, só tenho motivos para agradecer a todos oficiais e graduados que contribuíram para a minha  formação, sem duvidas levarei comigo os valores aqui conquistados e os ensinamentos adquiridos, peço a Deus que eu sua infinita bondade continue abençoando a toda a escola e militares que aqui passarem, obrigada infinitamente. “Aquele que honra deve ser honrado, esta escola me honrou com seus valores e eu honrarei a sociedade com o sacrifício da própria vida. É muito gratificante e pude sentir orgulho de mim mesma, olhar no espelho e dizer, eu consegui.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Chiarigatti, do 21º Pelotão, da 1ªCia Es, me despeço de você nesta data de 21NOV17.

Logo mais na data de 23NOV17 estarei me formando e completando mais um ciclo dentro desta Grandiosa Instituição, que é a PMSP. Agradeço aos Comandantes, Instrutores e companheiros de Curso que tive dentro desta unidade (mesmo aos maus exemplos), pois de alguma forma me mostraram como ser melhor, e como tratar de uma forma justa e respeitosa meus superiores e subordinados durante o tempo que eu permanecer dentro desta Carreira Gloriosa.”

 

 

“Querida e amada Escola Superior de Soldados,

Eu, Soldado PM Felipe, do 23º Pelotão da 2ª Cia Es, me despeço de você nesta data, 23/11/17.

Com um sentimento de dever cumprido, de sonho realizado, devido a tantas lágrimas que derrubei para chegar até aqui, pois meu sonho foi frustrado no começo, mas hoje sei que tudo valeu a pena e foi no tempo certo, as lutas me fizeram crescer como homem e a amar ainda mais minha gloriosa PM, Coronel Figueiredo, lhe agradeço muito, pois o senhor é um pai e vejo em seus olhos o amor que tem pelo o que faz!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Sd PM Silvia Dias dos Santos, me despeço com imensa gratidão.

Por todos os ensinamentos e apoio que recebi no período em que estive aqui, aprendi a ser forte e não abaixar a cabeça para os desafios e todas as vezes que pensava em desistir me apegava em Deus e na minha família que foram meu suporte para me manter neste lugar, aqui eu  superei todos os meus limites e hoje posso dizer eu VENCI. Primeiramente agradeço a Deus por ter me presenteado com essa família espetacular e agradeço de coração a todos, desde oficiais a todos praças pelo o apoio e incentivo, obrigada.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Felipe GASPAROTTO, me despeço de você nesta data.

Foi uma trajetória muito difícil, dias e noites em treinamento, atividades entre outras coisas, mas nada que me impedisse de conquistar este sonho, agradeço todos os dias por esse presente que Deus me deu, incorporar na Policia Militar do Estado de São Paulo! Honrarei a cada serviço prestado, me dedicarei inteiramente ao serviço da pátria cuja honra, integridade e instituições, defenderei com o sacrifício da própria vida!

Obrigado pelos ensinamentos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Cajarana, me despeço de você nesta data, 23/11/17,.

Nunca vou me esquecer, pois é uma realização de um sonho um objetivo na minha vida. Durante esses doze meses não foi fácil à caminhada para a realização deste sonho, mas hoje, veio a vitória, a minha formação.
Aqui na escola, algumas vezes tive vontade de desistir, por estar muito longe da família e ficar dias sem vê-los, pois as vezes a condição financeira não estava favorável, mas hoje escuto da boca dos meus familiares que eles têm orgulho da profissão que escolhi. Aqui na escola fiz muitos amigos, ou melhor, ganhei novos irmãos de farda, pois o pelotão se torna uma família.
Aprendi muito na escola, a ser mais paciente e saber esperar as pessoas falarem e ouvir oque elas têm a dizer. Hoje só tenho orgulho de fazer parte dessa gloriosa instituição.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado Silva Neto, me despeço de você nesta data.

Data esta que é tão importante para a minha vida. Entrei no dia 06jul16 com um grande sonho, que era o de me tornar soldado da polícia militar do Estado de São Paulo. Passei por longo período de 1 ano e 5 meses na escola superior de soldados, onde fiz grandes amigos. Primeiramente agradeço a Deus por ter tido o privilégio de realizar o meu sonho, onde quarta-feira iremos entoar o tão sonhado juramento de formação. Fui remanescente, aluno do módulo básico, e quinta feira, irei encerrar o curso de formação do módulo específico e me tornar um soldado da polícia militar formado. Deixo aqui meus sinceros agradecimentos, primeiramente a Deus, me permitiu estar aqui, posteriormente aos meus familiares e amigos, por conseguinte aos oficiais e graduados que me ensinaram a ser um soldado da polícia militar do Estado de São Paulo.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Moura, do 19º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data tão esperada.

Mas que deixará saudades. Saudades dos amigos que aqui fiz e com certeza são meus irmãos de farda que eu vou me preocupar assim como sei que vão se preocupar por mim quando estiver no serviço operacional.
Saio da escola superior de soldados, a melhor do mundo, com a cabeça erguida e cheio de orgulho e garra, e a felicidade de ver o brilho nos olhos de meus pais em dizer que sentem orgulho por eu ter conquistado o que eu sempre quis, esta minha luta vem desde 2009, onde fui reprovado na IS por falta de informação, entrei com liminar e assumi um sonho em 31out2011, a liminar caiu em 05nov2012, onde fui exonerado dia 25nov2012. Desde então fiz outros concursos onde passava em tudo e sempre reprovação na IS, enfim, hoje estou aqui sem novidades e vivendo novamente um sonho que não se perdeu. AGRADEÇO POR FAZER PARTE DESTA TURMA DIFERENCIADA.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Eliane do 20º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Tomei posse no dia 16/06/2016, onde fiquei como remanescente na Adm da 4ª Cia Esc, lá  pude aprender na prática o que os alunos aprendem apenas na teoria, desde o primeiro dia fui tratada como aluno em formação, ralava com os alunos, participava de festas com alunos, umas das melhores fases vividas aqui nesta escola. Saio daqui muito feliz e realizada, dei o máximo de mim e não me deixei abalar por nada. Sou eternamente grata a Escola Superior De Soldados e a todos que convivi, desde funcionários terceirizados a Coronéis. Muito difícil arrumar as malas, pois formamos uma família, vou sentir muita falta, mas é necessário seguir. Vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer. Obrigada por Tudo. Prometo jamais decepcionar a todos que puderam me ensinar e passar um pouco de conhecimento e experiência de vida. Serei eternamente grata!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Admilson, me despeço de você nesta data 23/11/2017.

Onde realmente pude viver dias consagrados e memoráveis que levarei dentro do meu coração e as amizades dos novos irmãos de farda, sentirei muita saudade do meu pelotão e agradeço os comandantes pela paciência, empenho e preocupação com a nossa formação, colocarei com muito empenho e vibração tudo que nos foi ensinado e se possível retransmitirei aos novos irmãos que caminharei lado a lado durante toda minha carreira com a proteção de Deus.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Dimas do 26°Pelotão, da 2ªCia Es, me despeço de você nesta data 23NOV17.

De  cabeça erguida e sensação de dever cumprido. Que cada gota de suor e cada noite mal dormida e lágrimas que derramei tenha valido a pena.

Deixo aqui o meu Muito Obrigado por tudo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Fernanda, do 21° Pelotão, da 1ªCia Es, me despeço de você nesta data.

Agradeço pelos grandes ensinamentos e pela pessoa que me tornei. Foram muitos os aprendizados, porém quero destacar um.
Aprendi aqui o significado da palavra “APOIO”. Somos todos irmãos de farda e nos tornamos uma família quando nos voluntariamos para sermos um policial militar.
O apoio vem na alegria, como por exemplo, ajudamos uma mãe a colocar seu filho no mundo, o apoio vem quando no atendimento de uma ocorrência chamamos no rádio e de onde menos esperamos chegam nossos irmãos para nos apoiar no que for necessário. Também damos ou recebemos o apoio quando um irmão se vai. Apoiamos a família e nos unimos ainda mais para defender nossos irmãos.

Obrigada Escola por me dar a oportunidade de ser lapidada para que eu fosse merecedora de pertencer a Polícia Militar.”

 

 

 

“QUERIDA ESCOLA”

Eu, Soldado PM CABRAL, do 21º Pelotão , da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Essa data que marcará minha vida após quase um ano e meio, chego a tão esperada formatura! Vários sentimentos, (alegria pela conquista, tristeza por deixar uma parte de minha vida aqui, onde tive a honra de viver nesse tempo vivido aqui, (fui interno), fiz amigos que levarei pra sempre). Sempre digo a quem me pergunta que após conhecer a instituição me arrependo em não ter feito parte antes! Meus agradecimentos a ESSd”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  GANZERLA, do 19° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Agradeço por esse um ano e dois meses que aqui vivi. Nesse período exerci atividades desde arrancar raízes de árvore até assentar bloquete no pátio JMS, atividades extras curriculares que com certeza contribuíram para o meu amadurecimento como pessoa e ser humano. Aqui fiz grandes amizades que levarei para a vida inteira, agradeço a todos os meus companheiros que me deram forças quando pensei em desistir, aos instrutores e superiores hierárquicos que nos moldavam no dia a dia para melhor nos preparar para a realidade lá fora. Com certeza aqui vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer. Muito obrigado à todos.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Máximo, me despeço de você nesta data 23/11/18.

É com muita honra que me despeço, pois foram momentos que jamais ousarei esquecer!
Depois de muito esforço e dedicação, concluir o curso é a coroação de um ano de muito empenho e dedicação. Curso esse que fará toda diferença em minha vida.

Grato a todos que contribuíram para a minha formação.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM JONES, me despeço de você nesta data.

Com o coração aliviado por ter cumprido a minha missão, hoje dia 21 de Novembro levo na bagagem grandes aprendizados para me tornar uma policial militar    pronta para atender a sociedade da melhor forma possível  e uma mulher digna de respeito por todas as pessoas que estão hoje em meu convívio.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ribeiro, do 21º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço com muita tristeza.

Mas também com muita alegria e muita tristeza porque aqui finda a minha historia e me separarei das pessoas especiais que conheci, deixo aqui marcados os momentos em que chorei por inúmeros motivos, porém em  cada um deles fui extremamente feliz, isso porque eu estava e estou onde quero estar.
Feliz porque aquilo que conquistei e aprendi aqui ficarão comigo para o resto da minha vida e cada hora, minuto e segundo nunca esquecerei.
Espero um dia poder voltar a esta casa de ensino como Comandante de uma das Companhias Escola.

Um até breve.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Barreto, me despeço de você nesta data.

Estou me despedindo desta escola. Aqui aprendi valores, ética, respeito e principalmente união.  Agradeço tudo que a polícia militar  me deu de bom. Sou grato por ser policial e me sinto realizado neste sonho almejado.

Obrigado.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Ana Bastos, me despeço nesta data 23NOV17.

Desde o momento em que pisei neste solo sagrado tive certeza de que meu sonho e minhas expectativas não estavam errados, essa profissão maravilhosa que vivo e é o que gosto e amo fazer, foram anos me dedicando para ingressar e só esse ano passado fui nomeada. Deus sabe o tempo de cada um, e o amadurecimento também. No curso fiz muitos amigos entre o efetivo e os  alunos, dediquei-me sempre nas aulas e estágios operacionais, tudo em busca de superação pessoal, sei que aprendi muitas coisas e ainda tenho muito a aprender, foram 1 ano e 3 meses de alegria, superação e entre outras emoções, minha jornada não acaba aqui, recomeça e com mais expectativas e fico lisonjeada por ser uma integrante da nova história dos heróis e anjos de fardas, venho agradecer desde já pela acolhedora família policia militar.”

 

 

“Querida Escola ,

Eu Soldado PM José Arimatéia Delmontes Junior, me despeço de você nessa data de 21/11/17.

Tenho só que agradecer a Deus e aos meus comandantes por todo ensinamento, saio com uma nova visão do mundo, agradeço também não só por ter feito novas amizades e sim pelos irmãos que não quero perder o contato nunca!

Ótimas pessoas no comando, sempre sendo os mais honestos possíveis conosco, vindo a surpreender todos nós alunos. Obrigado coronel Figueiredo.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Almeida do  22º Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Queria agradecer ao Senhor e a todo o corpo docente dessa casa de ensino pelo aprendizado e pelo cuidado e a bagagem que iremos sair daqui, em especial, queria agradecer pela força que o Senhor deu para os 43 remanescentes que quase foram exonerados, eu sou um deles. Deus abençoe muito a vida do Senhor. Obrigado”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Rodrigo  do 17º Pelotão, da 1ª Cia Es,me despeço de você  nesta data.

Agradeço pela oportunidade e pelos dias consagrados que jamais vou esquecer, agradeço a toda ESSD pela motivação e desejo  a todos uma vida abençoada em todos os níveis dessa vida  ao senhor e sua família.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Thiago Santos de Góis, do 19° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita tristeza em meu coração, pois aqui vivi dias que jamais vou me esquecer, foi onde dei início a minha carreira e confesso que não foi fácil no início, pois deixei minha família a mais de 600 km para estar aqui realizando um grande sonho de servir a sociedade.

Assim, deixo o meu muito obrigado por ter me acolhido e também pelos ensinamentos  que aprendi, só tenho a agradecer, agora é a hora de colocar em prática tudo aquilo que aprendi na melhor escolha de formação de Soldados do mundo.”

 

 

“Querida ESSd,

Eu, Soldado PM Rodrigues, do 22º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Após 1 ano e 5 meses com imenso prazer de ter feito parte da história da ESSd. Lembro-me de quando entrei na escola, ainda como remanescente, todo tímido e cheio de incertezas, recordo da minha primeira solenidade no pátio JMS e até hoje me arrepio. Após tantos cursos que realizei em minha vida, sou formado em administração de empresas, técnico de radiologia e etc, este com certeza foi o que mais contribuiu para minha vida. Neste curso aprendi muito sobre alguns valores que por mais que já  conhecia aqui eu os vivenciei de verdade, também aprendi o verdadeiro significado da frase “trabalhar em grupo”. Saio da maior escola de formação do mundo, sim, do MUNDO, a final de contas, qual empresa que dá 1 ano de treinamento para seu funcionário antes de coloca-lo para trabalhar? Com a certeza de que vivi dias consagrados que jamais ousarei esquecer, grande abraço comandante.”

“Querida Escola,

Eu, Soldado Fernandes, me despeço de você nesta data.

Após esse um ano de formação, a qual posso afirmar que diariamente entre deslocamento e horário letivo foram cerca de 16 a 18 hrs e 150km diários, muito suor e até mesmo sangue, mas isso serve não só como condicionamento mas também como incentivo para que eu não me esqueça de que um sonho para ser alcançado é necessário muito mais do que sonhar é preciso dedicar-se de corpo e alma ,e isso é uma lição para o resto da minha vida, agradeço pela formação e evolução que me proporcionou.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Jefferson do 25º Pelotão, 2ª Cia Es.me despeço de você nessa data.

É com muito orgulho e prazer que chegamos neste tão esperado momento. Sou do Estado do Paraná, tenho 2 filhos e esposa que estiveram me apoiando este tempo todo. Meu processo foi devido idade superior ao permitido do edital 2015. Graças a Deus já foi transitado e julgado. E digo com toda certeza que estive esse tempo todo na melhor escola de soldados do Mundo, como o senhor diz. Tenho orgulho de falar que o senhor é meu comandante. Um homem humilde ,uma autoridade exemplar que só temos que seguir pra sempre como exemplo. A Pm acrescentou-me muito na vida, desde um sonho realizado como também mudança por completo,  mudança essa para melhor.  Todos meus famílias notaram essa diferença em mim. E só tenho a agradecer ao senhor e todos da ESSd. Graças aos senhores estou me formando e com muito orgulho de pertencer a gloriosa ESSd e a melhor Polícia militar do Brasil. Obrigado por tudo Coronel, de coração, que Deus derrame bênçãos sobre o senhor e toda sua família.  Obrigado por tudo.  Forte abraço.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Batista, me despeço de você nesta data.

Esta data que tanto almejei desde que me encontrei na condição de remanescente, que foi quando meus sonhos mudaram, eu já estava na polícia militar, mas meu sonho então se fixou em me formar, estar pronto para atender a sociedade paulista. Em novembro de 2016 cheguei a Pirituba, na Escola Superior de Soldados, pronto para começar novamente a ser efetivamente um aluno soldado, trilhar meu caminho, conhecer pessoas novas e enfrentar os diversos desafios que apareceriam daí por diante. Parece que foi ontem! O tempo passa rápido aqui dentro, bem que me disseram isso e eu só acreditei quando ocorreu comigo. Agradeço a todos os instrutores, amigos, comandantes que por assim se fazem hoje meus exemplos, os bons e os ruins também! Não posso ser negligente, pois eles também estão presentes. Mas de tudo se tira um aprendizado, levo sempre isso comigo.

Que Deus me proteja daqui em diante e conserve essa escola com os mesmos princípios e valores que estou levando daqui. Um até breve eu deixo a Escola Superior de Soldados, pois aqueles que aqui pisaram, jamais ousaram esquecer da casa de onde saíram e dos dias consagrados que aqui viveram.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gonzalez do 21° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data 23NOV17.

Triste apenas por ter acabado 1 ano e 4 meses  de muito aprendizado, mas feliz por tudo que sonhei e conquistei. Adentrei nesta escola no dia 27JUL16, iniciando meu trabalho no setor de logística- subsistência,  nesse tempo esperando ansiosamente para que começasse o curso básico. Nesse um ano de curso aprendi muita coisa mesmo, principalmente a não desistir de forma alguma de realizar meu sonho que é estar nesta instituição. “De uma coisa tenho certeza, que aqui passei momentos que jamais vou esquecer”.

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Gerson, do 56º Pelotão, da 4ª Cia Es, me despeço dessa Escola de Formação.

Levo comigo os ensinamentos mais preciosos de minha vida.
Aqui aprendi o valor dor suor, da dor e de cada alegria aqui vivida, sempre foi um sonho estar nessa instituição e hoje faço parte dela, não foi fácil, mas venci a primeira barreira de muitas outras que viram nessa jornada que escolhi pra minha vida. Agradeço cada pessoa que passou em minha vida, seja instrutor ou não. Saio dessa escola com a certeza que venci com apoio dos meus metres.

Obrigado.”

 

“Querida Escola,

Eu Soldado PM Carlos Pitanga, do 18º Pelotão, da 2ª Cia Es, me despeço da escola muito feliz.

Com muito esforço ao longo desse ano eu batalhei por meio de ação judicial e até semana passada eu estava com risco de sair da escola por problemas no meu processo, mas não deixei me abalar, porque quando estou aqui parece que estou sonhando acordado, é como se eu não acreditasse que meu sonho esta sendo realizado e é por isso que sairei da escola feliz, porem triste, porque não verei vários amigos que fiz nessa sagrada instituição. Muito obrigado por tudo e um até logo. 21/11/2017”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Carlos, 20° Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Aqui vivi dias consagrados, dias alegres e tristes, dias que jamais ousarei esquecer. Curioso como o tempo passa rápido, ontem ainda estava chegando pelo portão principal, uma chegada muito esperada, 2 anos e 6 meses esperando a oportunidade de pisar neste solo sagrado. Confesso que o impacto inicial assustou, muita mudança conjunta, mas graças a Deus e a minha família e os amigos que aqui fiz, consegui superar todas as minhas limitações. No início do curso básico ansiava pelo curso específico e hoje aguardo o verdadeiro início da caminhada. Pelo caminho deixamos irmãos, os quais hoje já não vestem nosso manto e também perdemos um irmão, que pela violência infelizmente foi levado, fato esse que me deu mais força, mais vontade para aqui cumprir minha missão, quero daqui um tempo ter a oportunidade de dizer “combati o bom combate”.

Obrigado Escola Superior de Soldados”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Douglas, do 19º Pelotão, da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com a convicção do dever cumprido nessa casa de ensino, a mudança comportamental é nítida e vista pelas pessoas do meu convívio, e não só comportamental, mas também intelectual, a escola nos proporciona uma qualidade de ensino excelente, me despeço com um grande agradecimento pelos momentos vividos aqui na escola, momentos esses que jamais esquecerei, aliás não direi um tchau mas sim um até breve, que em fé em Deus quem sabe voltarei pra essa casa de ensino para um dia substituir a altura a quem me ensinou assim ensinando os novos soldados da Policia Militar.

Obrigado.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM  Tallmann, do 17° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com muita honra e dignidade, agradeço pelo todo conhecimento e momentos que jamais ousaria esquecer, passei por momentos muitos difíceis tanto antes de entrar na escola, antes de fazer a prova dois dias capotei o carro, um mês depois perdi meu melhor amigo, um cachorro de 10  anos de convivência, e um mês depois passei mal com cólica renal, passei por 4 hospitais, consegui a cirurgia com uma semana antes de fazer o TAF, fui reprovado no exame médico, não desisti e fiz novamente a prova e fui reprovado por idade, porque fiz aniversário em fevereiro e a posse era em maio, não pude tomar posse do cargo e em junho fui demitido, graças a Deus em agosto fui convocado pelo processo, quando começou o curso moro próximo da minha sogra, foi constatado um câncer de mama nela e minha esposa estava grávida, no começo era difícil me dedicar aos estudos pela preocupação que tinha em casa e por não poder voltar todo dia, tanto pelo tempo quanto pelo alto índice de assalto e de acidente, mais graças a Deus deu tudo certo. Aprendi na escola de soldado a passar roupa, lavar, melhorar meu vocabulário, praticar mais leitura, me comportar com mais firmeza e ver que nada é impossível e conhecer o significado da palavra de união, companheirismo e como é a dor de perder um amigo tanto de farda e de armário, ficou seis meses próximo do meu armário, mais Deus sabe o que faz em nossos caminhos, só tenho a agradecer por tudo que a escola fez em minha vida e pelo que o senhor fez por nós, pelo ten Cel. Major, capitão, tenentes, sub tenente, os sargentos, cabo e soldados, um muito obrigado.

E que Deus abençoe a vida de todos como ele abençoou a minha.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Diana, me despeço  de você nesta data 23NOV17.

Com sentimento de dever cumprido. Foram dias de alegria, tristeza, aprendizagem, lágrimas, sorrisos e conquistas. Foram meses aguardando esta data, onde ao romper o passo me lembrei de 2012, ano que fiz minha prova, em 2015, ano que fui nomeada e por algum acaso do destino eu fui empossada em 2016. Aprendi que tudo tem seu tempo e esse é o meu momento. Despeço com alegria, saudade de casa, desta casa que me acolheu e que pude compartilhar histórias e lições de vida.

Obrigada e que Deus abençoe.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Monteiro, despeço-me de você nessa data.

Com uma sensação de dever cumprido, agradecendo muito a Deus por ter me dado força e discernimento, o tempo que passei aqui me deu mais certeza que tenho que respeitar e amar a minha família, que eles são essenciais e fundamentais na minha vida. Estou muito satisfeito por ter feito e fazer parte desta família “Policia Militar”.

Obrigado.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Simone Xavier, me despeço de você nesta data.

Sempre lutei pelos meus ideais focando sempre no que eu queria. A polícia não veio por acaso em minha vida, pois sempre pedi para Deus tomar as decisões por mim e entregando tudo em suas mãos. Quando pequena, meu pai me contava histórias de quando ele foi escoteiro, das medalhas que ganhou, o significado de ser escoteiro, das regras e falava a frase “lealdade e constância”, e isso mexeu de alguma forma dentro de mim. Quando cresci, casei e tive um filho e depois iniciei a faculdade procurando algo que fosse parecido comigo. Prestei alguns concursos para polícia civil e o último da polícia militar e foi onde me encontrei. O caminho para chegar até aqui não foi fácil, mas hoje aprendi a dar mais valor para as pessoas e as coisas que conquistei. Com certeza a polícia me ajudou muito para ser mais ousada e firme. E de verdade, vivo dias consagrados que jamais ousarei esquecer!”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Veronica do 18° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Com a sensação de dever cumprido e levo como lição que tudo que eu desejar, com esforço e dedicação conseguirei realizar. Foi doloroso, suado, mais isso servirá para um dia eu olhar para trás e lembrar que devo dar valor a cada caminho percorrido.

Então Querida Escola, me despeço com o coração aliviado e com saudade dos verdadeiros amigos que conquistei nessa trajetória.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Pereira do 18º  Pelotão da 1ª  Cia es, me despeço de você nesta data.

Com grande satisfação em sair daqui preparado e  com muitos aprendizados , muitas lições de vida, histórias, ensinamentos que levarei para o resto da minha vida, quero ser um grande Policial Militar e cumprir as missões que forem designadas a mim. Aqui nessa unidade de ensino presenciei dias que nunca ousaria esquecer. Obrigado de coração. Conte sempre com a gente que no dia de amanhã estaremos nas ruas das casas dos senhores, enquanto os senhores trabalham duro, estaremos protegendo vossos familiares. Obrigado.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado MAGNO, me despeço de você nesta data 23nov17.

Deixo aqui lembranças e feitos construídos por mim e por todos guerreiros que aqui estão a mais de um ano. Tive o prazer de fazer 2 vezes o curso básico  nesta escola de soldados e me formei as duas vezes. Tive altos e baixos, onde meus pais me apoiaram e me ajudaram a enfrentar esse curso com muita garra e enfim me formar no específico.  Certamente para um jovem como eu de 21 anos é minha primeira e inesquecível grande conquista, na qual meus pais se orgulham do filho que criaram.

Deixo aqui meus agradecimentos ao meu comandante, Obrigado.”

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Lucas Henrique, do 22º Pelotão da 1ª Cia Es me despeço de você nesta data.

Ter me tornado um policial militar foi um sonho que coloquei como objetivo e batalhei muito para realizar esse sonho. E vi o quão valioso é ser policial militar, quando através de lutas, choros, batalhas e  frustrações a vitória é alcançada. Minha chegada à escola não foi nada fácil, por nunca ter servido ao exército ou até mesmo ao tiro de guerra não sabia muito sobre o militarismo. No começo foi difícil me adaptar, mas logo fui me adaptando e me moldando.
A recepção do efetivo da escola, podemos dizer que foi relativamente boa. Porque muitas pessoas deixam a desejar, tratando e até mesmo julgando os novos alunos e não tendo a devida paciência. Mas em compensação  a escola tem grandes profissionais que querem fazer o melhor pelos novos policiais.
O curso sem dúvidas é muito bom, todo conhecimento que tenho agora é através dele, pois cheguei a escola com o mínimo de conhecimento possível e vi que se você tiver força de vontade você vai obter os conhecimentos e assim se tornar um ótimo profissional de policia. Este ano em que fiquei na Escola, não foi nada fácil. Pois  é bem difícil ficar longe da família e pelo lado financeiro também.
Mas sei que esse sacrifício que fiz durante o ano todo vai valer muito apena no futuro. Despeço-me da Escola Superior no dia 23/11/2017, sabendo que através dos conhecimentos e experiências que aqui obtive, me tornei uma pessoa melhor.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Coelho, me despeço no dia 23/11/2017.

Agradeço por todo conhecimento e bons valores, provas nas quais fui submetida durante este curso. Certamente, lembrarei de todos durante a minha carreira e principalmente quando eu estiver exercendo o meu trabalho. Eu sempre senti uma enorme necessidade de ajudar as pessoas, fazer disso uma profissão é  uma verdadeira bênção de Deus. Aqui, certamente, vivi dias consagrados e que JAMAIS ousarei esquecer.

Despeço-me com um aperto no coração, mas com a promessa de que farei tudo que estiver ao meu alcance para  engrandecer ainda mais a nossa Corporação.”

 

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Inácio, 24º Pelotão da 2ª Cia Es, me despeço de você nesta data.

Data esta tão importante para mim, para continuar e fazer com profissionalismo uma brilhante carreira na Polícia Militar, minha  segunda casa chamada escola vai deixar  saudades, principalmente nos momentos de erros nas instruções e puxões de orelha para fazermos correto, pois na escola podemos errar e na rua não, levo somente boas lembranças e o sentimento  de dever cumprido nessa etapa que se encerra, acredito em um mundo melhor e luto para que isso aconteça, fiz o básico na 1ª cia, ESSd em 2016 e fui para  o CPI-4 fazer o especifico, ao lado de casa, mas me acidentei no específico e  fiquei 2 editais como remanescente e voltei a ESSd, agora cheguei ao final com a mesma garra de quando entrei e só tenho a agradecer.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Arlei Prado Moreira da Motta, me despeço de você nesta data.

Só tenho a agradecer cada um que esteve comigo nestes 6 meses de módulo básico, eu não imaginava que seria tão incrível tudo isso, mesmo passando pela experiência de ter servido o Exército por 4 anos, o aprendizado e  a forma profissional que fui tratado nunca esquecerei. A ESSd ficará marcada na minha vida, onde tive dias felizes, ralados mais muito consagrados. Agradeço primeiramente a Deus e a minha família.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Roque, do 22° Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nessa data tão especial.

Durante minha admissão até a presente data já são 3 anos de muita dificuldade e luta, mas com a graça de Deus chegou o tão esperado dia, o dia da formatura. Durante o tempo de formação adquiri muito conhecimento e experiências que irei transmitir a toda população paulista. Venho por meio desta mensagem agradecer todos os docentes e comandantes desta unidade escola, que por sinal, é a maior unidade formadora de policiais do mundo. Em um futuro breve, espero voltar como docente nessa escola de formação para transmitir o conhecimento que me foi transmitido.

Grande abraço!

“Querida Escola,

Eu, Soldado PM Jessé Fragoso de Lima do 18°Pelotão da 1ª Cia Es, me despeço de você nesta data em 23/11/2017.

Entrar na Polícia Militar foi uma realização pessoal. Durante o curso do básico e específico, cada instrutor foi de suma importância, as aulas sempre esclarecedoras. Vale ressaltar que tive um excelente COMANDANTE e uma excelente COMANDANTE DE COMPANHIA e um excelente COMANDANTE DE PELOTÃO. Se não houvesse o empenho e preocupação destes a ESSD não seria reconhecida como a melhor escola de soldados do mundo, que de fato é.A ESSD, não para somente na formação, ela é o incentivo para que eu conquiste a carreira no qual tanto almejo.Acredito que a vida é um ensinamento constante, da educação e criação que eu tenho, a ESSD, veio para agregar ainda mais valores os quais prezo muito.”

 

 

“Querida Escola,

Eu, Soldado Leite do 56º Pelotão, me despeço de você nesta data.

Escola Superior de Soldados,  onde convivi por 2 anos e meio, superei muitos obstáculos, tenho certeza que aprendi muito e só tenho a agradecer. Complementando, agradecer a todas as pessoas que me ajudaram no período mais difícil da minha vida e hoje poder estar me formando no módulo básico é uma alegria indescritível! Obrigado Pirituba, Obrigado Escola Superior de Soldados!”

 

MENSAGEM DE UM MESTRE

Algumas mensagens que recebemos de amigos são verdadeiras lições de vida, que servem para nos iluminar a mente e o coração.
A que segue abaixo recebi de um dos maiores ícones da Polícia Militar, Coronel Nilson Giraldi, idealizador do “Método Giraldi de Tiro Policial e de Preservação da Vida”, referência no treinamento policial em São Paulo, em várias outras polícias do Brasil e do Mundo, vez que é utilizado pela Cruz Vermelha Internacional na capacitação de agentes encarregados da aplicação da lei.
Divido com meus amigos pois o que recebi do meu amigo Giraldi foi uma verdadeira aula.

“Pois é meu querido irmão caçula, Comandante, e grande Amigo Cel PM Figueiredo

A gente vai pela vida aprendendo…

Aprendendo sempre, pois o saber liberta, a ignorância escraviza…

Tendo novas idéias…

Às vezes, diante de fatos novos convincentes, mudando de idéia…

Inventando…

Ensinando…

Lendo…

Escrevendo…

Não tendo mágoa, ódio ou rancor, pois quem os têm está tomando veneno para matar outras pessoas…

Às vezes fracassando… (o fracasso nunca é derrota; ele mostra o caminho do sucesso. Thomaz Edson fracassou mais de 1.000 vezes antes de inventar a lâmpada elétrica. Eita! Só é derrotado quem não tenta);

Falhando, “pois na vida só não falhou quem nunca viveu…” (não confundir “falha” com “erro”, pois “falha” é involuntária; “erro” é voluntário)

Caindo… levantando… recomeçando… insistindo… persistindo… perseverando…

Amando para ser amado…

Sorrindo para fazer sorrir…

Perdoando para ser perdoado…

Tendo ideais, pois eles são combustíveis para nossa vida… sem ideais não há vida…

Mantendo atividades, pois somos como bicicleta; se parar… tomba…

Enfrentando obstáculos, pois eles são necessários para nos fazer crescer…

Mantendo a espiritualidade, pois quem não a tem é um eterno escravo dos seus temores e, embora na claridade, viverá na escuridão, pois a espiritualidade é libertadora…

Atuando com coragem, pois quem não tem coragem é um mero espectador da vida que passa…

Sendo útil a quem precisa; e não deixando para ser útil após a morte servindo de comida para os vermes e adubo para as plantas…

Às vezes sendo criticado; às vezes sendo elogiado; às vezes não sendo compreendido; às vezes não compreendendo… Faz parte da vida…

Não reclamando, mas fazendo…

Não esperando acontecer, mas fazendo acontecer…

Sabendo que não há como fazer tudo o que quereremos, mas nem por isso deixando de fazer o pouco que podemos…

Procurando ter bons pensamentos, pois somos consequência dos nossos pensamentos. Pensamento gera sentimento; sentimento gera procedimento. Pensamento bom gera sentimento bom; sentimento bom gera procedimento bom. Pensamento ruim gera sentimento ruim; sentimento ruim gera procedimento ruim. Matemática pura!

Exaltando qualidades de quem as tem…

Adquirindo novos conhecimentos…

Dividindo esses conhecimentos, pois “na matemática do saber quanto mais o conhecimento é dividido mais ele se multiplica…”

E sem nenhuma preocupação de recompensa ou reconhecimento, mas a satisfação do dever cumprido…

Também porque “não é o dinheiro ou a riqueza que faz uma pessoa feliz, mas a forma como interpreta a vida”…

E eis que… se não quando… de repente… de surpresa… começamos a colher bons ou maus frutos, Inesperados, daquilo que pensávamos não estar plantando… e até ficamos assustados…

É a vida, que uma hora se acaba… e a única coisa que aqui fica é a lembrança do que fizemos…

Muitíssimo obrigado pelas suas carinhosas e gentis palavras… Deixaram-me emocionado…

Parabéns por tudo que você já fez e faz em benefício dos seus companheiros, da PM e da sociedade.

Parabéns pela pessoa que é…

Você é exemplo, modelo e referência para todos nós.

Sou honrado de estar ao seu lado; de fazer parte do seu time…

Deus o abençoe; abençoe também sua Família, e seu trabalho…

E abençoe também nossa Instituição Policial, pois por nós só temos nós mesmos e Deus.

Abração, com saudades…

Giraldi”

CONVIDO VOCÊ QUE REÚNE CONDIÇÕES PREVISTAS NA LEI, A SER SOLDADO DA POLÍCIA MILITAR!

Formatura Soldados da PM

Formatura de 2614 Soldados da PM no Sambódromo do Anhembi. Data: 27/05/2015. Local: São Paulo/SP. Foto: Du Amorim/A2 FOTOGRAFIA

Na qualidade de comandante da Escola Superior de Soldados e na intenção de contribuir para que ingressem nesta Organização de Ensino Superior da Polícia Militar, homens e mulheres vocacionados a servir e proteger, e desta forma, serem excelentes policiais militares ao final do rigoroso processo de formação no Curso Superior Técnico de Polícia Ostensiva e de Preservação da Ordem Pública, venho pelo presente comunicar que daqui há poucas horas será possível realizar a inscrição para o concurso no site da empresa que organiza o certame (Vunesp).

A título de contribuição, apresento abaixo algumas informações relevantes sobre o processo. Maiores detalhes podem ser verificados no Edital do Concurso.

Desejo sucesso a todos os interessados e aguardo ansioso os aprovados aqui na Escola.

Sucesso a todos!

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Concurso Público para Soldados PM

Edital nº DP-3/321/17, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 29/09.

Número de vagas previstas: 2.200

Salário: R$ 3.034,05

Inscrições:

1. Período: das 10 horas de 04 de outubro de 2017 até às 23:59 h de 06 de novembro de 2017

2. Local de inscrição: Site da Vunesp – http://www.vunesp.com.br

3. Valor da Taxa de Inscrição: R$ 50,00

Pré-requisitos:

1. Nível Médio

2. Idade entre 17 e 30 anos

3. Altura de 1,60 m (homens) e 1,55 (mulheres)

4. Possuir Carteira de Habilitação no mínimo na categoria B

Provas:

1. Intelectual: 50 questões objetivas de múltipla escolha com 5 alternativas sobre Língua Portuguesa (18), Matemática (12), Conhecimentos Gerais (10), Noções de Informática (05) e Noções de Administração Pública (05).

2. Prova de Redação, em caráter eliminatório e classificatório

3. Teste de aptidão física, em caráter eliminatório

4. Exame de Saúde, em caráter eliminatório

5. Exame Piscológico, em caráter eliminatório

6. Investigação Social, em caráter eliminatório

7. Análise de documentos e títulos

 

 

Coronel PM Humberto Gouvêa Figueiredo

Comandante da Escola Superior de Soldados

SOBRE A CLASSE POLÍTICA BRASILEIRA…

Política.png

(*) Coronel PM Humberto Gouvêa Figueiredo

É óbvio que a generalização deve ser evitada e, colocar todo mundo “no mesmo saco” não é algo justo.
Temos sim algumas pessoas na política que são honestas e que agem de acordo com os princípios que devem nortear a vida e a conduta de quem se propõe a representar outros.
Mas convenhamos, é uma exceção à regra!
O que assistimos na grande maioria, são pessoas que se usam da política para roubar, para enriquecer ilicitamente, para defender interesses escusos: este grupo está acabando com as cidades, com os Estados e com o Brasil.
É momento das pessoas de bens, honestas, aquelas que valorizam princípios e valores sociais relevantes assumam, com coragem, papel neste campo que vem sendo dominado por bandidos, corruptos, dilapidadores das riquezas do País.
Na “cara de pau” estes bandidos se apresentam cada vez mais fazendo tudo no sentido contrário do que o povo deseja!
Ou os bons, honestos e corretos disputam este espaço, ou estaremos condenados a sermos conhecido como a Terra dos Ladrões!!!

“…é no silêncio dos bons que triunfam os maus…”

A INTERNALIZAÇÃO DE VALORES NA ACADEMIA MILITAR DAS AGULHAS NEGRAS

Aman.jpg

(*) Mário Hecksher –

Alguns dias atrás, postei um artigo comentando a preocupação da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) com a formação do bom caráter de seus discentes, os cadetes. Mas como se faz com que um indivíduo se torne emocionalmente equilibrado e corajoso? O que se deve fazer para convencer uma pessoa a ser honesta? Abaixo, fornecemos algumas informações sobre o complexo trabalho educacional que se faz na Escola formadora dos oficiais combatentes do Exército Brasileiro, futuros comandantes das pequenas frações da Força Terrestre, aqueles em cujas mãos repousa o sucesso das operações nas guerras de amplo espectro.
“O jovem que deseja ser oficial combatente da ativa do Exército Brasileiro faz um curso, de nível superior, na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) durante o qual deve adquirir conhecimentos (área cognitiva), desenvolver sua capacidade física (área psicomotora) e aprimorar o seu caráter (área afetiva).
No desenvolvimento de seu caráter é preciso que o discente internalize valores que lhe permitirão ser um bom militar e um bom cidadão.
Mas a dificuldade existente para se conseguir que valores sejam internalizados pelo indivíduo só fica bem clara quando se passa da teoria à prática. Para realizar este complexo trabalho, três técnicas, que serão explanadas a seguir, podem ser empregadas.
É importante entender que o uso conjunto destas técnicas é indispensável para que se tenha êxito na formação do cadete, nome que se dá ao aluno da AMAN.
À primeira, chamamos de técnica das situações críticas. Por ela, o cadete é levado a cumprir missões ou tarefas difíceis compulsoriamente. Tais missões serão de várias espécies, com apelos à coragem, à persistência, à iniciativa, ao equilíbrio emocional, à cooperação e à autoconfiança, principalmente
Esta técnica tem o seu nascedouro no treinamento das tropas especiais do Exército Brasileiro e de outros exércitos. Tal treinamento é conduzido em condições de ponderável dificuldade e pressão psicológica, sob o controle de instrutores rigorosos que exigem dos discentes procedimentos corretos e o cabal cumprimento das missões recebidas. A despeito das condições atmosféricas desfavoráveis, das dificuldades do terreno, da fome, da sede, do sono, do peso do material a ser conduzido e do cansaço, a missão recebida precisa ser cumprida pelo discente.
Algumas vezes, tarefas simples são dificultadas, como, por exemplo, a desmontagem e montagem de determinadas armas em uma sala totalmente escura, num tempo curto e valendo grau. O objetivo é criar uma situação crítica, para que os alunos se habituem a trabalhar nestas circunstâncias.
No Exército Brasileiro, diversos cursos são conduzidos desta forma, como o Curso de Operações na Selva e o Curso de Ações de Comandos.
Esta maneira de conduzir a Instrução Militar passou a ser conhecida como Instrução Especial. Desde já, é necessário esclarecer que a Instrução Especial não é a técnica das situações críticas, mas uma maneira de ministrar a Instrução Militar onde situações críticas são constantemente criadas para conduzir o treinamento, procurando obter problemas parecidos com os que surgem no combate real.
Entrevistando oficiais submetidos a este treinamento, foi possível verificar que, anos depois, eles eram capazes de explicar, com detalhes surpreendentes, as situações acontecidas durante um determinado curso. Normalmente, as passagens mais bem descritas eram aquelas que haviam provocado maior estresse, seja pelos esforços e riscos que apresentavam, seja pela pressão feita pelos instrutores. Os entrevistados eram, ainda, capazes de executar corretamente as coisas aprendidas e que há algum tempo não treinavam, como tiros rápidos, orientação em área de selva, saltos de paraquedas, reações imediatas a emboscadas, mergulhos, escaladas e trabalhos com explosivos. O mais interessante é que as experiências adquiridas naquelas difíceis circunstâncias, além de não serem mais esquecidas, pareciam vir à tona toda vez que o militar se deparava com uma situação ameaçadora, semelhante à vivenciada no curso. Isto provocava uma resposta instintiva e imediata à suposta ameaça.
Enquanto isto, os mesmos indivíduos tinham fracas recordações das atividades conduzidas em sala de aula, em situações de relativo conforto.
A pergunta que sempre ficava no ar era a seguinte: Por que isto acontecia?
A dúvida foi solucionada a partir das observações de Daniel Goleman (Ph.D.) que, em seu livro “Inteligência Emocional” (Ed. Objetiva), explica como o cérebro humano grava e arquiva, de forma indelével, as situações de tensão vividas pelo indivíduo. A partir daí, foi feita a associação deste fato com o duro treinamento para o combate realizado pelos entrevistados e foi entendida a razão das fortes lembranças de determinados eventos que permaneciam gravados em suas memórias.
Analisando estes conhecimentos e experiências à luz do entrelaçamento das áreas cognitiva, psicomotora e afetiva, que ocorre normalmente, foi possível deduzir que tais trabalhos possibilitavam o desenvolvimento de vários atributos da área afetiva nos executantes, além de serem imensamente úteis ao treinamento para o combate. Deste modo, os oficiais entrevistados foram unânimes em declarar que, após terminar os difíceis cursos, sentiam ter desenvolvido ou mesmo adquirido vários atributos, como a coragem, o equilíbrio emocional, a autoconfiança, a decisão, a iniciativa, a persistência e outros, coincidentes com os que a AMAN procura desenvolver em seus cadetes.
O passo seguinte foi identificar, no currículo da Academia, atividades com as quais fosse possível obter um efeito similar. Não foi difícil encontrar uma série de trabalhos favoráveis a esta empreitada, como, por exemplo, os estágios da Seção de Instrução Especial (SIEsp) e diversos exercícios no terreno.
No entanto, viu-se que tais trabalhos deveriam ser conduzidos de modo adequado para que surtissem os efeitos pretendidos. Assim sendo, um exercício de longa duração deveria ser organizado e executado como preconiza o Sistema de Instrução Militar do Exército Brasileiro (SIMEB), procurando obter a imitação do combate. Para isto, as seguintes providências devem ser tomadas:
– Conduzir os trabalhos em situação de “operações continuadas”, isto é, com pouco sono (cerca de duas horas por noite), durante um mínimo de 48 horas e um máximo de 72 horas.
– Estabelecer, previamente, os atributos da área afetiva que se quer desenvolver e criar situações, durante o exercício, que permitam trabalhar este desenvolvimento.
– Montar o exercício em terrenos difíceis (preferencialmente montanhas ou áreas matosas).
– Recolher todos os alimentos conduzidos clandestinamente pelos executantes (“macetes”).
– Manter oficiais observadores, todo o tempo, junto às pequenas frações que fazem o exercício.
– Corrigir, na hora, os erros observados.
– Não interromper o exercício devido às condições meteorológicas adversas, a não ser que haja evidente e incontrolável risco de vida para os executantes.
A técnica das situações críticas é excelente para desenvolver a coragem, a persistência, a decisão, a disciplina, a autoconfiança e o equilíbrio emocional, podendo, ainda, ser empregada para desenvolver a iniciativa, a cooperação e a criatividade.
À segunda denominamos “técnica do exemplo e pressão”.
William A. Cohen (Ph.D.) em seu livro “Lições de Liderança em tempo de Guerra” (pag. 70) relata: “O general Le May era coronel quando assumiu o comando de especialistas que já haviam voado em combate na Europa. Eles lhe disseram que, se seus bombardeios voassem em linha reta e nivelados por mais do que alguns minutos, eles seriam abatidos. O problema era que, não voando em linha reta e nivelados, eles raramente atingiam os alvos. Ele calculou que, no geral, perderiam mais aeronaves tendo que retornar para os alvos que não haviam sido destruídos, do que se fossem atingidos e fizessem a coisa direito na primeira vez. Mas ele sabia que estava pedindo aos seus pilotos para fazer uma coisa que lhes tinham dito que era suicídio. Portanto, ele mesmo pilotou na primeira missão em linha reta e nivelado. Não foi suicídio e a Força Aérea do Exército dos Estados Unidos adotou a tática de Le May daí por diante.”
Também no Exército Brasileiro o valor do bom exemplo, há muito tempo, é reconhecido e estudado. Na AMAN é preciso saber usá-lo convenientemente para desenvolver no cadete certos atributos, habilidades e hábitos. Observe-se que, no exemplo acima, Le May usou dois ingredientes para que todos fizessem o que estava determinando, a despeito do alto risco: o exemplo pessoal e a pressão de sua autoridade de comandante.
Vejamos algo mais próximo da realidade da Academia Militar das Agulhas Negras, tomando como modelo o treinamento para a corrida rústica, fardado, de 5 km, que é objeto de verificação no Treinamento Físico Militar (TFM) do cadete e cujo tempo de execução, equivalente ao grau 10, não é fácil de alcançar. Os cadetes podem ser levados a treinar para esta atividade de várias formas, como é possível deduzir lendo os dois exemplos descritos abaixo.
No primeiro exemplo, um tenente, encarregado do TFM em um determinado dia, recebeu a companhia nas dependências da Seção de Educação Física e, após a ginástica preparatória, explicou brevemente ao grupo o itinerário da corrida. Sem mais demora, deu a largada com um silvo de apito e se posicionou no local da chegada, para marcar o tempo dos concludentes. Cada cadete, de acordo com a capacidade que imaginava ter, dosou a própria passada, tentando controlar o seu tempo no relógio. Tratava-se de um treinamento sem técnico e sem incentivo. Pouco depois da partida, muitos se cansaram e diminuíram o ritmo. Diversos cadetes terminaram “se arrastando”, sem cumprir o tempo previsto para tirar o grau mínimo. Em consequência, não desenvolveram o preparo físico pretendido e, muito menos, a persistência. Após a chegada de todos os cadetes, o instrutor fez uma brevíssima recomendação aos mais fracos para que treinassem um pouco mais e liberou a companhia. A subunidade fracionou-se em pequenos grupos que tomaram destinos diferentes.
No segundo caso, o capitão comandante da companhia, acompanhado de seus três tenentes, recebeu a subunidade na Seção de Educação Física e falou o seguinte:
“Está se aproximando a prova do TFM, na qual vocês deverão correr 5.000 metros em 23 minutos e 10 segundos para tirar grau 5. Hoje vamos fazer um treinamento no qual correremos em forma apenas os primeiros 1000 metros. A partir daí, comandarei corrida livre. O tenente Coimbra, que será o guia desde o começo, correrá para tirar 10. O tenente Azevedo correrá para tirar 8. Eu, que sou o mais velho da companhia, correrei para tirar 5 e não quero ver ninguém chegar atrás de mim. Mesmo assim, determinei ao tenente Marcos que fique em condições de resgatar algum retardatário. Estimulem-se uns aos outros, mas não toquem nos companheiros tentando “rebocá-los”, pois isto não será permitido no dia da prova. Aviso que estarei avaliando a persistência de vocês!”.
O capitão fez pressão com a sua mensagem, uma vez que ninguém poderia chegar depois dele e todos estariam sendo avaliados em sua persistência.
O treinamento desenvolveu-se como esperado. Os cadetes trataram de agrupar-se nas proximidades dos oficiais, cada um de acordo com as suas possibilidades.
Durante o percurso, o capitão e os tenentes emitiam constantes brados de estímulo aos corredores mais próximos, o que levou os cadetes a fazerem o mesmo, incentivando os companheiros.
Nos últimos mil metros, o tenente Marcos, percebendo que não haveria retardatários, pediu permissão ao capitão e abriu o passo, mostrando que não estava na missão de resgate por ser um mau corredor.
Quando toda a companhia chegou, o capitão colocou a tropa em forma, fez alguns minutos de ordem unida para avaliar o moral e falou o seguinte:
“Foi muito bom o treinamento. Se a prova fosse hoje, ninguém ficaria em recuperação. Todos demonstraram persistência e muitos foram bons camaradas, ajudando os companheiros com incentivos. Nossa companhia está de parabéns, e mostrou, mais uma vez que é a melhor!”
Em seguida passou o comando ao cadete “sargento de dia” que conduziu a tropa para o Conjunto Principal, cantando, com muita vibração, uma canção militar.
Resultados obtidos:
– A partir de uma atividade normal, o capitão aplicou a “técnica do exemplo e pressão”.
– Ao mesmo tempo, demonstrou aos cadetes o seu “interesse pelo problema dos subordinados”, correndo junto com a companhia e planejando o treinamento, reforçando, deste modo, os laços de liderança com os subordinados.
– Os cadetes fizeram o treinamento físico adequado e trabalharam três atributos: persistência, camaradagem e entusiasmo profissional.
– Os oficiais se comunicaram com os cadetes de forma eficaz, com bons exemplos e mensagens adequadas.
– O capitão desenvolveu a coesão e o moral da companhia com as suas palavras finais, antes de liberar a tropa.
Este é o resultado da “técnica do exemplo e pressão”, aplicada a uma atividade cotidiana da Academia.
Um exemplo mais simples desta técnica nos é fornecido pelo capitão que deseja criar em seus cadetes hábitos ligados à higiene individual e à boa apresentação pessoal.
Para exigir do cadete bons hábitos de higiene individual, é preciso que a ala (instalações onde se localizam o posto de comando, os alojamentos e os banheiros) esteja em ótimo estado de limpeza e conservação. Uma ala suja não será um bom exemplo e a exigência de higiene pessoal que o capitão fará ao cadete terá pouco efeito.
Do mesmo modo, se o capitão quiser que o cadete se farde corretamente, é preciso que, antes de fazer a pressão, ele se apresente com seus uniformes em perfeito estado e de acordo com as normas regulamentares, fornecendo um bom exemplo
A terceira técnica chama-se “técnica da modelagem”. Por este caminho, o oficial, através do bom exemplo pessoal, da capacidade de persuasão e do emprego correto de sua autoridade, conduz, pacientemente, a formação do cadete que, pouco a pouco, absorve os ensinamentos que lhe são ministrados.
Das três técnicas estudadas, esta é a que mais requer, para aplicá-la, um oficial que tenha credibilidade e procure todos os dias estabelecer ou reforçar os laços de liderança com os seus cadetes.
O comandante da subunidade, com a ajuda dos comandantes de pelotão, é o militar que tem oportunidade de exercer a maior influência sobre o cadete empregando a técnica da modelagem e não pode se furtar a fazer este trabalho. Trata-se, normalmente, de um oficial que, pela idade e patente, reúne três qualidades difíceis de serem encontradas em uma só pessoa: conhecimento, experiência e força física.
A ele incumbe:
– Comandar com eficiência seus tenentes, orientando-os, fiscalizando-os e neles desenvolvendo capacidade de liderança, por intermédio de seu exemplo pessoal.
– Estabelecer contatos e entendimentos com os professores das diversas disciplinas (matérias) curriculares, obtendo e fornecendo informações que possibilitem o melhor conhecimento de seus cadetes.
– Comandar os cadetes da subunidade, procurando estabelecer com o grupo laços de liderança, para obter a disciplina consciente (autodisciplina), a coesão e o espírito de corpo.
– Administrar a subunidade (pessoal, material e instalações), procurando obter um ambiente limpo e organizado, adequado à formação dos cadetes.
Para lograr êxito no emprego da técnica da modelagem, este capitão, bem como os tenentes, deverá agir com sereno rigor. Esta atitude requer o desenvolvimento e emprego das seguintes características: firme autoridade, empatia, paciência e tato; deverá também demonstrar interesse para ajudar os discentes, além de estabelecer com eles uma comunicação eficaz, composta por bons exemplos e mensagens corretas.
Utilizando estas características, o oficial poderá alcançar e manter o equilíbrio no relacionamento com os subordinados e será possível convencê-los a agir de maneira útil ao Exército, à Pátria e a eles próprios.
A paciência indica que o oficial tem a compreensão da impossibilidade de atingir, ao mesmo tempo, com suas mensagens e exemplos todos os integrantes de um grupo. Antecipadamente, sabe que precisará repetir as mensagens, fazer de novo e explicar de outra forma, até chegar a uma situação na qual todos tenham entendido perfeitamente o que ele estiver dizendo.
O tato e a empatia atuam como gotas de óleo que lubrificam o relacionamento entre o oficial e os subordinados.
O tato é a qualidade que permite lidar com as pessoas sem ferir suscetibilidades. Evite-se ofender o subordinado, mesmo para corrigi-lo. A correção, preferencialmente, deve ser feita em particular.
Uma atitude que mostra falta de tato é a tendência que alguns têm de fazer pilhérias, ironias, brincadeiras de mau gosto e zombarias que, muitas vezes, humilham e ofendem o subordinado.
Por sua vez, a empatia, que é a capacidade da pessoa se colocar no lugar do outro e sentir o que ele está sentindo, produz a compreensão. “Compreender” não significa aceitar as falhas sem corrigi-las, mas ser capaz de perceber, com clareza, a situação vivida pelo subordinado, de modo a orientá-lo da melhor maneira.
Portanto, na ausência da paciência, do tato e da empatia, o contato entre o oficial e o cadete torna-se mais áspero, dificultando o trabalho de modelagem do caráter deste último.
O interesse pelo que está acontecendo com os cadetes também é fundamental. Para empregar a técnica da modelagem não se pode abandonar o subordinado à própria sorte.
Os cadetes precisam ser acompanhados no rendimento escolar pelos instrutores e professores, que devem tomar providências para estimular e recuperar os mais fracos.
Outro aspecto que deve fazer parte do interesse demonstrado pelos oficiais é a situação de saúde dos cadetes. Não é suficiente demonstrar interesse realizando visitas formais aos baixados ao hospital. É preciso manter anotações criteriosas, referentes ao comparecimento do cadete às visitas médicas e dentárias e sobre os resultados de consultas a médicos especialistas, acompanhando a evolução do tratamento que, porventura, o militar esteja fazendo. Este é um trabalho do tenente, que deve manter informado o comandante da subunidade. É ruim para a liderança, em todos os níveis, quando um familiar do cadete relata que o mesmo está com um problema grave de saúde e ninguém sabia.
Os comandantes de subunidades e pelotões/seções, também, não podem se omitir, deixando de apoiar os cadetes no bom encaminhamento ou na solução de problemas particulares que possam estar afetando o seu desempenho e sua adaptação à Academia.
A firme autoridade pode ser definida como a capacidade do militar para manter seus pareceres e decisões diante de ideias contrárias e ponderações descabidas. O oficial precisa ser resoluto em suas decisões, definindo com clareza o que espera do grupo que comanda e de cada subordinado em particular, explicando, se a situação permitir, os motivos de suas ordens. Deve agir com o peso de sua autoridade contra os indisciplinados que desconsiderarem as ordens emitidas e difundidas ao grupo de modo claro e paciente.
É possível identificar, considerando a firme autoridade e a liderança que o oficial deve obter junto aos cadetes, quatro tipos principais de educadores, com infinitas variações:
– o firme que lidera;
– o firme que não lidera;
– o pouco firme que lidera; e
– o pouco firme que não lidera.
O primeiro caso é o ideal que deve ser buscado por todos os oficiais que servem na AMAN. Tendo estabelecido fortes laços de liderança com o grupo, a experiência mostra que este militar poderá exigir muito do cadete, obtendo ótimos resultados, porque é capaz de modificar atitudes, convencendo os indivíduos.
Mas com o segundo caso isto não acontece. O firme que não lidera muitas vezes não consegue convencer os indivíduos e suas determinações, embora corretas, poderão não ser bem aceitas, provocando reações indesejáveis. Este oficial para fazer-se obedecer poderá vir a empregar, muito mais do que deveria, as punições disciplinares, fato que irá dificultar sua aceitação pelos cadetes. Geralmente, o oficial ao chegar à Academia será um “firme que não lidera”, pois não é conhecido, ainda, pelos subordinados. Deverá trabalhar para se tornar um “firme que lidera”.
Já o pouco firme que lidera tem características de personalidade que o fazem estimado e, por este motivo, consegue estabelecer laços de liderança com os subordinados. No entanto, ele não é um bom educador, uma vez que não orienta com firmeza os cadetes que precisam de uma correção segura. É pelas mãos destes militares, aparentemente ótimos, que se corre o perigo de formar jovens oficiais com graves falhas, além de suscitar quedas graves nos padrões disciplinares da escola.
O quarto caso é o do oficial trazido equivocadamente para servir na Academia. O indivíduo pouco firme e que não lidera pode causar grande estrago na formação do cadete. Geralmente ele dará maus exemplos, intoleráveis em uma escola com a responsabilidade da AMAN.
Finalmente, a comunicação eficaz é vital para o emprego da técnica da modelagem, pois é impossível obter-se a adesão a uma ideia através da força bruta. Só se pode fazer um indivíduo mudar de atitude por intermédio da capacidade de persuasão.
Para persuadir, o oficial deverá falar de modo convincente, usando argumentos lógicos e oportunos. O discurso deve ser feito em um estilo objetivo, preciso e claro, sem termos rebuscados que dificultem o exato entendimento daquilo que se quer transmitir. O melhor é falar de forma simples e sincera, evitando as gírias, os modismos e as palavras de baixo calão. Para falar e convencer é preciso dominar o assunto, porque é impossível falar de forma convincente sobre aquilo que não se conhece. É útil, também, treinar a voz. Uma voz bem modulada é agradável de ouvir e impõe respeito, enquanto que vozes baixas ou de tons desagradáveis dificultam a comunicação.
É bom lembrar que a comunicação não se processa apenas através de mensagens faladas, mas também pelos exemplos (comportamento). Por isto, é fundamental que o oficial evite dar maus exemplos e mantenha uma absoluta coerência entre o que fala e o que faz.
Quando o oficial procede de modo correto e dedicado, ou quando se empenha na defesa das causas do grupo, também está estabelecendo a comunicação eficaz com os subordinados.
Portanto, o uso do sereno rigor facilitará ao oficial obter a confiança e a consequente credibilidade, para que possa transmitir suas mensagens ao cadete, moldando de forma correta o seu caráter militar.
Espera-se que, no futuro, o cadete assim formado seja um comandante competente, não só capaz de chefiar e administrar, mas também de liderar seus subordinados. Falando de outra maneira, seja um comandante capaz de comandar liderando.”

BRASIL ACIMA DE TUDO

 

(*) É Professor na Academia Militar das Agulhas Negras

APENAS UMA REFLEXÃO…

(*) Coronel PM Figueiredo

Muito estranha a ação das polícias e das Forças Armadas, numa operação realizada “aos atropelos”, sem qualquer indício de planejamento mais sério, no complexo de favelas da Rocinha e no seu entorno, bem no período em que acontecia o Festival “Rock In Rio”.

Acompanhei muito de perto os noticiários sobre as ações que, como em outras oportunidades, foi prioridade de uma emissora de televisão, cujo nome nem quero dizer, e que tinha um enorme interesse comercial no Festival.

Prestei atenção na quantidade de vezes que citavam sobre o posicionamento dos militares e a garantia do acesso ao Rock In Rio…tudo muito estranho….aliás, tudo muito dentro do que se esperava da emissora.

Vamos ver quanto tempo vai demorar esta operação e a cobertura jornalística?

Espero estar errado, mas nos próximos dias deveremos esquecer que a Rocinha existe e quem mora lá que se vire para se autodefender ou se submeter à liderança do crime organizado que contaminou o Rio de Janeiro.

Quem viver, verá!!!

(*) é comandante da Escola Superior de Soldados da PMESP

JÔ E A OPORTUNIDADE PERDIDA

(*) Humberto Gouvêa Figueiredo (Coronel Figueiredo)
Gol de mão
O último domingo, dia 17/9, poderia ter sido um dia histórico para o futebol brasileiro, para o esporte no Brasil e, porque não dizer, para o próprio País.
O time que lidera o campeonato, mas que no segundo turno não repete o mesmo desempenho, o Esporte Clube Corinthians Paulista, mais uma vez não fazia uma boa partida e apenas empatava com o clube carioca do Vasco da Gama, jogando em casa, no Estádio sobre o qual recai fortes indícios de superfaturamento e de corrupção para a sua construção.
O jogo seguia morno, quando no segundo tempo, num lance de contra ataque corinthiano, um cruzamento é realizado ao principal atacante do time, o centroavante Jô, que se joga ao encontro da bola e, com o braço direito a empurra para dentro do gol.
O lance ilegal não foi apontado nem pelo Juiz principal da partida, nem pelo quarto árbitro que estava a cerca de 3 metros do lance e muito menos pelo “bandeirinha” que acompanhava a jogada na lateral do campo.
Também não o foi pelo autor do lance irregular: Jô preferiu o silêncio e saiu comemorando na direção da torcida como se nada de anormal tivesse ocorrido.
A partida terminou 1 a 0 para o Corinthians e interrompeu a sequência de maus resultados da equipe até então.
Este episódio não é exceção entre tantos erros que já houve e não foram apontados pela arbitragem no futebol brasileiro e mundial…
Também está muito longe de ser a primeira vez que um jogador comete uma infração e se omite em apontar o seu erro, que poderia resultar na anulação do lance.
O histórico gol de mão de Diego Maradona na Copa de 1986, no México, um dos maiores erros cometidos pela arbitragem é ainda comemorado por muitos (argentinos ou não!!!) como um “lance de gênio”, esquecendo-se que foi uma fraude que contribuiu para um Título Mundial.
Mas os tantos erros de árbitros já havidos no passado, não diminuem o tamanho do equívoco e da oportunidade que Jô perdeu para dar a sua contribuição para a nossa sociedade, tão contaminada por condutas erradas, ludibriosas e criminosas.
Há tempos atrás, o mesmo jogador, Jô, havia sido beneficiado num jogo contra a equipe do São Paulo, tendo sido injustamente advertido com um cartão amarelo pelo árbitro por ter supostamente pisado no goleiro da equipe adversária, quando de fato o “pisão” teria sido dado pelo jogador são paulino, Rodrigo Caio, que, naquela ocasião, honestamente assumiu isso: o cartão que suspenderia Jô da outra partida foi cancelado, ele pode jogar o segundo jogo da final e, inclusive, fez o gol decisivo do campeonato.
A conduta de Rodrigo Caio foi comentada positivamente por muitos mas, infelizmente, reprovada por um número expressivo de pessoas (a maioria delas torcedoras do São Paulo).
Mas voltando a falar de Jô, ele se define como um “homem de Deus”, alguém que se reencontrou depois de muitas “cabeçadas” que deu na vida: mas a analisar-se pela sua postura no último domingo, pode-se concluir que ele está muito longe disto ainda…
Talvez tenha lhe passado pela cabeça a pressão e a incompreensão que poderiam ter consigo os mais de quarenta mil torcedores corinthianos que estavam no Itaquerão…talvez tenha lhe passado pela mente que a ausência de vitórias nos últimos jogos devia ser superada…talvez até tenha ele imaginado que aquele gol lhe desse mais prestígio e o ajudasse a buscar a artilharia do campeonato e quem sabe melhores condições na renovação do seu contrato…
Ele só não pensou na contribuição que traria para a sociedade se tivesse assumido a ilegalidade e praticado um ato de honestidade!
Jô se esqueceu, ou talvez não tenha aprendido, que o EXEMPLO é a mais eficaz forma de transmissão de conhecimento.
Não refletiu que por em prática no campo de futebol aquilo que certamente ouve e assiste nos cultos religiosos que participa poderia ter ajudado a escrever uma página bonita na história do Brasil.
A vitória do Corinthians teve pouco relevo: comentou-se mais da irregularidade do lance, da injustiça contra o Vasco da Gama e da dúvida quanto ao caráter do atleta…
Fala-se que “gentileza gera gentileza”, mas o episódio em questão indicou que para Jô, esta não é uma verdade absoluta.
E assim, continuamos a ser o “País do Jeitinho”….até quando?
(*) é coronel da Polícia Militar e comandante da Escola Superior de Soldados